Tribunal rejeita contas de Silveira Júnior e aplica multas

Contas rejeitadas foi de Silveira como presidente da Câmara Municipal de Mossoró

Resultado de imagem para Silveira Jùnior

O ex-prefeito de Mossoró, Silveira Júnior, sofreu mais uma punição no Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Norte (TCE-RN), por suposta falta de zelo com as contas públicas.

Dessa vez, o TCE-RN rejeitou as contas de Silveira como presidente da Câmara Municipal de Mossoró, exercício de 2012.

Além da rejeição das contas, a Corte aplicou multas por atraso de prestação de contas, atraso de remessa de documentos e por irregularidades nas contas.

O Tribunal de Contas já havia rejeitado as contas de Silveira na Prefeitura de Mossoró, exercício de 2016, por irregularidades insanáveis, conforme o documento.

A Corte encaminhou a recomendação à Câmara Municipal, que se prepara para julgar as contas no plenário. No momento, o documento tramita nas comissões temáticas.

Silveira já havia sofrido condenação por irregularidades no exercício de presidente da Câmara Municipal, inclusive, no Tribunal de Justiça do Estado.

Além disso, o ex-prefeito é investigado pelo Ministério Público Estadual (MPRN) em diversos casos de supostos crimes contra o bem público.

Atualmente, Silveira Júnior está cursando medicina numa universidade privada em Natal. Ele iniciou o curso no Paraguai, passou por uma universidade em São Paulo e depois foi transferido para Natal. A sua esposa, Amélia, também cursa Medicina, além de um filho. Todos em universidades privadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 − 16 =