Category Archives: Notícias

Auxílio Emergencial 2021: Caixa começa a pagar 3ª parcela do benefício

Pagamento começa nesta quinta-feira para trabalhadores do Bolsa Família

Caixa Econômica Federal (Caixa) começa a pagar nesta quinta-feira (17) a terceira parcela do Auxílio Emergencial, para os beneficiários que fazem parte do Bolsa Família. Quem recebe nesta quinta são aqueles cujo número do NIS se encerra em 1.

Também nesta quinta, a Caixa libera os saques e transferências da segunda parcela aos beneficiários que não fazem parte do Bolsa Família nascidos em dezembro, que receberam a parcela em poupança social digital no dia 30 de maio. Com isso, a Caixa conclui o segundo ciclo de pagamentos do Auxílio 2021.

Para os trabalhadores fora do Bolsa Família, os pagamentos da terceira parcela começam na sexta-feira (18). (veja nos calendários mais abaixo).

NESTA QUINTA:

  • beneficiários do Bolsa Família com NIS final 1 recebem a 3ª parcela do Auxílio
  • trabalhadores que não fazem parte do Bolsa Família, nascidos em dezembro, podem sacar e transferir a segunda parcela

Os trabalhadores podem consultar a situação do benefício pelo aplicativo do auxílio emergencial, pelo site auxilio.caixa.gov.br ou pelo https://consultaauxilio.cidadania.gov.br/

Bolsonaro desembarcará em Mossoró na quinta-feira (24)

Presidente seguirá para Pau dos Ferros

POR ISMAEL SOUSA

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido), já tem agenda definida no Rio Grande do Norte na próxima quinta-feira (24). Ele desembarca por volta  das 9h no Aeroporto de Mossoró.

O presidente se desloca para Pau dos Ferros, onde assina a ordem de serviço de execução do ramal do Apodi pertencente ao eixo norte da transposição, um sonho tão esperado que está próximo de virar realidade.

Na ocasião, também será assinado a construção da Barragem  Poço de Varas em São Miguel, e e acompanha as obras da Barragem de Oiticica, em Jucurutu, que vai beneficiar a região do Seridó.

São mais de R$ 2 bilhões em investimentos para nossa região.

Fonte: Blog de Ismael Sousa

Suspeito é preso em Mossoró por comércio clandestino de remédio usado em casos graves de Covid

Casal é suspeito de crime contra a saúde pública

Operação do MPRN combate comércio clandestino de remédio usado em casos graves de Covid — Foto: Cedida

Operação do MPRN combate comércio clandestino de remédio usado em casos graves de Covid — Foto: Cedida

Um homem foi preso em Mossoró, nesta quarta (16), por suspeita de vender clandestinamente um medicamento por vezes prescrito por médicos em casos graves de Covid. A mulher dele também é suspeita de participação no esquema. A droga, cujo valor médio é de R$ 850, estaria sendo vendida por R$ 2.500 pelo casal.

A prisão faz parte de uma operação do Ministério Público Estadual. O medicamento tem como princípio ativo o tocilizumabe. No momento da prisão foram encontradas caixas do medicamento e ainda remédios com validade vencida na casa do suspeito.

O homem é farmacêutico e a mulher trabalha em uma farmácia. Para o MPRN, as atividades profissionais dos dois seriam utilizadas no comércio ilegal do tocilizumabe por terem o conhecimento técnico (temperatura, acondicionamento, prescrição etc) e contatos com fornecedores (agentes públicos ou privados).

Conforme chegou ao conhecimento do MPRN, nos casos de Covid-19 severa, evoluindo para hipoxemia (queda do oxigênio sanguíneo) refratária, alguns médicos têm utilizado a droga tocilizumabe para conter o avanço da doença, diminuir o risco de intubação orotraqueal e, em último caso, a morte do paciente.

Além de reduzir o risco de morte em pacientes hospitalizados com Covid em estado grave, a droga pode também diminuir o tempo de internação e a necessidade de ventilação, segundo constatou um estudo preliminar da Universidade de Oxford.

Fonte: G1RN

Ministros Fábio Faria e Joma cumprem agenda em Mossoró

Recepção de sinal de televisão de analógico para digital vai ser transformado

Pode ser uma imagem de uma ou mais pessoas, pessoas em pé e área interna

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, lançaram nesta quarta-feira (16), em Mossoró, o edital da fase 1 do programa Digitaliza Brasil, que vai transformar a recepção do sinal de televisão de analógica para digital.

O RN tem 17 municípios aptos a aderirem ao programa e receberem equipamentos fornecidos pelo Ministério das Comunicações, nesta primeira fase.

A cerimônia foi realizada em Mossoró, às 11h, e contou com a presença do ministro da Cidadania, João Roma.

“A nossa experiência de digitalização da televisão já é um caso de sucesso internacional. Até 2023, desligaremos o que ainda resta de televisão analógica no Brasil, atendendo todos os brasileiros com televisão digital, proporcionando melhor transmissão de imagem e som, e maior diversidade de programação”, afirmou o ministro Fábio Faria.

Durante o evento, o ministro também fez entregas do programa Wi-Fi Brasil, que leva internet banda larga a localidades remotas no Rio Grande do Norte.

Mossoró será uma das 16 cidades-polo contempladas com a implantação da rede fixa da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) do programa Nordeste Conectado, que permitirá conexão de até 100 gigabits por segundo para escolas, centros de saúde e outras estruturas públicas.

Cidadania

Durante o evento em Mossoró, o ministro da Cidadania, João Roma fez a assinatura do aditivo que permitirá a liberação de recursos para o Programa de Aquisição de Alimentos – PAA Leite. O programa é uma das principais políticas de apoio e incentivo à agricultura familiar no Brasil. Por meio dessa iniciativa, agricultores, cooperativas e associações vendem seus produtos para órgãos públicos.

O convênio repassa ao governo do estado do Rio Grande do Norte mais de R$ 36 milhões. No RN: 17.179 famílias são atendidas e 101.441 pessoas beneficiadas direta ou indiretamente.

SERVIÇO:

Ministros Fábio Faria e João Roma realizam entregas em Mossoró (RN)

Data: 16/06/2021 (quarta-feira), às 10h30.

Local: Auditório do Hotel Thermas

Digitaliza Brasil – Municípios que poderão aderir à Fase 1 do programa no RN: Alexandria, Angicos, Baía Formosa, Campo Grande, Canguaretama, Doutor Severiano, Governador Dix-Sept Rosado, Guamaré, Lagoa Nova, Montanhas, Pedro Velho, Portalegre, Santo Antônio, Serra Negra do Norte, Tenente Ananias, Touros e Umarizal.

Conta de luz: entenda por que ela está mais cara, e por que deve continuar a subir

Energia elétrica foi o item que mais pesou na inflação

A energia elétrica foi o item de maior peso na última divulgação da inflação oficial do país. Apenas no mês passado, a alta foi de 5,37%, o que correspondeu a 0,23 ponto percentual do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de maioEm 12 meses, o acumulado está em 8,06%.

E se os brasileiros sentiram o aumento da conta de luz no bolso, a tendência é de piora. Maio foi o mês em que passou a vigorar a bandeira tarifária vermelha patamar 1, que acrescenta R$ 4,169 na conta de luz a cada 100 kWh consumidos ao mês. Mas, neste mês, a tarifa passou a considerar o patamar 2, que adiciona R$ 6,243 na conta para cada 100 kWh.

O estouro de preço é consequência da crise hídrica que afeta os reservatórios das usinas hidrelétricas. O Brasil enfrenta a pior estiagem dos últimos 91 anos, segundo dados do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), fazendo necessário o acionamento das usinas termelétricas para suprir a queda de oferta.

Abaixo, entenda em detalhes o que está fazendo aumentar os preços de energia.

RN estima vacinar toda população com mais de 18 anos contra Covid até setembro

Estimativa foi apresentada pelo Governo do Estado

A governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT) anunciou que o estado deverá ter toda sua população maior de 18 anos vacinada contra Covid-19 até setembro de 2021.

Pelas redes sociais, a governadora afirmou que a estimativa foi feita pela coordenação de Vigilância em Saúde da Secretaria Estadual de Saúde e teve como base a frequência da chegada de lotes.

“Essa estimativa foi calculada com base na quantidade e frequência com que os lotes de vacina são enviados pelo Ministério da Saúde”, disse.

Auxílio Emergencial 2021: governo antecipa pagamento da 3ª parcela

Veja novo calendário

O governo federal decidiu antecipar os pagamentos da terceira parcela do Auxílio Emergencial 2021 para o público inscrito via canais digitais e do Cadastro Único. O novo calendário foi publicado nesta terça-feira (15) no Diário Oficial da União.

Os pagamentos irão começar já na sexta-feira (18) e os saques em dinheiro serão liberados a partir de 1º de julho. Pelo calendário anterior, o crédito em poupança digital só iniciaria no dia 20, com saques a partir de 13 de julho.

“A mudança mais significativa será para os nascidos em dezembro, que passam a ter direito à terceira parcela ainda em junho, no dia 30, junto com quem faz aniversário em novembro. Antes, quem nasceu no último mês do ano receberia em 21 de julho”, destacou o Ministério da Cidadania.

Novo calendário para Cadastro Único e inscritos via app e site

Auxílio Emergencial - novo calendário da terceira parcela — Foto: Reprodução/Ministério da Cidadania

RN contabiliza 279.390 casos confirmados e 6.421 mortes por Covid

Sesap registra 9 mortes ocorridas nas últimas 24 horas

RN tem 279.390 casos confirmados de Covid — Foto: Anastácia Vaz

Rio Grande do Norte registro 279.390 casos confirmados de Covid desde o início da pandemia. A doença vitimou 6.421 pessoas no estado. Outros 1.350 óbitos estão sob investigação, de acordo com o boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) divulgado nesta sexta-feira (11).

Na comparação com o boletim do dia anterior, são 16 mortes a mais, sendo 9 ocorridas nas últimas 24 horas – em Olho D’água do Borges (1), Rodolfo Fernandes (1), Natal (1), Apodi (1), Santo Antônio (1), Assú (1), Fernando Pedroza (1), Parnamirim (1) e Pau dos Ferros (1).

O RN tem ainda 91.578 casos suspeitos e 535.219 casos descartados de Covid. Os casos inconclusivos, tratados como “Síndrome Gripal não especificada”, seguem em 131.930.

A Sesap aponta também que 909 pessoas estão internadas por causa da Covid no RN – 643 na rede pública e 266 na rede privada (apenas 8 dos 10 hospitais privados atualizaram os dados, de acordo com a Sesap). Com 377 pacientes, a taxa de ocupação dos leitos críticos (semi-intensivo e UTIs) é de 79,5% na rede pública; com 151 internados, a rede privada tem 98,6% de ocupação.

  • 279.390 casos confirmados
  • 6.421 mortes
  • 91.578 casos suspeitos
  • 535.219 casos descartados

Morre Marco Maciel

Família não divulga a causa da morte

Ex-vice-presidente da República Marco Maciel — Foto: Agência Senado/Reprodução

Morreu, na madrugada deste sábado (12), o ex-vice-presidente da República Marco Maciel. Segundo familiares, ele estava internado em um hospital particular do Distrito Federal desde o dia 29 de março. O G1 tenta confirmar a causa da morte.

O velório, fechado para parentes e amigos, será na tarde deste sábado, no Senado Federal. O sepultamento está previsto para o fim do dia, no cemitério Campo da Esperança, na Asa Sul.

Antes de se tornar político, Maciel atuou como advogado. Depois, foi eleito para os cargos de deputado, senador e governador de Pernambuco. Ele exerceu o mandato de vice-presidente durante o governo de Fernando Henrique Cardoso, de 1995 a 2003.

Em 2014, Maciel foi diagnosticado com mal de Alzheimer – doença progressiva que destrói a memória e outras funções mentais importantes.

Fogueiras e festejos juninos seguem proibidos por decreto no Rio Grande do Norte

Decisão do Governo

A realização de festejos juninos e o acendimento de fogueiras continuam proibidos no Rio Grande do Norte por causa da pandemia.

proibição foi determinada em decreto de junho de 2020 e, embora alguns artigos do documento tenham sido revogados, este continua em vigor.

“Fica proibida a realização de quaisquer atos que configurem festejos juninos no Estado do Rio Grande do Norte, incluindo o acendimento de fogueiras e fogos de artifício, de modo a diminuir as ocorrências de queimaduras e de síndromes respiratórias nos serviços de saúde públicos e privados”, diz a publicação.

O Rio Grande do Norte registra até a última quinta-feira (10) 278.163 casos confirmados e 6.405 mortes por Covid.