Category Archives: Notícias

Sistema Fiern confirma desligamento de 80 colaboradores por causa da pandemia

Demissões atingem trabalhadores da Fiern, Sesi, Senai e IEL

POR G1/RNSistema Fiern confirma que desligamentos incluem colaboradores da Fiern, Sesi, Senai e IEL — Foto: Divulgação

O Sistema Fiern divulgou nesta terça-feira (4) que 80 colaboradores foram desligados devido à crise provocada pela pandemia do novo coronavírus. As demissões atingiram trabalhadores da Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Norte (Fiern), Serviço Social da Indústria (Sesi), Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e do Instituto Euvaldo Lodi (IEL).

O número representa o corte de 13,86% dos colaboradores do Sistema Fiern.

Em nota, o Sistema Fiern lembrou que, no início da pandemia, “publicou a decisão de não desligar, mesmo com a queda de receitas, colaboradores até o mês de julho de 2020”. Ressaltou que “o próprio Sistema ‘S’ no Brasil precisou formalizar desligamentos, suspender serviços e reposicionar metas” e que “agora, infelizmente, também chegou a nossa vez”.

Para tomar tal atitude, o Sistema Fiern considerou ainda “a queda geral de receitas em, aproximadamente, 40% (média comparativa feita em relação ao mesmo período do ano anterior), além de outras medidas de corte e contenção de despesas”.

Explica também que, entre os demitidos, “muitos aderiram ao plano de desligamento voluntário ou dispõem de algum outro vínculo que gera comprovada renda”.

Nota na íntegra:

Com o efetivo início da pandemia do Covid-19, o Sistema FIERN adotou e publicou a decisão de não desligar, mesmo com a queda de receitas, colaboradores até o mês de julho de 2020. A frustração de receita, inclusive, foi maior que a simulação feita em março, quando tudo começou. Por razões que todos conhecem a pandemia afetou empresas e organizações. O próprio Sistema “S” no Brasil precisou formalizar desligamentos, suspender serviços e reposicionar metas. Agora, infelizmente, também chegou a nossa vez.

Alinhado com as diretrizes do Sistema Indústria (CNI/SESI/SENAI/IEL) quanto à nova orientação de atuação do SESI, SENAI e IEL, considerando a queda geral de receitas em, aproximadamente, 40% (média comparativa feita em relação ao mesmo período do ano anterior), além de outras medidas de corte e contenção de despesas, o Sistema FIERN lamenta informar que, nesta data, está formalizando o desligamento de 80 colaboradores, muitos dos quais que aderiram ao plano de desligamento voluntário ou que dispõem de algum outro vínculo que gera comprovada renda.

O Sistema FIERN agradece a todos os colaboradores desligados, ao mesmo tempo em que renova todos seus compromissos de atuação institucional em defesa da indústria e do desenvolvimento econômico.

Natal, 04 de agosto de 2020

FIERN

SESI

SENAI

IEL

 

CÂMARA MUNICIPAL DE MOSSORÓ DESMENTE INFORMAÇÃO SOBRE REAJUSTE SALARIAL DE VEREADORES

NOTA OFICIAL ESCLARECE QUE NÃO HOUVE REAJUSTE DE 32% NO SALÁRIO DOS VEREADORES

A Câmara Municipal de Mossoró desmente a informação de que o Poder Legislativo de Mossoró, teria concedido um reajuste de 32% no salário dos vereadores.

Em nota oficial, a presidência explica:

NOTA OFICIAL

 

A Câmara Municipal de Mossoró esclarece ser falsa notícia sobre reajuste de 32% no salário dos vereadores, divulgada em redes sociais, nesta terça-feira (4). Trata-se de matéria de quatro anos atrás, publicada no portal G1 RN em 2016, disseminada como atual para enganar o público.

O vídeo indicado no link, aliás, sequer está disponível. Em nome da verdade, o Poder Legislativo recomenda não compartilhamento do material. Lamenta o episódio e repudia a divulgação de conteúdo intencionalmente enganoso, para semear a desinformação na Internet.

 

Câmara Municipal de Mossoró

Palácio Rodolfo Fernandes

Terça-feira, 4 de agosto de 2020

RN REGISTRA 52.566 CASOS CONFIRMADOS DA COVID-19

NÚMERO DE MORTOS É 1.926

RN registra 52.566 casos confirmados de Covid-19 — Foto: Aen/Divulgação

O Rio Grande do Norte chegou nesta terça-feira (4) a 52.566 casos confirmados de Covid-19 e registrou 1.926 mortes pela doença. São 32 óbitos a mais em relação ao boletim epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde Pública do dia anterior.

Há ainda 63.235 casos suspeitos e outros 82.615 descartados. O número de pacientes recuperados segue em 27.923. Outros 208 óbitos estão sob investigação.

O novo boletim da Sesap aponta que o RN tem 397 pessoas internados por causa da Covid-19, sendo 264 na rede pública e 133 na rede privada. A taxa de ocupação dos leitos críticos (semi-intensivo e UTIs) é de 62,3% na rede pública e de 37% na rede privada.

A Sesap também divulgou que 145.440 testes de coronavírus foram realizados no estado desde o início da pandemia, sendo 65.563 RT-PCR (conhecidos também como Swab) e 79.877 sorológicos.

Números do coronavírus no RN

  • 52.566 casos confirmados
  • 1.926 mortes
  • 27.923 confirmados recuperados
  • 63.235 casos suspeitos
  • 82.615 casos descartados

Câmara aprova uso de madeira de poda de árvores

Projeto cria programa de aproveitamento de resíduos

No retorno das sessões presenciais, hoje (4), após dois meses de reuniões remotas, a Câmara Municipal de Mossoró aprovou a instituição do Programa de Aproveitamento de Madeiras de Podas de Árvores (Pampa). A medida é contida no Projeto de Lei 59/2018, de autoria do vereador João Gentil (Rede), aprovado por unanimidade no plenário.

O programa, segundo o parlamentar, prevê aproveitamento de madeiras na confecção de cabos de ferramentas e utensílios em geral, inclusive domésticos. Também utilização de folhas e galhos finos para criação de adubos e reaproveitamento em praças e jardins da cidade.

Sustentabilidade

“O objetivo é gerar benefícios econômicos e ambientais, reduzir o desmatamento e aumentar a vida útil dos aterros sanitários”, diz o vereador. Ainda conforme a proposta, o Poder Executivo deverá designar, após estudos, áreas com dimensões adequadas para a implementação do Pampa.

Também poderá celebrar convênios com universidades, escolas, Organizações Não-Governamentais (ONGs), entidades relacionadas ao meio ambiente e iniciativa privada, com a finalidade de desenvolver pesquisas para o aprimoramento técnico e científico do programa.

O projeto prevê que a iniciativa será regulamentada pelo Executivo, no que couber, em sessenta dias, a contar da publicação. “É um projeto sustentável para Mossoró: conterá o super abastecimento do aterro sanitário e reverterá os resíduos das podas para algo produtivo”, observa João Gentil.

Covid-19: Brasil registra 1.154 mortes em 24 horas, diz Saúde

País se aproxima de 100 mil mortes

O Brasil registrou 1.154 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, segundo o Ministério da Saúde. Com isso, subiu para 95.819 o número de vítimas fatais da doença no país.

De ontem para hoje, segundo a pasta, foram 51.603 diagnósticos positivos, o que elevou para 2.801.921 o total de casos confirmados.

Na segunda (3), foram registrados 561 mortes e 16.641 novos casos.

Explosão em Beirute deixa pelo menos 73 mortos e 2,7 mil feridos

A explosão aconteceu em um depósito de nitrato de ozônio

Uma explosão na região portuária de Beirute deixou ao menos 73 mortos e cerca de 2,7 mil feridos nesta terça-feira (4), segundo a contagem oficial do governo do Líbano. A suspeita é que o fogo tenha atingido um armazém que guardava grandes quantidades de nitrato de amônio.

O presidente do país, Michel Aoun, disse que a capital deve declarar estado de emergência para as próximas duas semanas e defendeu ser “inaceitável” que 2.750 toneladas de nitrato de amônio fossem armazenadas por seis anos em um depósito sem a segurança necessária.

O primeiro-ministro libanês, Hassan Diab, disse em um pronunciamento que o país enfrenta uma catástrofe e declarou luto oficial de três dias. Ele disse também que o governo irá investigar os responsáveis pelo armazém que funcionava no porto da capital desde 2014.

Apesar de o país já ter sido alvo de terroristas e viver período de instabilidade política, não há evidência de que se trate de um atentado terrorista.

Mapa identifica a região portuária de Beirute, onde aconteceu uma grande explosão nesta terça-feira (4) — Foto: G1

Operação prende 11 pessoas e 1 suspeito morre em confronto com a polícia no Oeste potiguar

Prisões de suspeitos de traficantes de drogas aconteceram em Patu

POR G1

Uma operação conjunta da Polícia Militar, Polícia Civil e Polícia penal prendeu 11 pessoas em Patu, no Alto Oeste, na manhã desta terça-feira (4). Os presos são suspeitos de tráfico de drogas. Foram apreendidas armas, munições e drogas. Um suspeito morreu em confronto com a polícia.

A operação chamada de ‘Colheita’ tinha como objetivo cumprir 13 mandados de prisão na cidade. Um dos alvos conseguiu fugir. No momento das abordagens um dos suspeitos reagiu e morreu em confronto com a polícia.

A ação teve o apoio do sistema prisional para transferência imediata dos presos.

Mais informações em instantes.

 

ENTREVISTA: GEOVANY SOUZA

PRÉ-CANDIDATO A VEREADOR FALA DE SEU PROJETO

POR CARLOS COSTA

BLOGCARLOSCOSTA.COM

Entrevista com pré-candidato a vereador, Geovany Sousa (MDB), trabalho e obstinação

“Não poderia fugir a missão, de contribuir com a população da cidade que se tornou o lar para a minha família”

O empresário cearense Geovany  Sousa, radicado em Mossoró há 13, anos, com atuação em diversos projetos sociais desenvolvidos através de grupos de apoio aos idosos e a crianças carentes, aparece como dos nomes forte do MDB, como pré-candidato a vereador nas eleições municipais de novembro. Ele falou com a nossa reportagem sobre sua vida e seus projetos para mais esse desafio.

Quando foi que você chegou em Mossoró, e o que fez você adotar essa cidade como seu novo lar e o da sua família?

Cheguei em Mossoró no início de novembro de 2007. Era funcionário da SBC de Fortaleza a 12 anos, quando surgiu a oportunidade de me tornar sócio e abrir uma filial. Foi então que decidi vir para Mossoró com minha família e nos encantamos por essa cidade, com uma gente aguerrida que nos acolheu tão bem. Prova do amor por essa terra é que recebi o Título de Cidadão Honorário da cidade, que hoje é a minha cidade do coração.

Quando surgiu a ideia de desenvolver as ações sociais que você vem realizando em diversos bairros da periferia de Mossoró?

A minha origem simples, a fé em Deus e a experiência profissional no Grupo SBC, me fazem encarar as atividades de responsabilidade social com naturalidade. Afinal, desde cedo, entre minha família e os vizinhos, fomos educados a ajudar uns aos outros.

E isso não mudou porque é parte do que acredito, como cristãos e cidadão, que é uma sociedade mais justa e fraterna. Aqui em Mossoró, não poderia ser diferente, afinal está na conduta do Grupo SBC realizar ações de responsabilidade social. Pouca gente tem conhecimento, mas em 2016, eu fui candidato.

Devido a muitas pessoas me conhecerem e ter ideia do meu trabalho, eu fui convencido por um dirigente de partido para compor a chapa do PMN. Eu até então não tinha intenção nenhuma em ser candidato, mas como era filiado ao partido, pelo fato de sempre gostar de política aceitei, já faltando poucos dias para as convenções.

E mesmo sem nenhum projeto para enfrentar uma candidatura, nós conseguimos 541 votos. Foi então que percebi que através do nosso trabalho poderíamos pensar e projetar uma candidatura, e com o incentivo de amigos decidimos lançar nossa pré-candidatura a vereador.

Você acredita que como vereador poderá mudar alguma coisa que possa melhora as condições de vida dessas pessoas que vivem nas áreas mais distante?

Um vereador precisa legislar de acordo com a necessidade da população, representa-la e não pleitear em causa própria. Sou alguém que tem uma história humilde, que cresceu com o fruto do trabalho e que sei da importância do trabalho, da saúde e da família para o povo humilde e batalhador. É por isso que acredito que posso ajudar ainda mais como vereador.

Atualmente, através dos programas sociais do Grupo SBC, realizamos atendimentos de saúde, ações voluntárias nas periferias e na zona rural, além de atividades sociais com a melhor idade. Isso porque entendemos que temos a obrigação de contribuir para levar uma vida mais digna a todos. E isso só é possível fortalecendo esses três pilares: família, saúde e emprego.

Qual será sua bandeira de atuação, para consolidar seu nome para disputar uma cadeira na Câmara Municipal de Mossoró?

Gente que ajuda a gente, esse sou eu! Uma pessoa comum, que veio de baixo, que conquistou o que tem hoje apenas com o trabalho e o apoio da família. Alguém como você que está aí, que não nasceu em berço de ouro, mas que tem os braços calejados e prontos para o trabalho. Pronto para representar essa gente que só quer uma oportunidade para viver uma vida digna e próspera, com mais condições de emprego, renda e saúde.


O que você pode oferecer de novo para os eleitores, que nesse atual momento se sentem tão descrente com a classe política?

Precisamos de mais representantes que tenham uma história de vida de gente como a maioria dos brasileiros, alguém que tenha uma carreira independente da política, com atuação social e que entenda que fazer política não depende apenas de um cargo eletivo.É preciso alguém com coragem para arregaçar as mangas e criar projetos que beneficie as famílias, principalmente as mais carentes.Que precisam do amparo do Estado no tocante a políticas públicas de geração de emprego e renda.

Com você avalia a atuação da vereadora Izabel Montengro, que preside o seu partido e a CMM?

A Vereadora Izabel Montenegro é uma mulher íntegra e objetiva, que enfrenta com coragem a gestão da Câmara Municipal de Mossoró, onde vem realizando um bom trabalho. Foi por essa confiança, que aceitei o convite para ingressar no seu partido (MDB) e compor a chapa para o pleito eleitoral desse ano.

Como você avaliar o desepenho da administração da prefeita Rosalba Ciarlini, diante de toda esse crise da pandemia?

Mossoró teve a sorte de enfrentar esse momento de pandemia tendo como gestora uma médica, com grande experiência administrativa-política! Graças a essa vivência profissional e política da prefeita Rosalba Ciarlini, não tivemos que enfrentar estrangulamento das vagas de UTI em nosso município.

Além disso, a realização da testagem rápida para o público considerado de risco foi outro ponto positivo do enfrentamento ao COVID-19 em Mossoró.Óbvio, que num Estado como o Rio Grande do Norte, onde o governo não está bem financeiramente, o município sofre. Mas, a prefeita Rosalba Ciarlini está conseguindo conduzir de uma forma a minimizar os impactos da pandemia.

No tocante a retomada econômica é que vamos precisar que o município tenha ações efetivas para ajudar o comércio, os pequenos negócios e o segmento empresarial da cidade, como um todo. E para isso, sem dúvida, ela vai precisar de uma bancada que lute pela criação de leis que estimulem a criação de novos postos de trabalho e voltem a fazer de Mossoró a cidade mais próspera do RN.

Em 2016 eu fui convidado, pela primeira vez, para compor uma chapa eleitoral. A política, até então, nunca tinha sido uma das minhas opções. Mas a solicitação popular, dos amigos e familiares me fizeram sentir que não poderia fugir a missão, de contribuir com a população da cidade que se tornou o lar para a minha família, que é Mossoró.

Quando surgiu a ideia de desenvolver as ações sociais que você vem realizando em diversos bairros da periferia de Mossoró?

Pouca gente tem conhecimento, mas em 2016, eu fui candidato. Devido a muitas pessoas me conhecerem e ter ideia do meu trabalho, eu fui convidado por um dirigente de partido para compor a chapa do PMN. Eu até então não tinha intenção nenhuma em ser candidato, mas como era filiado ao partido, pelo fato de sempre gostar de política aceitei, já faltando poucos dias para as convenções.

E mesmo sem nenhum projeto para enfrentar uma candidatura, nós conseguimos 541 votos. Foi então que percebi que através do nosso trabalho poderíamos pensar e projetar uma candidatura, e com o incentivo de amigos decidimos lançar nossa pré-candidatura a vereador.


Você acredita que como vereador poderá mudar alguma coisa que possa melhora as condições de vida dessas pessoas que vivem nas áreas mais distante?

Um vereador precisa legislar de acordo com a necessidade da população, representa-la e não pleitear em causa própria. Sou alguém que tem uma história humilde, que cresceu com o fruto do trabalho e que sei da importância do trabalho, da saúde e da família para o povo humilde e batalhador.

É por isso que acredito que posso ajudar ainda mais como vereador. Atualmente, através dos programas sociais do Grupo SBC, realizamos atendimentos de saúde, ações voluntárias nas periferias e na zona rural, além de atividades sociais com a melhor idade. Isso porque entendemos que temos a obrigação de contribuir para levar uma vida mais digna a todos. E isso só é possível fortalecendo esses três pilares: família, saúde e emprego.

Qual será sua bandeira de atuação, para consolidar seu nome para disputar uma cadeira na Câmara Municipal de Mossoró?

Gente que ajuda a gente, esse sou eu! Uma pessoa comum, que veio de baixo, que conquistou o que tem hoje apenas com o trabalho e o apoio da família. Alguém como você que está aí, que não nasceu em berço de ouro, mas que tem os braços calejados e prontos para o trabalho. Pronto para representar essa gente que só quer uma oportunidade para viver uma vida digna e próspera, com mais condições de emprego, renda e saúde.

O que você pode oferecer de novo para os eleitores, que nesse atual momento se sentem tão descrente com a classe política?

Precisamos de mais representantes que tenham uma história de vida de gente como a maioria dos brasileiros, alguém que tenha uma carreira independente da política, com atuação social e que entenda que fazer política não depende apenas de um cargo eletivo.É preciso alguém com coragem para arregaçar as mangas e criar projetos que beneficie as famílias, principalmente as mais carentes. Que precisam do amparo do Estado no tocante a políticas públicas de geração de emprego e renda.

Com você avalia a atuação da vereadora Izabel Montenegro, que preside o seu partido e a CMM?

A Vereadora Izabel Montenegro é uma mulher íntegra e objetiva, que enfrenta com coragem a gestão da Câmara Municipal de Mossoró, onde vem realizando um bom trabalho. Foi por essa confiança, que aceitei o convite para ingressar no seu partido (MDB) e compor a chapa para o pleito eleitoral desse ano.

Como você avaliar o desempenho da administração da prefeita Rosalba Ciarlini, diante de toda esse crise da pandemia?

Mossoró teve a sorte de enfrentar esse momento de pandemia tendo como gestora uma médica, com grande experiência administrativa-política! Graças a essa vivência profissional e política da prefeita Rosalba Ciarlini, não tivemos que enfrentar estrangulamento das vagas de UTI em nosso município. Além disso, a realização da testagem rápida para o público considerado de risco foi outro ponto positivo do enfrentamento ao Covid-19 em Mossoró.

Óbvio, que num Estado como o Rio Grande do Norte, onde o governo não está bem financeiramente, o município sofre. Mas, a prefeita Rosalba Ciarlini está conseguindo conduzir de uma forma a minimizar os impactos da pandemia.

No tocante a retomada econômica é que vamos precisar que o município tenha ações efetivas para ajudar o comércio, os pequenos negócios e o segmento empresarial da cidade, como um todo. E para isso, sem dúvida, ela vai precisar de uma bancada que lute pela criação de leis que estimulem a criação de novos postos de trabalho e voltem a fazer de Mossoró a cidade mais próspera do RN.

Prefeitura compra 200 novos computadores e 50 impressoras para reestruturação da Vigilância em Saúde

Prefeita Rosalba Ciarlini fala sobre investimentos

Foto: Luciano Lelys

A Prefeitura de Mossoró comprou 200 novos computadores completos mais 50 impressoras para melhor estruturar todos os setores da Vigilância em Saúde do Município. Os equipamentos, que foram entregues nesta sexta-feira (31) no Centro Administrativo, serão destinados às Vigilâncias Sanitárias e Ambiental, todas as 47 salas de vacinação das Unidades Básicas de Saúde, salas de vacinação das UPAs, Núcleos de Vigilância Epidemiológica das UPAs, Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), Serviço de Verificação de Óbito (SVO), Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (CEREST/Mossoró). Todos os agravos do Município poderão ser melhor monitorados, com informações em tempo rápido ao Ministério da Saúde.

A prefeita Rosalba Ciarlini reforçou que a conquista desses computadores e impressoras vai contribuir diretamente com atendimentos ainda mais rápidos e que está dentro do planejamento do Município de informatização de toda saúde. A Prefeitura de Mossoró investiu R$ 711.350 na compra dos equipamentos. “Esses computadores fazem parte de um plano de informatização da Secretaria de Saúde. Eles vão dar mais agilidade em todos os serviços, facilitando a vida do cidadão, melhorando nossos atendimentos. Teremos informações mais rápidas nos sistemas, inclusive nos interligados com o Ministério da Saúde. Temos uma equipe que vem se dedicando bastante, que sabe da importância desse serviço, em nome da Iranilde Campos eu parabenizo cada um de todos os profissionais que vem se dedicando bravamente.”, afirmou Rosalba.

Ela ainda explicou que os recursos para aquisição dos equipamentos foram oriundos de autuações da Vigilância Sanitária e de alvarás sanitários. Informou ainda que muito em breve a Saúde receberá mais 700 tablets e 300 computadores. “Os recursos para adquirir todos esses equipamentos foram frutos de autuações da Vigilância Sanitária e de alvarás sanitários. Nada mais justo do que investir esses recursos na própria Vigilância em Saúde melhorando nossa Saúde Municipal, voltando todos os benefícios para a população. Não para por aí. Muito em breve vamos receber 700 tablets e cerca de 300 notebooks que vão também às Unidades Básicas de Saúde, tendo serviço mais moderno em benefício da vida.”, disse a prefeita.

A Secretaria de Saúde, Saudade Azevedo, informou que essa é a primeira de duas etapas de informatização da Saúde e que todos os mossoroenses saem ganhando. “É um ganho para o Município. Vamos ter informações em tempo real que nos auxiliarão em ações mais rápidas de enfrentando aos agravos. Essa é a primeira etapa de duas de informatização da Saúde. Muito em breve vamos estar recebendo mais equipamentos. Todos nós ganhamos com isso.”, informou.

A diretora da Vigilância em Saúde, Iranilde Campos, relembrou que no início de 2017 a Vigilância em Saúde estava totalmente desestruturada, desorganizada e com servidores desmotivados. “Encontramos uma Vigilância em Saúde desestruturada, desmotivada, sem instrumento de trabalho para nortear suas ações. Hoje a realidade é totalmente diferente. Os profissionais hoje tem outro perfil. Eles sabem que essa gestão é técnica e que dá respostas positivas à população. É uma vitória pra gente essa conquista desses equipamentos. Estamos super felizes. Temos uma equipe dedicada, esforçada e que gosta de trabalhar.”, explicou Iranilde.

Foto: Luciano Lellys.

Denúncias de assédio moral sobem 20% no governo Bolsonaro

Dados contabilizados pela CGU

O número de denúncias de assédio moral apresentadas por funcionários públicos federais aumentou em quase 20% no primeiro ano do governo. O levantamento é da Folha.

A CGU recebeu 426 denúncias em 2019, contra 356 em 2018, último ano do governo Temer.

De janeiro a julho deste ano já foram 254 denúncias registradas. Se o mesmo número se repetir no 2º semestre, será um novo recorde anual.

Só nos primeiros 18 meses do governo Bolsonaro são 680 denúncias, mais de uma por dia.

A lista é liderada pela Universidade Federal de Goiás (UFG), seguida pela própria CGU. Depois vêm o Ministério dos Direitos Humanos, o MEC, a UFMT e o Ministério da Saúde.

Um dos que se dizem vítimas de assédio moral é o analista ambiental do Ibama José Olímpio Augusto Morelli. Foi ele quem, em janeiro de 2012, multou o então deputado federal Jair Bolsonaro por pesca irregular na Estação Ecológica de Tamoios, região de Angra dos Reis (RJ).

Em março de 2019, terceiro mês do governo Bolsonaro, Morelli foi exonerado de cargo de chefia na Diretoria de Proteção Ambiental.