Porcino Júnior fala sobre a nova Central do Cidadão

Posto Avançado é inaugurado no Shopping Popular

Mossoró ganha um Posto Avançado da Central do Cidadão, instalada no Shopping Popular, no centro comercial da cidade.

Sobre a nova Central do Cidadão, uma parceria do Governo do Estado com o Grupo Porcino, o empresário Porcino Júnior, explica na LIVE ANTENADO:

 

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

Licença para voltar: Daniel Craig vai mesmo interpretar o próximo James Bond

O seu regresso foi noticiado nas últimas semanas e a confirmação foi dada esta terça-feira pelo próprio actor

Foram muitos os nomes apontados, mas o próximo 007, o 25º título da saga James Bond, vai ser mesmo interpretado por Daniel Craig. O agente secreto mais famoso do mundo vai voltar em 2019 e, depois de muito se especular, o regresso do actor britânico que protagonizou os quatro últimos filmes da saga é finalmente confirmado.

A notícia tinha sido já avançada pelo New York Times em Julho, mas carecia de uma confirmação pública. O anúncio foi feito pelo próprio actor esta terça-feira, durante uma entrevista no Late Show with Stephen Colbert, um programa da CBS. Daniel Craig, que começou a representar a personagem de James Bond em 2006, como sucessor de Pierce Brosnan, afirmou que “não podia estar mais feliz”.

O actor confessou que durante todo o dia tinha sido questionado sobre o seu eventual regresso à saga Bond, mas quis guardar a verdade para Colbert. O apresentador pediu-lhe “boas notícias” e perguntou-lhe directamente se iria regressar à saga. Craig confirmou a novidade com um sólido “sim”.

“Sempre o quis, mas precisava de uma pausa”, argumentou o actor, de 49 anos, que em 2015 disse em entrevista à Time Out London que preferia “cortar os pulsos” a voltar a interpretar o agente britânico. Mais, acrescentou até que se voltasse ao papel de James Bond seria “apenas pelo dinheiro”.

Esta terça-feira o actor justificou as afirmações, sublinhando que foram feitas dois dias depois das gravações do Spectre, assumindo-se exausto. “Em vez de dizer alguma coisa com estilo e classe, dei uma resposta muito estúpida.”

Esta será a quinta vez que Craig vestirá a pele de James Bond. O actor acrescentou que será – definitivamente – a última vez que interpretará o famoso agente e que quer “terminar em grande”. O actor deu corpo ao agente em 007: Casino Royale007: Quantum of Solace (2008), 007: Skyfall e o mais recente, 007: Spectre.

O novo filme vai estrear nos ecrãs norte-americanos a 8 de Novembro de 2019.

Fonte: Uol

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

Homenagens a Lula são questionadas ou canceladas na caravana do PT pelo Nordeste

Condenado e réu em vários processos o líder do PT assiste ao aumento de sua reprovação 

POR THAISA GALVÃO

 

Não é só em Currais Novos que um título que seria concedido ao ex-presidente Lula (PT) na passagem de sua caravana pelo município administrado pelo PT foi cancelado.

A Folha de S. Paulo mostra hoje que a caravana de Lula que começa hoje na Bahia e seguirá pelo Nordeste afora, não será tão bem recebida quanto a militância lulista previa.

Em Currais Novos, como o Blog já informou, Lula não receberá o título de Cidadão local, como chegou a propor a vereadora Tércia Lêda (PT), na sua passagem pela cidade no próximo dia 27.

Um mal estar na Câmara fez a vereadora retirar a proposição, e Lula visitará o município mas não sairá de lá com o título de Cidadão Curraianovense.
Veja na Folha como está sendo traçado o roteiro de Lula no Nordeste.

 

A agenda da viagem do ex-presidente Lula pelo Nordeste incluirá o encontro com um reitor que foi ameaçado, uma honraria que está sendo contestada na Justiça e a entrega de um título de cidadão proposto há duas décadas.
A caravana que será iniciada nesta quinta (17) em Salvador e passará por 28 municípios nordestinos demandou engenharia complexa para conciliar homenagens ao ex-presidente em nove Estados.
Na Paraíba, o ex-presidente vai receber um título de cidadão de João Pessoa proposto em 1997 pelo então vereador Júlio Rafael (PT), morto em 2013. A proposta, aprovada na época, foi resgatada pelo vereador Marcos Henriques (PT).
O ato, contudo, acontecerá sem a presença da Mesa Diretora da Câmara: “Não vamos participar. Entendemos que é um contrassenso entregar um título a alguém condenado por corrupção”, diz o vice-presidente da Câmara, vereador Lucas de Britto (PSL).
A honraria de duas décadas atrás foi a solução encontrada após a entrega de título de doutor honoris causa ao ex-presidente não ter sido confirmada pela UFPB (Universidade Federal da Paraíba).
O ato chegou a ser divulgado pelo PT, mas a reitora Margareth Diniz informou que não teria tempo hábil para organizar a solenidade. Segundo ela, “não há viés político” na decisão de postergar a entrega do título, aprovado pela universidade em 2011.
Em Alagoas, por outro lado, a entrega do título de doutor honoris causa a Lula foi confirmada pela Uneal (Universidade do Estado de Alagoas). O ato acontecerá na quarta (23) em Arapiraca.
O reitor da universidade, Jairo José Campos da Costa, diz ter sido ameaçado de morte no final de julho, dias depois da divulgação da homenagem (leia texto abaixo).
Já na Bahia bastaram três semanas para que a Universidade Federal do Recôncavo propusesse, aprovasse e marcasse a data para a entrega de honraria semelhante.
O vereador de Salvador Alexandre Aleluia (DEM), porém, entrou com ação popular na Justiça Federal pedindo a suspensão da homenagem. “A gente não pode achar normal que se conceda uma honraria a uma pessoa que foi condenada. Criminoso não merece título, merece sentença”, diz o vereador, que também questiona o uso da universidade como palco de “campanha antecipada”.
Em entrevista a uma rádio, o ex-governador Jaques Wagner (PT-BA) disse que o vereador era movido pela “inveja”. “Quem sabe, se trabalhar, ele pode chegar ao nível que o presidente Lula chegou.”
Em Estância (SE), o vereador Sandro de Bibi (PRB) entrou com um pedido de anulação do título de cidadão que será concedido ao ex-presidente. Ele alega que a homenagem foi aprovada em regime de urgência, desrespeitando o regimento interno.
O PT também teve que mudar a programação em Salvador –um ato que seria realizado no Cerimonial Pupileira, administrado pela Santa Casa da Bahia, foi transferido para a área interna do estádio da Fonte Nova.
Presidente do PT na Bahia, Everaldo Anunciação afirma que a administração da Santa Casa vetou o uso do local, alegando que seria inadequado para eventos políticos. Jaques Wagner disse que houve “preconceito” com Lula.
A Santa Casa nega veto e diz que o ato foi anunciado no local pelo PT antes que um contrato fosse firmado.

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

Governo vai adiar reajuste de servidores, mudar tributos e teto salarial

Medidas visam redução de custos e foram anunciadas nesta terça-feira

O Ministro da Fazenda Henrique Meirelles e o do Planejamento, Dyogo Oliveira, anunciam revisão da meta para 2017 e 2018 Foto: Ailton Freitas / Agência O Globo

O governo anunciou nesta terça-feira (15) uma série de medidas que visam a redução de custos, entre elas o adiamento, por um ano, do reajuste prometido a servidores a partir de janeiro de 2018 e a instituição de teto salarial no serviço público, que não poderá ultrapassar os R$ 33,4 mil pagos a ministros do Supremo Tribunal Federal (STF).

As medidas foram anunciadas logo após os ministros da Fazenda, Henrique Meirelles, e do Planejamento, Dyogo Oliveira, confirmarem que o governo vai propor ao Congresso elevar o teto para o rombo das contas públicas em 2017 e 2018, para R$ 159 bilhões.

Mudanças em tributos

Somente com a mudança em tributos, o governo espera arrecadar R$ 14,5 bilhões a mais no ano que vem. Entre as alterações, está uma mudança na tributação sobre fundos de investimento fechados, que passarão a ser tributados anualmente, como já é feito com os fundos abertos.

“São aqueles fundos que não são abertos ao público, fundos fechados”, disse o ministro Meirelles.

Photo published for Governo adia reajuste de servidores e aumenta previdência | VEJA.com

Ele explicou que a alíquota de tributação desses fundos não está sendo alterada, mas sim apenas o formato de cobrança. Até então, a tributação incidia somente quando havia saques, ou quando os fundos eram encerrados. Agora, passarão ser feitos anualmente, o que gerá R$ 6 bilhões a mais em arrecadação no próximo ano.

A equipe econômica também decidiu que não vai elevar o benefício para exportadores no ano que vem, por meio do chamado Reintegra. A alíquota do programa, que “devolve” aos empresários uma parte do valor exportado em produtos manufaturados via créditos do PIS e Cofins, subiria de 2% neste ano para 3% em 2018. Mas isso não vai mais acontecer, e a alíquota permanecerá em 2% no ano que vem – o que gerará um aumento na arrecadação de R$ 2,6 bilhões a mais no ano que vem.

Outra medida é o aumento da tributação sobre a folha de pagamentos, que já havia sido anunciada neste ano, mas que ainda não passou pelo Congresso Nacional. O governo espera reonerar o setor produtivo, e arrecadar R$ 4 bilhões a mais no ano que vem. A medida, porém, ainda precisa passar pelo Congresso Nacional.

O governo também vai propor um aumento da contribuição previdenciária dos servidores públicos de 11% para 14% para quem ganha acima de R$ 5,3 mil e, com isso, espera arrecadar R$ 1,9 bilhão a mais em 2018.

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

Arrastão na Escola Estadual José Martins de Vasconcelos em Mossoró

Dezenas de alunos foram vítimas de dupla de ladrões

POR PASSANDO NA HORA

Dois bandidos, sendo um deles armado e o outro com uma mochila, em uma FAN de cor escura,  invadiram por volta das 15hs desta terça-feira, 15, uma das salas de aula da Escola Estadual José Martins de Vasconcelos, localizado na Rua Freirinho, no bairro Liberdade I, e realizaram um verdadeiro arrastão.

De acordo com a Polícia Militar, pelo menos trinta e cinco alunos e professor do segundo ano A, foram rendidos, e trancados em uma sala, enquanto um com arma apontada ameaçava, o outro com a mochila tomava todos os pertences das vítimas.

Foram vários aparelhos celulares, tabletes, entre outros objetos. Os alunos e professor foram orientados a prestarem queixa na delegacia. Várias viaturas da policia militar realiza patrulhamento na tentativa localizar a moto com os suspeitos que fugiram em direção ignorada

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

POLÊMICA: PASTOR É BLOQUEADO NO FACE POR DEFENDER O DIA DOS PAIS

ABÍLIO SANTANA SE DECLARA CONTRA O “DIA DO CUIDADOR” E ANUNCIA QUE É CANDIDATO A DEPUTADO FEDERAL PELA BAHIA

O pastor evangélico, Abílio Santana, da Bahia, teve sua conta no Facebook bloqueada, depois de defender a manutenção das comemorações do “Dia dos Pais”. No mesmo vídeo, ele se declarou contra o projeto que tramita no Congresso Nacional que dispõe sobre a criação do “Dia do Cuidador”. Confira a opinião do pastor, que revelou o bloqueio através de outro vídeo gravado via WhatsApp:

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

UNIDOS PELA ADUERN

OPINIÃO

POR ANTÔNIO GOMES

A Universidade do Estado do Rio Grande do Norte é uma Instituição séria que, ao longo dos seus quase 50 anos, construiu, pela sua idoneidade, um perfil moral e ético no conceito educacional do Estado do RN e, porque não dizer, no contexto nacional.
Lamentável que algumas pessoas que almejam o poder, desde que a UERN existe, insistem em colocar no seio da mesma a mesma prática da política partidária, utilizando-se de plantar histórias fantasiosas e facciosas sempre que ocorre uma disputa em qualquer setor.
Dessa feita, infelizmente, num ato de desespero, insistem em querer plantar junto aos aposentados, de que caso a chapa UNIDOS PELA ADUERN, ganhe irá promover a separação da folha salarial colocando os aposentados na folha do IPE.
Acreditamos que somente o desespero e a ingenuidade dos intempestivos a atos indignos de ética, aliás, não nos surpreende quando os acusadores são os de sempre que insistem com a mesma técnica dos vencidos.
Gostaríamos, no entanto, de assegurar que durante todos os anos que trabalhei e me dediquei exclusivamente a esta Instituição ocupei todos os cargos administrativos, com exceção de reitor e vice-reitor; além disso, fui com muito orgulho vice-presidente da Aduern juntamente com o saudoso Professor Valmir Godeiro como Presidente. Jamais, em hipótese alguma, iria cometer tal despropósito junto aos aposentados, visto ser o que hoje sou, e por não me ater a falta de caráter para tal despropósito.
Para tanto, solicito humildemente a todos os que confiam na nossa retidão de caráter o voto para iniciarmos um sindicato sem bandeira político-partidária, somente e unicamente com o propósito de construirmos uma Universidade autônoma, transparente, responsável e digna do povo norte-rio-grandense.
Desde já nosso muito obrigado a todos os colegas professores, em especial, aos aposentados.

Fonte: Face de Antônio Gomes

 

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

Em coletiva à imprensa, hospital esclarece falso desaparecimento de recém-nascido

Diretores de hospital concedem entrevista e delegado também fala sobre o caso

POR REDE NEWS

Hospital Maternidade Almeida Castro concedeu, na manhã desta terça-feira (15), uma coletiva de imprensa para prestar esclarecimentos sobre o suposto desaparecimento de um bebê recém-nascido, o qual, segundo uma família mossoroense, teria ocorrido na noite de quinta-feira (10), após realização do parto de uma paciente que acreditava estar grávida de gêmeos.

Através de áudios e textos o assunto se espalhou nas redes sociais e chamou a atenção da sociedade, ainda na noite da quinta-feira (10), depois da mãe acusar o hospital público de ter “desaparecido” com suposta segunda criança, que ela acreditava ter dado a luz. No entanto, o caso só despertou interesse da imprensa potiguar no domingo (13), após o portal REDE NEWS 360 noticiar a existência da acusação e passar a apurar.

Na manhã de hoje, diante de diversos veículos de comunicação, inclusive do portal REDE NEWS 360, os médicos ginecologistas e obstetras Manoel Nobre e Luiz Dalama, que realizaram o parto da paciente, desmentiram veementemente a versão da família, reafirmando a versão do hospital já divulgada por sua Assessoria de Imprensa.

O hospital garante que a paciente deu a luz a apenas um bebê, do sexo feminino. Os médicos dizem acreditar que a paciente tenha tido um surto, ao afirmar que teria dado a luz a “gêmeos” e que o hospital teria “desaparecido” com um dos bebês.

Os médicos admitiram que, ao dar entrada no hospital, a paciente apresentou 1 (uma) ultrassom que indicava gravidez gemelar, a qual, segundo os médicos, não foi confirmada por uma nova ultrassom realizada momentos antes da realização do parto.

Ainda segundo os médicos, diante da afirmação da paciente de que estaria grávida de gêmeos, diante do novo laudo que atestava a existência de apenas um feto, bem como diante da percepção de urgência no tocante ao parto, o hospital adotou medidas de precaução e, uma delas foi trazer o esposo da paciente para assistir todo o procedimento do parto e atestar que de fato se tratava de apenas um bebê.

O portal REDE NEWS 360 questionou os médicos e o hospital se havia possibilidade da imprensa ter acesso ao laudo, a ultrassom realizada momentos antes do parto, bem como demais documentos que permitíssemos irmos além das declarações verbais apresentadas na versão do hospital, facilitando assim a confirmação de que se tratou de apenas um bebê. Os médicos explicaram que tais documentos são confidenciais, mas garantiram que o hospital apresentaria-os diante de autorização formal da paciente.

O portal REDE NEWS 360 também questionou os médicos sobre a suposta existência de vídeos e áudios que, segundo Assessoria de Imprensa do hospital divulgou, em nota anterior, teriam sido produzidos como forma de registrar todo o atendimento à paciente. Os médicos desmentiram tal informação, negaram a existência de qualquer conteúdo do tipo e explicaram que registrar o parto de tal forma seria ilegal.

Após a coletiva, o portal REDE NEWS 360 ouviu o delegado Caetano Bauman, da 2ª Delegacia de Polícia Civil de Mossoró, na qual foi apresentada a queixa de suposto desaparecimento de recém-nascido.

Questionado sobre o caso, Bauman foi catedrático ao dizer que a acusação não se sustenta, uma vez que uma irmã da paciente, ao procurar a delegacia para registrar a queixa, não apresentou qualquer documento que embasasse minimamente a grave acusação.

Bauman informou ainda que, ao tomar conhecimento do caso, realizou alguns procedimentos investigativos, através dos quais logo constatou extrema fragilidade da inconsistente versão da família, diante da reputação irretocável dos médicos que estiveram à frente da realização do parto da paciente.

Por fim, o portal REDE NEWS 360 localizou, no bairro Sumaré, uma irmã da paciente que diz ter dado a luz gêmeos. Juntos a irmã, buscamos os supostos documentos que, a princípio, a família disse ter, e que, ainda segundo a família, atestavam a gravidez gemelar alegada pela paciente.

A irmã, que não informou o endereço da paciente, não quis gravar entrevista e nem aceitou registro com foto, confessou não ter em mãos qualquer documento que embase a versão da família, mas insistiu com a afirmação da existência de tais documentos, os quais, ainda segundo a família, se encontram com a advogada mossoroense Dra. Érika Georgia Dantas, que assumiu o caso.

Ainda no Hospital Maternidade Almeida Castro, durante a coletiva de imprensa, o portal REDE NEWS 360 registrou a ausência da paciente, de qualquer parente, bem como da advogada, a qual a família diz estar cuidando do caso.

Diante dos fatos apurados e com a certeza do dever cumprido, o portal REDE NEWS 360 encerra a apuração do caso, até que eventuais novos elementos venham surgir.

 

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

Supremo anula nomeação de mulher e filhos por prefeito do Rio Grande do Norte

Ministro do STF Marco Aurélio de Melo se posiciona sobre caso de nepotismo

POR CONSULTOR JURÍDICO

Nomear cônjuge ou parente direto para cargo público é nepotismo, prática vedada pela Súmula Vinculante 13 do Supremo Tribunal Federal. Com esse entendimento, o ministro Marco Aurélio, do STF, deferiu liminar para suspender a eficácia de portarias do prefeito do município de Touros (RN), Francisco de Assis Pinheiro de Andrade, nomeando sua mulher e filho para cargos de secretário municipal. A decisão foi tomada na Reclamação 26.424, ajuizada por um advogado residente na cidade.

Segundo o ministro Marco Aurélio, norma sobre nepotismo não cria exceção para cargo de secretário municipal.

A reclamação questiona as portarias 4/2017 e 5/2017, por meio das quais o prefeito nomeou sua mulher para o cargo de secretária de Assistência Social, Cidadania e Habitação e o filho como secretário de Saúde. O autor do pedido no STF sustenta que os nomeados não possuem qualificação técnica nem experiência nas áreas, tampouco histórico de atuação na administração pública.

Em informações prestadas ao relator, o prefeito reconhece as nomeações, mas considera que a regra que veda o nepotismo na administração pública faz uma exceção aos cargos políticos, no caso de secretários municipais, ressaltando a qualificação técnica de seus indicados para o exercício das funções.

Três vedações
Segundo o ministro Marco Aurélio, os atos do prefeito de Touros mostram-se incompatíveis com o enunciado da SV 13. O verbete prevê que “a nomeação de cônjuge, companheiro ou parente em linha reta, colateral ou por afinidade, até o terceiro grau, inclusive, da autoridade nomeante ou de servidor da mesma pessoa jurídica investido em cargo de direção, chefia ou assessoramento, para o exercício de cargo em comissão ou de confiança ou, ainda, de função gratificada na administração pública direta e indireta em qualquer dos poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, compreendido o ajuste mediante designações recíprocas, viola a Constituição Federal”.

O relator explicou que o enunciado contempla três vedações distintas relativamente à nomeação para cargo em comissão, de confiança ou função gratificada em qualquer dos Poderes de todos os entes integrantes da federação.

Segundo ele, a primeira diz respeito à proibição de designar parente da autoridade nomeante. A segunda se refere a familiar de servidor da mesma pessoa jurídica investido em cargo de direção, chefia ou assessoramento. A terceira refere-se ao nepotismo cruzado, mediante designações recíprocas. “No mais, o teor do verbete não contém exceção quanto ao cargo de secretário municipal”, afirmou. Com informações da Assessoria de Imprensa do STF.

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

Presidente da Câmara Municipal continua afastado

Em Natal Ranieri Barbosa não reassume presidência do Legislativo 

A Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, negou, por unanimidade, o pedido da defesa para o vereador Raniere Barbosa (PDT) retornar ao mandato e à Presidência da Câmara Municipal.

Ainda determinaram que o juiz José Armando Pontes determine o período em que o parlamentar deve permanecer afastado.

Raniere é acusado de envolvimento na Operação Cidade Luz, que investiga em desvios de recursos públicos na Secretaria de Serviços Urbanos de Natal.

A defesa de Raniere é feita pelo advogado Keneddy Diógenes, que vai recorrer agora ao STJ, após a primeira e segunda instâncias negarem o retorno do parlamentar ao cargo.

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+