GENERAL GIRÃO É SUSPENSO PELO PSL

DEPUTADO FEDERAL É PERSEGUIDO POR LEALDADE AO PRESIDENTE BOLSONARO

Resultado de imagem para General Girão

O deputado federal pelo RN, General Girão foi um dos punidos pelo seu partido, o PSL.

General Girão recebeu uma suspensão de 3 meses de suas atividades partidárias.

O Diretório Nacional do PSL confirmou hoje a punição a 18 deputados da sigla ligados ao presidente Jair Bolsonaro.

As penas vão de advertência até suspensão das atividades partidárias por 12 meses.

O que significa no jogo do bicho essa suspensão?

Nada.

Veja a lista dos ‘punidos’.

Bibo Nunes: 12 meses

Alê Silva: 12 meses

Bia Kicis: 6 meses

Carla Zambelli: 6 meses

Carlos Jordy: 7 meses

Daniel Silveira: 12 meses

Eduardo Bolsonaro: 12 meses

General Girão: 3 meses

Filipe Barros: 6 meses

Junio Amaral: 3 meses

Luiz Philippe de Órleans e Bragança: 3 meses

Márcio Labre: 6 meses

Sanderson: 10 meses

Vitor Hugo: 7 meses

Outros quatro deputados foram punidos com advertência. São eles:

Aline Sleutjes;

Chris Tonietto;

Hélio Lopes;

Coronel Armando.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois + dezessete =