Category Archives: Notícias

Inaugurada quadra poliesportiva da Escola Municipal Heloisa Leão no Bairro Bom Jesus

Prefeita Rosalba Ciarlini sequencia agenda de inaugurações

No final da tarde desta segunda-feira (10), foi realizada a entrega oficial da Quadra Poliesportiva da Escola Municipal Heloísa Leão, no Bairro Bom Jesus. Devido à pandemia do novo coronavírus, a solenidade de entrega não foi aberta ao público, estando presentes apenas algumas autoridades municipais, representantes da empresa que realizou a obra e a equipe de profissionais que compõe o quadro de funcionários da escola.

A prefeita Rosalba Ciarlini explica que as obras da quadra estavam paradas, e foram retomadas em sua gestão com um investimento de R$ 890 mil, com recursos provenientes do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e do Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento (FINISA). A prefeita fez questão de agradecer ao Deputado Federal Beto Rosado, pelo apoio em Brasília para a conquista dos recursos.

A chefe do Executivo também enfatizou o apoio dado pelos vereadores na aprovação do financiamento, permitindo a realização de importantes obras na cidade. Representando a Câmara Municipal estiveram presentes dos vereadores, Francisco Carlos, Alex Moacir, Izabel Montenegro, Manuel Bezerra, Ricardo de Dodoca, Maria das Malhas. A vice-prefeita, Nayara Gadelha, também esteve presente da solenidade de inauguração do equipamento.

“Estamos entregando hoje esse espaço que servirá não só para a prática esportiva, mas para a Escola Heloísa Leão de maneira geral, suas atividades culturais e educativas, além de ser um espaço para a comunidade do Bairro bom Jesus. Esse é mais um dos 10  ginásios construídos ou com obras retomadas e concluídas ao longo desta gestão, porque acreditamos que investir em educação é pensar em um futuro melhor para nossas crianças e adolescentes”, enfatiza a prefeita Rosalba Ciarlini.

A Secretária Municipal de Educação, Magali Delfino, destaca que dos 10 ginásios poliesportivos da Rede de Educação Municipal, oito foram construídos na atual gestão da prefeita Rosalba Ciarlini, e dois estavam com obras paradas e foram retomadas e concluídas ao longo desta gestão. “Somos gratos à Prefeitura de Mossoró e a Secretaria de Infraestrutura pelo esforço para garantir a melhoria dos equipamentos da Rede Municipal de Educação. Este espaço além de diferentes modalidades esportivas, como basquete, vôlei, handball, e futsal, servirá para a realização das programações educacionais e culturais realizadas pela escola”, comenta.

TSE mantém cassação do mandato do deputado estadual Sandro Pimentel

Irregularidade na prestação de contas da campanha eleitoral de 2018 provoca cassação

Sandro Pimentel vai recorrer de decisão e segue com cargo de deputado estadual — Foto: Eduardo Maia

O Tribunal Superior Eleitoral manteve a cassação do mandato do deputado estadual Sandro Pimentel (PSOL), do Rio Grande do Norte. A decisão é relativa a um recurso onde o deputado tentava reverter uma decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de 2019. A cassação se dá por irregularidades na prestação de contas referente à campanha eleitoral de 2018. O responsável pela decisão publicada na tarde desta segunda-feira (10) foi o ministro Luis Felipe Salomão. Ainda cabe recurso.

No julgamento, o Tribunal destaca que a conduta do deputado caracteriza ilícito previsto no art. 30-A da Lei 9.504/97. Ele é investigado por receber recursos financeiros na conta de campanha sem comprovação da origem do dinheiro. A decisão do TSE destaca que o deputado teria recebido de forma irregular a quantia de R$ 55.644,91, o que representou 83,23% do total de gastos na campanha de 2018.

A assessoria do deputado estadual Sandro Pimental informou que ele vai recorrer da decisão. Enquanto o caso não for julgado pelo Pleno do TSE, Sandro Pimentel continua ocupando o cargo na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte. Caso perca o mandato, o suplente da coligação é Robério Paulino (PSOL).

Nota de Sandro Pimentel

Recebemos na tarde de hoje a informação, por meio dos nossos advogados, que o recurso em trâmite no TSE foi julgado monocraticamente pelo ministro Luis Felipe Salomão que indeferiu nosso pedido.

Rio Grande do Norte tem 55.420 casos confirmados e 1.977 mortes por Covid-19

Dados da Secretaria Estadual de Saúde registram mais 12 óbitos em relação aos números de sexta-feira

O Rio Grande do Norte chegou a 55.420 casos confirmados de Covid-19 e 1.977 mortes pela doença. Os dados foram divulgados no boletim epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde Pública desta segunda-feira (10). Outros 194 óbitos estão sob investigação.

O estado tem ainda 18.016 casos suspeitos e 90.563 descartados. Os números de confirmados recuperados segue em 28.243, e os casos inconclusivos agora são 50.747.

O RN tem atualmente 362 pessoas internadas por causa da Covid-19, sendo 256 na rede pública e 106 na rede privada. A taxa de ocupação dos leitos críticos (semi-intensivo e UTIs) é de 57,65% na rede pública e de 30,71% na rede privada.

O boletim destaca ainda que 155.861 testes de coronavírus foram realizados no estado desde o início da pandemia, sendo 73.903 RT-PCR (conhecidos também como Swab) e 84.447 sorológicos.

Números do coronavírus no RN

  • 55.420 casos confirmados
  • 1.977 mortes
  • 28.243 confirmados recuperados
  • 18.016 casos suspeitos
  • 90.563 casos descartados

Brasil registra 101.857 mortes por Covid-19; 8 estados apresentam alta

A média de mortes é de 1.022 por dia

O consórcio de veículos de imprensa divulgou novo levantamento da situação da pandemia de coronavírus no Brasil a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde, consolidados às 20h desta segunda-feira (10).

O país registrou 721 mortes pela Covid-19 confirmadas nas últimas 24 horas, chegando ao total de 101.857 óbitos. Com isso, a média móvel de novas mortes no Brasil nos últimos 7 dias foi de 1.022 óbitos, uma variação de +2% em relação aos dados registrados em 14 dias.

Em casos confirmados, já são 3.056.312 brasileiros com o novo coronavírus desde o começo da pandemia, 20.730 desses confirmados no último dia. A média móvel de casos foi de 43.521 por dia, uma variação de -4% em relação aos casos registrados em 14 dias.

País tem ao menos 95 concursos públicos abertos para mais de 10 mil vagas

Há vagas para todos os níveis de escolaridade em todas as regiões do Brasil

selo concursos opcao 01 — Foto: Editoria de arte/G1

Pelo menos 95 concursos públicos estão com inscrições abertas nesta segunda-feira (10) no país para preencher mais de 10 mil vagas em cargos de todos os níveis de escolaridade e em grande parte na área de Saúde.

Além das vagas para preenchimento imediato, há concursos para formação de cadastro de reserva – ou seja, os candidatos aprovados são chamados conforme a abertura de vagas durante a validade do concurso.

Somente na Polícia Militar do Paraná, são 2.400 vagas, com salários de até R$ 4.263,67. Veja o edital. Já no processo seletivo do Instituto Nacional de Ciências da Saúde (INCS) são oferecidas 467 vagas, com salários de até R$ 5.200 no Paraná em São Paulo. Veja o edital.

Na Prefeitura de Rio Azul (PR), o processo seletivo para 19 vagas oferece salários de até R$ 16.338,38 para o cargo de médico. Veja o edital.

Fonte: G1

100 MIL VIDAS

100 MIL HISTÓRIAS DE PAIS, MÃES, IRMÃOS, AVÓS, AMIGOS

100 mil mortes por Covid-19 — Foto: Guilherme Luiz Pereira/G1

O Brasil superou neste sábado (8) a triste marca de 100 mil mortes pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2)segundo levantamento do consórcio de veículos de imprensa a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde. O total de óbitos registrados é de 100.240, com 2.988.796 casos de Covid-19.

A primeira vítima foi uma mulher de 57 anos, que morreu em São Paulo em 12 de março – a morte foi divulgada no dia 17 daquele mês. Desde então, foram menos de cinco meses até a marca de 100 mil mortes. A Covid-19 deixou mortos em 3.692 dos 5.570 municípios brasileiros, ou 66,2% do total.

O Brasil é o segundo país em todo o mundo a atingir esse indicador com o Covid-19: em maio, os Estados Unidos chegaram a mais de 100 mil mortos, de acordo com dados da Universidade Johns Hopkins. Hoje, são mais de 160 mil vítimas nos EUA. Da primeira morte, em fevereiro, à de número 100 mil, em 27 de maiose passaram pouco mais de três meses.

Os números que colocam o Brasil em destaque negativo já superam o total de mortos em eventos como a Gripe Espanhola e a Guerra do Paraguai. Em outro comparativo, é possível apontar que apenas 324 dos 5.570 municípios brasileiros tinham, em 2019, mais de 100 mil habitantes, segundo o IBGE.

Fonte: G1/RN

Areia Branca tem a quarta maior taxa de óbitos por Covid-19 do país

Cidade tem o maior índice de mortes do Nordeste

POR G1/RN

Desinfecção realizada no 'Marco Zero' de Areia Branca, município com maior taxa de óbitos por 100 mil habitantes no Nordeste — Foto: Divulgação/Prefeitura de Areia Branca

Com 27,7 mil habitantes, Areia Branca, no Oeste potiguar, é o município com maior taxa de óbitos por Covid-19 na região Nordeste. Foram 49 óbitos, desde o início da pandemia, o que resulta em um índice de 176,4 mortes por 100 mil habitantes. Segundo levantamento G1, com base nos dados do Ministério da Saúde, a cidade está em quarto lugar, entre todos as cidades do Brasil. Em média, o país tem 47 mortes por 100 mil habitantes.

Embora não apontem uma causa específica para a alta incidência de mortes, as autoridades de saúde do estado convergem para uma possível explicação para o alto nível de contaminação: atividades econômicas do município que foram consideradas essenciais, não pararam, e atraem pessoas de várias partes do país.

Além de ter a maior mortes por Covid-19 no estado, município conta com uma das maiores taxas de incidência potiguares, com 2534,7 casos da doença por 100 mil habitantes. Apesar disso, ainda está atrás de cidades potiguares como Apodi (3732,7), Jardim de Piranhas (2594,9) e Vila Flor (2555,2).

Veja ranking de cidades com maior incidência de óbitos por Covid-19 por 100 mil habitantes

  1. Charrua – RS – 213
  2. Gastão Vidigal – SP – 208
  3. Pimenteiras do Oeste – RO – 184
  4. Areia Branca – RN – 176
  5. Anhanguera – GO – 174
  6. Jacareacanga – PA – 170
  7. Nova Castilho – SP – 158
  8. Guajará-Mirim – RO – 156
  9. Saldanha Marinho – RS – 151
  10. Porto Espiridião – MT – 150

Rio de Paz faz manifestação em Copacabana em memória aos quase 100 mil brasileiros mortos pela Covid-19

Cruzes são fixadas na areia com balões vermelhos

ONG Rio de Paz presta homenagem aos quase 100 mil brasileiros mortos pela Covid-19 — Foto: Narayanna Borges / GloboNewsA ONG Rio de Paz realiza, na manhã deste sábado (8), uma manifestação em memória aos quase 100 mil brasileiros mortos pelo novo coronavírus na Praia de Copacabana, na Zona Sul do Rio. O grupo também protesta e faz críticas contra a administração do poder público durante a pandemia.

Nesta sexta (7), o país atingiu o número de 99.702 mortos pelo novo coronavírus, sendo 1.058 deles nas últimas 24 horas. Só no Rio de Janeiro, mais de 14 mil mortes foram confirmadas. Em 24 horas, foram registrados 87 novos óbitos e 1.632 novos casos confirmados no estado.

Na areia da praia, 100 cruzes pretas são fixadas com balões de gás vermelhos biodegradáveis. Outros 900 balões, que simbolizam as vidas das vítimas da Covid-19, são espalhados pelo restante do local. A ação está programada das 6h às 11h. A soltura dos balões ocorre no fim do ato.

Enquanto ‘trabalhava’ para os Bolsonaro, filha de Queiroz recebeu depósitos de Gagliasso

Famílias do barulho

Os extratos bancários de Nathália Queiroz, filha de Fabrício Queiroz, reforçam as suspeitas de que ela era funcionária fantasma nos gabinetes de Jair Bolsonaro e Flávio Bolsonaro, publica a Crusoé.

Entre junho e agosto de 2018, quando estava registrada como funcionária do gabinete de Bolsonaro na Câmara dos Deputados, a personal trainer recebeu do ator Bruno Gagliasso três depósitos de R$ 900.

Já entre 2011 e 2016, período em que esteve lotada no gabinete de Flávio na Alerj, Nathália ganhou ao menos R$ 22 mil das academias Bodytech, North Fitness e Sport Solution.

66% dos leitos críticos covid-19 ocupados em Mossoró são por pessoas de outras cidades; hoje são 21 leitos de UTI vagos

Dados oficiais revela origem de pacientes

De acordo com dados da Central de Regulação de Leitos de Mossoró do Complexo Regulador do Oeste, nesta sexta-feira (07), são 42 leitos de UTI covid-19 ocupados em Mossoró. Desse número, 66% estão ocupados por pessoas de outras cidades e apenas 33% por residentes mossoroenses. A capital do Oeste está há 27 dias consecutivos com leitos de UTI covid-19 e leitos clínicos vagos aos oestanos atendidos aqui.

Mesmo sendo uma notícia positiva por leitos vagos há quase um mês, ainda não é possível considerar que a pandemia está acabando, muito menos que os cuidados básicos essências devam deixar de ser praticados. É fundamental que as 64 cidades atendidas pela Central de Regulação de Mossoró aumentam ainda mais todas as formas de prevenção e combate ao novo coronavírus.

A Central de Regulação de Mossoró é responsável por regular os 40 leitos de UTI do Hospital São Luiz, 20 leitos de UTI do Hospital Regional Tarcísio de Vasconcelos Maia e três leitos de UTI pediátrica no Wilson Rosado custeado pela Prefeitura de Mossoró. Além de mais 45 leitos clínicos desses hospitais (25 leitos clínicos no Hospital Luiz, 14 leitos clínicos no Hospital Rafael Fernandes, 6 leitos clínicos no Hospital Regional Tarcísio de Vasconcelos Maia).

OCUPAÇÃO DE LEITOS DE UTI COVID-19 (07/08/2020)

Leitos Ocupados: 42 (14 de Mossoró e 28 de outras cidades)

Leitos Bloqueados: 0

Leitos disponíveis: 21

Ocupação UTI por cidade: 14 pessoas de Mossoró, 8 de Assu, 2 de Natal, 2 de Alto do Rodrigues, 2 de Caraúbas, 2 de Baraúna, 2 de Governador Dix-sept Rosado, 2 de Pendências, 2 de Ipanguaçu, 1 de Itajá, 1 de Upanema, 1 de Paraú, 1 de Lajes, 1 de Janduís, 1 de Areia Branca.

OCUPAÇÃO DE LEITOS CLÍNICOS COVID-19 (07/08/2020)

Leitos Ocupados: 32 (14 de Mossoró e 18 de outras cidades)

Leitos Bloqueados: 0

Leitos disponíveis: 13

Ocupação Leito Clínico por cidade: 14 pessoas de Mossoró, 6 de Assu, 2 de Upanema, 2 de Governador Dix-sept Rosado,1 de Natal, 1 de Quixeré (CE), 1 de Patu, 1 de Apodi, 1 de Parnamirim, 1 de Grossos, 1 de Itajá, 1 de Ipanguaçu.