Prefeito Francisco José Júnior é acusado de beneficiar, de forma ilegal, a EMPRESA PRIME com contrato milionário

Depois de ser impugnada em Pregão Presencial, no dia 8 de abril de 2016, a EMPRESA PRIME ganhou contrato de R$ 5.426611,20 da Prefeitura de Mossoró no dia 15 do mesmo mês

O contrato ganho pela EMPRESA PRIME foi para o mesmo serviço para o qual fora impugnada uma semana antes

Cópia do contrato de R$ 5.426.611,20 que EMPRESA PRIME ganhou, no dia 15 de abril de 2016, uma semana depois de ter sido impugnada pela Prefeitura de Mossoró

A administração do prefeito Francisco José Júnior, PSD, está sendo acusada de fraude no processo para contratação da empresa PRIME – LOCAÇÃO DE MÃO DE OBRA E TERCEIRIZAÇÃO DE SERVIÇOS LTDA.

De acordo com documentos que estão sendo encaminhados ao  Poder Judiciário, aos quais o blog teve acesso, uma das irregularidades envolvendo a Empresa PRIME, indica favorecimento ilegal da LOCADORA DE MÃO DE OBRA E TERCEEIRIZAÇÃO DE SERVIÇOS LTDA.

Nesse processo, a fraude teria começado com a impugnação das empresas que participaram do PREGÃO PRESENCIAL Nº 136/2015.

“Todas as empresas foram impugnadas, isso no dia 8 de abril”, detalha um dos denunciantes, apresentando cópia do Jornal Oficial do Município (JOM), edição 351, de 8 de abril de 2016.

Sem uma justificativa plausível, mesmo com as concorrentes que haviam apresentado valor abaixo da EMPRESA PRIME, sofreram impugnação, junto com a mesma.

Cópia de Pregão Presencial que impugnou a EMPRESA PRIME e suas concorrentes de Mossoró, do JOM de 8 de abril de 2016 – Imagem: Ipad Skarlack

SUSPEITA – Uma semana depois de ser impugnada, em concorrência, a EMPRESA PRIME, de forma surpreendente, foi contratada pela Prefeitura Municipal de Mossoró, para o mesmo serviço de manutenção de praças, áreas de lazer, largos e canteiros centrais em vias públicas de Mossoró.

O contrato que a EMPRESA PRIME ganhou é no valor de R$ 5.426.611,20, e foi publicado no dia 15 de abril, na edição 352 do JOM – uma semana depois de a empresa ser sido desabilitada pela própria Prefeitura Municipal de Mossoró.

Por se considerarem lesados e, acusando fraude nesse contrato milionário da EMPRESA PRIME com a gestão de Francisco José Júnior, alguns envolvidos preparam ação judicial.

DEFESA – Consultada sobre a denúncia, através da Secretaria de Comunicação, a Prefeitura Municipal de Mossoró ainda não se pronunciou.

Aguarde a segunda parte da matéria.

Email this to someone
email
Share on Facebook
Facebook
0Tweet about this on Twitter
Twitter
Pin on Pinterest
Pinterest
0Share on Google+
Google+
0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte + 15 =