RN volta a registrar 60% de ocupação dos leitos críticos para Covid-19

Quatro unidades estão com leitos críticos lotados

O Rio Grande voltou a registrar 60% de ocupação dos leitos críticos para tratamento da Covid-19, de acordo com dados da plataforma Regula RN na tarde desta terça-feira (1º). O estado não registrava a taxa de ocupação na casa dos 60% desde o dia 4 de agosto, quando atingiu 61,72%.

Em 20 de outubro, esta taxa chegou a ser de 34,56%, o menor índice registrado nesse período, sendo 75 ocupados dos 217 leitos operacionais.

O Regula RN monitora a ocupação dos leitos críticos no estado em tempo real. O G1 realizou a consulta na plataforma às 17h.

O levantamento, atualizado diariamente desde o início da pandemia, aponta ainda as taxas de ocupação das regiões Metropolitana de Natal (55,2%), Oeste (72,9%) e Seridó (50%).

  • 137 cidades do RN têm taxas de transmissão da Covid-19 em zonas de ‘risco’ ou ‘perigo’
  • RN registra em novembro maior número de casos confirmados de Covid-19 desde julho
  • Ocupação em leitos de UTI para Covid-19 aumenta 90% em um mês no RN

Ainda segundo o Regula RN, quatro unidades hospitalares estão com 100% de ocupação dos leitos críticos. São elas: Hospital de Campanha de São Gonçalo do Amarante, Hospital Maternidade do Divino Amor (Parnamirim), Hospital Regional Hélio Morais Marinho (Apodi) e a Unidade Materno Infantil Integrada de São Paulo do Potengi.

O boletim desta terça-feira da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) apontou que 301 pessoas estão internadas por Covid-19 no estado, sendo 166 na rede pública e 135 na privada.

Email this to someone
email
Share on Facebook
Facebook
0Tweet about this on Twitter
Twitter
Pin on Pinterest
Pinterest
0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 × dois =