TSE determina retorno de Luciana Oliveira ao cargo de prefeito de Baraúna

Prefeita do PMDB havia sido afastada pelo TRE e agora volta ao cargo de novo

Luciana Oliveira

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) julgou procedente ação cautelar e determinou, nesta quinta-feira (24), o retorno ao cargo da prefeita de Baraúna, de Luciana Oliveira (PMDB).

Essa é a segunda decisão favorável Luciana Oliveira no TSE.

No dia 11 de junho o mesmo TSE já havia determinado sua volta ao cargo.

De acordo com o advogado Erick Pereira, é ampliado o entendimento do Tribunal Superior Eleitoral de que a permanência da prefeita resolve a insegurança jurídica.

A nova decisão deixa ainda mais distante a possibilidade realização de eleições suplementares em Baraúna.

É que, além das duas decisões positivas no TSE, Luciana tem a seu favor três pareceres da Procuradoria Regional Eleitoral (PRE-RN) para exercício completo do mandato, até 2016.

RETOMANDO

Luciana Oliveira aguarda que a nova decisão do TSE seja publicada no Diário Oficial Eletrônico da Justiça Eleitoral, nas próximas horas, para reassumir o mandato.

Ministro em Caicó

Garibaldi Filho grava participação em programa político de Henrique Alves

Link permanente da imagem incorporada

Caicó se transforma na capital política do Estado a partir desta quinta-feira, 24.

Na cidade lideranças como o ministro da Previdência, Garibaldi Filho (PMDB) aproveitam para contatos políticos.

Garibaldi Filho gravou no período da tarde participação em programa da propaganda eleitoral do seu candidato ao Governo do Estado, Herique Eduardo Alves (PMDB).

 

O PV de Mossoró está na berlinda

Presidente do partido João Gentil começa a ser cobrado por uma decisão de apoio para o Governo do Estado

João Gentil secretário e presidente do PV

Presidente do PV João Gentil terá que decidir a posição do partido para a disputado do Governo – Foto: iPad Skarlack

A entrevista do presidente do PV, de Mossoró, João Gentil, ao blog, segunda-feira, na qual afirma que ainda não definiu quem vai apoiar para o Governo do Estado, provocou mal-estar entre alguns governistas em nível local.

Diante da indefinição, aliados do prefeito Francisco José Júnior (PSD), estariam pressionando ao chefe do Poder Executivo, cobrando uma definição do dirigente do PV de Mossoró.

Como agravante, estão sendo apresentadas fotografias em que dirigentes do PV de Mossoró aparecem ao lado do candidato ao Governo do Estado pelo PMDB, Henrique Eduardo Alves.

Para aliados do prefeito Francisco José Júnior, o PV de Mossoró terá que se posicionar ao lado do candidato Robinson Faria, do PSD.

Através do WattSapp imagens estariam circulando como forma de cobrar uma posição oficial do PV.

DILEMA – Em Mossoró, o PV ocupa duas secretarias municipais, com o próprio presidente da sigla, João Gentil, Desenvolvimento Ambiental, e Abrão Dutra, Esportes.

Enquanto isso, no Estado, o presidente do partido, senador Paulo Dawin, anuncia que o PV está fechado com Henrique Alves.

Se anunciar que o PV de Mossoró vai apoiar o candidato do prefeito Francisco José Júnior, o PSD, João Gentil pode perder o controle da sigla.

E se confirmar que diretório local segue o comando estadual e apoia Henrique Alves, o PV pode perder duas secretarias.

Ou não, como diria o poeta baiano.

Policiais civis de Mossoró entregam munições

Movimento Polícia Legal continua na cidade

Em Mossoró, o setor policial foi movimentado por policiais civis que entregaram munições vencidas.

A entrega do material foi feita à Delegacia Regional da Polícia Civil de Mossoró.

A iniciativa faz parte do movimento Polícia Legal.

A pergunta é: os policiais agora estão sem munição?

Wilma se reúne com lideranças de São João do Sabugi e Ipueira

Candidata ao Senado do PSB cumpre agenda no Seridó 

DSC_0014

Wilma de Faria com lideranças de São João da Sabugi e Ipueira – Fotos: Assessoria

DSC_0028

Pouco antes da Feirinha da Festa de Santana de Caicó, a presidente do PSB/RN, Wilma de Faria, conversou com lideranças de São João do Sabugi e Ipueira, na busca de fortalecimento da sua campanha ao Senado nestes municípios.

“Estamos tendo essas conversas em busca da construção de uma agenda positiva em todos os municípios do RN. Queremos um trabalho empenhado de todos os aliados e os que estão chegando para somar”, observou Wilma.

Na ocasião estavam presentes os vereadores de São João do Sabugi, Braz Brito (PSB), Batista do Posto (PROS), e Rutênio (PROS), os ex-vereadores, Carlindo Júnior (DEM), e Gugu Cipriano (PROS), e o ex-vice-prefeito, Ubirajara (PSB). De Ipueira estavam presentes a ex-prefeita, Concessa (DEM) e o presidente da Câmara dos vereadores, Diego Macedo, que estavam representando o vice-prefeito, Antonio Pessoa (DEM), e os vereadores, Elias (DEM), Gobira (DEM), Kátia (DEM) e Emídio (PMN).

Após os encontros a ex-governadora seguiu para Feirinha de Santana, onde se encontrará o governador, Henrique Alves, vice-governador, João Maia, e demais integrantes da coligação “União pela Mudança”.

Com quatro deputados federais fora da disputa aumentam chances de alguns novatos

Ex-prefeita de Mossoró Fafá Rosado está entre os novos candidatos com chances de eleição para a Câmara Federal 

Fafá foto nova

Ex-prefeita Fafá Rosado é um dos novos nomes que aumentam chance de eleição – Foto: Assessoria

Com a desistência de Paulo Wagner, do PV, de concorrer à reeleição, agora são quatro os deputados federais do Rio Grande do Norte que estão fora da disputa em 2014.

Paulo Wagner havia decidido que disputaria uma vaga de deputado estadual, porém, na convenção, o comando do PV, decidiu que ele só poderia disputar um novo mandato de deputado federal.

Diante das dificuldades,  inclusive em sua saúde, Paulo decidiu não concorrer.

Os outros três deputados federais do Rio Grande do Norte que estão fora da disputa à reeleição são Henrique Eduardo Alves, do PMDB, Fátima Bezerra, do PT e João Maia, do PR.

O presidente da Câmara Federal, Henrique Eduardo Alves, disputa o Governo do Estado, porém, o deputado estadual, Walter Alves, PMDB, tenta ocupar sua cadeira.

Já o deputado federal João Maia, disputa o cargo de vice-governador na chapa encabeçada por Henrique Alves.

Em seu lugar disputa sua irmã, a médica Zenaide Maia, pelo PR.

A deputada federal Fátima Bezerra disputa uma vaga no Senado Federal.

Com a saída de mais um deputado federal da disputa eleitoral, a bancada do Estado será renovada em no mínimo 50%.

INDEFINIÇÃO – Outro deputado federal que ainda não tem definida sua candidatura à reeleição, é Betinho Rosado, do PP.

Ele enfrenta questionamentos na Justiça Eleitoral e corre o risco de ter indeferido o pedido de registro de candidatura por ter seu nome incluso na Lei da Ficha Limpa.

Se vier a ficar de fora será o quinto deputado federal que não concorrerá. Para seu lugar, comentar-se que o presidente do PP pode lançar o filho Betinho Segundo.

CONCORRENDO – Os outros três deputados federais do Estado, que estão em busca de renovar mandato são Sandra Rosado, PSB, Felipe Maia, DEM e Fábio Faria, PSD.

Diante da saída da disputa de quatro deputados federais, Sandra, Felipe e Fábio aumentam as chances de se reelegerem.

Diante das estruturas que herdaram, respectivamente, de Henrique Alves e de João Maia, o deputado estadual, Walter Alves, PMDB e a médica Zenaide Maia, PR, estão entre os favoritos para se elegerem ao primeiro mandato de deputado federal.

NOVOS – Quem também assiste aumentar as chances de eleição para a Câmara Federal são candidatos que disputam uma vaga de deputado federal pela primeira vez, como a ex-prefeita de Mossoró, Fafá Rosado (PMDB), o vereador de Natal, Rafael Mota, o deputado estadual, Antônio Jácome (PMN) e o ex-chefe da Casa Civil de Natal, Sávio Haidrack, PDT.

 

PT quer investigar prejuízo com aeroporto de Aécio Neves

Mas esquece do rombo de da Petrobrás do governo Lula sob comando de Dilma que daria para construir 125 aeroportos como o de Aécio

Período de campanha é incrível.

Umas assessorias procuram incriminar os adversários, esquecendo de cobrir seus rombos.

Confira o que escreve Reinaldo Azevedo, em seu blog no portal da Veja:

Por: Reinaldo Azevedo

Prejuízo de Pasadena: daria para construir 125 aeroportos como o de Cláudio, em Minas. Ou: A responsabilidade de Dilma

O Tribunal de Contas da União analisou detidamente os números da compra da refinaria de Pasadena. Quem quiser que vá lá desafiar os critérios. Segundo aqueles que são empregados para analisar outras operações, a Petrobras teve um prejuízo com a operação de US$ 792 milhões. Trata-se, obviamente, de uma soma fabulosa. O tribunal aponta como responsáveis 11 ex-diretores da estatal. Os membros do conselho, que era presidido pela então ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, foram poupados. Caso haja fatos novos, sua eventual responsabilidade pode ser reexaminada, mas não parece que isso esteja para acontecer.

Vamos lá. Já se escreveu e se falou muito a respeito do assunto. De fato, não parece que os membros do Conselho possam ser diretamente responsabilizados pela operação. Em situações assim, a tendência é que se fiem na avaliação da diretoria e de consultorias especializadas, que endossaram a compra. A questão que diz respeito à agora presidente Dilma é de outra natureza. Já escrevi aqui e reitero: a mim me incomoda mais a omissão da Dilma como chefe do Executivo do que da Dilma como presidente do Conselho. Por quê?

Os conselheiros perceberam, sim, que a compra de Pasadena era um mau negócio. Tanto é assim que recorreram à Justiça dos Estados Unidos para se livrar da obrigação de comprar os outros 50% da refinaria. Já ali, constataram que se tratava de uma opção danosa para a empresa brasileira. Talvez tenha faltado, no entanto, assessoria competente para demovê-los da ideia de recorrer. Afinal, não havia o que fazer. E a tentativa de se livrar da obrigação de comprar a outra metade custou alguns milhões de dólares a mais; só contribuiu para elevar o prejuízo final.

Assim, a Dilma conselheira já tinha plena ciência da operação ruinosa, realidade que ela vocalizou mais tarde, quando veio a público com o seu “eu não sabia”. Então cabe a pergunta óbvia: como é que Nestor Cerveró, então diretor da Área Internacional da Petrobras e apontado como responsável pelo relatório omisso, que havia deixado o cargo no período, digamos, pós-Pasadena, voltou a uma subsidiária da empresa, na direção financeira da gigante BR Distribuidora? “Ah, uma presidente não cuida dessas miudezas” Lamento! Não se trata de miudeza: nem o prejuízo da Petrobras nem o cargo.

É claro que a condenação tem um peso político importante. Entre os punidos, está José Sérgio Gabrielli, ex-presidente da estatal e petista de quatro costados. O PT, no entanto, tentará dar ênfase ao fato de que o TCU poupou a presidente. Uma coisa, no entanto, não dá para disfarçar: uma única operação da Petrobras na gestão Lula, quando Dilma era presidente do Conselho e chefe inconteste do setor energético, gerou um prejuízo à empresa de R$ 1.758.240.000,00: lê-se “um bilhão, setecentos e cinquenta e oito milhões, duzentos e quarenta mil reais.

Daria para construir 125 aeroportos em Cláudio. E olhem que esse é o prejuízo decorrente de uma única ação, numa só empresa.

Fonte: www.veja.com.br

O blog está “se sentindo”…

…ao receber informe direto da assessoria da presidente Dilma Rousseff (re)candidata

Por: Assessoria

PT PEDE NOVAS INVESTIGAÇÕES SOBRE AEROPORTO EM MINAS

Partido dos Trabalhadores (PT) solicitou, na manhã desta quarta-feira (22), ao Ministério Público de Minas Gerais e à Procuradoria da República em Minas Gerais a instauração de inquéritos civil público para apurar se o candidato do PSDB à Presidência da República, senador Aécio Neves(MG), usou recursos públicos para a construção de um aeroporto em propriedade de seu tio-avô, Múcio Guimarães Tolentino.

Em seu pedido, o PT requer a devida apuração para a verificação de possíveis atos de improbidade administrativa relacionados com os seguintes fatos:

(A) Houve a aplicação de recursos públicos em aeródromo que, se não for privado, está sendo administrado (o tio-avô possui as chaves do aeroporto, universalidade equiparada a bem público federal) de forma absolutamente irregular, a sugerir a infração aos arts. 36, 38, 302, VI, “e”, “f” e “j”, do Código Brasileiro de Aeronáutica, além do art. 9º, IV, XI e XII, art. 10, I, II e XIII, e art. 11,caput, e I, todos da Lei de Improbidade Administrativa;

(B) Há a exploração de universalidade equiparada a bem público federal (CBA, art. 38), em inobservância à necessidade de autorização pelo órgão regulador (art. 30 e 302, VI, “e”, “f” e “j”, do CBA), e também ao art. 11, caput, da Lei de Improbidade Administrativa;

(C) As opções para a escolha do local onde está situado o aeródromo e da empresa que executou as obras devem ser elucidadas, tendo-se em vista que as notícias publicadas remetem a possível quebra da impessoalidade na opção pelo imóvel e na empresa que executou a intervenção, com impactos na Lei de Improbidade Administrativa, além de possíveis crimes da Lei n. 8666/93 e de peculato (CP. art. 312).

O aeroporto foi construído no município de Cláudio (MG), a 150 quilômetros de Belo Horizonte, durante mandato de Aécio como governador de Minas Gerais. O caso veio à tona em notícia divulgada neste domingo (20) pelo jornal Folha de S. Paulo.

Ontem, o PT já tinha solicitado, também à Procuradoria Geral da República, em Brasília, a instauração de inquérito civil público e criminal para investigar o caso.

 

Secretaria de Desenvolvimento Social e Juventude visita unidades municipais

Amélia Ciarlini acompanha funcionar de Unidades de Atendimetno Básico e Especial 

Amélia Ciarlini visita

Por: Guilherme Ricarte

A secretária de Desenvolvimento Social e Juventude, Amélia Ciarlini, visitou na manhã desta quarta-feira, 23, cinco unidades de atendimento básico e especial às famílias carentes de Mossoró. A iniciativa teve como objetivo conhecer a situação de cada um desses locais, desenvolver um diagnóstico e providenciar melhorias.

“Iniciamos essas visitas nas unidades de proteção básica e especial com o intuito de ver, in loco, a realidade dos nossos atendimentos às crianças, jovens, adultos e idosos que estão em área de risco. O objetivo é melhorar a estrutura e as atividades, levando serviços mais qualificados para a população”, avaliou Amélia, logo após a quinta vistoria desta manhã.

O percurso começou no Alto de São Manoel, com uma visita à Unidade de Convivência da Família (UCF), que atende cerca de 100 crianças, 30 adultos e mais 40 idosos com atividades que buscam suprir as necessidades básicas de famílias carentes.

Mais detalhes no Portal Difusora.

Caos na saúde pública do Estado

Hospital Maria Alice Fernandes suspende alimentação de funcionários

Hospital Comunica

Por: Anna Ruth

A direção do Hospital Maria Alice Fernandes determinou a suspensão total do serviço de fornecimento de alimento para os funcionários da unidade. Em comunicado interno no próprio hospital, a justificativa apresentada foi a redução da comida para poder oferecer alimentos aos pacientes internados e acompanhantes.

A direção do hospital informou que houve uma “parada súbita” no fornecimento de gêneros alimentícios, “sem tempo hábil para que possamos contornar”.

Fonte: Blog Panorama Político