Category Archives: Notícias

Gilson Moura é afastado pela Justiça Federal

Deputado Gilson Moura esteve no Ginásio Nélio Dias em convenção

A Justiça Federal concedeu quatro liminares determinando o afastamento de Gilson Moura do cargo de deputado estadual, além de indisponibilidade de bens do parlamentar e de outros seis envolvidos no esquema desbaratado pela Operação Pecado Capital, até o limite de R$ 300.750,30. A medida foi tomada em quatro das 11 novas ações de improbidade administrativa apresentadas pelo Ministério Público Federal no Rio Grande do Norte (MPF/RN) contra o político e outras 15 pessoas.

As peças do MPF incluem desde casos de “funcionários fantasmas” e obras superfaturadas, até empresas contratadas pelo Instituto de Pesos e Medidas (Ipem/RN), durante a gestão de Rychardson de Macedo, entre 2007 e 2010, e que prestavam serviços ao parlamentar. O judiciário já acatou os pedidos liminares de afastamento e de indisponibilidade nos casos que incluem contratação irregular de empresas de pesquisa pela autarquia, para uso do deputado (0802873-90.2014.4.05.8400); contratação com “funcionários fantasmas” de pessoas relacionadas aos principais diretores do instituto (0802872-08.2014.4.05.8400) e ligadas à antiga emissora onde o deputado trabalhou (0802878-15.2014.4.05.8400); e ainda das irregularidades cometidas nas obras de reforma e adequação de uma sala para a criação do telecentro do Ipem (0802869-53.2014.4.05.8400).

 Os seis outros envolvidos nos processos cujas liminares já foram concedidas são o ex-diretor do Ipem-RN, Rychardson Macedo; além de Márcia Câmara de Figueiredo, Fernando Aguiar de Figueiredo, Merle Ranieri Ramos, Oldair Vieira de Andrade e Adalucia Barreto de Oliveira.

Novas ações – As quatro ações nas quais foram concedidas liminares integram um grupo de 11 apresentadas agora em junho pelo Ministério Público Federal, todas assinadas pelo procurador da República Rodrigo Telles. As informações contidas apontam que todo o valor desviado pelo ex-diretor do Ipem/RN, Rychardson Macedo, era repassado ou dividido com o parlamentar. Os desvios financiavam as campanhas e os interesses políticos de Gilson Moura e também beneficiavam o filho da ex-governadora Wilma de Faria, Lauro Maia; e o advogado Fernando Antônio Leal Caldas Filho.

Os prejuízos aos cofres públicos apontados nos processos resultam em um volume de R$ 1.657.316,60. Em todas as ações foi requerido, além da indisponibilidade dos bens dos réus, o afastamento do deputado estadual de seu cargo. Cinco delas acrescentam novos réus a irregularidades já apontadas em ações penais e de improbidade apresentadas em 2013, contra outros envolvidos da Operação Pecado Capital. Uma dessas inclui, além de Gilson Moura; os nomes de Lauro Maia e Fernando Caldas Filho.

Os três são apontados como beneficiários do contrato ilegal entre o Ipem/RN e o Auto Posto JR II LTDA., que incluiu fraude, dispensa indevida de licitação e pagamentos indevidos de centenas de milhares de reais. No final de 2013, o ex-diretor Rychardson Macedo e outros envolvidos esclareceram através de delação premiada que Gilson Moura, Lauro Maia e o advogado Fernando Caldas Filho eram os destinatários finais da maior parte dos recursos públicos desviados.

“As declarações prestadas pelos colaboradores confirmaram elementos que apontavam no sentido da participação do parlamentar, do filho da ex-governadora e do advogado em referência no esquema”, destaca o MPF.

Envolvimento – As interceptações telefônicas da “Operação Pecado Capital” já indicavam a relação entre Gilson Moura e Rychardson Macedo. O nome do deputado foi mencionado em algumas ocasiões, quando tratavam do esquema de desvio de recursos. Segundo o MPF, além dos telefonemas e dos depoimentos, a participação do parlamentar se confirmou através da quebra de sigilos bancários e nas diligências de busca e apreensão.

Rychardson Macedo foi indicado por Gilson Moura e sua função no instituto era representar os interesses político-financeiros do deputado. “E foi quando ele me disse: ‘Não, Rychardson, veja lá o que é que tem de emprego, o que dá pra gente viabilizar de dinheiro, pra campanha, pra gente poder se capitalizar, porque tem o processo de reeleição e também tem o processo de Parnamirim…’.”, afirmou o ex-diretor, em depoimento.

Inclusive um irmão de Rychardson, Rhandson Macedo, mantinha em seu nome um apartamento de luxo pertencente de fato a Gilson Moura e localizado em Areia Preta. “Gilson não ia botar no nome dele. Ele não costuma botar os bens dele no nome dele”, revelou o ex-diretor do Ipem/RN

Bastidores – Sobre Lauro Maia e Fernando Caldas Filho, as ações do MPF indicam que ambos “atuaram nos bastidores político-administrativos, especificamente no submundo das trocas de favores espúrias e do recebimento oculto de valores ilícitos”. Lauro é advogado e exercia influência no então governo estadual, tendo indicado para o Ipem diversos funcionários, alguns “fantasmas”.

Fernando Caldas Filho é parente e foi sócio de Lauro Maia entre 2006 e 2012, em um escritório de advocacia. O MPF aponta que Fernando cumpria o papel de intermediário entre Lauro e Rychardson Macedo. Caberia a ele levar para o diretor do instituto os nomes dos funcionários a serem nomeados, de acordo com a vontade e indicação do filho da governadora.

O advogado também era responsável por realizar com Rychardson Macedo o acerto de contas dos recursos desviados da autarquia. A participação dele e de Lauro Maia foi confirmada através das delações premiadas. O depoimento do ex-diretor reforçou que, além da indicação de funcionários, os dois recebiam dinheiro desviado principalmente por meio do superfaturamento de um contrato de locação de veículos e outro de fornecimento de combustíveis.

Contratos – Sobre o contrato de locação, Rychardson Macedo declarou em depoimento que o Ipem necessitaria de cinco carros e foi aconselhado por Fernando Caldas Filho a contratar 12, sendo que sete ficaram parados, além de uma caminhonete igualmente não utilizada. Os recursos desviados ficavam com o advogado e Lauro Maia, que complementavam a “cota” com parte de outro contrato superfaturado, o de combustíveis.

Rychardson Macedo fechou um acordo com o administrador do Auto Posto JR II, Zulmar Pereira de Araújo, pelo qual os veículos seriam abastecidos e no final do mês o empresário expediria uma nota fiscal em valores muito acima dos reais; descontaria R$ 1 mil e o valor do combustível efetivamente gasto; “devolvendo” o restante ao então diretor do Ipem.

Os dois contratos resultavam em mais de R$ 30 mil mensais para os envolvidos no esquema e somente o de combustíveis gerou prejuízo de R$ 634.900,36 aos cofres públicos. “Peguei o da locadora e do posto, já dava uns trinta e pouco. E fiquei na incumbência de todo mês fazer alguns processozinhos pra poder acrescentar o valor, pra dar uma média de uns vinte mil pra eles e vinte mil pra mim e Gilson”, revelou o ex-diretor.

Parte dos recursos obtidos com os “funcionários fantasmas” também era incluído na divisão com o deputado. “(…) como eu tinha o da locação e tinha o do posto, eu tinha que dar vinte mil a Fernando e a Lauro. Então eu tirava uma parte do posto, e com esses laranjas eu complementava pra Gilson e também o restante eu ficava pra mim. Eu tirava por mês lá… Meu salário era cinco mil, eu tirava mais uns dez mil, justamente de laranja”, afirmou Rychardson Macedo.

Obras e terceirização – Quatro das novas ações acrescentam o nome de Gilson Moura dentre os beneficiados por contratações irregulares de reformas e de mão de obra para o Ipem/RN. Uma delas envolve o pagamento de pessoal terceirizado através da FF Construções e Serviços Ltda, as demais reformas da sede do instituto e do galpão do taxímetro, além da construção de um telecentro.

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

Henrique, Wilma e João Maia são lançados candidatos

Candidato a governador encerrou convenção no Ginásio Nélio Dias 

Henrique e Wilma são lançados candidatos – Fotos: iPad Skarlack

O candidato a governador, Henrique Eduardo Alves, PMDB, encerrou com seu discurso, a convenção ocorrida no Ginásio Nélio Dias.

A convenção que homologou sua candidatura a governador do Rio Grande do Norte, o deputado federal Henrique Eduardo Alves (PMDB), deutado federal, João Maia (PR), vice-governador e vice-prefeita de Natal, Wilma de Faria, candidata ao Senado.

Em seu discorso Henrique estava emocionado.

citou os discursos de Wilma, Garibaldi, João Maia, Agripino e dos candidatos a deputado federal.

O peemedebista disse que não vai olhar para o retrovisor. “Vou olhar para frente, para não perder o foco do desenvolvimento do Rio Grande do Norte. O passado já passou. Dele, tiramos experiência. Minha missão será olhar para frente”, disse.

Mais detalhes em instantes.

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

Fim de convenção…

…Henrique, Wilma e João Maia são lançados candidatos

Final da convenção do PMDB/PSB/PR que lançou Henrique Alves, ao Governo, Wilma de Faria, ao Senado e João Maia como candidato a vice-governador.

Mais detalhes em instantes.

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

Fala Garibaldi…

…ministro da Previdência discursa no Nélio Dias

Discurso de Garibaldi Filho:

– Falo aqui em nome de um senador e de uma senadora. A senadora Ivonete Dantas, que está hospitalizada, mas está bem. E em nome de um senador, que pela idade não pode estar aqui, o senador Garibaldi Alves. E ele gostaria de dizer Henrique, que você será governador do Rio Grande do Norte.

– Esta noite não pertecen a um partido, mas, essa é uma noite coloridade, pois representa o futuro do Rio Grande do Norte. Aqui estão quase todos os partidos represntados do Estado. Aqui estão todas as forças políticas que para dizer que o Rio Grande do Norte precisa da experiência de um governador como Henrique Eduardo Alves.

– Henrique, sua responsabilidade é muito grande. Se eu não tivesse tomado conhecimento da Pesquisa do Ibope, eu diria, que venha o Iboé. Mas o Ibope etá aqui.

– Essa convenção é uma consagração para um jovem que começou na política comigo. Eu e Herique e já tive a oportunidade, a grnade honra de ser governador do Rio Grande do Norte, mas eu tenho certeza que Henrique será o maior governador do Rio Grande do Norte.

– Estão aqui Geraldo Melo, Lavosier Maia, Wilma de Faria, e eu estou dizendo isso, que eles me perdoem mas quem vai concertar o RN vai ser Henrique Edaurdo Alves se Deus quizes.

– Eu estou emocionado, pois eu não sou apenas um amigo, mas eu so um irmão de Henrique, e eu sei que ele não vai decepcionar. Ele não vai decepcionar, mais vai fazer como Carlos Eduardo Alves está fazendo em Natal.

– Eu sou ministro, mas o Ministério vai passar. Eu sou mesmo o senador de um milhão de votos.

– Como ministro não faltei ao povo, como senador quero ter a honra, tenho passao…

– As pessoas pensavam que pelo passado, perguntavam se Garibaldi iria se engajar na cmapanha de Wilma, mas, estavam enganados.

– Eu quero ter a honra de sentar na minha cadeira ao lado de Wilma de Faria.

– Pois durante esses quatro anos fui substituido por um senador que graças a Deus fui substituido por um senador e foi como se eu estivesse lá, que foi Paulo Dawim.

– Toda vez que vou Senado ficou preocupado pois ele está tomadno gosto.

– Essa campanha tem um trio imbatível que é Henrique, Wilma e João Maia.

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

Acompanhe cobertua em tempo real…

…no Facebook, no Twitter e Instagram

Confira mais imagens da convenção do PMDB/PSB/PR no Facebook, Twitter e Instragam do blog.

 

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

José Agripino fala em nome do DEM

Senador destaca a festa diferente com os verdes ao lado dos azuais, dos vermelhos, dos brancos, dos laranjas

“Eu gosto de você e vou sair dessa festa e estou feliz, ao ver hoje a manifestação das pessoas ao chegar aqui (no Ginásio Nélio Dias)”, diz o senador jOsé Agripino.

Ele afirma que Henrique Alves teria condições com os pés nas costas de se eleger deputado federal e buscar um segundo mandato a presidente da Câmara.

– Mas você está qui candidato a governador pelo amor ao RN -, diz.

“Aqui ninguém abre mão de suas condições, aqui todos se somam para construir um futuro melhor para o RN”, declara o senador.

Agripimo diz que naquilo que depender dele, onde poder, onde suas alcançarem, vai fazer com que todos os que o escutam votem em Henrique para governador.

Confira partes do discurso de Agripino.

– Quando você era adversário da atual governadora, ia aos ministério em busca de recursos para o Estado, para dominar sua irriquietude voce vai contar com experiência de quatro ex-governadores: eu, Gerlado Melo, Lavozier Maia, Wilma de Faria, Wilma de Faria – , acrescenta.

Agripino diz que nunca conseguiu ser candidato a governador com tantos partidos, com tantos quadros.

-Wilma, você vai ser senadorar e eu vou lutar por isso.

– Se tiver voto em cima de um coqueiro eu vou subir nesse coqueiro em busca desse voto para Henrique, Wilma e João Maia.

– Eu paguei um preço alto, mas não tem importância, mas o que importa é nós dois com nossas experiências.

– Conta comigo para ser senadora, Wilma de Faria, para lá em Brasília ajudar Henrique e João.

– Ouça as pessoas para fazer a vontade do povo do Rio Grande do Norte, Henrique.

– Eu vou lutar pela condiliação de ala A, ala B, ala C para juntos ajudarmos ao Rio Grande do Norte.

 

 

 

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

Felipe Maia diz que não existe acordão…

…o que existe é um lado que reuniu mais e outro que reuniu menos

O deputado federal Felipe Maia destaca em seu discurso que Henrique Eduardo Alves que vive um grande momento em nível nacional, terá a oportunidade de como governador oferecer melhores dias ao povo do Rio Grande do Norte.

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

Luiz Almir pede o microfone

E destaca que não é candidato pois não quis

O vereador Luiz Almir que o atual governo a Zona Norte está”uma Mossoró do outro lado”.

Afirmando que a Zona Norte foi abandonada pelo atual Governo, ele diz que Henrique Alves vai tirar o Rio Grande do Norte do buraco.

E destaca atuação de Wilma de Faria, de Garibaldi Filho, do prefeito Carlos Edaurdo Alves e de Henrique Alves e João Maia.

Ele diz que não foi candidato pois não tem estrutura.

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

Fafá Rosado fala em convenção

Ex-prefeita de Mossoró discursa dizendo que representa o povo de Mossoró

“Como fui prefeita de Mossoró por duas administrações, aqui represento o povo de Mossoró”, declara Fafá Rosado.

Diz que aprendeu na política com Aluízio Alves de quem recebeu estímulo.

– Henrique, seu pai Aluízio Alves gostaria de ver você governador, mas onde ele estiver agora está torcendo por sua vitória por melhores dias para o povo do Rio Grande do Norte.

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

Rafael Monta destaca importância de Henrique como governador

Candidato a deputado federal considera que Henrique, Wilma e João Maia poderão realizar muito pelo Estado

O vereador Ricardo Mota, do PROS destaca a presença de Laurita Arruda, afirmando que ela será a primeira dama.

E diz que “hipocrisia e a inveja fique do lado de lá”, acrescentando que Henrique Alves que tem interação com  as maiores lideranças políticas do Brasil, junto com o vice, João Maia, estão pronto para recontruir o Rio Grande do Norte.

Rafael Mota que é candidato a deputado federal destaca ainda, a candidatura de Wilma de Faria ao Senado.

– Serie um soldado do povo, assim como sou na Câmara Municipal de Natal -, diz, afirmando que estará na Câmara Federal para contribuir com Henrique no Governo, João Maia vice e Wilma no Senado.

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+