O Facebook é um palanque

Internet pode ser uma forte aliada de candidatos 

Juntos, os três principais candidatos à Presidência da República, Dilma Rousseff (PT), Aécio Neves (PSDB) e Eduardo Campos (PSB), têm pouco mais de 2,7 milhões de seguidores no Facebook.

Pode parecer muito, mas o número de fãs não chega nem perto, por exemplo, dos 19,5 milhões do primeiro-ministro da Índia, Narenda Modi, considerado o mais recente caso de sucesso de um político que conseguiu transformar “curtidas” em vitória nas urnas.

Para tirar proveito da maior rede social do mundo – são 1,32 bilhão de usuários –, desde o ano passado as campanhas para presidente, governadores e senadores recebem treinamento de especialistas do Facebook.

Em entrevista ao site de VEJA, o diretor de Relações Institucionais da empresa, Bruno Magrani, conta o que o político deve e o que não deve fazer na rede para atrair os 87 milhões de brasileiros que navegam na rede de Mark Zuckerberg.

A influência das redes sociais aumentou consideravelmente de uma eleição para outra. Como o Facebook lida com isso?

A política sempre foi social e o processo político de discussão sobre programas de governo e sobre as decisões importantes para a sociedade sempre foram um processo essencialmente social. Hoje em dia, as pessoas interagem não só nas praças públicas ou nos cafés, mas têm conversas e debates sobre questões políticas na internet. A internet é a nova praça, onde as pessoas se reúnem e debatem. O Facebook é uma plataforma, mas no final das contas as pessoas estão se conectando com seus amigos, com os candidatos, com outros eleitores.

Como o Facebook está engajado nas eleições?

No ano passado, o Facebook descobriu que o termo eleições foi o segundo mais mencionado entre os usuários no mundo todo. Havia várias eleições ocorrendo ao redor do mundo e o tema estava logo atrás do papa Francisco e logo à frente do bebê real. A partir disso vimos que as pessoas estavam interessadas em falar sobre política no Facebook, em discutir o tema e em se informar sobre os candidatos. Portanto, havia uma necessidade de tornar o serviço ainda mais útil para o nosso usuário e de desenvolver ações relacionadas à política. Identificamos oportunidade para explicar como a plataforma funciona e fizemos esses treinamentos com políticos e suas equipes, trazendo a Katie Harbath [especialista global do Facebook para campanhas políticas] para o Brasil. Fizemos treinamentos e falamos com todos os partidos.

O que o candidato deve fazer no Facebook para conquistar seguidores?

Recentemente, nas eleições na Índia, foi eleito o primeiro-ministro Narendra Modi, que fez um uso enorme do Facebook. Hoje ele é um dos políticos que tem mais fãs na rede em todo o mundo. No Brasil, as equipes dos políticos nos procuraram com a curiosidade de saber o que é mais eficaz no Facebook. No Brasil, por exemplo, 87 milhões de usuários usam a ferramenta pelo menos uma vez por mês. Desses usuários, 63 milhões acessam a partir do celular. Por isso, quando o político pensa em colocar conteúdo na página dele, tem que pensar em conteúdo sucinto, considerar que o eleitor está vendo o conteúdo em uma tela pequena e, por isso, o ideal é dar enfoque no uso de imagens. O uso de vídeo também gera um engajamento alto e atrai o usuário-eleitor. Para os políticos recomendamos também proporcionar um diálogo, ter uma via de comunicação efetiva com os eleitores para permitir essa aproximação.

Nesses vídeos e mensagens que o político publica em sua página pessoal, o que o eleitor em potencial prefere?

Temos uma lista de melhores práticas para políticos no Facebook e percebemos, depois de considerar eleições em outros países, que o sucesso está muito associado a ter uma postura mais informal, mostrar imagens de bastidores. Para se aproximar do eleitor, o político tem que falar a linguagem dele e tem que aparecer em fotos e situações que interessem as pessoas. O eleitor gosta de saber, via Facebook, como é o dia na vida de um deputado, por exemplo. Pode ser uma coisa mais familiar ou a informação de que ‘estou chegando para o trabalho’. Não há uma fórmula única. Um político da Austrália, por exemplo, usou uma iniciativa chamada “Day in the Life” [Um dia na vida] em que a equipe de campanha programava uma série de publicações na página do candidato ao longo do dia contando como era o dia a dia do político, a que horas ele acordava, como era o café da manhã, as reuniões de que participava, tudo na linha de aproximar o eleitor do político. O caso da Austrália poderia ser replicado no Brasil e seria considerado uma boa prática para atrair o eleitor. Se um candidato corre maratona no fim de semana ou se tem alguma habilidade específica, deve publicar também.

O que o político não deve fazer para comprometer os amigos, curtidas e comentários que já conseguiu?

Não atualizar periodicamente a página vai afugentando o eleitor. O Facebook detectou, por exemplo, que o engajamento cresce quando o político mostra que é ele mesmo que está usando a ferramenta, e não assessores. As pessoas não esperam que o político esteja o dia inteiro cuidando da página dele Facebook, mas sempre que ele puder o recomendável é fazer sessões conhecidas como Face-to-Face, quando o político anuncia que, por vinte minutos ou meia hora, estará ali na página dele para responder às perguntas. Nesses casos, o engajamento vai lá em cima. Temos diversos estudos de caso no mundo que mostram que o engajamento é muito alto quando o político mostra para seus seguidores que ele está pessoalmente respondendo às perguntas. Sempre que o eleitor sente que tem a atenção dedicada a ele, responde à altura.

Fonte: www.veja.com.br

José Adécio é deputado de novo

Suplente do DEM assume vaga de Dibson Nasser 

20140728-093845-34725236.jpg

Por: Anna Ruth

Depois de ganhar liminar na Justiça Eleitoral, o primeiro suplente da coligação DEM-PSDB foi empossado, nesta manhã, como deputado estadual. José Adécio Costa assume o lugar de Dibson Nasser.

A solenidade de posse foi rápida e ocorreu na sala da Presidência da Assembleia Legislativa.

Fonte: Tribuna do Norte

Pesquisa Eleitoral em Currais Novos para o Governo do Estado

Henrique Alves vence pesquisa espontânea e estimulada 

Henrique e Robinson

Por: Marcos Dantas

O Item Pesquisas Técnicas em parceria com o Blog Geraldo Júnior divulga a primeira pesquisa registrada na Justiça Eleitoral sob o protocolo nº RN-00007/2014. Os dados foram colhidos somente em Currais Novos, nos dias 22 e 23 deste mês. Margem de Erro: 4,0% para mais ou para menos. Foram ouvidas 600 pessoas, na cidade e nas comunidades rurais.
Se as eleições fossem hoje em quem o Sr (a) votaria para o governo do estado do Rio Grande do Norte? (Espontânea)

Henrique Alves (PMDB) – 22%
Robinson Faria (PSD) – 11,4%
Candidato de oposição – 9%
Candidato de Geraldo Gomes – 6,6%
Candidato do prefeito – 5%
Rosalba Ciarlini – 3,5%
Outros nomes – 1,5%
Indecisos ou não quiseram opinar – 41%

Se a eleição fosse hoje e os candidatos fossem estes para o governo, qual sua opção? (Estimulado)

Henrique Alves (PMDB) – 45,5%
Robinson Faria (PSD) – 29%
Araken Farias (PSL) – 0,7%
Robério Paulino (PSOL) – 0,5%
Simone Dutra (PSTU) – 0,5%
Indecisos/Brancos/Nulos – 23,8%.

Fonte: Blog de Marcos Dantas 

Pesquisa Eleitoral em Currais Novos: Rejeição

O Item Pesquisas Técnicas aponta rejeição de candidatos ao Governo do Estado 

Robinson Faria (PSD) – 26%
Henrique Alves (PMDB) 20%
Simone Dutra (PSTU) – 7%
Robério Paulino (PSOL) – 4%
Araken Faria (PSL) – 4%
Não quiseram opinar ou não sabem 39%

Pesquisa Eleitoral em Currais Novos para o Senado

Vantagem de Wilma de Faria sobre Fátima Bezerra é de 14,5% 

Wilma e Fatima Bezerra

Por: Marcos Dantas

O Item Pesquisas Técnicas em parceria com o Blog Geraldo Júnior divulga a primeira pesquisa registrada na Justiça Eleitoral sob o protocolo nº RN-00007/2014. Os dados foram colhidos somente em Currais Novos, nos dias 22 e 23 deste mês. Foram ouvidas 600 pessoas, na cidade e nas comunidades rurais.

Qual sua opção para Senador se a eleição fosse hoje?

Wilma de Faria (PSB) – 47,5%
Fátima Bezerra (PT) – 33,0%
Roberto Ronconi (PSL)- 3,0%
Ana Célia (PSTU) – 0,0%
Indecisos/Brancos/nulos – 16,5%

Fonte: Blog de Marcos Dantas

Thurbay Rodrigues informa

Os meninos

Ficaram ouriçados porque dei atenção a leseira do “abrace Mossoró”.

Acalmem-se, o dia de repercussão acabou.

Guardei a colher e derramei o chá.

Fonte: www.thurbay.com

Primeira prestação de contas de candidatos e partidos já pode ser enviada

Esta primeira prestação de contas pode ser enviada até o dia 2 de agosto, por meio eletrônico, utilizando o sistema SPCE Cadastro. Dentro deste mesmo prazo

A partir desta segunda-feira (28), os partidos políticos, comitês financeiros e os candidatos poderão enviar à Justiça Eleitoral o primeiro relatório discriminado dos recursos em dinheiro ou estimáveis em dinheiro que tenham recebido financiamento da campanha eleitoral e dos gastos que realizarem, para cumprimento do que determina o artigo 28, parágrafo 4º., da Lei 9.504/97.

Esta primeira prestação de contas pode ser enviada até o dia 2 de agosto, por meio eletrônico, utilizando o sistema SPCE Cadastro. Dentro deste mesmo prazo, os órgãos de direção municipal de partidos políticos (diretórios/comissões provisórias) que eventualmente tenham aplicado recursos na campanha deverão prestar informações à Justiça Eleitoral, utilizando-se de módulo específico do sistema SPCE_Cadastro.

O mencionado software encontra-se disponível para download e instalação em http://www.tse.jus.br/eleicoes/eleicoes-2014/ ouhttp://www.tre-rn.jus.br/eleicoes/eleicoes-2014/, acessando o link “Prestação de Contas”. O manual contendo instruções de sua operacionalização pode ser acessado a partir do botão de Ajuda (“?”), disponível na tela inicial do sistema.

Só Cristo Salva!

Reflexão

Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus.
Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? e em teu nome não expulsamos demônios? e em teu nome não fizemos muitas maravilhas?
E então lhes direi abertamente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniqüidade.

Mateus 7:21-23

Mossoró registra 103º homicídio

Jovem foi morto no bairro Lagoa do Mato neste domingo

Um jovem de 18 anos foi assassinado na noite deste domingo, 27, em Mossoró.

O crime ocorreu no bairro Lagoa do Mato.

Confira detalhes no Portal Difusora.

 

Baraúnas perde para o Jacuipense por 4 a 1

Próximo jogo do tricolor poderá não acontecer no Nogueirão

O Baraúnas perdeu para o time do Jacuipense, por 4 a 1, neste domingo, em Feira de Santa (BA).

A partida foi válida pela segunda rodada do grupo A3 do Campeonato Brasileiro da Série D.

Os gols do Jacuipense foram marcados por Tote, aos 12 minutos do primeiro tempo.

No segundo temçpo o time baino marcou segundo gol com Casagrande, aos 3 minutos. O terceiro foi marcado pelo do lateral-esquerdo Júnior, aos 21 e Robert fez o quarto, aos 42 minutos.