Assessor de Chico Rodrigues, Leo Índio recebeu R$ 436 mil do Senado

Assessor do senador flagrado com dinheiro nas nádegas é priminho queridinho dos Bolsonaro

Assessor de Chico Rodrigues, Leo Índio recebeu R$ 436 mil do Senado

Empregado no gabinete do senador Chico Rodrigues, Leonardo Rodrigues de Jesus, o Leo Índio, recebeu 436 mil reais do Senado em um ano e meio, relata a Crusoé.

O primo dos filhos do presidente Bolsonaro trabalha como assessor parlamentar desde abril de 2019, em Brasília.

Leo Índio tomou posse pouco mais de um mês depois de Bolsonaro escolher Chico Rodrigues como vice-líder do governo no Senado.

Moro X Bolsonaro

Empate técnico no segundo turno

A nova pesquisa da XP mostra Jair Bolsonaro com 39% de ótimo ou bom e 31% de ruim ou péssimo.

O que importa para ele, porém, é o cenário do segundo turno contra Sergio Moro.

E o resultado, mais uma vez, é de empate: 36% para Sergio Moro e 35% para Jair Bolsonaro.

ROSALBA APRESENTA PROPOSTAS PARA A JUVENTUDE

REUNIÃO ACONTECEU NO SÍTIO CANTO

A primeira pergunta foi sobre a geração de emprego e renda. Rosalba disse que quer ampliar programas existentes como o Geração de Oportunidades e o Estação Juventude para qualificar o jovem e promover a entrada no mercado de trabalho, além de apoiar as empresas locais e atrair outras para abertura de mais vagas. “Eu sei que o jovem só precisa de oportunidade, de mostrar o talento, a capacidade, de empreender, como eu vejo hoje empresas mossoroenses que começaram pequenas, cresceram es estão levando o nome de Mossoró, a gente quer promover isso porque sei, que assim como eu, todos tem garra para vencer os desafios”.

Outra preocupação externada foi sobre o meio ambiente. A candidata respondeu que qualquer ação a favor do meio ambiente começa pela educação, por isso vai ampliar os Núcleos de Educação Ambiental nas escolas do município e a Sala Verde no Parque Municipal. E citou ainda o grande investimento na área do saneamento. “O saneamento é uma obra que traz benefícios para infraestrutura, saúde e o meio ambiente, pois o esgoto deixa de ser jogado no Rio Mossoró que já foi beneficiado com as obras de saneamento que estamos realizando e vamos continuar”, explicou.

A digital influencer Clara Fernandes questionou sobre ações que contemplem a comunidade LGBT. “As oportunidades serão as mesmas, todos tem direito de se divertir, de estudar, e, principalmente, de serem livres para serem como quiser, estamos junto e não toleramos discriminação, contem comigo”.

Os jovens também quiseram saber sobre os projetos e espaços para cultura, esporte e lazer. Ouviram as propostas de promover a formação de plateia e novos artistas, levando os eventos para outros pontos da cidade; a descentralização do Viva Rio Branco que pode ganhar versões também nos bairros; estruturação de campos de futebol, colocando iluminação de led tanto na zona urbana quanto na zona rural; a construção de praças com novos equipamentos para a prática de esportes.

Jovens da zona rural também participaram. E a candidata ouviu deles elogios em virtude do apoio às quadrilhas juninas, firmando compromisso de em 2020 estender os projetos do Mossoró Cidade Junina também para um polo na zona rural.

Por fim, Rosalba respondeu sobre saúde. Contou do plano de construir uma nova UPA em Mossoró, contemplando assim as quatro regiões da cidade com o serviço de urgência e emergência. E também de ações feitas na atual gestão que vão propiciar mais investimentos, como o fim das filas nas cirurgias eletivas que foram zeradas.

RN apresenta aumento na média diária de casos confirmados de Covid-19

Dados da Secretaria Estadual de Saúde

O Rio Grande do Norte passou de uma média de 195 casos de Covid-19 por dia, em 29 de agosto, para 261 casos/dia em 28 de setembro. Os dados foram contabilizados pelo Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva da UFRN (PPGSCOL) e apresentados pelo secretário estadual de saúde, Cipriano Maia, em coletiva de imprensa nesta quarta-feira (14).

“O que esperávamos era uma continuidade de queda da média de casos/dia. Mas ocorreu esse leve aumento, efeito das aglomerações de agosto e início de setembro. Isso reforça a necessidade de intensificarmos as medidas de vigilância, controle e respeito aos decretos. A pandemia não acabou e esses números mostram isso. Felizmente, ainda não se traduziram em crescimento no número de óbitos, mas também não houve uma continuidade no declínio de óbitos, se mantendo entre 3 e 5 óbitos diários. Isso não é aceitável. Cada vida vale a pena! Queremos chegar a zero óbitos/dia e esperamos que todos contribuam para que alcancemos essa meta”, alertou Cipriano.

De acordo com o boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), nesta quarta-feira, foram 73.669 casos confirmados para Covid-19, 42.284 suspeitos e 159.419 descartados. Até o momento foram confirmados 2.428 óbitos, com 5 novos óbitos registrados, ocorridos nos dias 10, 11 e 12 de outubro. Nenhum óbito foi registrado nas últimas 24 horas e um total de 404 óbitos estão em investigação.

A taxa de ocupação de leitos está em 41%. Até o final da manhã desta quarta (14), existem 216 pessoas internadas em leitos críticos e clínicos em unidades de saúde públicas e privadas do estado. Por região de saúde, a ocupação de leitos está em 34% na região Metropolitana, 55% no Oeste, 70% no Alto Oeste, 43% na região do Seridó, Mato Grande com 100% e Trairi/Potengi com 9%.

136 candidatos no RN doam para a própria campanha valor superior ao patrimônio declarado

Natal e Parelhas registram maior número de candidatos nessa situação

Candidaturas são para eleições 2020 — Foto: Reprodução/TV Globo

O Rio Grande do Norte tem 136 candidatos que registraram doações para a própria campanha em valor superior ao patrimônio declarado ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Desses, 131 declararam não ter qualquer patrimônio, ou seja, R$ 0, enquanto cinco deles declararam algum valor.

A maioria está em Natal e Parelhas, que contam com 12 candidaturas cada. Parnamirim (7), Acari (6), São Gonçalo do Amarante (6), Mossoró (5) e Nísia Floresta (5) são outras cidades que registram candidatos nesta situação.

Rhalessa de Clênio (PTB), que disputa a reeleição para a Câmara Municipal de Parnamirim, é a candidata que doou o valor de maior diferença em comparação com o patrimônio declarado no estado. Ela informou ter colocado R$ 21 mil na própria campanha. Ao TSE, porém, ela declarou não ter qualquer patrimônio.

Em nota, a advogada de Rhalessa afirma que “a candidata não possui bens, sendo esta a mais pura e límpida verdade”. O texto diz ainda que o valor da doação é compatível com os rendimentos da vereadora. “Por fim, vale ressaltar que a doação é lícita e totalmente regulamentada pelas normas eleitorais.”

Entre as 136 candidaturas nesta condição, 133 são de candidatos a vereador e três são de candidatos a prefeito: nos municípios de Galinhos, Passagem e Porto do Mangue.

O PT TENTA IMPEDIR A RÁDIO DIFUSORA DE PUBLICAR PESQUISA ELEITORAL

CAMPANHA DE ISOLDA ACIONA JUSTIÇA CONTRA PUBLICAÇÃO

A deputada estadual e candidata à Prefeitura de Mossoró, Isolada Dantas, do PT, tenta impedir que a Rádio Difusora de Mossoró (AM), publique uma pesquisa eleitoral que encomendou.

Através de sua assessoria jurídica, Isolda Dantas entrou na Justiça Eleitoral tentando impedir que a emissora faça a publicação da pesquisa para a Prefeitura Municipal de Mossoró e para a Câmara Municipal.

Aguarde os detalhes da ação do PT.

 

ROSALBA FALA SOBRE AÇÕES NA ÁREA DE SANEAMENTO BÁSICO NO ALTO DA CONCEIÇÃO

PREFEITA COMANDA CAMINHADA NO BAIRRO AO LADO DE CANDIDATOS AO LEGISLATIVO

Mesmo diante da situação caótica em que encontrou a Prefeitura Municipal de Mossoró, a prefeita Rosalba Ciarlini (PP) realizou uma série de obras no bairro Alto da Conceição.

Foi o que destacou à candidata à reeleição, ao iniciar caminhada pelo Alto da Conceição, no final da tarde desta quarta-feira (14).

Rosalba enfatizou ações na área de saneamento básico que atende toda comunidade:

Candidato a vereador é um dos presos em operação da PF contra suspeitos de ataques a carros-fortes no RN

Prisão aconteceu nesta quarta-feira (14)

Um candidato a vereador de Ipueira foi uma das pessoas detidas pela Polícia Federal nesta quarta-feira (14), durante a operação de combate a uma organização criminosa suspeita de ataques a carros-fortes no Rio Grande do Norte. Jovani Medeiros de Araújo (PL) atualmente é suplente de vereador no município, que fica na região Seridó potiguar.

Ao todo cinco mandados de prisão foram cumpridos em Caicó e Ipueira. De acordo com a PF, os suspeitos presos durante a Operação Sombra serão indiciados por organização criminosa, roubo qualificado e porte ilegal de arma de uso restrito. De acordo com a corporação, as investigações já têm um ano e apuram seis ocorrências de ataques a veículos de transporte de valores ocorridos entre junho de 2018 e julho de 2019.

O advogado de Jovani, Daniel Costa Dantas, afirmou que o candidato foi preso preventivamente por força de mandado de prisão decretado pelo Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, após o pedido ter sido negado inicialmente pela Justiça de Jardim do Seridó.

“Agora ele ficará preso preventivamente até que a gente consiga provar que ele não teve qualquer envolvimento com o que é narrado no processo criminal. Lembro ainda que trata-se de uma prisão processual e preventiva, portanto, não há qualquer condenação contra o senhor Jovani”, disse ainda o advogado.

Duas armas foram apreendidas com o candidato. De acordo com o advogado, ele possui a posse de ambas e elas são registradas em nome dele.

Já o PL do município informou que não iria se pronunciar sobre a prisão por ser um “assunto pessoal” do candidato.

G1 entrou em contato com o Tribunal Regional Eleitoral para saber como ficará a situação do candidato nas eleições municipais de 2020. A

Justiça Eleitoral indefere candidatura de Claudionor dos Santos

Ex-vereador deve recorrer da medida

Claudionor dos Santos deve assumir liderança governista na Câmara de  Mossoró – Jornal O Mossoroense

O juiz Vagnos Kelly Figueiredo de Medeiros, titular da 34ª Zona Eleitoral de Mossoró,

A Justiça Eleitoral de Mossoró indeferiu o pedido de registro de candidatura do ex-vereador Claudionor dos Santos (PL).

Em sua decisão, o juiz Vagnos Kelly, titular da 34ª Zona Eleitoral de Mossoró, atesta que Claudionor encontra-se inelegível em virtude de condenação por colegiado, no processo da Operação Sal Grosso.

A decisão do juiz Vagnos Kally acata Ação de Impugnação de Registro de Candidatura (AIRC), movida pelo Ministério Público Eleitoral.

VEJA A DECISÃO NA ÍNTEGRA

Cláudionor foi condenado em processo da Operação Sal Grosso, detonada em 2007 para desmantelar esquema de empréstimos consignados no âmbito da Câmara Municipal de Mossoró.

O MP Eleitoral argumentou que a “Lei da Ficha Limpa”  não permite que políticos ou agentes públicos com condenação por colegiado sejam candidatos.

Na sua decisão, Vagnos Kelly escreveu:

“1) ACOLHO o pedido de impugnação, declarando inelegível o pré-candidato CLAUDIONOR ANTONIO DOS SANTOS, com fundamento no art. 1º, I, “e”, item “1” da Lei Complementar Federal nº 64/1990, com redação dada pela Lei Complementar Federal nº 135/2010 (Lei da Ficha Limpa) c/c art. 14, § 9º da Constituição Federal;

2) Em consequência, REJEITO o Requerimento de Registro de Candidatura.

Faculta-se ao partido político a substituição do(a) candidato(a) indeferido(a), nos prazos e condições previstas na Res. TSE nº 23.609/2019.

CERTIFIQUE-SE o Cartório Eleitoral se o presente indeferimento provoca alteração na condição de proporcionalidade entre os gêneros e, em caso positivo, INTIME-SE o partido político para regularização, sob pena de cancelamento dos registros de todos os candidatos vinculados.”

Claudionor dos Santos cumpriu cinco mandatos (de 1997 a 2016) e foi presidente da Câmara Municipal, com a sequência interrompida nas eleições de 2016, quando não obteve êxito nas urnas. Neste ano, ele tentaria retornar ao Legislativo.

 

Chico Rodrigues vai levar ‘voadora no pescoço’ de Bolsonaro?

Um governo feito por corruptos

Chico Rodrigues vai levar voadora no pescoço de Bolsonaro?

Jair Bolsonaro, como registramos, disse há pouco que dará uma “voadora no pescoço” de quem praticar corrupção em seu governo — ele chegou a citar uma operação da Polícia Federal hoje em Roraima.

Nessa operação, um dos alvos foi o senador Chico Rodrigues (DEM), vice-líder do governo no Senado.

Bolsonaro vai dar uma voadora no pescoço de Chico?

Ou vai fingir que nada aconteceu, como fez quando Fernando Bezerra Coelho, líder do governo no Senado, e Ricardo Barros, líder do governo na Câmara, foram alvos de operações policiais?
BATIDA A Polícia Federal esteve na manhã de hoje na casa do senador Chico Rodrigues (DEM), em Boa Vista. Ele é um dos vice-líderes do governo Bolsonaro no Senado.

As buscas foram realizadas no âmbito da Operação Desvid-19, que corre em sigilo, contra um esquema criminoso de desvio de recursos de emendas parlamentares destinadas ao enfrentamento da pandemia da Covid-19 em Roraima.