Paulo Wagner não disputará reeleição

Deputado retirou candidatura nesta quinta-feira

pauloO deputado federal Paulo Wagner desistiu de disputar sua reeleição. Ele oficializou a desistência nesta quinta-feira, 24.

Mais detalhes no Portal Difusora.

Começam as negociações entre Porcellanati, Cosern e Potigás

Indústria tenta acordo para retomar as operações

porcellanati divulgação

Colhemos a pouco, informações envolvendo a Porcellanati Revestimentos Cerâmicos. A indústria – que vem atravessando um momento de dificuldades em Mossoró –, iniciou uma negociação com Cosern e Potigás.

Sobre a tal negociação, fomos informados de que a diretoria da Porcellanati já havia enviado uma proposta administrativa [cujo teor não foi revelado] na tentativa de parcelar seus débitos, tanto com a Companhia de Energética do Rio Grande do Norte, quanto com a Companhia Potiguar de Gás, na busca de quitar a dívida, e, consequentemente, retomar as operações da fábrica.

Convite

Ricardo de Dodoca comemora aniversário com amigos 

O Vereador Ricardo de Dodoca,convida seus amigos,na sua residência, hoje, 20h, próximo a Praça da Pirâmide, no Bairro Belo horizonte.

Na ocasião será festejado o seu aniversário e aproveitando o momento,ele irá oficializar seu apoio ao Deputado Estadual Francisco José 90 555 e ao Governador Robson Farias 55.

O evento contará com a presença do Prefeito Francisco Jose Junior Junior,Vereadores e familiares.

O aniversariante conta com a sua valorosa presença!!

Betinho Rosado tem um Plano B

Deputado federal pode lançar o filho Betinho Segundo 

Betinho Segundo

Betinho Rosado Segundo ainda pode entrar na disputa eleitoral de 2014 – Foto: iPad Skarlack

Mesmo sendo candidato à reeleição, o deputado federal Betinho Rosado (PP) ainda não produziu nenhum material de propaganda.

Uma prova é que durante reunião realizada na sexta-feira da semana passada, quando apresentou o vice-governador do Estado, Robinson Faria (PSD) como seu candidato ao Governo, nenhuma propaganda foi exposta no auditório do Hotel Villa Oeste.

De acordo com informação colhida pelo blog, Betinho Rosado está esperando a decisão da Justiça Eleitoral sobre seu pedido de registro de candidatura.

Como teme ter o pedido indeferido, o parlamentar quer evitar eventuais gastos com peças publicitárias.

Caso venha a ter o pedido de registro de candidatura indeferido, o “Plano B” de Betinho é claro.

Lança seu filho Betinho Rosado Segundo como candidato a deputado federal.

Para isso Betinho fez o pedido de registro de candidatura de Betinho Segundo.

 

De rombo 100

Mossoró registra o centésimo homicídio

Homem morto em carro da ROCAM – Foto: 24 Horas

Em confronto com a polícia elemento é morto na comunidade do Hipolítico na zona rural de Mossoró, na manhã desta quinta-feira, 24.

É o centésimo homicídio registrado no município em 2014.

Mais detalhes no Portal Difusora.

Ufersa e Uern viram “bases” políticas para grupos que disputam eleições

Instituições de ensino estariam sendo usadas com “comitês eleitorais” em Mossoró 

Por: Gutemberg Moura

As duas universidades públicas de Mossoró, a Ufersa (federal) e a Uern (estadual), transformaram-se em “bases” políticas para grupos que disputam as eleições de 2014.
Na Uern, o Reitor Pedro Fernandes “vestiu” a camisa do rosalbismo (grupo político da governadora Rosalba Ciarlini). O envolvimento de Pedro com Rosalba é tão forte, que a pedido da governadora ele instalou, dentro da instituição, a “Escola de Governo”.
A tal Escola é considerada o “braço” político do governo estadual, e agora ganha o víeis acadêmico, com a participação direta da Uern na execução de suas atividades no Oeste.
E a Ufersa? Por lá, quem dá as cartas é o Partido dos Trabalhadores. O Reitor ufersiano, José de Arimateia, participa, ativamente, da campanha da deputada federal Fátima Bezerra ao Senado da República. Arimateia, inclusive, participa das reuniões políticas de Fátima.
Pelo caminhar dom andor, para dois meses e poucos dias, os reitores Pedro Fernandes (Uern) e José de Arimateia (Ufersa) vão concentrar esforços em atividades “não afins”. Por lá, o tom da “prosa” será outra. Ao invés de política acadêmica, política partidária.

Fonte: www.gutembergmoura.com.br

OAB realiza ação social no Abrigo Amantino Câmara

Abrigo Amantino Câmara receberá doação de fraldas geriátricas

 AbrigoAmantinoCâmara-FotoAssecomOABMossoró

Por: Andrey Ricardo

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), subseccional Mossoró, fará mais uma entrega de fraldas para os idosos do Abrigo Amantino Câmara. A ação faz parte do Projeto Fralda Solidária, criado pelos membros da Comissão OAB em Ação. A entrega das fraldas geriátricas arrecadas pela OAB será realizada na sexta-feira (25), às 14h.

A última doação foi realizada no dia 16 de maio deste ano, quando os membros da Comissão OAB em Ação arrecadaram 102 pacotes de fraldas geriátricas. Desde quando o projeto foi iniciado, a Ordem dos Advogados do Brasil já realizou cinco doações, totalizando mais de cinco mil fraldas geriátricas arrecadas e entregues.

O Amantino Câmara é uma casa que cuida de idosos. São cerca de 50 moradores que dependem de ações voluntárias como essa que é realizada pela OAB. Além de fraldas, eles precisam de produtos de limpeza, higiene pessoal, cestas básicas, etc.. Quem quiser saber como ajudar, pode ligar no (84) 3321 – 4653.

Thomaz Neto e Ricardo de Dodoca na berlinda

MP deveria investigar ‘lista negra’ da Educação

Por: Edilson Damasceno

O Ministério Público deveria entrar nessa história envolvendo servidores da educação do Estado que aparecem na chamada lista negra de demissões por estarem longe de seus locais de trabalho. É preciso saber onde está o erro e quem o cometeu. Não só porque dois vereadores de Mossoró estão na tal lista e seus nomes aparecem no Portal da Transparência, na pesquisa feita acerca da remuneração de servidores. Não são só Tomaz Neto (PDT e Ricardo de Dodoca (PTB) que precisam se explicar à Secretaria Estadual de Educação. São 550 servidores.
Não faz muito tempo o blog publicou material veiculado no Jornal de Fato veja aqui), dando conta de que o vereador Tomaz Neto estaria acumulando salário de três instituições públicas: Governo do Estado, Prefeitura de Mossoró e Câmara Municipal de Mossoró. Por lei, ele só pode ter dois salários. Teria que optar por dois. Ele até disse que teria pedido licença e que estaria perto de se aposentar do Estado. O blog não sabe se ele fez o que disse, mas seu nome continua aparecendo no Portal da Transparência e recebendo o salário normalmente. Como o último mês pago foi de junho, lá no portal informa que ele continua na ativa. Não se sabe se está em sala de aula. O mesmo acontece no sistema de informação pública da Prefeitura de Mossoró.
Não se trata aqui de acusação contra “A” ou “B”. Apenas para enfatizar algo que precisa ser investigado. Se Tomaz Neto deu entrada na licença ou pediu para que seu salário do Estado não fosse pago, é preciso saber por quais motivos tal solicitação não foi acatada. E quem tem a prerrogativa de ir atrás de tudo é o Ministério Público. Afinal, as informações que se tem é que ele continua recebendo salário de três instituições públicas, algo que não é permitido.
Além disso, Tomaz Neto e Ricardo de Dodoca são vereadores. Devem dar exemplos à sociedade. O blog não está dizendo, com isso, que eles são culpados ou que estariam infringindo algum preceito constitucional. Longe disso. Apenas dizendo que se não houver investigação para saber quem errou e de onde partiu tal erro, obviamente que os dois vão aparecer como responsáveis por tais manobras.
Leia comentário na íntegra no Blog de Edmilson Damasceno

Agenda do candidato ao Governo pelo PSD

Robinson recebe levantamento da ABIH-RN sobre o turismo durante a Copa do Mundo 

IMG_2665

O candidato ao Governo do Estado, Robinson Faria, recebeu na noite desta quarta (23) uma pesquisa de opinião sobre a realização da Copa do Mundo de Futebol em Natal. Encomendada pela Associação Brasileira da Indústria de Hotéis – ABIH-RN junto ao instituto Consult, a pesquisa ouviu os turistas que se hospedaram durante a competição nos hotéis da Via Costeira e Ponta Negra.

Participaram do encontro o presidente da Associação, hoteleiro Habib Chalita, e o diretor executivo da entidade, Márcio Guedes.

“Agradeço e felicito a ABIH-RN na pessoa do seu presidente, Habib Chalita, pela contribuição que a entidade dá à economia do nosso Estado. Essa pesquisa é um importante instrumento de avaliação e planejamento do futuro do turismo em nossa capital”, declarou Robinson.

Falsicação de documentos provoca confusão e condenção no TRE

Bate-boca entre juiz e advogado durante sessão do TRE vai parar na OAB

Por: Thaisa Galvão

O Pleno do TRE manteve, por unanimidade, na sessão desta quarta-feira, a condenação de Jéfferson Teixeira Dantas, acusado de usar documentos falsificados no processo de criação do Partido do Desenvolvimento Nacional, em Jardim de Piranhas.

Ele foi condenado, a partir de ação do Ministério Público Eleitoral, não por produzir documentos falsos – disso ele foi inocentado – mas por usar os tais documentos falsificados, de acordo com sentença do juiz André Melo Gomes Pereira, que estipulou a pena em 1 ano de reclusão mais 3 dias de multa, sendo cada dia fixado em um salário mínimo.
O próprio juiz trocou a reclusão por prestação pecuniária no valor de 10 salários mínimos.
Na sessão de ontem o relator Carlo Virgílio manteve o Acórdão da primeira instância, condenando o acusado, e foi seguido por mais 4 membros da Corte.
No sexto voto…
Eis…
O ocorrido que deu o que falar no TRE.

No voto número 6, também seguindo a condenação, o juiz federal Eduardo Guimarães rebateu o advogado do acusado, Hallrison Souza Dantas, que na sustentação oral, defendeu que, já que seu cliente havia sido absolvido – no caso da fabricação de documentos falsos – é porque não havia falsificação nenhuma.
Guimarães argumentou que o advogado dizia inverdades contra as provas que estavam nos autos, se referindo a 36 documentos falsificados anexados ao processo de número 160-61/2012.
E o bate-boca se deu…
O advogado voltou a fazer uso da tribuna para contestar o juz federal, firme na opinião de anular o processo alegando que o promotor havia faltado à audiência.
O juiz voltou a rebater justificando que, como ele poderia cobrar presença do promotor em audiência se ele também não apareceu.
E listou que a audiência, marcada para 12 de novembro de 2013, foi adiada a pedido do advogado, e remarcada para o dia 14, que aconteceria não fosse a ausência do advogado e do próprio réu.
Na audiência solicitada para 26 de novembro, quando o advogado foi, o promotor não estava.
O clima pesou…
O advogado pediu que o juiz parasse de lhe gritar, alegando que estava fazendo uso de suas prerrogativas, que vivia da advocacia e que era uma pessoa humilde….
A sessão terminou com o juiz retirando da ata da sessão o termo usado contra Hallrison, que dizia que o “advogado falava demais”…
E com o advogado, se sentindo atingido, levando o caso ao presidente da OAB, Sérgio Freire.
Tensa a sessão…

Fonte: Blog de Thaisa Galvão