Extorsão em forma de enígma

A cada nova eleição é sempre assim

Uêba!!

Estava demorando.

Todavia, porém, entretanto, no entanto, o enredo já começou a ser cumprido.

Tem sido assim a cada nova eleição na mossoroen (cidade).

E o script é sempre o mesmo.

Primeiro, “a figurinha” se oferece para ser assessor.

Aí, de assessor quer ser conselheiro, confidente, mentor, articulador etc & tal.

No dia seguinte, exige – em forma de ameaça – reajuste do soldo.

Superfaturamento!

Então, começa a extorsão.

Como argumento, sempre surge alguma ópera bufa.

As ameaças iniciais são, sempre, em tom enigmático.

Quando isso acontece, ou o patrão se curva, entra na jogada, caindo no conto do vigário – ou seria vigarista?

Do contrário (não)paga para ver.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 − 10 =