Bebé salvo do mar por pescador. “Um milagre bizarro”

Milagre aconteceu na Nova Zelândia

Um pescador salvou um bebé de 18 meses das águas do oceano, depois de o ter visto a flutuar numa praia da Nova Zelândia, revelou a BBC. Por momentos, Gus Hutt achou que se tratava de uma boneca de porcelana, mas quando o bebé soltou um pequeno grito percebeu que era mesmo uma criança.

O bebé de 18 meses tinha escapado da tenda dos pais num parque de campismo junto ao mar, na praia de Matata, na ilha do Norte. “Pensei que fosse uma boneca. [Mesmo quando] estendi a mão e o agarrei pelo braço, ainda achei que fosse uma boneca”, explicou Hutt ao NZ Herald .

O pescador não teve dúvidas em descrever o incidente como um “milagre bizarro”. Afinal, o salvamento deu-se por uma sucessão de acasos: Hutt costuma sair de manhã diretamente para pescar naquela praia, mas desta vez decidiu deslocar-se uns 100 metros mais para a esquerda, em direção à praia de Tauranga.

“O bebé flutuava a um ritmo constante, se eu tivesse chegado apenas um minuto depois já não o teria visto”, contou o homem. “Ele teve sorte, mas simplesmente não estava destinado a ir, não era a hora dele.”

Já a mãe da criança ficou desesperada, depois de ter sido acordada pelo pessoal do parque de campismo. Jessica White confessou que entre esse momento e a altura em que viu o seu filho “foi horrível”. “Acho que o meu coração não bateu” nessa altura.

“Aparentemente, o bebé estava muito animado por estar na praia. Foi a primeira noite do casal que ficou aqui. É a primeira vez que estão aqui”, contou Rebecca Salter, coproprietária do Murphy’s Holiday Camp, à BBC.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 − 6 =