Toffoli intima BC e obtém dados sigilosos de 600 mil pessoas

PRG estuda reagir ao presidente do STF

O fato escandaloso foi denunciado pela Folha de S. Paulo. Ao blindar Flávio Bolsonaro, o presidente do STF determinou que o Banco Central lhe enviasse cópia de todos os relatórios do Coaf.

“Ao todo, Toffoli (ou um servidor do Supremo cadastrado por ele) passou a poder acessar, diretamente no sistema eletrônico da UIF, 19.441 relatórios, mencionando quase 600 mil pessoas, que foram produzidos pelo órgão de inteligência financeira de outubro de 2016 a outubro de 2019.”

Dias Toffoli decidiu com uma canetada que nenhum processo poderia ser aberto a partir desses relatórios. Agora descobrimos que ele – e só ele – pode dispor do material, investigando quem quer que seja.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

9 + dezessete =