Ufersa e Uern viram “bases” políticas para grupos que disputam eleições

Instituições de ensino estariam sendo usadas com “comitês eleitorais” em Mossoró 

Por: Gutemberg Moura

As duas universidades públicas de Mossoró, a Ufersa (federal) e a Uern (estadual), transformaram-se em “bases” políticas para grupos que disputam as eleições de 2014.
Na Uern, o Reitor Pedro Fernandes “vestiu” a camisa do rosalbismo (grupo político da governadora Rosalba Ciarlini). O envolvimento de Pedro com Rosalba é tão forte, que a pedido da governadora ele instalou, dentro da instituição, a “Escola de Governo”.
A tal Escola é considerada o “braço” político do governo estadual, e agora ganha o víeis acadêmico, com a participação direta da Uern na execução de suas atividades no Oeste.
E a Ufersa? Por lá, quem dá as cartas é o Partido dos Trabalhadores. O Reitor ufersiano, José de Arimateia, participa, ativamente, da campanha da deputada federal Fátima Bezerra ao Senado da República. Arimateia, inclusive, participa das reuniões políticas de Fátima.
Pelo caminhar dom andor, para dois meses e poucos dias, os reitores Pedro Fernandes (Uern) e José de Arimateia (Ufersa) vão concentrar esforços em atividades “não afins”. Por lá, o tom da “prosa” será outra. Ao invés de política acadêmica, política partidária.

Fonte: www.gutembergmoura.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezesseis + 3 =