Péssima notícia: CBF confirma Dunga

De volta ao passado de derrota em 2010 futebol do Brasil caminha para trás

Gilmar Rinaldi, Dunga e José Maria Marin, durante coletiva de apresentação do novo técnico da seleção

O ex-jogador Dunga foi confirmado na manhã desta terça-feira como o novo técnico da seleção brasileira, em anúncio realizado pelo presidente da CBF, José Maria Marin, na sede da entidade, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. Aos 51 anos, ele substitui Luiz Felipe Scolari e retorna ao cargo que ocupou entre 2006 e 2010. A reestreia de Dunga como técnico acontecerá em 5 de setembro, em amistoso contra a Colômbia, em Miami.

Leia também:
CBF quer usar Dunga como escudo para dirigentes
Gilmar Rinaldi é o novo coordenador geral da CBF

Em sua primeira passagem pela seleção, Dunga dirigiu a equipe em 60 partidas, com 42 vitórias, doze empates e seis derrotas (aproveitamento de 76,6% dos pontos) e dois títulos conquistados, a Copa América de 2007 e a Copa das Confederações de 2009. Ele deixou o cargo após a eliminação para a Holanda, nas quartas de final da Copa do Mundo de 2010, na África do Sul. Desde então, Dunga trabalhou apenas por nove meses no Internacional, onde conquistou o Campeonato Gaúcho de 2013. Como jogador, Dunga participou de três Copas do Mundo e foi o capitão brasileiro na conquista do tetracampeonato, em 1994, nos Estados Unidos.

Fonte: www.veja.com.be

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × 2 =