Category Archives: Notícias

Militância de Fafá e Leonardo faz grande festa no Nova Vida

População do Nova Vida participa de mobilização dos candidatos Fafá Rosado e Leonardo Nogueira

Militância de Fafá Rosado e Leonardo Nogueira realiza mobilização no bairro Nova Vida – Fotos: iPad Skarlack

Desde terça-feira, 3, em virtude de uma enfermidade que acometeu uma de suas filhas, a candidata a deputado federal, Fafá Rosado (PMDB) e do deputado estadual e candidato à reeleição, Leonardo Nogueira (DEM) se encontram em Natal.

Todavia, em Mossoró, nesta quinta-feira, 5, a militância dos dois botou o bloco na rua – literalmente.

E no bairro Nova Vida militantes de Fafá e Leonardo realizam uma grande mobilização que percorre várias ruas do bairro ao som das músicas de campanha de Fafá, Leonardo Nogueira e dos candidatos a governador, Henrique Alves (PMDB) e a senador, Wilma de Faria (PSB).

 

Igual a jumento ruim: só funciona na “pêia”

Assim é o governo Rosalba Ciarlini

No sertão, quando um jumento não queria andar, aí logo o sertanejo exclamava:

– Oh jumento ruim, só funciona na pêia.

Bem que aqui se poderia dizer que o governo Rosalba Ciarlini só funciona na Justiça.

Agora, de novo, por obra e graça da Justiça, o Governo do Estado convoca 122 policiais civis.

A nomeação de 122 policiais civis pelo Governo do Estado foi publicada no Diário Oficial desta quinta-feira (4).

A nomeação aconteceu em cumprimento a decisão judicial em ação interposta pela Associação dos Delegados de Polícia Civil do RN (Adepol/RN).

Foram nomeados três delegados, 45 escrivães e 74 agentes de polícia aprovados no concurso público em 2008 – cuja validade expira em dezembro deste ano – e aptos a assumir as vagas por já terem realizado curso de formação.

Feira do Livro de Mossoró é sucesso de público e de crítica

Professores, alunos e outros segmentos participam ativamente da décima edição da Feira do Livro 

Rilder Medeiros, produtor da Feira do Livro no estande da Editora Queima Buxa com seu diretor Gustavo Luz – Fotos: iPad Skarlack

 

Ao chegar ao Expocenter onde acontece a Feira do Livro 2014 e presenciar centenas de alunos participando, direta ou indiretamente, do evento, fui levado a recordar Aristóteles, que sentenciou que “A educação visa à virtude, ou excelência moral, que corresponderia à ideia de uma razão relativa às questões da conduta. Tal disposição supõe a precedência de uma escolha dos atos a serem praticados e de um hábito construído e firmado pela repetição, daí, a importância da educação”.

E então, somos instados a concordar com o filósofo grego quando afirmou que “Onde quer que se descuide da educação, o estado sofre um golpe nocivo”.

Ainda bem que a despeito de todas as crises, em Mossoró, desde Fafá Rosado e Niná Rebouças e até hoje com o prefeito Francisco José Júnior que manteve o apoio para a realização do evento, podemos receber Rilder Medeiros e cia… para mais uma Feira do Livro.

 

Rombo que Rosalba deixará será de R$ 500 milhões somente com fornecedores

Revelação foi feita por Henrique Alves em entrevista concedida em Natal

Por: Thaisa Galvão
Na entrevista que concedeu hoje ao jornalista Alex Viana, na 94 FM, o candidato a governador Henrique Alves (PMDB) disse que, pelas contas que vem fazendo, vai herdar uma dívida, só a fornecedores do Estado, de cerca de 500 milhões de reais.
Henrique fez a afirmação ao ser questionado por um representante de entidades filantrópicas do Estado, que revelou que há 5 anos – governo Rosalba e governo Iberê – que os repasses do programa Cidadão Nota 10 não são feitos.
O programa, onde as entidades trocam notas fiscais por recursos para os programas de políticas públicas, estão relegados ao esquecimento.
O candidato prometeu que vai conversar com a categoria para tentar encontrar uma forma ‘responsável’ de resolver o problema.
Não prometeu pagar o atrasado…
“Serei irresponsável se eu disser que vou pagar”, disse o candidato.

SEGURANÇA

E na entrevista à 94FM, Henrique, o penúltimo da série dessa semana, voltou a prometer como prioridade de sua gestão, caso se eleja governador, a questão da segurança pública.

Parcerias com governo federal, para o candidato, serão a melhor saída.

Sobre a onda desenfreada de violência que toma conta do Rio Grande do Norte, onde ele citou Natal como quarta cidade mais violenta do Brasil e vigésima mais violenta do mundo, tendo conquistado os títulos nos últimos 4 anos, Henrique atribuiu a nenhuma forma governamental de barrar a entrada da bandidagem, expulsa de Pernambuco, pelo então governador Eduardo Campos, e expulsa do Ceará, pelo governador Cid Gomes.

“Eles arrocharam tanto que os bandidos saíram e encontraram esse paraíso que hoje é o Rio Grande do Norte em relação à criminalidade”.

Para Henrique, a situação de impunidade sofre as suas consequências.

CRÍTICA

Durante a entrevista, o candidato a governador foi questionado sobre declarações do adversário Robinson Faria (PSD), que na entrevista de segunda-feira, também na 94, disse que Henrique não tinha sido criado em Natal, mas sim no Rio de Janeiro, que era carioca, e fez outras citações pouco elogiosas ao até agora “amigo” dos tempos de juventude.

“É difícil acreditar que meu amigo Robinson tenha dito isso, que eu não moro aqui. Com todo respeito, ele já jantou no meu apartamento. Se eu fosse o Henrique de anteontem, diante de provocação, de desrespeitp, de inverdades, iria para o bateu-levou. Mas, eu não quero mais isso. Aprendi que bateu-levou não é o que o Rio Grande do Norte quer”.

Henrique, sem bater e batendo, disse que Robinson deve estar ‘perturbado’ com a campanha e que sua ‘memória seletiva’ não está funcionando, ao comentar que seu amigo, hoje adversário, desconhece a sua história.

Câmara Empreendedora presta homenagem ao empresário Antônio Júnior Ferreira

Programa chega a sua terceira edição

Vereador Francisco Carlos (1)

Câmara Empreendedor realiza mais uma sessão – Fotos: Valmir Alves

Empresario Antonio Ferreira Junior

A Câmara Municipal de Mossoró realizou, nesta quinta (04), o programa Câmara Empreendedora. O programa, que já está em sua terceira edição, recebeu o empresário Antonio Ferreira Junior, da Rede 10 Supermercados. O Câmara Empreendedora visa dar oportunidade para que empresários com significativa experiência empreendedora possam levar suas historias de sucesso à população mossoroense, em especial aos jovens, motivando-os a também serem empreendedores.

Propositor da iniciativa, o Presidente da Câmara, vereador Francisco Carlos (PV), explicou que o programa tem como um de seus objetivos enaltecer o herói nacional. Esse objetivo sustenta-se porque, para o edil, “o empreendedor deve ser considerado como um herói, deve ser colocado num pedestal”, conforme afirmou o Presidente da Câmara. O vereador justificou seu entendimento esclarecendo que o empreendedor gera “não apenas a riqueza pessoal, mas a riqueza social”, disse o edil, atribuindo tal relação às implicações positiva do sucesso de um empreendedor para o mercado de trabalho, resultante de geração de emprego e renda para a cidade. Além disso, o programa Câmara Empreendedora dedica-se a “fazer o debate de temas importantes para Mossoró”, conforme afirmou Francisco Carlos.

A importância do programa também foi reconhecida pelo protagonista da edição do dia. Antonio Ferreira Junior classificou a iniciativa como “muito salutar”, de acordo com as palavras do empresário. Ele destacou o programa como uma oportunidade para receber pessoas como ele, que buscam “pensar não só em si, mas também na sociedade”, como afirmou. O empresário usou o Plenário da Câmara para relatar sua trajetória de trabalho. “Sempre fui uma pessoa que buscou todas as formas de ganhar dinheiro para minha família”, afirmou o empresário, justificando a motivação que possibilitou sua ascensão profissional, levando-o de uma origem humilde até a condição de empresário de notório sucesso em Mossoró. O empresário deixou uma lição a todos aqueles que querem empreender: “o empreendedor não pode baixar a cabeça diante da dificuldade”, disse Antonio Ferreira Junior.

Agenda

Francielle Lopes cumpre agenda em Mossoró

A candidata a deputada estadual pelo PPS, Francielle Lopes, cumprirá agenda em Mossoró, nesta quinta (04) e sexta-feira (05).

Depois de conquistar o Seridó com um jeito inovador de fazer campanha, a caicoense chega a segunda maior cidade do Rio Grande do Norte para mostrar que é possível fazer política com simplicidade e transparência.

Fisioterapeuta, Francielle se revelou na campanha municipal de Caicó em 2012, quando foi candidata a prefeita e alcançou mais de 11 mil votos. Ela é uma das poucas candidatas à Assembleia Legislativa com um plano de ações voltado para as áreas prioritárias, sobretudo Saúde, Segurança e Juventude.

 

Classe empresarial receberá Henrique Alves

Henrique participará de almoço com setor produtivo de Mossoró

henrique-alves

O candidato a governador Henrique Eduardo Alves (PMDB), do PMDB, participará de almoço com representantes do segmento empresarial de Mossoró.

O evento está marcado para a próxima quarta-feira (10), ao meio-dia, no restaurante Tenda Gastronomia e será coordenado pelo Sindicato do Comércio Varejista (SINDIVAREJO), Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e Associação Comercial e Industrial de Mossoró (ACIM) estão à frente da iniciativa.

AGENDA – As entidades querem ouvir, também, o candidato ao Governo pelo PSD, Robinson Faria, porém, ele ainda não confirmou presença.

Eduardo Jorge cumpre agenda em Mossoró

Candidato a presidente pelo PV concederá entrevista coletiva no domingo

Presidenciável Eduardo Jorge estará em Mossoró – Foto: Arquivo

O candidato a presidente da República, Eduardo Jorge, do PV, cumprirá agenda em Mossoró.

Ele estará na cidade no próximo domingo, 7.

O anúncio é do presidente do PV, em Mossoró, secretário municipal, João Gentil.

Eduardo Jorge concederá entrevista coletiva aos jornalistas de Mossoró.

A entrevista acontecerá no Hotel Thermas, em horário que será anunciado por João Gentil, até o final da tarde desta quinta-feira, 4.

 

Porcellanati, Potigás e Cosern não entram em acordo

Sem sucesso na negociação com as Companhias, indústria busca matriz energética alternativa

Parque-Industrial-Porcellanati

Sem suas principais fontes energéticas, gás natural e energia elétrica, a Porcellanati Revestimentos Cerâmicos S.A, situada em Mossoró, no Rio Grande do Norte, continua com sua produção paralisada.

De acordo com a gerência da fábrica, desde o mês de julho, o Grupo tem tentado de todas as formas negociar a dívida com as fornecedoras, Potigás e Cosern. Todavia, as companhias não tem aceitado discutir nenhuma forma de parcelamento, mesmo com a controladora da empresa – o Grupo Itagres –, dando garantias reais para o pagamento da divida.

Diante desta resistência por parte das fornecedoras, o que mais a diretoria questiona e solicita às lideranças de Mossoró, como a Câmara de Vereadores, é agir com rigor semelhante, como tem feito com indústria (fiscalizando) e descobrir porque as companhias não querem entrar em acordo.

“Precisamos que ajam com estes órgãos energéticos, como tem agido com a Porcellanati, fiscalizando. Precisamos de auxílio do poder legislativo para saber o porquê das Companhias não aceitarem acordos. Porque eles não querem negociar? É uma pergunta que precisa de resposta”, disse o presidente do Grupo, Gilmar Rabaioli.

Nos próximos dias, o Presidente do Grupo, Gilmar Rabaioli, estará em Mossoró, juntamente com o Diretor da unidade, Cláudio Toledo, tentando encontrar formas alternativas de energia para acionar os motores da fábrica.

Os Diretores não revelaram a matriz energética alternativa, porém garantem que as negociações estão avançadas. O Presidente do Grupo afirma, ainda, que “a Porcellanati será motivo de orgulho da cidade de Mossoró” e que dedica confiança total no Gestor local, Cláudio Toledo.

Porcellanati conta com MP e Sindicato

Na ausência de acordo entre a Porcellanati, Potigás e Cosern, o Grupo tem contado com a ajuda do Sindicato dos Trabalhadores na Indústria de Cerâmica (Sindcerâmica) e do Ministério Público para evitar mais demissões e honrar os compromissos assumidos até o momento.

“As dificuldades são inúmeras. Mas, estamos contando com um apoio fundamental do Sindicato e do Ministério Público, que tem nos dado alternativas e fôlego para recomeçar”, falou Rabaioli.

Todavia, apesar das dificuldades momentâneas, os diretores garantem que vão religar a fábrica. “Em respeito à iniciativa privada e ao povo de Mossoró, que merece que esta empresa se mantenha em solo Potiguar, vamos permanecer vivos, e bem vivos no estado”, finalizou.

Charge do Dia

Por: Túlio Rato