Category Archives: Notícias

Leonardo Nogueira em Rodolfo Fernandes

Deputado estadual e candidato à reeleição esteve no Oeste neste sábado

Leonardo Nogueira participa de carreata em Rodolfo Fernandes – Foto: Assessoria

Depois de participar de caminhada no centro de Mossoró, na manhã deste sábado, 9, o deputado estadual e candidato à reeleição, Leonardo Nogueira (DEM) se deslocou até o município de Rodolfo Fernandes.

Ali participou de grande carreata que percorreu diversas ruas da cidade.

Só Cristo Salva

Noite de louvor a Deus na Igreja Batista Peniel

Temos a honra de nesta noite participaramos da festa de seis anos da Igreja Batista Peniel, no conjunto Santa Delmira.

Agradecemoms ao pastor Edilson pelo convite para louvar a Deus.

Prefeito Francisco José Júnior participa da Marcha Para Jesus

Evento acontece na avenida Presidente Dutra neste sábado

Prefeito Francisco José Júnior no Trio Elétrico da Marcha Para Jesus – Foto: iPad Michele Fonseca

O prefeito de Mossoró, Francisco José Júnior (PSD) participa da Macha Para Jesus 2014.

O evento que acontece em Mossoró na noite de sábado, 9, é promovida pela Igreja Assembleia de Deus Shamar.

 

Mossoró: MP recomenda que Estado e direção do HRTM suspendam pagamento ilegal de plantão

Gratificação irregular era paga pelo exercício de direção, chefia e assessoramento com dispensa de carga horária no Hospital Regional Tarcísio Maia

Rosalba denunciada
O Ministério Público do Rio Grande do Norte, por meio das Promotorias de Justiça de Defesa do Patrimônio Público e da Saúde da Comarca de Mossoró, expediu recomendação para que o secretário Estadual de Saúde e a diretora-geral do Hospital Regional Tarcísio de Vasconcelos Maia (HRTM) suspendam de forma imediata o pagamento ilegal de plantões eventuais.

Elementos informativos reunidos ao longo da Operação Ponto Final indicam que os ocupantes de cargos de chefia, direção e assessoramento do Hospital vêm sendo gratificados irregularmente pelo exercício destas funções, com pagamento de plantões eventuais e dispensa do cumprimento da carga horária respectiva. A prática ilegal, de acordo com a recomendação, implica em duplo prejuízo: ao atendimento da população e ao erário.

As Promotorias de Justiça requisitaram que, no prazo de 10 dias úteis, o secretário de Saúde, Luiz Roberto Fonseca, e a Diretora-Geral do HRTM, Maria Danísia Morais de Freitas, encaminhem documentação sobre as providências adotadas para o cumprimento da recomendação.

A recomendação, no entanto, não atinge servidores que recebem por plantões eventuais efetivamente prestados, sem pertinência com o exercício de determinada função em particular.

Fonte: Ministério Público 

Exclusivo: Médico alerta que Hospital da Mulher não suportará por 48 horas

João Evangelista afirma que unidade não está preparada para reeber sobrecarga 

João Evangelista médico

Médico João Evangelista declara que Hospital da Mulher não tem estrutura para suportar por mais de 48 horas – Foto: iPad Skarlack

O médico anestesiologista João Evangelista que cumpre escala no Hospital da Mulher faz um grave alerta.

Anunciando que os anestesiologistas estão se somando a outras profissionais que suspenderam suas atividades, ele alerta que com desativação de atendimento da Casa de Saúde Dix-sept Rosado, o Hospital da Mulher não resistirá por mais de 48 horas.

Veja o vídeo em instantes.

Hospital da Mulher recebe mães, crianças, servidores, médicos e equipamentos de volta

Casa de Saúde Dix-sept Rosado abrigou provisoriamente estrutura depois de vazamento de oxigêncio em Hospital da Mulher 

Crianças saem da CSDR II

Crianças deixam a Casa de Saúde Dix-sept Rosado na manhã desta sábado – Fotos: iPad Skarlack

Crianças saem da CSRD III Crianças saem da CSDR

Depois de ser interditado na noite de terça-feira, 5, em decorrência de um vazamento de oxigêncio na UTI Neonatal, o Hospital da Mulher reabre neste sábado, 9.

Durante toda a manhã foi feita o serviço de transferências de mães, crianças, equipamentos, médicos e servidores que estavam provisioriamente na Casa de Saúde Dix-sept Rosado.

Com a reativação depois de passar por uma ampla recuparação por parte da empresa resposável pelo sistema de distrubição de oxigênio o Hospital da Mulher volta a funcionar, mãs já é feito um alerta sobre a possibilidade de sobrecarga na unidade.

Crianças voltam ao HM I

Crianças chegam ao Hospital da Mulher na manhã deste sábado – Fotos: iPad Skarlack

Crianças voltam ao HM II

Detalhes em instantes.

Fafá Rosado e Leonardo Nogueira caminham no centro comercial

Candidata a deputado federal e deputado estadual candidato à reeleição no bairro Paraíba

 

Fafá e Leonardo no centro II Fafá e Leonardo no centro III Fafá e Leonardo no centro IV Fafá e Leonardo no centro V

A ex-prefeita de Mossoró Fafá Rosado que é candidata a deputado federal e o deputado estadual Leonardo Nogueira que disputa a reeleição realizam caminhada no bairro Paraíba.

A movimentação foi iniciada pela rua Coronel Gurgel e percorre várias outras artérias do centro comercial na manhã deste sábado, 9.

Larissa Rosado realiza caminhada no centro comercial

Deputada e candidata à reeleição inicia visita pela rua Coronel Vicente Saboya

Larissa visita III

Larissa Rosado inicia caminhada pela Coronel Vicente Saboya – Fotos: iPad Skarlack

Larissa visita IV Larissa visita V Larissa visita II

 

O sábado de campanha eleitoral em Mossoró é movimentada neste sábado, 9, por caminhadas no centro comercial.

A deputada estadual e candidata à reeleição, Larissa Rosado (PSB) inicia sua agenda pela rua Coronel Vicente Saboya onde visita estabelecimentos comerciais.

A deputada federal Sandra Rosado se integrará ao movimento.

A contadora de Alberto Yousseff conta tudo à revista VEJA. Prefeituras do PT eram a grande fonte do doleiro

A revista VEJA desta semana traz uma reportagem com Meire Bonfim Poza

capa da veja

Quem é ela? Meire era a contadora do doleiro Alberto Yousseff. Meire viu, ouviu e participou de algumas das maiores operações do grupo acusado de lavar R$ 10 bilhões de dinheiro desviado de obras públicas e destinado a enriquecer políticos corruptos e a corromper outros com pagamento de subornos. Qual era a fonte privilegiada da mamata? Prefeitura do PT.

Meire Poza viu malas de dinheiro saindo da sede de grandes empreiteiras, sendo embarcadas em aviões e entregues nas mãos de políticos. Durante dois anos, Meire manuseou notas fiscais frias, assinou contratos de serviços inexistentes, montou empresas de fachada, organizou planilhas de pagamento. Ela deu ares de legalidade a um dos esquemas de corrupção mais grandiosos desde o mensalão.

Meire sabe quem pagou, quem recebeu, quem é corrupto, quem é corruptor. Conheceu de perto as engrenagens que faziam girar a máquina que eterniza a mais perversa das más práticas da política brasileira. Meire Poza era a contadora do doleiro Alberto Youssef — e ela decidiu revelar tudo que viu, ouviu e fez nos dois anos em que trabalhou para o doleiro.

“O Beto era um banco de dinheiro ruim. As empreiteiras acertavam com os políticos, e o Beto entrava para fazer o trabalho sujo. Ele passava o tempo todo levando e trazendo dinheiro, sacando e depositando. Tinha a rede de empresas de fachada para conseguir notas e contratos forjados”, diz. Um dos botes mais ousados de Youssef, segundo ela, tinha como alvo prefeituras comandadas pelo PT.

O doleiro pagava propina de 10% para cada prefeito que topasse apostar em um fundo de investimento criado por ele. “E era sempre nas prefeituras do PT. Ele falava: ‘Onde tiver PT, a gente consegue colocar o fundo’”. André Vargas era um parceiro fiel. O deputado estava empenhado em fazer com que dois fundos de pensão de estatais, o Postalis (dos Correios) e a Funcef (da Caixa Econômica Federal), injetassem R$ 50 milhões em um dos projetos do doleiro.

Leiam a reportagem. É de estarrecer. As empreiteiras que fizeram contratos com a Petrobras não se saem bem na história. É um esquema de corrupção que rivaliza com o do mensalão e que, muito provavelmente, o supera no valor movimentado. Vejam qual é o “modus operandi” deles.

Fonte: www.veja.com.br

 

Mossoró: MP recomenda que UERN mantenha o vestibular PSV

A recomendação visa manter Processo Seletivo Vocacionado para 2015 ou a adoção de um sistema misto, com percentual de vagas para o PSV e o sistema Enem/Sisu, ficando este último o método exclusivo de seleção para 2016
A Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern), representada pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe), deverá realizar reunião extraordinária, no prazo de 15 dias, para anular a decisão de utilizar o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) como forma exclusiva de ingresso nos cursos da instituição para 2015. É o que recomendou o Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), através da 4ª Promotoria de Justiça da Comarca de Mossoró, da 1ª Promotoria de Justiça de Assu, da 3ª Promotoria de Justiça de Pau dos Ferros, da Promotoria de Justiça de Patu, da 78ª Promotoria de Justiça de Natal, da 3ª Promotoria de Justiça de Caicó e do Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça de Defesa da Cidadania (Caop Cidadania).

O MPRN propõe duas soluções alternativas para a Uern: manter o Processo Seletivo Vocacionado (PSV) para o ano de 2015 ou adotar o sistema misto, reservando um percentual não inferior a 40% das vagas para o PSV da Uern e destinando as demais vagas para o sistema Enem/Sisu, com a possibilidade deste último se tornar em 2016 o método exclusivo de seleção.

Para a emissão da recomendação, o MPRN levou em conta a forma irregular pela qual a universidade adotou o Sisu, considerando que a decisão caracteriza lesão à segurança jurídica, uma vez que atinge de forma ampla a comunidade estudantil.

Outro ponto levado em consideração foi o ato de que estudantes pré-universitários que não tenham feito inscrição no Enem 2014 foram prejudicados. Muitos destes candidatos, aliás, vinham se preparando para o PSV e não apresentavam interesse na realização do exame do ensino médio. Por este motivo não fizeram as inscrições durante o período estipulado pelo Ministério da Educação e Cultura (MEC). As inscrições para a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foram encerradas no dia 23 de maio deste ano.

A Uern tem o prazo de cinco dias, a contar da data da reunião extraordinária do Consepe, para enviar à 4ª Promotoria de Justiça uma cópia da ata contendo os pontos que foram discutidos, bem como os documentos que comprovem o atendimento à recomendação. Caso não seja acatada, o MP poderá adotar medidas judiciais.

Ainda foi recomendado à Uern que promova ampla divulgação acerca da realização do PSV para o vestibular de 2015, por meio de publicidade na internet, nos veículos impressos e/ou televisivos.