MORRE GUGU LIBERATO

VEJA A REPERCUSSÃO

Famosos comentaram nesta sexta-feira (22) a morte de Gugu Liberato. O apresentador tinha 60 anos e faleceu em Orlando, nos Estados Unidos, onde estava internado desde o dia anterior após sofrer uma queda em casa e bater a cabeça.

Gugu foi um dos principais apresentadores da TV brasileira. Entre 1981 e 2003, foi destaque no SBT no comando de programas de auditório. Em 2009, assinou contrato com a TV Record, onde continuou a atuar como apresentador.

Ele tinha três filhos com a médica Rose Miriam di Matteo: João Augusto, de 18 anos, e as gêmeas Marina e Sophia, de 15 anos.

Veja abaixo:

Ana Maria Braga, apresentadora

Fátima Bernardes, apresentadora

Angélica, apresentadora

Luciano Huck, apresentador

Luciano Huck

@LucianoHuck

Va em paz querido Gugu.
Triste como amigo, triste como admirador, triste como colega, triste como telespectador. O Brasil perde um comunicador que escreveu capítulos importantes da tv brasileira, que enxergava na… https://www.instagram.com/p/B5MCtrtBsnt/?igshid=1m6b0ghr7h8gh 

192 people are talking about this

João Doria, governador de SP

João Doria

@jdoriajr

Muito triste com a morte do Gugu Liberato. O Brasil perde um grande talento, a TV brasileira um de seus principais comunicadores, e eu perco um querido amigo. Meus profundos sentimentos a todos os familiares e amigos do Gugu. 🙏

60 people are talking about this

Alcione, cantora

Luan Santana, cantor

Luan Santana 🌀

@luansantana

Estou em choque e ainda estava me apegando as orações e aos mistérios que só Deus sabe os caminhos para o seu pronto restabelecimento, @guguliberato
Neste momento de dor para a família e amigos mais próximos mando… https://www.instagram.com/p/B5MA8VBhghu/?igshid=1vib9ri27l2hz 

492 people are talking about this

Daniela Mercury, cantora

Record, em nota

“É com muito pesar que a Record TV lamenta o falecimento do apresentador Gugu Liberato nesta sexta, dia 22 de Novembro de 2019.

A Record TV teve a honra de contar com o talento de Gugu Liberato na sua programação ao longo de dez anos. Na tela da emissora, ele levou ao público diversão, humor, grandes entrevistas e muita emoção. Profissional versátil, transitou em diversos gêneros com uma desenvoltura ímpar, realmente única na televisão brasileira.”

Simone e Simaria, cantoras

Patricia Pillar, atriz

Patricia Pillar

@patriciapillar

Muito, muito triste… ainda tão jovem. Meus sentimentos aos fãs, amigos e familiares. Todo o meu carinho pra vocês. https://twitter.com/sbtonline/status/1198032471671148545 

SBT

@SBTonline

A família SBT lamenta profundamente a morte do apresentador Augusto Liberato, que faleceu nesta sexta-feira (22), em decorrência de um trauma causado por um acidente doméstico em sua residência de Orlando, Estados Unidos.

View image on Twitter
33 people are talking about this

Fernanda Abreu, cantora

Fernanda Abreu

@AbreuFernanda

Fique em paz Gugu. Meus sinceros sentimentos à família, amigos e fãs neste momento. 🌹🖤

See Fernanda Abreu’s other Tweets

Wanessa, cantora

GUGU FOI UM DOS PRINCIPAIS APRESENTADORES DA TV BRASILEIRA

APRESENTADOR MORREU NESTA SEXTA-FEIRA

Resultado de imagem para Gugu Liberato

Antônio Augusto Moraes Liberato nasceu na Lapa, bairro de classe média de São Paulo. Filho de portugueses e fã de Sílvio Santos, aos 13 anos conseguiu se aproximar do apresentador, entregando a ele uma carta. Aos 14, começou a trabalhar em televisão, como auxiliar de produção de Sílvio Santos, que na época tinha um programa na TV Globo.

Ele morreu nesta sexta-feira (22) aos 60 anos, nos Estados Unidos. Ele havia sido internado em estado grave depois de sofrer uma queda em casa e bater a cabeça na última quarta-feira (20).

A partir da década de 1980, no SBT, já demonstrando muito talento, Gugu Liberato se tornaria um dos principais apresentadores da televisão.

Entre os muitos prêmios, ao longo da carreira, um disco de ouro, 11 estatuetas do Troféu Imprensa e o Troféu Internet em 2005.

Popular, comunicativo, e extremamente carismático, Gugu comandou, com simpatia, diversos programas de auditório de sucesso, que tiveram muita audiência, entre eles “Viva a Noite”, “Cidade contra Cidade”, “Passa ou Repassa”, “Corrida Maluca”, “Sabadão Sertanejo”, “Tv Animal” e o “Domingo Legal”.

Gugu chegou a cursar dois anos numa faculdade de odontologia, mas logo voltou para a TV, sua grande paixão. Envolvido com diversos programas, além de outras atividades como empresário, ainda encontrou tempo para estudar jornalismo.

Relembre a carreira de Gugu Liberato

Relembre a carreira de Gugu Liberato

Contrato com a Rede Globo

Em 1987, ele assinou contrato com a Rede Globo, mas Sílvio Santos foi pessoalmente conversar com o jornalista Roberto Marinho e conseguiu a liberação do apresentador. É que Sílvio ia passar por uma cirurgia delicada e precisava de Gugu para assumir boa parte da programação de domingo do SBT.

No SBT, Gugu continuou à frente de atrações das noites de sábado e conquistou o espaço dele aos domingos. Ele esteve à frente de quadros famosos, conhecidos em todo o país, como o “Táxi do Gugu” e a “Banheira do Gugu”.

Também atuou no cinema, ao lado de Xuxa Meneghel, Angélica e dos Trapalhões. Em 2003, Gugu Liberato participou de uma campanha para ajudar os brasileiros mais pobres, em conjunto com Faustão –eles interagiram no ar.

Em 2009, Gugu Liberato trocou o SBT pela TV Record, onde atualmente apresentava reality shows. Mesmo longe do SBT, Gugu sempre manteve uma grande amizade com Sílvio Santos.

Gugu deixa a a companheira, a médica Rose Miriam di Matteo, e os três filhos do casal: João e as gêmeas Marina e Sofia.

Gugu Liberato e Marcelo Aguiar no 'Sabadão Sertanejo', em 1991 — Foto: Carlos Manfredo/Acervo do SBTGugu Liberato e Marcelo Aguiar no 'Sabadão Sertanejo', em 1991 — Foto: Carlos Manfredo/Acervo do SBT

Gugu Liberato e Marcelo Aguiar no ‘Sabadão Sertanejo’, em 1991 — Foto: Carlos Manfredo/Acervo do SBT

MORRE GUGU LIBERATO

APRESENTADOR DE TV SOFREU UM ACIDENTE EM SUA CASA, EM ORLANDO, NOS EUA

Resultado de imagem para Gugu Liberato

Gugu Liberato morreu aos 60 anos em Orlando, nos Estados Unidos, segundo anunciou nesta sexta-feira (22) a sua assessoria. O apresentador estava internado desde quarta-feira (20), quando sofreu uma queda em casa e bateu a cabeça.

A morte encefálica foi confirmada pelo médico Guilherme Lepski, neurocirurgião brasileiro chamado pela família, segundo nota divulgada pela assessoria (leia abaixo). Lepski chegou a Orlando nesta sexta.

Gugu foi um dos principais apresentadores da TV brasileira. Entre 1981 e 2003, foi destaque no SBT no comando de programas de auditório. Em 2009, assinou contrato com a TV Record, onde continuou a atuar como apresentador.

Ele tinha três filhos com a médica Rose Miriam di Matteo: João Augusto, de 18 anos, e as gêmeas Marina e Sofia, de 15 anos.

Gugu

Antônio Augusto Moraes Liberato nasceu na Lapa, bairro de classe média de São Paulo, em 10 de abril de 1959. Filho caçula de portugueses, Gugu tinha dois irmãos, Amandio Liberato e a numeróloga Aparecida Liberato.

Fã de Silvio Santos, conseguiu se aproximar do apresentador aos 13 anos ao lhe entregar uma carta. Um ano depois, começou a trabalhar em televisão como auxiliar de produção do empresário, que na época tinha um programa na TV Globo.

Em 1982, passou a apresentar seu primeiro grande sucesso na então TVS, o programa “Viva a noite”, atração que alavancou a carreira do apresentador e era destaque por trazer números musicais de artistas em alta.

 

Mundo Senai apresenta projetos inovadores e atrai grande público

Terceira edição do projeto, nesta sexta-feira (22), contou com palestras, minicursos e mostras tecnológicas

Em sua terceira edição em Mossoró, o projeto Mundo Senai mobilizou, nesta sexta-feira (22), estudantes de várias regiões do município. Durante todo o dia, a unidade recebia ônibus com turmas escolares que tinham como objetivo conhecer os projetos inovadores, expostos na unidade SENAI. Foram mais de 1.500 estudantes das redes públicas municipal e estadual de ensino.

Com palestras, mostras tecnológicas, minicursos e orientações profissionais, o evento ocorreu nos turnos da manhã e tarde, no Centro de Educação e Tecnologia Ítalo Bologna (SENAI-Mossoró).

Aluna do SENAI Mossoró, Raabe Firmino apresentou um projeto inovador de bebedouro de água gelada, o Gefrio. “Esse equipamento oferece uma maior quantidade de água gelada que os bebedouros convencionais. Além disso, apresenta um design moderno, como as linhas curvas e o valor inferior aos nossos concorrentes. O principal diferencial do nosso produto consiste no aumento da capacidade dos reservatórios de água, aliado a um sistema de refrigeração eficiente. Apresenta, ainda, flexibilidade no uso de garrafões, de acordo com a escolha do cliente. É um produto totalmente rentável”, explicou.

Outros projetos expostos durante o evento foram o desenvolvimento de bolsa feminina com dispositivo de segurança para abertura digital, o sistema de componentes elétricos residenciais para pessoas com deficiência visual e o sistema infravermelho do controle de chama.

“Essa é uma oportunidade para divulgarmos os nossos cursos, programas, projetos, apresentarmos toda a nossa estrutura, salas de aula, laboratórios e ambientes didáticos à comunidade externa. Conhecer mais a indústria da nossa região e abrir os caminhos para uma melhor formação são nossos principais objetivos”, afirmou o diretor regional Emerson da Cunha Batista.

O evento contou ainda com visitas guiadas aos laboratórios que simulam o cotidiano da indústria.

Mossoró registra formalização de mais 1.700 empregos em outubro

Dados foram divulgados pelo Caged

Levantamento divulgado pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) aponta que foi registrada em Mossoró a formalização de 1.728 empregos no último mês de outubro, ficando com saldo positivo de 469 postos de trabalho gerados. E a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico tem contribuído constantemente para esse resultado.

De acordo com os dados, Mossoró é o segundo município potiguar em número de empregos gerados, ficando atrás apenas da capital do estado, Natal. De acordo com os dados oficiais, os setores de Construção Civil, Comércio, Serviços e de Agropecuária, puxaram a criação de empregos com carteira assinada em outubro.

 

Vereadores conseguem na Justiça suspender pedido de empréstimo

População pode ser prejudicada por ação de vereadores que tentam impedir a realização de dezenas de obras

Os seis vereadores de oposição conseguiram, na Justiça, suspender a Lei Municipal 3734/2019 que autoriza a Prefeitura de Mossoró a realizar empréstimo de até R$ 150 milhões junto à Caixa Econômica Federal (CEF) para investimentos em obras de infraestrutura.

Através de uma ação patrocinada pela bancada de oposição, o juiz federal Orlan Donato deferiu o pedido de liminar contra o empréstimo. LEIA AQUI A ÍNTEGRA DA DECISÃO LIMINAR DO JUIZ.

A ação é assinada pelos vereadores Genilson Alves (PMN), Raério (PRB), Petras (DEM), Ozaniel Mesquita (PL), Alex do Frango (PMB) e Gilberto Diógenes (PT).

O juiz Orlan determina que a Caixa se abstenha de realizar a operação de crédito em favor do município, com base na lei aprovada pela Câmara Municipal e sancionada pelo Executivo, sob pena de multa de R$ 25 mil.

Na justificativa da decisão, o magistrado cita que a Prefeitura não pode oferecer de garantia o Fundo de Participação dos Municípios (FPM) sem o aval da União.

Ainda não decisão do magistrado, é afastada a possibilidade de prática de improbidade administrativa da prefeita Rosalba Ciarlini (PP). O juiz federal escreve que o pedido feito pelos vereadores contra a prefeita não é cabível, “pois sequer se sabe ou há provas de que a ré tenha praticado qualquer ato de improbidade administrativa.”

O magistrado também escreve que “os autores não tem legitimidade para propor ação de improbidade administrativa, a qual incumbe ao Ministério Público ou à pessoa jurídica interessada, conforme estipula o art. 17daquela lei. A ação, portanto, não deve prosseguir quanto a esse pedido.”

 

OBRAS

A Prefeitura pretende contrair o empréstimo para investir em mais de 40 obras de infraestrutura. Os recursos têm origem no programa de Financiamento de Infraestrutura e Saneamento (FINISA) da Caixa Econômica. Inclusive, o município recebeu o aval da instituição financeira, após recuperar as contas públicas e o poder de endividamento.

Os recursos, se o empréstimo for concretizado, serão investidos em calçamento e pavimentação de dezenas de ruas, recuperação de logradouros públicos, como as praças da Convivência, Esportes, Memorial da Resistência, Teatro Municipal Dix-huit Rosado, dentro muitas obras.

VEJA A LISTA DE OBRAS PREVISTAS:

– Construção das UBS Bom Jesus, UBS Santa Júlia, UBS Vingt Rosado, UBS Jardim das Palmeiras e UBS Costa e Silva;

– Recuperação do Teatro Municipal Dix-huit Rosado;

– Recuperação do Memorial da Resistência

– Recuperação da Praça da Convivência;

– Construção da Arena Cultural;

– Revitalização da Cobal (Centro de Comercialização);

– Obra do Centro Especializado de Reabilitação;

– Conclusão das três creches do Proinfância;

– Conclusão dos ginásios poliesportivos das escolas municipais Maurício Oliveira (Maisa/Apama), Evilásio Leão (comunidade rural de Hipólito) e Heloísa Leão (Bom Jesus);

– Restauração da Praça de Esportes;

– Reforma da quadra poliesportiva do Conjunto habitacional Santa Delmira, onde os atletas do basquete mantêm a prática esportiva há anos;

– Restauração da biblioteca municipal Ney Pontes.

– Pavimentação de dezenas de ruas.

Polícia prende funcionários que desviavam material da Petrobras em Mossoró

Foram presos dois homens

Operação da Força Tarefa da Polícia Civil prendeu dois homens suspeitos de desviarem material da Petrobras. Foram presos um funcionário da estatal e um empregado de uma terceirizada. O primeiro tem 56 anos e o segundo 36.

Segundo a PC, o material apreendido tinha como destino uma empresa de sucata, localizada em Mossoró. Ainda de acordo com a polícia, a logística criminosa funcionou da seguinte forma: um veículo buscou a sucata em uma base da Petrobras, localizada na cidade de Alto do Rodrigues para ser levada até Mossoró. Durante o trajeto, o motorista foi abordado pelos policiais e por fiscais da Secretaria de Tributação.

Quando as equipes solicitaram a apresentação da nota fiscal da carga, o motorista exibiu uma nota fiscal original, mas em tal documento estava discriminado apenas uma parte da carga. Uma outra nota falsa era emitida para o restante da carga e assim, os suspeitos conseguiam realizar o desvio da mercadoria. Diante da materialidade do crime, os policiais aprenderam toda a carga.

Os dois funcionários que emitiam as notas em nome da Petrobras foram conduzidos para Delegacia Especializada em Furtos e Roubos (DEFUR) de Mossoró e autuados pelo crime de peculato. “Diante de toda a descoberta deste esquema criminoso, a Polícia Civil encaminhará o caso para a Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR). Acreditamos que o crime efetuado envolveu uma grande quantia de dinheiro, a qual será contabilizada pelo Petrobras. Além disso, as investigações continuarão, pois outras pessoas podem estar envolvidas. Precisamos, por exemplo, delimitar a participação do dono da sucata que estava recebendo o material ilícito”, detalhou o delegado-geral adjunto da Polícia Civil, Odilon Teodósio.

A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.

 

 

Comercialização de túmulos nos cemitérios de Mossoró variava de R$ 18 mil a R$ 32 mil

Operação Luctus deflagrada pelo Ministério Público de Mossoró cumpre quatro mandados de prisão preventiva e nove buscas e apreensão

A comercialização dos jazigos era baseada em valores que variavam de R$ 18 mil a R$ 32 mil por sepultura, aponta investigação do Ministério Público do Rio Grande do Norte.

A Operação Luctus deflagrada na manhã desta terça-feira, 19, nos cemitérios públicos de Mossoró teve o cumprimento de quatro mandados de prisão preventiva e nove de busca e apreensão.

De acordo com a o órgão, as provas obtidas na investigação revelam todo o modus operandi da organização criminosa e deixam evidente a reutilização de túmulos, valores cobrados, comissões repassadas aos coveiros e atravessadores e demais detalhes dos crimes cometidos.

A investigação aponta o envolvimento de um dos investigados na organização criminosa formada para obter vantagem ilícita no âmbito dos cemitérios públicos de Mossoró. Ele é o responsável por comandar a atuação da organização criminosa no Cemitério São Sebastião (cemitério antigo). Um outro investigado, apontado como principal membro da organização no local, operacionaliza as principais ações do grupo criminoso.

Outro agravante é que as investigações constataram que um dos líderes do grupo investigado procurou as testemunhas a fim de orientá-las para as perguntas do Ministério Público, obstruindo, desse modo, a apuração da verdade. Ainda no mesmo contexto, o principal investigado orientou uma pessoa a retirar as denúncias sobre as vendas de terrenos nos cemitérios.

A investigação também identificou que a organização criminosa, sem autorização das famílias nem respaldo em lei ou regulamento, violava sepulturas e vilipendiava os restos mortais, tudo para terem disponíveis novos jazigos para negociações ilícitas. O destino final dos corpos, inclusive, é uma informação a ser elucidada nas investigações do MPRN.

Mossoró ganhará mais de 2 milhões de pontos de luz de led na decoração natalina de 2019

Projeto Mossoró Terra da Luz começa a ser executado

Foi iniciada uma das épocas mais iluminadas do ano, período em que várias cidades se preparam para as festividades de final de ano. Em Mossoró não será diferente com o projeto “Mossoró Terra de Luz”. A Prefeitura deu início na última semana a instalação da decoração natalina da cidade. Serão mais de 2 milhões de pontos de luz de led iluminando diversas ruas e avenidas do município.

O trabalho foi iniciado pelo centro da cidade com a iluminação das repartições públicas, Praça Rodolfo Fernandes (Praça do PAX), Avenida Dix-Sept Rosado, Praça Vigário Antônio Joaquim, Teatro Dix-huit Rosado, Avenida Rio Branco, entre outros locais. Gradativamente a iluminação natalina chegará a outros pontos da cidade, como as Avenidas Presidente Dutra e João da Escóssia.

A secretária de Infraestrutura, Kátia Pinto, explicou que este ano a cidade ganhará novos pontos de decoração e também anunciou novidades. “Teremos o polo de papai noel na praça de Eventos, um ponto de encontro das crianças e suas famílias com apresentações culturais em parceria com as secretarias de educação e cultura. Este ano de 2019 também teremos a Estação Luz que será montada na Estação das Artes, será um galpão luminoso que receberá nossa feira de artesanato”, falou.

A secretária Kátia ainda falou sobre a importância da decoração para a cidade entrar no clima natalino. “Queremos encantar mossoroenses e turistas com clima de natal e também aquecer o nosso comércio, movimentando a nossa economia”, disse.

Toffoli revoga decisão que exigia apresentação de relatórios sigilosos de 600 mil contribuintes

Presidente do STF havia dado a ordem à Unidade de Inteligência Financeira

Resultado de imagem para Dias Toffoli

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, decidiu na noite desta segunda-feira (18) revogar a decisão proferida por ele no fim de outubro que exigia da Unidade de Inteligência Financeira (UIF, antigo Coaf) a apresentação dos relatórios de inteligência financeira dos últimos três anos referentes a 600 mil pessoas físicas e jurídicas.

Toffoli já tinha recebido da UIF o acesso aos relatórios, mas afirmou que informações prestadas posteriormente pelo órgão foram satisfatórias.

“Diante das informações satisfatoriamente prestadas pela UIF, em atendimento ao pedido dessa Corte, em 15/11/19, torno sem efeito a decisão na parte em que foram solicitadas, em 25/10/19 cópia dos Relatórios de Inteligência Financeira (RIFs), expedidos nos últimos 3 (três) anos”, escreveu o ministro na decisão.

Segundo ele, o STF não acessou nenhuma informação sigilosa. “Ressalto que esta Corte não realizou o cadastro necessário e jamais acessou os relatórios de inteligência”, completou.

Toffoli havia pedido as informações em 25 de outubro para subsidiar o julgamento marcado para esta quarta-feira (20) sobre o compartilhamento de dados sigilosos por órgãos de inteligência.

O STF deverá decidir se o compartilhamento pode ser genérico (com informações parciais) ou detalhado (informações completas).

Alguns órgãos têm afirmado que o compartilhamento genérico prejudica o avanço de investigações. Advogados afirmam que o compartilhamento detalhado equivale à quebra de sigilo, o que só pode ocorrer com autorização judicial.

O acesso de Toffoli aos dados gerou polêmica. O procurador-geral da República, Augusto Aras, pediu para a ordem ser revogada.

Ao negar o pedido na semana passada, Toffoli havia dito que o Supremo não teve acesso aos dados e pediu ao Banco Central (ao qual a UIF é subordinada) e ao Ministério Público, o envio de informações adicionais até as 18h desta segunda (18).

A íntegra das informações da UIF não é pública. O procurador Augusto Aras divulgou a resposta do MP e disse que o MPF recebeu 972 relatórios nos últimos três anos, mas que nunca encomenda o material a órgãos de inteligência, que enviam espontaneamente e apenas pede informações adicionais ou esclarecimentos.

Aras também afirmou que as comunicações recebidas não incluem extratos financeiros completos e rejeitou a possibilidade de “devassa” nas movimentações de contribuintes por parte do órgão.

Em julho, Dias Toffoli, suspendeu as investigações que usassem, sem autorização da Justiça, dados sigilosos de órgãos como a Receita Federal e o Coaf. Na ocasião, atendeu a um pedido da defesa do senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), filho do presidente Jair Bolsonaro.