Category Archives: Notícias

Tião Couto defende empregos de 5 mil trabalhadores

Empresário participa do “Grito das Facções”

POR NETO QUEIROZ

“Estamos aqui em defesa do emprego de milhares de pessoas no nosso Estado, que  através das facções têxteis garantem seus sustentos e de suas famílias”, disse o empresário Tião Couto neste sábado pela manhã, ao participar do “Grito das Facções” realizado em São José do Seridó.

O evento foi um ato de protesto contra o Ministério Público do Trabalho que ajuizou ação tentando barrar as parcerias de trabalho entre as facções têxteis e o grupo Guararapes. O MPT entende que a forma de terceirização desse serviço traz prejuízo para os trabalhadores.

Tião Couto discordou do entendimento do MPT citando o exemplo de São José do Seridó, onde existem mais de 700 empregados nas facções que estão com suas carteiras assinadas e garantem com dignidade o sustento de suas famílias. “São os próprios trabalhadores que discordam da ação do MPT porque temem perder seus empregos”, disse.

Os protestos acontecerem durante audiência pública convocada pela Câmara Municipal de São José do Seridó e ocorreu no Ginásio de Esportes da cidade. Cerca de 2 mil pessoas participaram do ato.

O empresário mossoroense Jorge do Rosário, ex-candidato a vice-prefeito em Mossoró, que também acompanhou o “Grito das Facções” defendeu que o Ministério Público do Trabalho precisa ter a sensibilidade social para compreender que se essas 700 pessoas de São José do Seridó perderem seus empregos a cidade inteira entra em colapso.

O evento contou com participação dos dirigentes das federações da indústria, do comércio e da agricultura e contou também com as presenças do governador do Estado, empresários, prefeitos e vereadores da região

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

Autoridades se unem para proteger o emprego no setor têxtil do RN, ameaçado por ação do MPT

Encontro em São José do Seridó reuniu lideranças políticas do Estado

POR THAISA GALVÃO

Todas as atenções deste sábado se voltaram para São José do Seridó, onde uma audiência pública da Câmara Municipal, no ginásio de esportes da cidade, debateu a ação do Ministério Público do Trabalho que multou a Guararapes em 38 milhões, justificando que a empresa utiliza a produção de facções do setor têxtil, sem garantir aos contratados das facções, os mesmos direitos dos funcionários da fábrica.

A pena imposta à Guararapes obriga a fábrica a deixar de comprar a produção das facções, o que terá como consequência, o fechamento de facções e o aumento do desemprego.
O governador Robinson Faria foi a São José levar apoio às facções e aos empregados das facções, maiores vítimas da ação.

O ginásio ficou lotado para a audiência que foi chamada de ‘Grito das Facções’.

Presentes o governador, o deputado federal Rogério Marinho, os deputados estaduais Nelter Queiroz, Vivaldo Costa e Hermano Morais, o presidente da Fiern, Amaro Sales, o secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado, Flávio Azevedo e o desembargador Cláudio Santos.

Também participaram prefeitos, vices e vereadores de vários municípios, e donos de facções e contratados.

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

Morre, aos 65 anos, Marcelo Rezende

Jornalista foi vítima de falência múltipla dos órgãos em consequência de um câncer

Resultado de imagem para marcelo rezende

jornalista Marcelo Rezende morreu, às 17h45 deste sábado (16), em São Paulo, aos 65 anos, vítima de falência múltipla dos órgãos em consequência de um câncer, informou o Hospital Moriah.

Rezende foi diagnosticado no início do ano com câncer no pâncreas com metástase no fígado. Ele se afastou do comando do programa Cidade Alerta, da TV Record, para fazer o tratamento de quimioterapia. Ele estava internado no Hospital Moriah, na Zona Sul de São Paulo.

Em um vídeo postado no dia 3, Marcelo Rezende falou sobre os altos e baixos do tratamento contra o câncer. “O que eu tenho, a doença que eu tenho, o câncer que eu tenho, tem altos e baixos, é como uma montanha-russa. Uma hora eu to lá em cima, outra hora eu to lá embaixo. O mais importante é que eu estou firme e estar firme é aqui, onde a mente funciona. E eu estou firme para enfrentar os baixos, até chegar o momento em que o alto vai deslizar e aí a cura vai chegar. E eu tenho certeza dela porque Deus está comigo, Deus está contigo”, disse o jornalista.

Marcelo Luiz Rezende Fernandes nasceu no Rio de Janeiro, em 12 de novembro de 1951.

Começou sua carreira como repórter esportivo nos anos 70 do Jornal dos Sports. Trabalhou em O Globo, revista Placar e chegou à TV em 1987 para trabalhar na Globo. Entre os destaques está a cobertura do caso da operação da polícia na Favela Naval, em Diadema e a apresentação do programa Linha Direta. Trabalhou também na Band e Rede TV.

O jornalista deixa cinco filhos e dois netos.

O jornalista Marcelo Rezende (Foto: Reprodução/Facebook/Marcelo Rezende)O jornalista Marcelo Rezende (Foto: Reprodução/Facebook/Marcelo Rezende)

O jornalista Marcelo Rezende (Foto: Reprodução/Facebook/Marcelo Rezende)

Veja íntegra da nota da TV Record:

A Record TV informa com grande pesar o falecimento de Marcelo Rezende, neste 16 de setembro de 2017, no Hospital Moriah, zona sul de São Paulo. Transmitimos nossas sinceras condolências ao familiares e amigos do jornalista com o qual tivemos a honra e o privilégio de trabalhar e que atuou com tanto brilhantismo em nossa programação.

O apresentador estava afastado do Cidade Alerta desde maio, quando descobriu um câncer no pâncreas e no fígado. Ele estava no comando do programa desde 2012 e ali imprimiu a sua marca, expondo os problemas de segurança pública do País com a coragem que sempre pautou sua trajetória, transformando o Cidade Alerta em um importante canal de denúncias. “Esse jornalismo que eu e alguns companheiros fazemos é o jornalismo que revela as mazelas do País”, disse ele.

Com mais de 40 de carreira, Marcelo Rezende deixa um grande legado ao jornalismo do Brasil e da Record TV. Sua trajetória foi sempre guiada pela coragem em tocar em feridas sociais. Do flagrante de abuso policial na Favela Naval, em Diadema (SP), à corrupção no futebol, passando pelos inesquecíveis depoimentos de Francisco Assis Pereira, o Maníaco do Parque, e do ex-goleiro Bruno. Rezende foi um repórter investigativo de raro talento e um apresentador polêmico que não tinha medo de expor suas opiniões. Alguns dos episódios mais marcantes de sua carreira ele narrou no livro “Corta pra Mim”, lançado em 2013 pela editora Planeta, que tornou-se rapidamente um best-seller.

Rezende iniciou sua carreira na mídia impressa, aos 17 anos, no Jornal dos Sports, em sua cidade natal, no Rio de Janeiro, e atuou como jornalista esportivo por um longo período. Atuou no jornal O Globo e em seguida na Revista Placar, da editora Abril, até que, por fim ingressou na televisão, em 1988, quando foi trabalhar no Globo Esporte. A carreira sofreu uma guinada quando foi designado para fazer reportagens investigativas. Em 1999, fez parte da equipe de criação do Linha Direta, do qual tornou-se apresentador.

Na Record TV, o jornalista apresentou o Cidade Alerta em duas ocasiões, entre 2004 e 2005, e de 2012 a 2017, além de ter comandado o Repórter Record e o quadro A Grande Reportagem, exibido pelo Domingo Espetacular. Trabalhou também na Rede TV! onde apresentou o Repórter Cidadão e o Rede TV! News. Na Band esteve a frente do Tribunal na TV.

No dia da estreia do novo Cidade Alerta, em 2012, Marcelo deu o tom do que o telespectador poderia esperar : “Nós não temos amigos, nem inimigos. Trabalhamos para o interesse público, o interesse da comunidade, o interesse da sociedade”.

Nessa nova fase do Cidade Alerta, a carreira do Marcelo também foi marcada pela inusitada interação com a equipe de jornalistas espalhada pelo Brasil. Descontração e alegria que contagiaram milhões de brasileiros e marcaram uma nova alternativa de informar os telespectadores.

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

TASSO ROSADO RECEBE AUTORIDADES COMO ROSALBA NO LANÇAMENTO DO PROJETO ROTA DO SAL

SOCEL LANÇA PROJETO TURÍSTICO NO PARQUE SALINEIRO DA REGIÃO 

Tasso Rosado recebe autoridades no lançamento do Rota do Sal – Fotos: iPad Skarlack

A exploração de sal no Rio Grande do Norte é uma atividade antiga. As primeiras salinas foram instaladas ainda no período colonial.

E, as altas temperaturas, ventos abundantes e chuvas escassas fizeram da região da Costa Branca a maior produtora de sal do país.

Com o objetivo de apresentar essas e outras curiosidades da produção de sal, a Socel Indústria Salineira criou o projeto Rota do Sal.

“A Rota do Sal foi criada para que você conheça de perto uma das atividades econômicas mais importantes do Rio Grande do Norte: a produção de sal marinho”, declara a diretora da Social, Andréa Rosado.

O projeto “Rota do Sal” foi lançado nesta sexta-feira, em solenidade realizada no estande da Socel, na FICRO que funciona na Estação das Artes Elizeu Ventania.

Durante a solenidade, o indústria e ex-senador, Tasso Rosado recebeu autoridades como a prefeita de Mossoró, Rosalba Ciarlini, a presidente da Câmara Municipal de Mossoró, Izabel Montenegro, a deputada estadual, Larissa Rosado, vereadores Sandra Rosado, Francisco Carlos, Alex Moacir e a vice-prefeita, Nayara Gadelha.

Também participaram da solenidade os presidentes da ACIM, José Carlos, da CDL, Getúlio Vale, do SINDUSCON, Sérgio Freire e presidente do SINDIVAREJO, Michelson Frota e outros convidados.

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

TAÍS ARAÚJO DIZ QUE “PARECE PIADA” QUE SUA FILHA GOSTE DE BRINCAR DE PRINCESA E DA COR ROSA

ATRIZ GLOBO AFIRMA SE ARREPIAR ‘DA CABEÇA AOS PÉS” PELO FATO DE FILHA BRINCAR DE CASINHA

POR O ANTAGONISTA

A atriz Taís Araújo disse no Instagram que se “se arrepia da cabeça aos pés” porque sua filha de dois anos e oito meses gosta de brincar de casinha, de princesa e da cor rosa.

“Parece piada que minha filha aja de maneira tão contrária a tudo aquilo em que acredito; mais ainda, de maneira tão contrária a tudo o que prego no meu dia a dia, a tudo que acredito que seja uma construção social das mais cruéis que segregam meninas e traçam para elas um único e fatídico destino.”

Narizinho e a a boneca Emília, personagens de Monteiro Lobato, contribuíram mais para a causa das mulheres brasileiras do que contribuiu e contribuirá Taís Araújo. Só não contribuem mais porque deixaram de ser lidas e foram pasteurizadas pela TV.

Sim, Monteiro Lobato, aquele que a patrulha politicamente correta acusa de ser “racista” por causa da Tia Nastácia — que, aliás, fez Emília para Narizinho.

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

TEMER AGORA NÃO SE SEGURA POIS FOI CRITICADO POR GRUPO DE CAPUEIRA DE MOSSORÓ

PATUSCADA OCORREU DURANTE LANÇAMENTO DO ID JOVEM

A Rede Globo tentou, mas não conseguiu.

Rodrigo Janot tentou, mas não conseguiu.

Parte do Supremo – leia-se Fachin – tentou, mas não conseguiu.

Lula, o PT, seus esbirros – PC do B, PSOL, Rede e outros – e puxadinhos – MST, CUT e outros -, tentaram, mas não conseguiram.

Mas, agora, o presidente da República, Michel Temer, não se segura.

É que um grupo de capueira de Mossoró, aproveitou de um convite feito para participação do lançamento do ID Jovem, para gritar “Fora, Temer”.

Patuscada…

Eu voltou ao tema…

 

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

MPRN abre inquérito para investigar aditivos da gestão Silveira

Grande volume de aditivos em contratos da Prefeitura de Mossoró foi assinado no fim do governo

POR DEFATO

O Ministério Público Estadual (MPRN) vai investigar o grande volume de aditivos em contratos da Prefeitura de Mossoró, patrocinados na reta final da gestão do ex-prefeito Silveira Júnior (PSD). A investigação ficará a cargo da Promotoria do Patrimônio Público, que tem como titular o promotor de Justiça José Alves de Rezende Neto

O inquérito civil número 06.2017.00001936-6 foi publicado na edição de hoje (15) do Diário Oficial, com a seguinte redação:

“INSTAURA o presente INQUÉRITO CIVIL, a partir da Notícia de Fato nº 01.2016.00006504-5, nos seguintes termos, OBJETO: Apurar suposta prática de improbidade administrativa consubstancia na celebração de diversos aditivos, com valores consideráveis, em contratos já firmados pela Prefeitura de Mossoró, sobretudo no período pós eleição municipal do ano de 2016, PESSOA FÍSICA OU JURÍDICA A QUEM O FATO É ATRIBUÍDO: Prefeitura Municipal de Mossoró; REPRESENTANTE: Francisco José Lima Silveira Júnior; ÁREA: Patrimônio Público.”

O caso é grave.

O volume de aditivos em contratos da Prefeitura, assinados logo após passada a eleição municipal de 2016, e com valores considerados absurdos, foi denunciado pelo JORNAL DE FATO na época. A equipe de transição de governo também verificou a suposta prática criminosa, constando no relatório encaminhado ao Tribunal de Contas do Estado (TCE-RN).

O ex-gestor não levou em conta a recomendação feita pelo próprio Ministério Público de não celebrar aditivos, muito menos promover novas despesas, haja vista que ele estava em processo de conclusão de mandato, além da própria dificuldades financeira que enfrentarava o município.

Silveira deu de ombros. Agora, vai ter que se explicar.

LEIA MATÉRIA COMPLETA NA EDIÇÃO IMPRESSA DO JORNAL DE FATO NESTE SÁBADO (16).

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

ELVIRO REBOUÇAS FALA DA INAUGURAÇÃO DO AUDITÓRIO DA PREVI MOSSORÓ

PRESIDENTE DA PREVI DESTACA HOMENAGEM AO EX-PREFEITO JOÃO NEWTON DA ESCÓSSIA 

A imagem pode conter: 1 pessoa

A imagem pode conter: 6 pessoas, pessoas sentadas, mesa e área interna

A imagem pode conter: 4 pessoas, pessoas sentadas e área interna

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas sentadas e área interna

A imagem pode conter: 4 pessoas, pessoas sentadas, sapatos e área interna

A imagem pode conter: 5 pessoas, pessoas sentadas e área interna

A imagem pode conter: 17 pessoas, pessoas sentadas e multidão

A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas em pé

Gestor competente, realiza, mesmo em tempos de crise.

Prova cabal é o empresário-economista, Elviro Rebouças, presidente da PREVI Mossoró.

Nesta quinta-feira, 14, ele inaugurou o auditório da instituição.

A solenidade contou com as presenças da prefeita de Mossoró, Rosalba Ciarlini, da presidente da Câmara Municipal de Mossoró, Izabel Montenegro e dos também vereadores, Francisco Carlos, Sandra Rosado e Emílio Ferreira.

Também prestigiam a solenidade a vice-prefeita, Nayra Gadelha, secretários municipais, o presidente da CDL, Getúlio Vale, o juiz Vagnos Kelly e o promotor de Justiça, Olegário Gurgel.

Em seu discurso, Elviro Rebouças destacou a importância do auditório e, igualmente, da homenagem feita ao ex-prefeito, João Newton da Escóssia:

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

Prefeitura de Tibau recupera vias de acesso à praia

Secretaria de Infraestrutura intensifica obras

POR ACLECIVAN SOARES

Por meio da Secretaria de Infraestrutura, Saneamento e Habitação (SEINFRA), a Prefeitura Municipal de Tibau iniciou a recuperação das vias que dão acesso as praias do município.

De acordo com Cleiton Marques, secretário municipal da SEINFRA, o serviço consiste na reposição de paralelepípedos com Concreto Betuminoso Usinado a Quente (CBUQ), melhorando a acessibilidade para os moradores, veranistas e turistas que vistam a cidade praia de Tibau.

O prefeito Josinaldo Marcos de Souza (PSD) “Naldinho”, que esteve nesta quinta-feira, 14, acompanhando o serviço de recuperação, disse que a Administração Municipal também vem realizando o nivelamento das vias de acesso em ruas de piçarra e o trabalho de capinação das referidas vidas

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

Grito das Facções”: Rogério Marinho convoca sociedade para ato em defesa do emprego no RN

Deputado federal participa de evento em São José do Seridó

O deputado federal Rogério Marinho (PSDB) estará presente na Câmara Municipal de São José do Seridó neste sábado (16), para participar de uma audiência pública intitulada “O Grito das Facções”. O debate será em torno da ação do Ministério Público do Trabalho (MPT) contra o Programa de Interiorização da Indústria (Pró-Sertão), criado pelo parlamentar durante sua passagem pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Rio Grande do Norte, em 2013.

“A sociedade precisa estar presente, precisa reagir, quem quer empreender, trabalhar, ter o seu sustento, precisa resistir contra esse autoritarismo, prepotência, arrogância, de quem se acha dono do trabalhador, das vontades do trabalhador, como se soubesse o que é melhor para todos. Este é um ataque direto ao nosso Estado. O resultado dessa ação é o fim do mais importante programa de geração de emprego e renda do RN, que já poderia ter sido multiplicado por 7 ou 10 não fosse o MPT”, disse Rogério Marinho.

O Pró-Sertão já gerou mais de 3 mil empregos em diversas cidades do interior potiguar, em especial na região do Seridó, onde estão concentradas a maior parte das pequenas facções. Desde a sua implantação, o programa conta com a parceria da Guararapes, gigante do setor têxtil, que corre o risco de ser multada em R$ 38 milhões – caso a ação movida pela procuradora Ileana Neiva, do MPT, seja aprovada – por contratar por meio do projeto.

Ainda de acordo com Rogério, “o MPT é um órgão respeitável e de importante função, mas precisa cumprir a sua missão que é fiscalizar a aplicação da lei, e não se prestar a um serviço de funções ideológica e doutrinária”.

São José do Seridó, cidade que sediará “O Grito das Facções”, possui hoje um dos melhores Índices de Desenvolvimento Humano (IDH) do Rio Grande do Norte, bem como baixa taxa de criminalidade, em virtude da geração de emprego e renda pelas facções de costuras, que através do Pró-Sertão, prestam serviço a grandes fábricas, como a Guararapes.

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+