Uma família do barulho

Os meninos de Lula e seus amigos ainda vão para a cadeia 

POR ESTADÃO

Um relatório da Polícia Federal da investigação que tem como alvo o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva destaca viagens feitas por familiares ao Panamá. Principal escala para as paradisíacas praias caribenhas, como as da República Dominicana, o país é também um dos destinos de investigados pela Operação Lava Jato para a abertura de empresas offshores – que foram usadas para movimentação de propina em contas secretas no exterior.

O Relatório de Análise 769, da PF, apresenta dados dos familiares de Lula, seus irmãos José Ferreira da Silva, o Frei Chico, e Genival Ignácio da Silva, o Vavá, e do sobrinho Taiguara Rodrigues dos Santos. O documento inclui ‘os vínculos societários dos mesmos e seus familiares, bem como, outras informações relevantes”. Entre essas informações, as viagens internacionais dos alvos desde 2007, com base em dados extraídos do Sistema Nacional de Tráfego Internacional.”

Na reportagem sobre a conexão lulopanamenha, o Estadão destaca um trecho do relatório da PF:

“Cabe observar que no voo CM 0724, da Copa Airlines, saindo de São Paulo/SP em 1 de novembro de 2014 com destino a Cidade do Panamá/Panamá e com retorno através do voo CM 0701, em 7 de novembro de 2014, transportou em comum Fábio Luis Lula da Silva, Fernando Bittar e Taiguara Rodrigues dos Santos.”

Email this to someoneShare on Facebook0Tweet about this on TwitterPin on Pinterest0Share on Google+0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × 5 =