Mossoró ultrapassa marca de 6 mil casos confirmados da Covid-19

Município contabiliza 212 mortes pelo coronavírus

Leitos de UTI instalados em Mossoró, no Oeste potiguar — Foto: Sesap/Divulgação

Leitos de UTI instalados em Mossoró, no Oeste potiguar — Foto: Sesap/Divulgação

A segunda maior cidade do estado, Mossoró, na região Oeste, ultrapassou nesta semana os 6 mil casos confirmados do novo coronavírus. O primeiro caso de Covid-19 em Mossoró foi confirmado pela Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) no dia 22 de março. Até agora a cidade contabiliza 212 mortes pela doença.

Viaviane Melo é consultora de vendas e entrou para as estatísticas como caso confirmado da Covid-19. Ela contraiu a doença em maio e ainda hoje tem sequelas. “Não sinto cheiro, não sinto gosto de nada. E 25% do meu pulmão ficou comprometido. Ainda estou com problemas respiratórios, mas eu já fiz um novo teste e não estou mais com Covid. Eu não consigo fazer as coisas de casa ainda. Quando começo a fazer, fico cansada, aí eu paro. Sem falar o psicológico da pessoa, né? Porque eu passei um mês isolada”, conta.

Após cinco meses do primeiro caso confirmado da doença no município, as estatísticas indicam uma queda no número de novos casos. Isso tem se refletido também no número de leitos ocupados por pacientes infectados pela Covid-19.

Nesta quarta-feira (26), dos 48 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) disponibilizados para o tratamento de pacientes com a doença em Mossoró, 23 estão ocupados. Desse total, só seis pacientes residem na cidade. A taxa de transmissão também caiu e está abaixo de um, em 0,98.

“A gente pode considerar que apesar da gente ter chegado nos 6 mil casos, nós temos um número maior de pessoas testadas no município e nós também conseguimos reduzir a taxa de transmissibilidade. Tanto que o Hospital Regional Tarcísio Maia fez uma inversão nos leitos de UTI. Onde a gente tinha 20 leitos de UTI Covid, passaram a ser UTI geral e os 9 leitos de UTI geral, passaram a ser Covid”, destaca a Secretaria Municipal de Sáude, Saudade Azevedo.

Apesar dos números que indicam a redução na quantidade de pessoas infectadas, as autoridades ainda pedem cautela e que a população respeite as normas estabelecidas pra conter o novo coronavírus

“Nós estamos vivendo um momento de mais tranquilidade, vamos chamar assim. Mas nós continuamos em alerta, continuamos em pandemia. O vírus continua circulando na nossa cidade, no nosso país. E os cuidados ainda devem ser mantidos, como uso das máscaras, higienização das mãos e o distanciamento”, reforça a secretária de saúde.

Leito

Covid-19 e eleição municipal no foco dos vereadores em sessão

Avanço da doença e falta de interesse pelo pleito 2020 fomentam debate

A questão da Covid-19 e as eleições municipais de 2020 ocuparam o espaço durante os pronunciamentos dos vereadores, na sessão ordinária de quarta-feira (26), nos pronunciamentos dos vereadores Alex Moacir (PP) e Alex do Frango (PV). Embora com temas comuns, o foco abordado por cada edil tiveram conotações diferentes.

Começando pelo vereador Alex Moacir, o primeiro a fazer uso da tribuna, sua preocupação diz respeito à realização das eleições e o relaxamento da população em relação ao combate ao Covid-19. “No final de semana, observamos em uma cidade do interior onde as pessoas realizaram manifestação pública, em clara aglomeração, como se a Covid-19 tivesse acabado e não acabou”, destacou Alex.

Ele ainda fez questão de manifestar sua posição contrária à realização da eleição nesse momento por total falta de condições, no seu entendimento, por conta da pandemia ainda presente, mas, infelizmente, o interesse por sua realização, acrescentou Alex, é bem maior.

Lembrou que esse é apenas o período pré-eleitoral e o processo ainda irá acontecer oficialmente. Alex pediu a população para evitar aglomerações durante atividades políticas “Acrescento o apelo de, quando possível, continue em casa e assim evitar um novo crescimento do número de mortes”, disse.

Desinteresse

Seguindo a sessão, no pequeno expediente foi a vez do vereador Alex do Frango usar a tribuna, também com o tema eleições municipais. Diferente do seu antecessor, o foco agora é a falta de interesse da população pelo pleito e, em particular, na escolha do vereador.

“Pesquisa recente mostra um percentual de 70% de eleitores que dizem não saber em quem vai votar para vereador ou não votará em nenhum candidato, e isso é preocupante”, argumentou Alex, em relação ao que considerou de um percentual muito alto.

Ainda avaliando a pesquisa, o vereador Alex do Frango disse que a responsabilidade é do próprio vereador. Entende ele que esse comportamento da população pode ser o reflexo do trabalho errado que vem acontecendo na Casa Legislativa.

“Eu estou visitando e conversado com a população e, felizmente, ela tem entendido que é preciso mudar e, só o novo pode modificar esse quadro”, comentou. Alex disse que, no contato com a população, tem explicado que o sistema para quem entra na política é esmagador e, para mudar, somente com a independência dos poderes.

Concluiu, afirmando que a mudança tem que partir de dentro da própria Câmara e, só assim, a população vai sentir o poder legislativo chegando nas periferias, já que a Casa, na opinião do vereador, realiza um trabalho de muita importância, porém pouco percebido pelo povo, levando em consideração o resultado da pesquisa.

Incêndio se alastra em matagal e destrói imóveis usados para armazenar pneus em Mossoró

Caso aconteceu na tarde desta quarta-feira (26)

Bombeiros combatem incêndio em Mossoró, no Oeste potiguar — Foto: CBM/Divulgação

Um incêndio que começou em um matagal acabou destruindo três imóveis que armazenavam pneus, na tarde desta quarta-feira (26), no bairro Santo Antônio, em Mossoró. O Corpo de Bombeiros precisou usar cerca de 12 mil litros de água para controlar as chamas, que aumentaram ao atingir os materiais inflamáveis. Ninguém ficou ferido.

Ainda não se sabe o que teria provocado o fogo, mas, segundo o Corpo de Bombeiro, o incêndio começou em um terreno atrás dos prédios e alastrou pela vegetação seca, até atingir os pneus. “A gente não sabe se for criminoso, se foi provocado por alguém que ateou fogo no terreno atrás, que tinha bastante mato seco”, afirmou o sargento Daywison, que estava na operação.

Corpo de Bombeiros precisou usar cerca de 12 mil litros de água para conter incêndio em Mossoró — Foto: Isaiana Santos/Inter TV Costa Branca

Corpo de Bombeiros precisou usar cerca de 12 mil litros de água para conter incêndio em Mossoró — Foto: Isaiana Santos/Inter TV Costa BrancaO sapateiro Francisco de Assis, que mora e trabalha perto do local há 10 anos, tirou boa parte dos móveis de dentro de casa, temendo que o fogo alcançasse seu prédio, mas não teve prejuízos.

As chamas atingiram três imóveis. Em todos, havia muitos pneus guardados. A equipe do Corpo de Bombeiros precisou reabastecer o carro auto bomba tanque para conter as chamas. Foram cerca de três horas de combate, segundo a corporação.

O RETORNO

AO BATENTE 

Depois de alguns dias de ausência, aqui, estamos de volta.

Problemas sanados, a luta continua.

Avante!

Menino de 12 anos é baleado em tentativa de homicídio em Mossoró

Um homem de 31 anos também foi atingido

Feridos foram levados para o HRTM e liberados na manhã deste sábado (22) — Foto: Isaiana Santos / Intertv Costa Branca

Duas pessoas foram baleadas durante uma tentativa de homicídio registrada na noite desta sexta-feira (21) em Mossoró, região Oeste do Estado. Entre os feridos está um menino de 12 anos e um homem de 31 anos. Segundo informações da Polícia Civil, a suspeita é de que os tiros tenham sido motivados por uma briga entre facções.

O caso aconteceu na Rua das Antúrias, no Conjunto Parque das Rosas, no bairro Santa Delmira, por volta das 21h30. As vítimas estavam sentadas em uma calçada quando foram atingidas pelos tiros.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado. A criança e o homem foram encaminhados ao Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM). De acordo com informações do hospital, a criança foi atingida de raspão na perna, mas sem gravidade. Os dois feridos foram liberados ainda na noite de sexta (21).

A Polícia esteve no local, mas os moradores não deram muitas informações. Os PMs fizeram buscas na localidade, mas nenhum suspeito foi encontrado.

A Polícia Civil suspeita que os tiros tenham sido motivados por uma briga entre facções criminosas que atuam no bairro e o caso está sendo tratado como tentativa de homicídio. Ainda não há informações se o homem baleado era o alvo dos atiradores.

 

Casos e mortes por coronavírus no Brasil em 23 de agosto

Dados do consórcio de imprensa atualizados às 8h

O Brasil registrou 3.583.308 casos e 114.287 mortes por coronavírus até as 8h deste domingo (23), segundo o consórcio de veículos de imprensa.

  • 114.287 mortes
  • 3.583.308 casos

Às 20h de sábado (21) o consórcio divulgou um novo balanço consolidado. Até então, o país registrava 114.277 mortes, 823 delas confirmadas nas últimas 24 horas. Com isso, a média móvel de novas mortes no Brasil nos últimos 7 dias, no sábado, foi de 997 óbitos, e não houve variação em relação aos dados registrados em 14 dias.

Em casos confirmados, até as 20h de sábado (22), eram 3.582.698, 46.210 desses confirmados no último dia. A média móvel de casos até então era de 37.838 por diauma variação de -12% em relação aos casos registrados em 14 dias.

No total, 7 estados e o Distrito Federal apresentaram alta de mortes no balanço de sábado: RJ, DF, GO, MS, AM, TO, BA e RN.

Em relação a sexta (21), TO e MS estavam com a média de óbitos em estabilidade e, no sábado, estavam subindo.

Desde o balanço de sábado, os governos de Goiás, Roraima e Sergipe divulgaram novos dados.

Brasil, 22 de agosto

  • Total de mortes: 114.277
  • Registro de mortes em 24 horas: 823
  • Média de novas mortes nos últimos 7 dias: 997 por dia (variação em 14 dias: 0%)
  • Total de casos confirmados: 3.582.698
  • Registro de casos confirmados em 24 horas: 46.210
  • Média de novos casos nos últimos 7 dias: 37.838 por dia (variação em 14 dias: -12%)
  • Estados com mortes em alta: RJ, DF, GO, MS, AM, TO, BA e RN.
  • Estados com mortes em estabilidade, ou seja, o número de óbitos não caiu nem subiu significativamente: PR, RS, SC, ES, MG, SP, AC, PA, PB, PI.
  • Estados com mortes em queda: MT, AP, RO, RR, AL, CE, MA, PE.

ROSALBA CIARLINI TEM RECONHECIMENTO DE BOLSONARO

PREFEITA DE MOSSORÓ RECEPCIONOU O PRESIDENTE DA REPÚBLICA EM SUA AGENDA NA CIDADE

Bolsonaro e a reeleição da prefeita de Mossoró

A prefeita de Mossoró, Rosalba Ciarlini teve seu trabalho reconhecido pelo presidente da República, Jair Bolsonaro durante a agenda presidencial cumprida na cidade, nesta sexta-feira (21).

Bolsonaro fez questão de através de um abraço, externar ao povo de Mossoró o seu apreço pela chefe da municipalidade.

O gesto de Bolsonaro para com Rosalba, repercutiu na imprensa nacional.

 

EM MOSSORÓ: BOLSONARO GANHA FORRÓ DE AMAZAM

VÍDEOhou

Em Mossoró, o presidente Jair Bolsonaro, ao desembarcar no Aeroporto Dix-sept Rosado, ao lado da prefeita, Rosalba Ciarliini, ganhou homenagem do prefeito-cantor, Amazam.

Confira:

Avô é preso suspeito de estuprar a neta de 11 anos na Grande Natal

Prisão preventiva foi realizada em Parnamirim

Um homem de 54 anos foi preso nesta sexta-feira (21), em Natal, suspeito de praticar crime de estupro de vulnerável contra a neta de 11 anos. A prisão aconteceu no bairro Rosa dos Ventos, em Parnamirim, na Grande Natal, e foi realizada por policiais civis da Delegacia Especializada em Defesa da Criança e do Adolescente (DCA).

De acordo com a Polícia Civil, houve o cumprimento de um mandado de prisão preventiva, expedido pela 2ª Vara Criminal da Comarca de Parnamirim, em razão de o homem ter desrespeitado ordem judicial para manter afastamento do lar.

Conduzido até a delegacia, ele foi encaminhado ao sistema prisional, onde ficará à disposição da Justiça.

Polícia Civil do RN prende homem suspeito de praticar crime de estupro de vulnerável contra a neta de 11 anos — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

PROCURADORIA GERAL DO MUNICÍPIO DE MOSSORÓ SE POSICIONA SOBRE PUBLICIDADE INSTITUCIONAL

KARINA FERREIRA INFORMA QUE PROCURADORIA AJUIZOU PEDIDO PARA AUTORIZAÇÃO DE DIVULGAÇÃO DE PROPAGANDA INSTITUCIONAL

A Procuradoria Geral do Município de Mossoró anuncia que ajuizou junto  à Justiça Eleitoral, pedido de autorização para divulgação de propaganda institucional no período eleitoral.

Confira a nota oficial;

NOTA

A Procuradoria Geral do Município reafirma que em virtude da legislação eleitoral, todas as publicidades institucionais do município de Mossoró estão suspensas desde o dia 15/08. A Procuradoria ajuizou junto à justiça eleitoral pedido de autorização para divulgação de propaganda institucional no período eleitoral de acordo com o ART. 73, VI, “b” da lei 9.504/97, contudo em sentença prolatada no dia de hoje o Juiz da 34 zona eleitoral de Mossoró Dr. Vagnos Kelly julgou o pedido improcedente, determinando que o município de Mossoró deverá obedecer os limites estabelecidos pelo ART. 1, parágrafo 3, VIII da emenda constitucional de número 107/2020, ou seja, a publicidade institucional educativa exclusiva de prevenção e combate ao COVID-19.

A Procuradoria informa que está avaliando o manejo de recurso para o TRE-RN. Qualquer necessidade de publicidade de atos das secretarias deve ser encaminhada para SECOM.
Fazemos questão de enfatizar que o descumprimento da vedação de propaganda institucional por parte das secretarias pode trazer vários prejuízos para a Pré-Candidata Dra. Rosalba Ciarlini e pedimos a compreensão de todos os colegas ao cumprimento dessa vedação.

Karina Ferreira – Procuradora Geral Município Mossoró