Category Archives: Notícias

Ex-presidente do Peru que deu um tiro na própria cabeça

Alan Garcia deu um tiro na cabeça ao receber ordem de prisão em sua residência 

Ex-presidente peruano Alan García chega na promotoria para prestar depoimento no caso Oderbrecht nesta quinta-feira (16) em Lima — Foto: REUTERS/Guadalupe Pardo

O ex-presidente peruano Alan García morreu em um hospital em Lima após tentar suicídio com um tiro na manhã desta quarta (17). A morte foi noticiada pelos jornais locais “La República” e “El Comércio”. A agência AFP confirmou a morte com um dirigente do partido de García.

O fato ocorreu depois da chegada de policiais na sua casa, em Lima, para prendê-lo por um caso de corrupção ligado à empreiteira brasileira Odebrecht.

A Justiça do Peru havia determinado a prisão de dez dias do ex-presidente pela acusação de receber dinheiro ilegal da Odebrecht em uma campanha eleitoral em 2006, de acordo com o site do jornal peruano “El Comercio”.

Segundo a publicação, às 6h25 de Lima (8h25 em Brasília), policiais chegaram à casa de García com um mandado de busca e apreensão.

Pouco depois, uma equipe de escolta pediu ao ex-presidente que descesse, porque também havia um pedido de detenção. Eles relataram que García se comunicou com seus advogados e, então, se escutou um disparo.

J.R. Guzzo: “Toffoli e Moraes, mais a banda podre do STF, estão achando que são ditadores”

Jornalista faz comentário ácido

O jornalista José Roberto Guzzo escreveu, no Twitter, que Alexandre de Moraes e Dias Toffoli estão achando que são ditadores.

“Toffoli e Moraes, mais a banda podre do STF, estão achando que são ditadores. É bom lembrarem que não têm tanques, mísseis ou tropas – ou seja, valem bem menos do que pensam. Pior: muitos dos juristas mais respeitados do país acham que ambos estão cometendo crimes. Que se cuidem.”

Acusados de planejar morte de radialista no RN são condenados a 14 anos de prisão

F. Gomes foi assassinado em 2010

Radialista F. Gomes foi morto em 2010, em Caicó — Foto: Paulo Júnior/Cedida

Após ser adiado quatro vezes, enfim foi concluído na noite desta terça-feira (16) o júri popular unificado do ex-pastor evangélico Gilson Neudo Soares do Amaral e do comerciante Lailson Lopes, o ‘Gordo da Rodoviária – ambos acusados de planejar a morte do radialista Francisco Gomes de Medeiros, o F. Gomes, assassinado a tiros em 18 de outubro de 2010 na cidade de Caicó, na região Seridó potiguar. Os réus foram condenados a 14 anos de prisão por homicídio duplamento qualificado.

Gilson Neudo Soares do Amaral, ex-pastor evangélico, e Lailson Lopes, o 'Gordo da Rodoviária'  — Foto: Rosivan Amaral e Willacy DantasGilson Neudo Soares do Amaral, ex-pastor evangélico, e Lailson Lopes, o 'Gordo da Rodoviária'  — Foto: Rosivan Amaral e Willacy Dantas

Gilson Neudo Soares do Amaral, ex-pastor evangélico, e Lailson Lopes, o ‘Gordo da Rodoviária’ — Foto: Rosivan Amaral e Willacy Dantas

O julgamento aconteceu no Fórum Desembargador Miguel Seabra Fagundes, no bairro de Lagoa Nova, Zona Sul de Natal. Gilson, que já estava preso, segue no regime fechado dando cumprimento à pena. Já ao comerciante, foi concedido o direito de aguardar o recurso do julgamento em liberdade.

Ao todo, 14 testemunhas prestaram depoimento durante o júri. A acusação coube ao promotor Augusto Azevedo, que preferiu não comentar o caso.

O crime

Francisco Gomes de Medeiros tinha 46 anos e trabalhava na rádio Caicó AM. Ele foi assassinado na noite de 18 de outubro de 2010, deixando mulher e três filhos. ‘F. Gomes’, como era mais conhecido, foi atingido por três tiros de revólver na calçada de casa, na rua Professor Viana, no bairro Paraíba, lá mesmo em Caicó. Vizinhos ainda o socorreram ao hospital da cidade, mas o radialista não resistiu aos ferimentos.

 

MENINO DE TRÊS ANOS MORTO A TIROS

HOMEM TAMBÉM FOI MORTO EM NATAL 

Mãe e menino foram levados para o Hospital Deoclécio Marques, em Parnamirim — Foto: Alessandro Sousa/Inter TV Cabugi

Um homem e uma criança de 3 anos de idade foram mortos a tiros no final da tarde desta terça-feira (16) em Cajupiranga, bairro da cidade de Parnamirim, na Grande Natal.

A mãe do menino também foi atingida, no braço, e seguiu com ele para o Hospital Deoclécio Marques.

O menino morreu depois de dar entrada na unidade. Uma outra criança também estava no local com os demais, mas não foi atingida pelos tiros.

De acordo com a Polícia Militar, o casal e as crianças estavam dentro de um carro, que foi perseguido por um outro veículo, de cor vermelha. Quando os quatro pararam com o automóvel na Rua Gilberto Roberto Gomes, a principal de Cajupiranga, pessoas que estavam no carro vermelho atiraram várias vezes contra eles.

O homem morreu na hora. Ainda segundo a PM, ele usava uma tornozeleira eletrônica. O menino atingido foi socorrido ao hospital em estado grave junto com a mãe, no entanto morreu. A mulher não corre perigo de morte.

 

Comissão Municipal apresenta cumprimento de pauta de reivindicações em audiência com o MP e Sindiserpum

Representantes da Prefeitura e do SINDISERPUM se reuniram na sede do MP

Uma comissão formada por secretários, além de representantes do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (Sindiserpum), participou hoje de uma audiência realizada na sede do Ministério Público Estadual. Os secretários apresentaram todas as iniciativas do Executivo Municipal voltadas aos servidores da educação, incluindo mudanças de classe e benefícios como o 14º salário da educação.

“Ficamos felizes com o resultado da audiência que comprovou que muitas das reivindicações do sindicato já vinham sendo cumpridas pela Prefeitura. Mostramos ao promotor Olegário Gurgel que já iniciamos o pagamento das mudanças de classe aos servidores e também o 14º salário da educação. Todo esse cronograma obedece a um planejamento realizado em conjunto pela Secretaria de Educação e Secretaria de Administração. O Município tem responsabilidade e tem feito todas as publicações obedecendo a ordem cronológica dos requerimentos à Educação”, informa a secretária da pasta, Magali Delfino, citando as mudanças de classe.

Sobre o reajuste de 3,75%, a Prefeitura reiterou que o percentual observou fatores como disponibilidade financeira e limites da Lei de Responsabilidade Fiscal. “Esse cálculo do reajuste foi feito para atender demandas de todos os servidores do Município, conjugando o que a lei previa e o limite de gasto prudencial”, explica Anselmo Carvalho, consultor Geral do Município.

Também é de iniciativa da Prefeitura a criação de uma comissão para debater pautas como gestão democrática. “Essa comissão foi montada com um cronograma de trabalho, porque sabemos da importância desse assunto”, complementou Magali.

Ao final da audiência, ficou definida uma nova reunião em 1º de agosto para apresentação de estudo técnico-financeiro sobre o impacto do reajuste de 0,42%. Outro ponto é sobre o calendário de reposição de aulas, definido pela Secretaria de Educação, que também terá proposta encaminhada pelo sindicato para posterior homologação via Conselho Municipal de Educação. Foi acertada também a publicação e implantação em folha de pagamento, até o final de 2019, de todas as mudanças de classe requeridas até 2017, iniciativa já encaminhada pela atual gestão. A Educação também vai promover o planejamento da publicação das mudanças de requerimentos de 2018. “Frisamos que o encontro foi bastante positivo, com o reconhecimentos dos esforços e esperamos o fim do movimento grevista, evitando mais prejuízos aos estudantes da rede municipal de ensino”, finaliza Magali.

Participaram da reunião ainda a procuradora Geral do Município, Karina Ferreira, o procurador adjunto, Júlio César Soares, o secretário de Administração, Pedro Almeida, além da presidente do Sindiserpum, Marleide Cunha, e demais dirigentes.

DETALHES DO ACIDENTE EM QUE ROBERTO CARLOS PERDEU A PERNA DIREITA

FILHO DO REI DA MÚSICA BRASILEIRA FALA SOBRE EPISÓDIO 

Roberto Carlos (Foto: Divulgação)

Roberto Carlos passou por um grave acidente na infância que fez com que perdesse parte de sua perna direita, antes de se tornar o ‘Rei’.

Pode ser uma novidade para alguns ou um assunto batido para outros, mas Roberto Carlos não possui a perna direita, e tudo isso aconteceu após um acidente em sua cidade natal, Cachoeiro de Itapemirim, no Espírito Santo, e este é um assunto que não é falado pelo cantor em entrevistas.

Com apenas seis anos de idade, aquele que se tornaria o ‘Rei’ no futuro brincava com uma amiga, chamada Eunice Solino, e se encantava com o Dia de São Pedro. As duas crianças decidiram comemorar juntas os festejos e acabaram ficando próximas aos desfiles.

A cidade de Cachoeiro sempre foi cortada por muitas linhas férreas e constantemente aconteciam acidentes com os moradores locais. Com o apelido carinhoso de Zunga, Roberto Carlos era vigiado por uma professora, que também ficou atenta com Eunice, conhecida como Fifinha.

As duas crianças decidiram ficar em cima dos trilhos para acompanhar a festa e não ouviram os gritos e as sinalizações da professora para sair do local devidos os riscos. Elas não perceberam a chegada de uma locomotiva e somente deu tempo da moça puxar Fifinha pelo braço e Zunga se assustou e caiu de costas no trilho, até que o trem passou por cima de seu membro inferior direito.

Uma grande quantidade de pessoas se aglomerou em volta de Roberto e um rapaz com terno branco, que trabalhava no Banco de Crédito Real, pegou seu paletó e amarrou na perna machucada, a fim de estancar a hemorragia. Foi desse momento que o artista se inspirou para a música O Divã, com o trecho: “Relembro bem a festa, o apito/ e na multidão um grito/ o sangue no linho branco…”.

A festa perdeu a graça, já que apenas bêbados se acidentavam e nunca Zunga, o menino da rua Biquinha. O rapaz do paletó branco, chamado Renato Spíndola, levou a criança para a Santa Casa de Misericórdia. Ele foi atendido pelo médico Romildo Coelho, que avaliou que todos os nervos da perna do menino haviam sido cortados, por isso ele nem sentia dor ou chorava.

O médico era um profissional moderno, atualizado, e havia lido um artigo que dizia que devia-se cortar o mínimo possível os membros acidentados. Portanto, apenas entre o terço médio e o superior da canela foi amputado, e um pouco abaixo colocaram uma roda de metal, o que impediu Roberto de perder os movimentos do joelho direito.

Roberto Carlos passou parte da infância de muletas e aos 15 anos ganhou sua primeira prótese, quando já morava no Rio de Janeiro e se preparava para ser um dos maiores artistas brasileiros de todos os tempos.

O filho do Rei, Dudu Braga, comentou sobre o acidente do pai e a sua dificuldade de falar sobre o assunto. “Ele falou uma vez em uma entrevista, acho que foi para o Fantástico, que o dia que chegar a hora ele fala sobre isso. Eu como filho respeito essa posição dele. Até porque ele sempre foi um cara ligado as causas sociais, humanitárias, desde a época da Jovem Guarda, ele reserva um número de shows, inclusive, para serem beneficentes durante o ano, então eu sei o que ele já sofreu por isso e foi colocado de maneira pejorativa, principalmente lá atrás”, contou ao programa Morning Show.

A próxima etapa do caos institucional é a soltura de Lula

O STF continua seu show de horrores jurídicos 

“A crise atual nem começou direito, e a próxima estação desse trem fantasma já está à vista: a discussão sobre a libertação de Lula pela Segunda Turma do STF.

Um conhecedor daquela câmara diz que está em formação uma maioria em favor do ex-presidente, o que alteraria todo o entendimento das coisas até aqui no caso. A turma irá reunir-se presencialmente em breve a pedido de Gilmar Mendes, ministro que não esconde de conhecidos o desconforto com a prisão do petista.”

E mais:

“Dois governadores contam que receberam a mesma avaliação de membros da cúpula das Forças Armadas: a exemplo do já histórico tuíte do general Villas Bôas em 2018, os militares não estão dispostos a bancar sem alertas antecipados o controle da balbúrdia social que creem ser inevitável no caso de soltura de Lula que tenha cheiro de casuísmo.”

Governo anuncia linha de crédito a caminhoneiros e R$ 2 bi para obras em rodovias

Anúncio ocorre depois de polêmico envolvendo preços do diesel 

O governo federal anunciou, nesta terça-feira (16), no Palácio do Planalto, uma série de medidas para os caminhoneiros. O anúncio ocorre após o presidente Jair Bolsonarodeterminar a suspensão do aumento de 5,7% no preço do diesel nas refinarias, na semana passada, numa tentativa de evitar nova paralisação da categoria.

Ainda nesta terça (16), Bolsonaro receberá o presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, para discutir o assunto. A decisão de interferir nos preços da estatal foi alvo de críticas e impôs uma perda de R$ 32 bilhões no valor de mercado da empresa na última sexta-feira.

Em operação conjunta, MPF, Polícia Federal e Receita combatem fraudes de R$ 3,5 bilhões no RN

Mandados estão sendo cumpridos em outros quatro Estados 

Uma atuação conjunta do Ministério Público Federal, Polícia Federal e Receita Federal deflagrou na manhã desta terça-feira (16) uma operação denominada ‘Grandes Rios’ – que investiga um grupo criminoso suspeito de abrir fábricas de cigarros em nome de ‘laranjas’ e enriquecer com impostos sonegados e dinheiro lavado. Estima-se que a fraude tenha alcançado R$ 3,5 bilhões. A operação busca executar 21 mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça Federal do Rio Grande do Norte.

Os mandados estão sendo executados no RN, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, São Paulo e Pernambuco. Participam da operação 110 servidores da Polícia Federal e 65 da Receita Federal.

O nome da operação é uma alusão aos principais estados envolvidos: Rio Grande do Norte e Rio de Janeiro. As investigações identificaram a existência de um grupo criminoso, formado pela associação de pessoas e empresas, visando à prática de diversos crimes, especialmente os de pertinência a organização criminosa, uso indevido de selos fiscais verdadeiros, evasão de divisas e lavagem de dinheiro, além de sonegação de tributos federais.

Ainda de acordo com as investigações, as condutas criminosas permitiam a concorrência desleal com as demais empresas que atuam no setor de cigarros, e um forte impacto negativo na economia, devido aos valores sonegados.

“Uma das fraudes promovidas pela organização é a exploração, em nome de ‘laranjas’, de fábricas de cigarros que geram um grande passivo tributário (em impostos nunca pagos à Receita) e ainda lucro, que é convertido em bens e valores acumulados no Brasil e no exterior através de procedimentos de lavagem de dinheiro”, ressaltou o MPF.

Autorização

Para produzir cigarros no Brasil, as indústrias necessitam de um Registro Especial fornecido pela Receita Federal, além da autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Um dos requisitos para a manutenção desse registro é a regularidade fiscal da empresa.

A partir do momento em que a Receita Federal identifica a sonegação e cobra os impostos, caso não haja o seu pagamento, o Registro Especial é cancelado, o que ocorreu com indústrias já operadas de forma oculta pela organização criminosa.

“Ao longo das apurações, constatou-se que, ao ter o documento de uma das empresas cancelado, os integrantes passam a operar uma nova indústria, também em nome de ‘laranjas’. Esse ciclo fraudulento impossibilita a cobrança dos impostos sonegados, visto que os sócios e as empresas não possuem patrimônio para pagá-los, enquanto o patrimônio da organização, principalmente de seu líder, aumenta”, acrescentou o MPF.

Tomógrafo do Tarcísio Maia apresenta aquecimento

Diretor Valmir Alves esclarece situação de equipamentos 

POR DE FATO

O tomógrafo do Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM) precisou ser desligado para manutenção após ter apresentado “aquecimento”. Referência no atendimento de urgência e emergência, o tomógrafo do HRTM deverá ser vistoriado na tarde desta terça-feira (16).

Segundo o diretor administrativo da unidade hospitalar, Valmir Alves, “o equipamento não está quebrado”. “O equipamento apresentou um aquecimento e, por orientação da equipe técnica, o uso foi suspenso até a manutenção”, explicou Alves.

No último mês de março, o uso do tomógrafo também precisou ser paralisado. Naquela vez, a “ampola”, peça importante no equipamento, precisou ser substituída após ter excedido a “vida útil”. Contudo, o conserto do equipamento de tomografia durou mais de 30 dias, voltando ao atendimento regular na última terça-feira (9).

Para a substituição da peça, que possui vida útil de aproximadamente 18 meses, uma equipe técnica foi deslocada do Recife (PE) para atender à notificação do Hospital Regional em Mossoró.

“A verdade é que encontramos o hospital muito descoberto de serviços de manutenção”, informou Alves. Segundo o diretor administrativo do Tarcísio Maia, é necessário investir mais na prevenção para evitar que os equipamentos do hospital parem.

“Um equipamento que tem uso 24 horas não pode ter serviços de manutenção somente quando quebra. Estamos retomando os contratos de manutenção com uma política de organização e planejamento”, argumentou o diretor.

Considerado novo, o tomógrafo usado no HRTM foi adquirido no final do ano de 2016 pela Secretaria de Saúde Pública do Rio Grande do Norte. À época, foram investidos mais de R$ 700 mil na compra do equipamento de tomografia que realiza, segundo estima o diretor da unidade, em torno de 200 tomografias por mês.

Atendendo pelo Sistema Único de Saúde (SUS), o Tarcísio Maia deverá voltar a priorizar o atendimento de casos de urgência e emergência da região, segundo o diretor administrativo da unidade.

Ainda segundo Alves, após a visita da equipe técnica na tarde desta terça-feira, a expectativa é que o tomógrafo da unidade hospitalar volte ao seu uso regular o mais rápido possível, e que somente após essa vistoria feita pelos técnicos responsáveis pelo equipamento é que será possível estipular um prazo para o retorno dos exames feitos no Hospital Regional Tarcísio Maia.

 

Após manutenção, equipamento de hemodiálise do HRTM volta a funcionar

O equipamento de hemodiálise usado no Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM) está com seu uso normalizado. O aparelho que auxilia os pacientes no tratamento contra doenças renais havia apresentado defeitos na última terça-feira (9).

Ainda na quarta (10), a equipe técnica responsável pela manutenção do equipamento foi notificada sobre a necessidade de reparo no aparelho usado na unidade hospitalar.

Apesar da suspensão do equipamento, os pacientes atendidos pelo Tarcísio Maia não ficaram desassistidos, como informou a assessoria de comunicação da Secretaria de Saúde Pública do Rio Grande do Norte.

Por meio de nota, a Secretaria de Saúde havia informado que a equipe médica do hospital havia “conseguido outro equipamento portátil” para uso dos pacientes durante a manutenção do aparelho do HRTM.

Segundo o diretor administrativo do Tarcísio Maia, Valmir Alves, a equipe técnica acionada pelo hospital resolveu o problema do equipamento de hemodiálise rapidamente e que seu uso já está normalizado.

O aparelho usado na hemodiálise havia apresentado defeito no mesmo dia em que o hospital finalizava a manutenção do tomógrafo, que estava com o uso suspenso desde o dia 4 de março pela necessidade de substituição da ampola de raios-X do aparelho.