Defesa do governador emite nota

Assessoria jurídica se pronuncia sobre operação desta terça-feira

A defesa do governador do Estado, Robinson Faria, (PSD), se pronunciou sobre a operação desta terça-feira. Confira:

NOTA
O Governador Robinson Faria nega veementemente a prática de qualquer irregularidade durante seu mandato de deputado estadual, encerrado em 2010 e reforça que sempre esteve à disposição para prestar qualquer esclarecimento.
Apesar de não concordar com a diligência realizada nesta data, tem profundo respeito pela justiça e confia no rápido restabelecimento da verdade.
Até o momento a defesa não teve acesso aos autos.
José Luis Oliveira Lima

Advogado

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

Operação Anteros atinge representantes dos três Poderes do RN

Autoridades do Executivo, Legislativo e Judiciário foram citados por delatora Rita Mercês

A Operação Anteros (VEJA AQUI), detonada pela Polícia Federal na manhã desta terça-feira (15), é o primeiro resultado prático da delação premiada da ex-procuradora da Assembleia Legislativa do Estado, Rita das Mercês.

Ela negociou com o Ministério Público Federal (MPF), para atenuar a situação delicada situação junto a Justiça.

Ritinha, como é conhecida, foi presa em agosto de 2015 pela Operação Dama de Espadas (VEJA AQUI), acusada pelo Ministério Público Estadual (MPRN) de comandar esquema criminoso que desviou pelo menos R$ 5 milhões da Assembleia Legislativa, através de “funcionários fantasmas”.

A delação de Ritinha não chegou ao conhecido da Procuradoria Geral de Justiça (PGJ) do Estado, uma vez que ela preferiu relatar tudo que sabe ao MPF. Ritinha teria receio de que houvesse interferência no Ministério Público do RN.

A delação de Rita foi negociada em acordo conduzido pelo procurador da República Rodrigo Teles, a quem Rita narrou crimes na administração dos três poderes do Rio Grande do Norte e deixou claro que não é ela a dama de espadas. Ao entregar o ExecutivoJudiciário e Legislativo, a ex-procuradora da Assembleia Legislativa sabia que inevitavelmente o foro seriam os tribunais superiores, já que perante o STJ respondem o governadores e desembargadores.Fonte: Defato.com

Pelo menos um membro do Tribunal de Justiça do RN foi citado na delação de Ritinha.

Com a negociação direta com o MPF, as instâncias locais ficarão agora obrigadas a seguir todos os procedimentos que vão derivar do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

‘Zé Bonitinho’ é um dos presos na Operação Anteros

Ele ficou conhecido a partir da Copa do Mundo de 2014

Adelson de Freitas Reis, foi um dos presos na Operação Anteros.

Ele tornou-se figura bastante popular na Copa do Mundo de 2014, realizada no Brasil.

Ele se fantasiou de “Zé Bonitinho”, assumindo o papel de sósia do saudoso humorista da televisão brasileira, para fazer sucesso.

O Zé Bonitinho potiguar, como ficou conhecido, fez a alegria nas arenas, tirou fotos com celebridades e distribuiu autógrafos.

Ele também movimenta já movimentou o período junino de Natal, com o Arraiá do Zé Bonitinho, ocupando área na Reta Tabajara.

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

Prefeitura de Tibau vai apresentar propostas do PPA neste sábado

Prefeito Naldinho comandará audiência pública no próximo sábado

POR ACLECIVAN SOARES

O prefeito Josinaldo Marcos de Souza (PSD) “Naldinho”, do município de Tibau, vai realizar no próximo sábado, 19, na Câmara Municipal de Tibau, a partir das 8h, Audiência Pública para apresentar as propostas do Plano Plurianual (PPA) – 2018-2021.

É através da audiência pública que se reúne secretários de governo, vereadores, representantes de classes e da sociedade civil organizada, para apresentar as propostas debatidas na construção da elaboração do Plano Plurianual que será encaminhado para a Câmara de vereadores para ser votado.

O prefeito Naldinho destaca que a elaboração do PPA é importante para que seja desenvolvida a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e, respectivamente, a Lei Orçamentária Anual (LOA), correspondente a cada ano.

“É através da audiência pública que a comunidade toma conhecimento sobre a importância do PPA e também decide quais as prioridades do município, que rumo daremos para Tibau nos próximos quatro anos. Governo participativo é de suma importância para que possa beneficiar a população com programas, ações objetivos e metas da administração municipal”, enfatizou Naldinho.

Naldinho pede para que a população possa participar e contribuir para o planejamento da cidade para os próximos quatro anos.

O QUE É O PPA

O Plano Plurianual é um documento elaborado pelo Poder Executivo a partir de diagnósticos e estudos prospectivos que orientam a escolha das políticas públicas que serão conduzidas pelo Governo Municipal. É no PPA que se estabelecem os programas e seus respectivos objetivos, as ações, os indicadores de custo e metas da administração municipal direta e indireta para os próximos quatro anos. O PPA irá orientar as ações do Governo a médio prazo, e servirá de base para a elaboração da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e da Lei Orçamentária Anual (LOA).

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

Reencontros marcam Festa dos Ex-alunos do Diocesano

Festa foi realizada no final de semana

Ser Diocesano é para toda a vida. Esse foi o principal sentimento na Festa dos Ex-alunos do colégio, realizada no sábado, 12. Momento de reencontros, de alegria e de relembrar histórias construídas ao longo de 116 anos. A comemoração aconteceu com uma feijoada servida em espaço montado ao lado do Ginásio Carecão, animado ao som das bandas Samba Chic, Giannini, Renata Falcão e a dupla Aline e Dayvid. Os diretores do Diocesano Santa Luzia, padres Sátiro Cavalcanti e Charles Lamartine, recepcionaram o público e resumiram a festa com uma palavra bastante ouvida em quase todas as rodas de conversas: “Emocionante”.

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

Após conseguir mais de R$ 1 mi em emendas com Walter Alves, prefeito de Apodi busca novos projetos para 2018

Alan Silveira se articula em busca de novos recursos para o município

Cumprindo agenda administrativa em Natal nesta segunda-feira (14), o prefeito de Apodi Alan Silveira se reuniu com o deputado Federal Walter Alves para discutir projetos futuros para o município.

A ideia é conferir as emendas destinadas pelo deputado para este ano e garantir a alocação de novas emendas parlamentares para 2018. “Estamos sempre buscando, junto aos nossos parlamentares, benefícios para a cidade de Apodi, visto que eles podem contribuir bastante com a nossa gestão”, comentou Alan.

Somente neste ano, Walter destinou mais de R$ 1 milhão em emendas para o município de Apodi. São R$ 500 mil do Ministério do Turismo para ser investido em placas e sinalizações dos pontos turísticos, R$ 300 mil do Departamento Nacional de Obras Contra a Seca (DNOCS), que serão usados na construção de três pontes metálicas, e R$ 290 mil do Turismo para calçar o trecho que liga o museu até o sítio arqueológico Lajedo de Soledade, ambos na região da Chapada.

Conforme Alan, esta última emenda já está em caixa, aguardando apenas a assinatura do contrato e a confecção do projeto para ser liberada. As demais emendas devem ser empenhadas até o final do ano, pois são impositivas.

“Como está quase tudo encaminhado, já estamos pensando em 2018, em novas emendas e novos projetos. O deputado Walter nos garantiu que vai continuar colaborando com o nosso Apodi”, concluiu o prefeito Alan Silveira.

Ainda durante a reunião com o deputado Walter, o prefeito discutiu sobre o projeto dos alevinos que será desenvolvido pelo DNOCS em Apodi. A ideia tem como objetivo garantir o repovoamento da lagoa e de açudes do município com tilápias.

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

PF e Receita miram esquema de lavagem de dinheiro e evasão de divisas que movimentou R$ 5,7 bilhões

Investigações começaram em 2015

A Polícia Federal (PF) cumpre uma operação na manhã desta terça (15) contra um esquema de lavagem de dinheiro e evasão de divisas que movimentou ilegalmente R$ 5,7 bilhões. Estão sendo cumpridos 153 mandados judiciais em cidades do Paraná, Santa Catarina, São Paulo, Minas Gerais, Espírito Santo.

As investigações começaram em 2015 e tiveram como foco um grupo criminoso composto de cinco núcleos interdependentes que utilizavam contas bancárias de várias empresas, em geral, fantasmas, para receber valores de pessoas físicas e jurídicas interessadas em adquirir mercadorias, drogas e cigarros provenientes do exterior, especialmente do Paraguai.

As empresas controladas por essa organização criminosa movimentaram os mais de R$ 5 bilhões entre 2012 e 2016.

Dos 153 mandados, dois são de prisão preventiva, 17 são de prisão temporária e 53 são de condução coercitiva, que é quando a pessoa é levada para prestar depoimento, além de 82 de busca e apreensão.

A ação foi batizada de Operação Hammer-on e conta com a participação de mais de 300 policiais e 45 servidores da Receita Federal.

Além de lavagem de dinheiro e evação de divisas, a ação também investiga os crimes de organização criminosa, gestão temerária, operação irregular de instituição financeira e uso de documento falso.

O dinheiro ilícito

O dinheiro ilegal era creditado nas contas das empresas controladas pela organização criminosa e, em seguida, enviado para o exterior de duas maneiras, segundo a PF.

1ª: usando o sistema internacional de compensação paralelo, sem registro nos órgãos oficiais, mais conhecido como operações dólar-cabo.

2ª: por intermédio de ordens de pagamento internacionais emitidas por algumas instituições financeiras brasileiras, duas destas já liquidadas pelo Banco Central. Essas ordens de pagamento eram realizadas com base em contratos de câmbio manifestamente fraudulentos, celebrados com empresas “fantasmas” que nem sequer possuíam habilitação para operar no comércio exterior.

O nome da operação

A operação Hammer-on, é um desdobramento das operações Sustenido e Bemol, deflagradas pela Polícia Federal e pela Receita Federal de Foz do Iguaçu, respectivamente, em 2014 e 2015.

Na teoria musical, o “sustenido” e o “bemol” são notas intermediárias entre outras duas notas musicais. Analogicamente, as organizações criminosas desarticuladas em decorrência das operações Sustenido e Bemol, estabelecidas em Foz do Iguaçu/PR, intermediavam as negociações entre criminosos brasileiros e paraguaios, sendo responsáveis por garantir o pagamento de fornecedores paraguaios de drogas, cigarros e mercadorias, bem como simplesmente ocultar dinheiro de origem criminosa.

Na Hammer-on, os demandantes dos serviços prestados pelos intermediários também foram investigados. Em outras palavras, os brasileiros que contrataram a organização criminosa para pagar os fornecedores paraguaios, bem como para ocultar dinheiro de origem criminosa, também foram alvos de investigação.

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

Polícia Federal realiza operação no RN

Operação foi determinada pelo ministro Raul Filho 

POR G1
Ordem judicial foi cumprida no início da manhã desta terça-feira (15) no edifício onde mora Robinson Faria (PSD), no bairro de Areia Preta, na Zona Leste de Natal.

O governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria (PSD), é alvo de uma operação da Polícia Federal deflagrada nesta terça-feira (15) para apurar crimes de organização criminosa e obstrução de Justiça.
Cerca de 70 policiais dão cumprimento a 11 medidas judiciais, sendo 2 de prisão e 9 de busca e apreensão.
Todos os mandados foram expedidos pelo Superior Tribunal de Justiça – STJ.

O Ministro Raul Araújo Filho, da Corte Especial do STJ, determinou que fosse iniciada investigação preliminar para apurar os crimes de organização criminosa e obstrução da Justiça que estariam sendo praticados pelo Governador do Estado com ajuda de servidores estaduais.
As manobras ilegais tinham por objetivo encobrir que fossem investigados atos do executivo estadual relativos ao desvio de recursos públicos por meio da inclusão de “funcionários fantasmas”, na folha de pagamento da Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Norte entre os anos de 2006 até os dias atuais.

Devido ao sigilo dos autos as informações se restringem a nota.

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

Doria e Flávio Rocha serão homenageados em Natal nesta quarta (16)

Prefeito de São Paulo e empresário estarão juntos em Natal

A Câmara Municipal de Natal vai entregar o título de Cidadão Natalense ao prefeito de São Paulo, João Doria Junior, e a medalha Frei Miguelinho ao empresário do grupo Guararapes, Flávio Rocha. A solenidade acontece nesta quarta-feira (16), às 10h, no Teatro Riachuelo, e será comandada pelo presidente da Casa Legislativa, vereador Ney Lopes Júnior (PSD).

O atual chefe do Executivo municipal de São Paulo tem história com a capital potiguar quando ocupou a presidência da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo) entre os anos de 1986 a 1988. Doria adotou Natal como destino turístico levando representantes do Poder Público e empresários da cidade para participar pela primeira vez de feiras internacionais colocando Natal destino turístico conhecido mundialmente.

Já Flávio Rocha, que exerceu o mandato de deputado federal pelo Rio Grande do Norte por dois mandatos (1987 a 1995) e será agraciado com a maior honraria do poder Legislativo municipal, tem uma história com Natal pelas empresas do grupo Guararapes, que geram empregos e movimentam a economia da capital potiguar há décadas.

Ele também é presidente das Lojas Riachuelo e um dos sócios do Midway Mall, maior shopping do estado.

Para o chefe do Legislativo da capital, vereador Ney Lopes Júnior (PSD), “o título de cidadania e a medalha Frei Miguelinho representam o reconhecimento aos homenageados pelos serviços já prestados à economia de Natal e do Rio Grande do Norte”.

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

Governador visita Pau dos Ferros

Robinson Faria esteve no Hospital Regional Cleodon Carlos 

Acompanhado do secretário de Saúde, George Antunes, o governador Robinson Faria visitou hoje o Hospital Regional Dr. Cleodon Carlos de Andrade, em Pau dos Ferros, que atende a 36 municípios do Oeste.

O Governo hospital vai investir  1,8 milhão na urgência e emergência e na instalação de um banco de leite materno.
Outros 3 milhões serão investidos na compra de tomógrafo, raio-x e equipamentos de informática.
O investimento total no hospital será de cerca de 5 milhões, e a obra deverá ficar pronta em agosto de 2018.

O hospital passará dos atuais 6 leitos de UTI adulto para 10.
Antes do hospital o governador visitou o prédio que abrigará a primeira unidade do ITEP fora de Natal e Mossoró.
A estrutura deverá ser entregue até o final do ano.

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+