‘Ao invés de dar, ganhamos o presente no dia das mães’, diz filho de mulher curada de Covid-19 após 22 dias internada no RN

Maria da Conceição tem 84 anos e passou 22 dias internada

Maria da Conceição ao lado do filho Airton de Castro após passar 20 dias na UTI e 22 internada no hospital com Covid-19 — Foto: CedidaMaria da Conceição ao lado do filho Airton de Castro após passar 20 dias na UTI e 22 internada no hospital com Covid-19 — Foto: Cedida

Maria da Conceição ao lado do filho Airton de Castro após passar 20 dias na UTI e 22 internada no hospital com Covid-19 — Foto: Cedida

O Dia das Mães vai ser especial para a família de Maria da Conceição de Castro, de 84 anos: depois de 22 dias internada com Covid-19 ela teve alta e vai passar a data ao lado dos filhos, em casa, em Mossoró.

“Ao invés de dar, ganhamos o presente do Dia das Mães”, comemora Airton de Castro, um dos filhos de Conceição. Segundo ele, a mãe está bem, em repouso e ainda se recuperando. Durante o período em que esteve internada, Maria da Conceição perdeu a filha Anaísa Silva de Castro, que tinha síndrome de down, e morreu com Covid-19.

Maria da Conceição soube da morte da filha na quinta-feira (7) e saiu do hospital na sexta (8).

“Procuramos uma psicóloga e ela nos orientou como contar sobre Anaísa. Ela também nos acompanhou nesse momento. Foi difícil. Inicialmente, minha mãe disse que não acreditava”, lembra.

A idosa passou 20 dias entubada na UTI, deixou a Unidade de Terapia Intensiva na quarta-feira (6). Anaísa de Castro adoeceu dois dias depois da mãe. Maria da Conceição sequer sabia que a filha havia sido infectada pelo novo coronavírus.

Maria da Conceição tem 84 anos e passou 22 dias internada — Foto: CedidaMaria da Conceição tem 84 anos e passou 22 dias internada — Foto: Cedida

Maria da Conceição tem 84 anos e passou 22 dias internada — Foto: Cedida

Filha morreu enquanto a mãe estava sedada

Maria da Conceição de Castro foi internada no dia 16 de abril, uma quinta-feira, e logo colocada na Unidade de Terapia Intensiva, sedada e utilizando respiradores. A filha adoeceu no fim de semana seguinte.

Anaísa também foi colocada na UTI, porém morreu dia depois, em 21 de abril. Airton de Castro conta que a irmã era uma das maiores preocupações da mãe. Ele recorda que, antes de ser entubada, Maria da Conceição recomendou que não deixassem que Anaísa fosse contaminada pelo vírus.

Airton e mais uma irmã também foram infectados, porém passam bem. Eles dois e Anaísa eram os únicos dos 10 irmãos que moravam na mesma casa de Maria da Conceição.

“A cura dela, da nossa guerreira, é o nosso melhor presente. Agora vamos ficar todos com ela no dia das mães, em casa”, diz Airton.

Anaísa Silva de Castro tinha 42 anos e morreu de Covid-19 em Mossoró — Foto: Arquivo da famíliaAnaísa Silva de Castro tinha 42 anos e morreu de Covid-19 em Mossoró — Foto: Arquivo da família

Anaísa Silva de Castro tinha 42 anos e morreu de Covid-19 em Mossoró — Foto: Arquivo da família

Fonte: G1/RN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

onze + treze =