Frente Parlamentar debate ética no trânsito

Projeto recebeu, hoje, o professor da Uern Lauro Gurgel

Audiência pública na Câmara Municipal de Mossoró (Foto: Edilberto Barros)

Em mais uma edição do projeto Diálogos sobre a Mobilidade Urbana, hoje (30), a Frente Parlamentar de Trânsito e Mobilidade Urbana (FPTMU) da Câmara Municipal de Mossoró debateu o tema Ética e Cidadania no Trânsito. O convidado foi o diretor da Faculdade de Direito da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern), professor Lauro Gurgel. Ele é pesquisador da área, no projeto Democracia e Mobilidade Urbana em Mossoró.

Conduzida pelo presidente da FPTMU, vereador Alex Moacir (PP), o diálogo se pautou em como se portar eticamente no trânsito. Lauro Gurgel, ao iniciar, discorreu sobre aspecto geral da ética. Definiu-a como conjunto de valores e aspectos corretos, existentes em todos os espaços de convivência, como família, escola, trabalho, redes sociais. “Respeitar os outros como gostaríamos de ser respeitado”, resumiu.

Na prática

Mas, como aplicá-la no trânsito? Um bom começo, segundo o professor, é seguir as regras básicas de trânsito: não ocupar indevidamente vagas de estacionamento para idoso e pessoa com deficiência; não estacionar em calçadas, filas duplas ou triplas, nem parar o carro para conversar e bloquear o trânsito. Também dirigir sem cinto de segurança, falar ao celular enquanto dirige, estacionar em faixa de pedestres.

“Ser ético não é apenas cumprir a lei, mas respeitar as normas de trânsito é um grande passo”, observa. Outra forma de aplicar a ética no trânsito, segundo o professor, é agir com gentileza e tolerância. “Porque provoca a mesma reação. É a lei da Física, ação e reação. Se você é agressivo, a pessoa do outro lado tende a ser também”, frisa, ao apontar ética como componente da cidadania. “Cidadania não é só direitos, mas também deveres”, complementou.

Consciência

Em suas considerações, Alex Moacir concordou com Lauro Gurgel, ao observar que um ato isolado no trânsito gera prejuízo à coletividade. “A maioria das infrações está ligada ao comportamento antiético, egoísta, sem preocupação as outras pessoas. Precisamos ficar atentos a isso, porque todos somos afetados pelo trânsito de alguma forma”, ponderou.

A Frente Parlamentar de Trânsito e Mobilidade Urbana (FPTMU) realiza o projeto Diálogos sobre a Mobilidade Urbana a cada 15 dias, sempre com um convidado. As reuniões temáticas são transmitidas, ao vivo, pela TV Câmara Mossoró (canal 23.2 TCM) e pelo Portal Câmara Mossoró (www.mossoro.rn.leg.br). Ao final da reunião, Alex Moacir anunciou preparação para o próximo tema, que deverá ser Mobilidade e Turismo, em data a ser anunciada em breve.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × cinco =