Imagem do dia: rio Mossoró

Aguapés invandem leito do rio Mossoró

Leito do rio Mossoró

Link permanente da imagem incorporada

Imagem: iPad Skarlack

São plantas aquáticas flutuantes e rizomatosas que têm preferência por rios de fluxo lento ou lagoas de água doce. Reproduzem-se rapidamente por meios vegetativos, mas também produzem frutos e sementes em abundância. Possuem grande capacidade de tolerância e absorção de poluentes como, por exemplo, águas contaminadas por esgoto e rejeitos industriais, incluindo metais pesados. Atualmente estuda-se sua utilização na despoluição de lagos e rios com águas poluídas.

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

João Maia explica situação jurídica de sua candidatura

Candidato a vice-governador do Estado contesta notícia do MPE

Integrando a lista dos candidatos com pedido de impugnação de registro do Ministério Público Eleitoral, o deputado João Maia (PR), candidatoa vice do governadorável Henrique Alves (PMDB), esclarece sua situação através de sua assessoria. seu caso através de sua assessoria jurídica.

A ação pedindo a impugnação do candidato é considerada “é infundada”.

De acordo com a assessoria de João Maia a multa à qual se refere o MPE, já foi paga, tendo, inclusive, duas certidões comprobatórias sido juntadas no processo.

A assessoria jurídica adianta que vai apresentar a quitação

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

OAB instala sala do advogado em Apodi

Atendimento é ampliado a municípios da região

SaladoAdvMossoró-FotoAssecom1

Foto: Assessoria da OAB

Por: Andrey Ricardo

A Sala do Advogado da Comarca de Apodi será reinaugurada na sexta-feira (18), em solenidade que homenageará o advogado Philastrio Lopes Correia Pinto, que terá seu nome utilizado para denominar o novo ponto de apoio para os profissionais que prestam serviços jurídicos à população daquele município. Além desta Comarca, a Sala do Advogado está presente em Mossoró, Areia Branca e Caraúbas. A previsão da subseccional de Mossoró da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) é que as sete cidades que fazem parte da sua área de atuação tenham Sala do Advogado até 2015, facilitando o trabalho dos advogados e o acesso à justiça nos municípios do interior.

Segundo presidente da OAB/Mossoró, Aldo Fernandes de Souza Neto, essas salas servem para dar apoio aos advogados que atuam nos municípios de menor porte. Sem o auxílio da sala, os advogados têm que procurar outras alternativas quando precisam de qualquer tipo de serviço relacionado à sua atividade. É comum haver necessidade de imprimir um documento, xerocar partes de um processo, fazer mudanças em uma petição, entre outros. Com a sala, os advogados têm acesso a tudo isso mais rapidamente. O grande beneficiado é o próprio cidadão, que terá seus pleitos judiciais atendidos com maior celeridade, que hoje é a grande busca da justiça.

Mais detalhes no Portal Difusora.

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

Nomeação de diretores de escolas e UBS sairá na sexta-feira

Nomeações serão confirmadas na edição do JOM

Por: Edilson Damasceno

Diretores de escolas da rede municipal de ensino – já que a maioria é faz parte do quadro de servidores efetivo da Prefeitura de Mossoró – ficarão em seus cargos (extra-oficialmente) até a sexta-feira próxima, quando o Jornal Oficial do Município (JOM) publicará nomeação de quem ficará no cargo.

Com relação aos diretores das Unidades Básicas de Saúde (UBS’s), a função passa a ser assumida por algum servidor efetivo. E com experiência. A informação foi da assessoria de imprensa da Prefeitura de Mossoró em contato com o blog ainda a pouco.

Na próxima sexta-feira, conforme a assessoria, se saberá qual diretor voltará para a UBS ou se haverá mudança.

O jeito é esperar pela nova leva de nomeações.

Fonte: Blog de Edilson Damasceno

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

MPE pede impugnação de 89 candidaturas

Candidatos terão que comprovar que seguem normas para disputarem eleições

A Procuradoria Regional Eleitoral no Rio Grande do Norte (PRE/RN) ingressou até o último domingo (13) com 89 ações de impugnação de registro de candidatura contra 86 candidatos, duas coligações e um partido que não apresentaram todos os requisitos exigidos pela legislação eleitoral para concorrerem às Eleições 2014.
A lista inclui um candidato a vice, dois ao senado, dois à suplência, 17 candidatos a deputado federal e 64 a estadual.
Parte das ações propostas pelo procurador regional Eleitoral, Gilberto Barroso Júnior, e pela procuradora Eleitoral substituta, Cibele Benevides Guedes da Fonseca, apontam mais de um tipo de irregularidade nos requerimentos de registro.
Vinte e sete dos candidatos não comprovaram a desincompatibilização dos cargos públicos que exerciam antes do prazo legal (três meses antes do início do pleito) e 26 deixaram de comprovar os requisitos exigidos quanto à filiação partidária (para concorrer em 2014 é necessário estar filiado à legenda pela qual pretende se candidatar desde 5 de outubro de 2013).

Ficha Limpa – Sete pedidos de impugnação foram motivados por desrespeito à Lei da Ficha Limpa, dos quais quatro decorrentes de prestação de contas rejeitadas, dois por condenação criminal e um por condenação na Justiça Eleitoral.
A grande maioria dos pedidos de registro de candidatura não veio acompanhado de certidão criminal para fins eleitorais da Justiça Estadual. O fato motivou pedido de diligências por parte do procurador regional eleitoral.

Um total de 25 ações de impugnação foram motivadas pela falta de quitação junto à Justiça Eleitoral, sendo 12 por não comprovação de pagamento de multas, 11 por irregularidades em prestação de contas, uma por ausência às urnas e outra por título eleitoral inexistente.
Há ainda casos de três candidatos que utilizaram fotos iguais, dois que não possuem idade mínima, além de um que não comprovou escolaridade e outro domicílio eleitoral.
Houve ainda tentativa de um estrangeiro se candidatar, bem como de um cidadão não escolhido em convenção.

Governo e Senado – Dentre os candidatos que responderão a AIRCs apresentadas pela Procuradoria Regional Eleitoral, estão João da Silva Maia do Partido da República (vice-governador pelo PR), que de acordo com o sistema do TRE não estaria quite com a Justiça Eleitoral, em razão de não comprovação de regularidade no pagamento de uma multa. Pelo mesmo motivo foi solicitada a impugnação do registro da candidata ao Senado Wilma Maria de Faria, do PSB.
Segundo a legislação eleitoral, o condenado ao pagamento de multa deve comprovar a quitação ou o parcelamento da dívida até a data da formalização do pedido de registro de candidatura.
Caso os dois tenham efetuado o pagamento e o sistema do TRE não tenha atualizado a informação, ambos ainda poderão demonstrar a regularidade.
O mesmo acontece em relação às impugnações baseadas em vícios nos processos de prestações de contas eleitorais.

Outro candidato a senador alvo de pedido de impugnação é Lailson de Almeida, do PSOL, que não comprovou a desincompatibilização do cargo público dentro do prazo legal.
Dois segundos suplentes também deixaram de atender requisitos legais: Moacy Silvério da Silva, do PSOL (não comprovação da filiação no tempo exigido e ausência de quitação eleitoral devido a título eleitoral inexistente); e Theodorico Bezerra Netto, do PT (não comprovação da filiação no tempo exigido).

Partidos políticos – Três ações de impugnação ao Demonstrativo de Regularidade de Atos Partidários (Drap) requerem do PSL e das coligações União Pela Mudança II (deputados estaduais do PMDB/PSB/PR/DEM/PDT/SD/PROS) e União Pela Mudança I (deputados federais PMDB/PR/PSB/PROS/PDT/SD/PSC/DEM/PV/PMN/PRP/PSDB/PSDC/PRB) a regularização de suas candidaturas quanto ao percentual mínimo de indicados do sexo feminino, que é de 30% segundo a legislação.

O Partido Social Liberal indicou uma única candidata a deputada federal, do total de quatro, representando apenas 25%.
Na União Pela Mudança II foram apresentadas 46 candidaturas, das quais apenas 11 de mulheres (23,9%).
Enquanto na coligação à Câmara Federal, de 24 indicados ao cargo, somente seis são do sexo feminino (25%).
Os partidos deverão ter um prazo para corrigir a irregularidade.

Larissa Rosado – A Procuradoria Regional Eleitoral solicitou a impugnação do registro de candidatura a deputada estadual de Larissa Rosado baseada na condenação da mesma por parte do TRE, nos autos do Recurso Eleitoral nº 184-70.2012.6.20.0033.
O procurador regional eleitoral ressaltou, no entanto, que “apesar de haver notícias de que a decisão que originou a presente inelegibilidade tenha sido reformada pelo TSE, não se logrou obter informações oficiais se, de fato, houve tal reforma, (…) porquanto no respectivo acompanhamento processual do recurso especial que objetiva a reforma do acórdão do TRE/RN não há qualquer referência ao resultado do julgamento.”

Confira a lista completa de candidatos que responderão às ações de impugnação de registro de candidatura (AIRCs):

Deputados estaduais
Abraão Dutra Dantas; Afrânio de Souza Amorim; Agnelo Alves; Airton Pereira da Silva; Albert Dickson de Lima; Alexasandra da Rocha; Alisson Ferreira do Nascimento; Álvaro Manuel Ferreira Monteiro; Amaro Alves Saturnino; Ana Carolina da Silva Dias; Antônio Marcelino de Souza Martins Neto; Araken Batista Araújo da Silva; Bernardino de Sena Fonseca; Edilson Carlos de Souza; Eleázaro Damião de Carvalho; Eliana Torres dos Santos; Eliane de Araújo Lourenço; Eson Queiroz Guerra; Ezequiel Galvão Ferreira de Souza; Fabíola Pereira da Silva; Fernando de Lima Fernandes; Fernando Wanderley Vargas da Silva; Francisco Bento de Moura Júnior; Francisco de Assis José dos Santos; Francisco Djailton; Francisco José Lima Silveira; Francisco Moacir Soares; Hermano da Costa Moraes; Ivanilda de Araújo Neri; João Cláudio Oliveira de Farias; João Maria Ricardo de Andrade Lima; Jocelin de Lima Bezerra; Jorge Luiz da Silva; José Amazan Silva; José Cosme de Oliveira; José Vander de Araújo de Maria; Josmar Rocha do Espírito Santo; Kerginaldo Venâncio e Silva de Souza; Larissa Daniela da Escóssia Rosado; Lourival Ribeiro da Silva; Lucilene Paulina de Melo Dantas; Lucinéia Florêncio de Oliveira Miranda de Lima; Lúcio Flávio Cavalcanti; Luís Soares Gomes; Márcio Bezerra de Azevedo; Marcos Antônio Araújo Pereira; Maria da Conceição Cesário; Maria das Graças da Silva Lucas; Maria do Socorro Mariano da Cunha; Maria Goreth Orrico; Marisa Eunice Noia de Lima; Miguel Salviano do Nascimento; Milton Teixeira Filho; Nelter Lula de Queiroz Santos; Nilson Araújo; Paulo Pacheco da Silva; Raimundo Antônio de Oliveira Neto; Raimundo Nonato Pessoa Fernandes; Ranilton Silva da Cunha; Rogério Pessoa Diniz; Rômulo Estânrley Souza de Medeiros; Rudson Raimundo Honório Lisboa; Samyr Silva Bezerra Jácome; e Sidney Elias Benigno.

Deputados federais
Carlos Alberto de Sousa Rosado; Edson Bezerra de Oliveira; Francisca Marília Soares da Silva; Hugo Manso Júnior; José de Brito Sobrinho; Josenildo Martins de Souza; Luiz Gonzaga de Pontes Lucena; Paula Fernanda da Silva Santos; Rachel Ribeiro de Oliveira Alves; Revil Alves dos Santos; Risolange Tito da Costa; Rivaldo Felix de Lima; Rogério Simonetti Marinho; Ronaldo Joaquim da Silva; Rui Barbosa de Araújo; Sérgio Menezes Pastel; e Vital Nogueira de Souza.

Segundos suplentes de senador
Moacy Silvério da Silva e Theodorico Bezerra Netto.

Senadores
Lailson de Almeida e Wilma Maria de Faria.

Vice-governador
João da Silva Maia

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

Municipalização do Nogueirão

Secretário de Esportes e presidente da LDM falam sobre busca de solução 

Depois da reunião realizada na tarde desta segunda-feira, 14, na Secretaria de Administração, entre representantes da Prefeitura de Mossoró e da LDM, o secretário de Esportes, Abraão Dutra e o presidente da Liga Desportiva Mossoroense, Francisco Braz, conversaram com o blog.

Secretário de Esportes de Mossoró, Abraão Dutra:

Presidente da LDM, Francisco Braz:

 

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

Nogueirão: é pegar ou largar – e fechar

Prefeito Francisco José Júnior quer salvar Estádio Leonardo Nogueira, mas alguns filiados da LDM podem impedir solução

Quem fala asism não é gago.

Bem que esse axioma universal poderia ser utilizado para definir a posição do prefeito de Mossoró, Francisco José Júnior (PSD), em relação ao futuro do Estádio Manoel Leonardo Nogueira – o Nogueirão.

Diante da iminência de leilão do Nogueirão o prefeito designou uma comissão de secretários para tratar com a direção da Liga Depostiva Mosoroense (LDM) de uma solução.

A comissão representativa da Prefeitura de Mossoró que é coordenada pela secretária de Administração, Glaudionora Silveira, solicitou um levantamento da LDM sobre a real situação do Nogueirão.

Depois de apresentar alguns dados, em reunião realizada na tarde desta segunda-feira, 14, o presidentre da LDM, Francisco Braz, revelou que alguns filiados – representantes de times – teriam alguns pleitos a fazer.

E em uma reunião que teria sido realizada recentemente, pela direção da LDM com seus filiados, alguns teriam questionado sobre a proposta de municipalização do Nogueirão:

– E vamos entregar o filé em troca de nada?

Ou seja: tem gente querendo sair ganhando nesse processo e, contra isso, os desportistas e a imprensa devem se posicionar.

Daqui, mesmo não sendo expert na área de futebol – como em outras -, já vou metendo meu bedelho.

Ou se municipaliza agora, aproveitando a boa vontade política do prefeito Francisco José Júnior, ou que se atenda aos interesses de alguns filiados e que os mesmos banquem o débito trabalista e recuperem o estádio.

Simples, assim.

Ou então, que deixem leiloar no Nogueirão e que Baraúnas e Potiguar vão jogar em Assu ou noutras praças.

 

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

TRE cassa prefeita de Areia Branca

Luana Bruna foi cassada nesta segunda-feira pelo TRE

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) cassou o mandato da prefeita de Areia Branca, Luana Bruna (PMDB).

Voterão pela cassação os juízes federal Francisco Eduardo, Artur Cortex, Berenice Capuxu, Verlano Medeiros e Carlo Virgílio.

A prefeita já havia sido derrotada em decisão monocrática, pelo crime de abuso de poder político e uso da máquina pública nas eleições de 2012.

No pleito de 2012 Luana disputou a Prefeitura de Areia Branca em substituição ao pai, ex-prefeito Bruno Filho (PMDB), que foi atingido pela Lei da Ficha Limpa.

Quem assume a Prefeitura de Areia Branca é o presidente da Câmara Municipal, Sandro Góis (PV).

 

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

Definido calenário de encaminhamentos sobre o Nogueirão

Secretária Glaudionora Silveira informa que serão realizadas várias reuniões

Secretária de Administação Glaudionora Silveira anuncia calendário de reuniões para tratar da situação do Nogueirão – Foto: iPad Skarlack

Depois da reunião desta segunda-feira, 14, na sede da Secretaria de Adminsitração, a equipe da Prefeitura de Mossoró e que foi designada pelo prefeito Francisco José Júnior, fará uma série de encontros para sequenciar os levantamentos sobre o Estádio Nogueirão.

De acordo com informação da secretária de Administração, Glaudionora Silveira, durante o encontro que presidiu em seu gabinete, na próxima quarta-feira, 16, o secretário de Esportes, Abraão Dutra, reunirá os filiados da LDM, às 19h, no Ginásio Pedro Ciarlini.

Em seguida, na quinta-feira, 16, Abraão repassará para a secretária de Administração, um resumo do encontro dos representantes de times filiados a LDM.

Posteriormente, haverá uma reunião do Conselho Econômico da Prefeitura de Mossoró que, finalmente, apresentará um relatório ao prefeito Francisco José Júnior.

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

Prefeitura de Mossoró vai reunir filiados da LDM

Cobranças de representantes de times pode impedir municipalização do Nogueirão

Foto: Secretário municipal de Esportes, Abraão Dutra e o presidente da LDM, Francisco Braz, conversam antes de reunião para tratar sobre o Nogueirão. Detalhes em instantes no Blog do Skarlack.

O secretário municipal de Esportes, Abrão Dutra irá reunir os 14 filiados da Liga Desportiva Mossoroense (LDM).

A reunião foi convocada para a próxima quarta-feira, 16, para que sejam apresentados os pleitos dos times que integram o quadro de filiados da LDM.

Esta reunião foi marcado em encontro entre representantes da LDM e da Prefeitura de Mossoró que acontece na Secretaria de Administração.

 

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+