Juiz revela que Rafael Mota pode ser condenado a até cinco anos de reclusão

Assinaturas e documentos de processo serão periciados e blog revela relação

Cópias de documentos que irão para pecícia

Exclusivo: cópias de documentos de processo de registro de candidatura de Francisco José que serão periciados – Foto: iPad Skarlack

Acusado pelo ex-deputado estadual Francisco José de ter sido o responsável pelo indeferimento do registro de sua candidatura, o vereador de Natal e presidente estadual do PROS poderá ter complicações ainda maiores.

De acordo com posição de um dos juízes do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) que participou da sessão em que foi indeferida a candidatura de Francisco José, se ficar confirmado que Rafael Mota teria falsificado assinatura ele poderá pegar entre dois e cinco anos de cadeia.

– A carreira de um jovem político pode terminar com sua reclusão e a pena poderá variar entre dois e cinco anos -, revelou o magistrado, que preferiu não ter a identidade revelada.

A punição para Rafael Mota, como presidente do PROS, poderá ser provocado por uma perícia em documentos estão em poder da Justiça Eleitoral e do Ministério Público.

O blog teve acesso, com exclusividade, aos documentos irão para perícia.

Se a suspeita da Justiça e do Ministério Público de que houve falsificação de assinatura e de documento, o caso poderá em prisão.

Sandro Góis é o novo prefeito do município de Areia Branca

Presidente da Câmara assume Prefeitura em lugar de Luana Bruno 

Nvo prefeito comemora posse – Foto: Assessoria

O vereador Sandro Góis (PV) é o novo prefeito de Areia Branca.

Ele assumiu em lugar da prefeita Luciana Bruno que foi cassada e afastada pelo TRE.

Com isso o vereador Antônio Luiz Neto assume a presidência da Câmara Municipal.

Neto Queiroz opina sobre o atual cenário eleitoral

Jornalista e publicitário diz que ainda é cedo para realização de caravanas 

Neto Queiroz

Jornalista e publicitário Neto Queiroz avalia o cenário político e o tempo certo para certas moibilizações de campanha – Foto: iPad Skarlack

O jornalista e publicitário, Neto Queiroz, com experiência de mais de vinte anos em campanhas políticas no Estado, entende que é cedo demais para as campanhas majoritárias saírem percorrendo o Estado em formato de caravanas.

“Essas caravanas percorrem muitos municípios num dia só e passam rapidamente, o suficiente apenas para alguns discursos e segue adiante, não há um contato mais intenso, principalmente com os apoiadores”, argumenta Neto.

Ele justifica sua opinião dizendo que como em julho praticamente não houve campanha, nesse mês de agosto a movimentação ideal é escolher os municípios chaves no Estado e visitá-los, três ou quatro por dia, reunir-se com a militância e fazer trabalho de motivação.

Neto sugere que setembro é o mês ideal para as caravanas, depois que a propaganda eleitoral no rádio e na televisão tiverem no ar, quando há um maior nível de informação do eleitor sobre o processo e uma criação de simpatia por determinadas candidaturas.

“As caravanas são ideais para a reta final, como momento de festa da campanha, agora é muito cedo, o eleitor tá muito frio. Passar alguns minutos por um município não agrega nada as campanhas nesse momento”, diz.

Bomba, bomba…

Tem gente que pode sair da página política para a policial

Daqui a pouco aqui no blog.

Aguarde!

Só Cristo Salva!

Reflexão:

Porque o Senhor disse: Pois que este povo se aproxima de mim, e com a sua boca, e com os seus lábios me honra, mas o seu coração se afasta para longe de mim e o seu temor para comigo consiste só em mandamentos de homens, em que foi instruído;

Isaías 29:13

 

Aguarda-se um pronunciamento da governadora sobre problemas do Hospital da Mulher

Rosalba Ciarlini precisa aparecer e falar sobre incidente no Hospital da Mulher em Mossoró

Rosalba-no-Hospital-da-Mulher-FILEminimizer-e1372426618874

Governadora Rosalba Ciarlini na época em que semanalmente visitava o Hospital da Mulher – Foto: Assessoria

Sobre os problemas nos viadutos do Complexo Viário da Abolição a governadora do Estado, Rosalba Ciarlini, silenciou.

Igualmente, nada falou sobre o desabamento de parte de estrutura do Centro de Educação Profissional e Tecnológico de Mossoró, na semana passada e que deixou seis operários feridos.

Todavia, porém, entretanto, no entanto, espera-se que agora, não apenas como chefe do Executivo do Estado, mas como pediatra, que Rosalba rompa o silêncio e se pronuncie sobre o incidente ocorrido no Hospital da Mulher, em Mossoró, na noite desta terça-feira, 5.

Um vazamento de oxigênio no Hospital da Mulher provocou explosão e incêndio em alguns setores da unidade.

O incidente colocou em risco as vidas das de 32 mães e seus bebês que estavam no Hospital da Mulher e, também de funcionários e médicos.

Diante da ocorrência foram todos – mães, filhos, servidores e médicos – transferidos para a Casa de Saúde Dix-sept Rosado.

E o Hospital da Mulher interditado.

Então, quem sabe, uma visita da governadora ao Hospital da Mulher e na Casa de Saúde Dix-sept Rosado para acompanhar o problema e solidarizar-se com quem foi exposto ao risco por mais uma obra irregular de sua gestão.

Aguarda-se.

Exclusivo: Veja mães e filhos desembarcando na Casa de Saúde Dix-sept Rosado

Desembarque de mães e bebês na Dix-sept Rosado 

Confira o desembargue de um grupo de mães na Casa de Saúde Dix-sept Rosado depois de interdição do Hospital da Mulher.

Exclusivo: Veja mães e filhos deixando o Hospital da Mulher

Videocast Antenado mostra mulheres e bebês embarcando em ambulância 

Por volta da meia noite o blog registrou mães deixando o Hospital da Mulher para a Casa de Saúde Dix-sept Rosado.

Leodise Cruz anuncia medidas para atender mães e crianças que estavam no Hospital da Mulher

Secretária de Saúde fala sobre pagamento de médicos que atendem na Casa de Saúde Dix-sept Rosado

A secretária de Saúde do município de Mossoró, Leodise Cruz, acompanhou a transferências de mães e filhos que estavam no Hospital da Mulher na noite desta terça-feira, 5, quando houve um fazamento de oxigêncio que provocu explosões e incêncio da unidade.

Em entrevista exclusiva ao blog Leodise Cruz fala, também, sobre o pagamento de uma parcela aos médicos que atendem na Casa de Saúde Dix-sept Rosado.

Veja o vídeo:

Hospital da Mulher é interditado

Diretor da unidade Inavan Silveira confirma interdição por termpo indeterminado

Inavan e Leodise

Diretor do Hospital da Mulher Inavan Silveira e a secretária de Saúde Leodise Cruz falam sobre esquema para atendimento de mães e crianças – Foto: iPad Skarlack

O Hospital da Mulher, em Mossoró, está interditado por tempo indeterminado.

A confimação foi feita pelo próprio diretor da unidade, Inavan Silveira, em entrevista exclusiva ao blog.

Ele antecipa que a interdição foi provocada pelo fazamento de oxigênio que provocou um incêndio em algumas dependências do Hospital da Mulher na noite desta terça-feira, 5.

A primeira medida adotada foi transferir as 32 mães e seus respectivos filhos para a Casa de Saúde Dix-sept Rosado e para o Hospital Wilson Rosado.

Igualmente, todos os médicos e servidores do Hospital da Mulher passam a trabalhar na Dix-sept Rosado para o atendimento das mães e crianças que foram transferidos para a Casa de Saúde.

Veja a entrevista no diretor do Hospital da Mulher, Inavan Silviera, no Videocast Antenado: