CÁRMEM LÚCIA AVISA QUE NÃO VAI SE DOBRAR AOS DEFENSORES DE LULA

PRESIDENTE DO STF MANDA UM RECADO INCISIVO

Ministra Cármen Lúcia em evento em São Paulo (Foto: Marivaldo Oliveira/Código19/Estadão Conteúdo)

Hoje – terça-feira, 13 de março – foi uma parcela da OAB – nacional – que se mobilizou para tentar pressionar a presidente do STF, Cármem Lúcia, para que a mesma atue contra a prisão de Lula.

Amanhã – quarta-feira, 14 de março – será o ex-presidente do STF e hoje advogado de Lula, Sepúlveda Pertence, que irá até o gabinete de Cármem Lúcia, pedir para que ela ajude a impedir a prisão do líder da Organização Criminosa (ORCRIM) – segundo o Ministério Público Federal – Lula.

Todavia, para estes e todos quantos querem que o bandidão, criminoso, ladravaz, Lula, fora da cadeia, uma péssima notícia: Cármem Lúcia mandou uma recado, curto e grosso.

A ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), disse na tarde desta terça-feira (13), em São Paulo, que não se submete à pressão de políticos que querem que a Corte revise o entendimento sobre cumprimento da pena após condenação em segunda instância.

“Eu não lido, eu simplesmente não me submeto a pressão”, declarou a ministra durante um evento do jornal “Folha de S.Paulo” sobre mulheres no poder.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × três =