TEMER E O FOGO AMIGO

ASSIM É PEDIR PARA PERDER

O marqueteiro do presidente da República, Michel Temer, estipulou como meta elevar a aprovação do chefe da nação ao patamar de 50%.

Todavia, a primeira medida que Temer e seu estafe deveriam adotar, seria colocar um fim aos barracos diários, protagonizados por auxiliares e/ou aliados.

A patuscada do dia é da ministra dos Direitos Humanos, Luislinda Vasloi.

Esta senhora, simplesmente, acha que um salário de R$ 33 mil é coisa para escravo.

E, pasmem, queria elevar o soldo ao dobro.

Ela voltou atrás, mas o estragoo já estava feito.

Agora, é aguardar qual será o próximo aliado e/ou auxiliar de Temer, que será protagonista da próxima aberração.

Assim, Lula, o PT e seus esbirros e puxadinhos agradecem.

Email this to someoneShare on Facebook0Tweet about this on TwitterPin on Pinterest0Share on Google+0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

doze + 4 =