Obama critica invasão do Capitólio e diz não se surpreender com Trump

Ex-presidente se pronunciou através do Twitter

Imagem

O ex-presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, divulgou na noite de hoje uma nota criticando a invasão de manifestantes ao Congresso do país durante a sessão de confirmação da eleição do democrata Joe Biden. No texto, Obama repudiou as acusações feitas por Donald Trump, sem provas, de que houve fraude eleitoral, mas disse não se surpreender com a postura do republicano.

“A História se lembrará corretamente da violência de hoje no Capitólio — incitada por um presidente em exercício que tem continuamente e sem provas mentido sobre o resultado de uma eleição legal — como um momento de grande desonra e vergonha para a nossa nação. Estaríamos nos enganando se tratássemos essa questão como uma surpresa completa.”

O ex-presidente ainda criticou ainda o que classifica como “narrativa fantasiosa” que se afastou cada vez mais da realidade. “Por dois meses, um partido político e seu ecossistema midiático têm frequentemente evitado dizer a verdade a seus seguidores: que esta não foi uma eleição apertada e que o presidente eleito Joe Biden tomará posse em 20 de janeiro”, escreveu.

Obama ainda convocou as lideranças republicanas a “escolher a realidade” em detrimento de “seguir pelo caminho de atiçar fogos”, e citou a equipe do estado da Georgia por “se recusarem a serem intimidados e cumprir com sua missão de forma honrada”. “Precisamos de líderes como esses agora e nos dias, semanas e meses que o presidente eleito Biden tem pela frente enquanto trabalha para recuperar um propósito comum em nossa política. É dever de todos nós, americanos, independentemente de partidos, apoiá-lo nesse objetivo.”

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × 2 =