LAVA JATO PRENDE DEZ DEPUTADOS ESTADUAIS DO RN

PARLAMENTARES SÃO ACUSADOS DE RECEBIMENTOS DE MENSALINHO

Entre os presos na manhã desta quinta-feira (8) na Operação Furna da Onça, desdobramento da Lava Jato no Rio, estão o corregedor e um dos candidatos à presidência da Assembleia Legistlativa do Rio (Alerj). Veja abaixo quem é quem entre os alvos da ação.

Dez deputados são alvo da operação, sendo que três deles já estavam presos: Jorge Picciani, ex-presidente da Assembleia, Paulo Melo e Edson Albertassi. Eles fazem parte do grupo político da base do MDB do ex-governador Sérgio Cabral, preso e condenado por chefiar uma organização criminosa. O Ministério Público Federal suspeita da continuidade da corrupção mesmo após as operações.

Alvos:

PODER EXECUTIVO

  1. Affonso Monnerat, secretário estadual de Governo – preso nesta quinta;
  2. Leonardo Jacob, presidente do Detran – foragido;
  3. Vinícius Farah (MDB), ex-presidente do Detran, eleito deputado federal,- foragido (defesa diz que ele vai se apresentar).

PODER LEGISLATIVO

  1. André Correa (DEM), deputado estadual reeleito e ex-secretário estadual de Meio Ambiente – preso nesta quinta;
  2. Chiquinho da Mangueira (PSC), deputado estadual reeleito e presidente da escola de samba – preso nesta quinta;
  3. Coronel Jairo (MDB), deputado estadual não reeleito – preso nesta quinta;
  4. Edson Albertassi (MDB), deputado afastado – já preso em Bangu;
  5. Jorge Picciani (MDB), deputado afastado – já em prisão domiciliar;
  6. Luiz Martins (PDT), deputado estadual reeleito – preso nesta quinta;
  7. Marcelo Simão (PP), deputado estadual não reeleito – preso nesta quinta;
  8. Marcos Abrahão (Avante), deputado estadual reeleito – preso nesta quinta;
  9. Marcus Vinícius Neskau (PTB), deputado estadual reeleito – preso nesta quinta;
  10. Paulo Melo (MDB), deputado afastado – já preso em Bangu;

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois + dezesseis =