Região Oeste potiguar tem Carnaval violento com registro de nove assassinatos

Os corpos que deram entrada no Itep foram de Mossoró, Tibau, Areia Branca, Apodi e Assú

POR FIM DA LINHA

O Carnaval 2020 foi considerado violento na região Oeste do Rio Grande do Norte. De sexta feira (21) até terça feira (25) último dia dos festejos de momo, o Instituto Técnico-Científico de Perícia (ITEP) registrou nove assassinatos na região.

Os crimes violentos letais intencionais, tiveram início no sábado (22) na Comunidade de Linda Flor, zona rural de Assu, onde o jovem agricultor José Augusto de Paulo Neto de 20 anos foi morto a tiros naquela comunidade.

Ainda em Assu, um agricultor de 56 anos foi morto durante um assalto na mesma comunidade. Francisco Galdino Sobrinho foi baleado por um assaltante e morreu no Hospital Tarcísio Maia em Mossoró.

Em Porto do Mangue, região do Litoral Oeste Potiguar, dois homens foram mortos, durante uma tentativa de assalto, na madrugada do domingo (23), na Praia de Pedra Grande. As vítimas foram identificadas como Ckleverson Igor Ferreira da Silveira de 33 anos de idade, morava na Rua Horonides Xavier da Silva no Bairro Rosa dos Ventos em Parnamirim RN e Emerson Ferreira do Nascimento de 41 anos, mecânico, residia em São Gonçalo do Amarante RN.

Ckleverson Igor e Emerson Ferreira foram mortos por assaltantes

Segundo a Polícia os dois estavam na casa de praia alugada por eles para a temporada de Carnaval, quando dois homens invadiram o imóvel para assaltar, houve reação e os dois acabaram sendo baleados. Emerson Ferreira morreu na hora, enquanto que Ckleverson estava sendo socorrido pela esposa para o Hospital de Areia Branca, quando o carro capotou e o mesmo não resistiu e morreu.

VEJA VÍDEO DA CONFUSÃO GENERALIZADA EM TIBAU QUE ACABOU COM A MORTE DE ADAILTON DANTAS

Na madrugada de domingo (23), Adailton Dantas de Souza 22 anos, era morador da Rua José Ribamar Barreto, no Conjunto Wilson Rosado em Mossoró, foi assassinado com um tiro, na festa do Carnaval em Tibau. A vítima ainda chegou a ser socorrida mas morreu ao dar entrada no hospital da cidade.

Em Apodi dois irmãos foram mortos, na manhã de domingo (23) durante uma troca de tiros com a Polícia Militar. Francisco Marques de Melo Bezerra, 24 anos e Rivanilson Matheus Melo Santos 18 anos, moradores da Rua Francisco Sena no Bairro Santo Antônio em Mossoró RN. Segundo a PM os dois estavam praticando assaltos aos foliões e reagiram a uma abordagem policial. Com os dois foram apreendidos um revolver calibre e objetos roubados de vítimas.

Em Mossoró final de tarde de domingo (23), um homem foi morto com várias cutiladas de faca peixeira. Maciel Pereira da Silva, tinha 26 anos era marceneiro e morava em Parnamirim RN. Ele foi morto em um bar localizado na Rua Vicente leite no Bairro Planalto 13 de Maio. O suspeito do crime já foi identificado, mas encontra-se foragido.

Em Areia Branca um jovem de 23 anos, identificado como Márcio Freire Reis, residente naquela cidade, foi alvejado por disparos de arma de fogo, durante o carnaval e morreu quando era socorrido para o hospital da cidade. A vítima não tinha passagem pela polícia e o crime ainda é um mistério para a Polícia Civil que vai investigar o caso.

Policiais no loteamento Pousada Thermas, em Mossoró, onde Luan Erick foi assassinado

Na noite de terça feira (25) último dia de carnaval, um ataque a tiros deixou um morto e outras três pessoas da mesma família feridas. A ção criminosa aconteceu na Rua Maria Clara da Conceição no Loteamento Pousada dos Thermas, região do Abolição IV em Mossoró. Luan Erick do Amaral Costa, 16 anos de idade, foi morto com um tiro de escopeta 12 na cabeça, depois que teve a porta de sua casa arrombada pelo criminoso.

PRF registra 8 acidentes graves nas rodovias federais do RN durante o carnaval

Números são parciais e dados oficiais será anunciados

Motorista cochila e bate em caminhão na BR-101 em Natal. PRF registra oito acidentes graves no feriadão no RN.  — Foto: Kleber Teixeira/Inter TV Cabugi

Pelo menos oito acidentes graves foram registrados pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) nas rodovias federais que cortam o Rio Grande do Norte, do início do carnaval até a manhã desta quarta-feira (26), segundo informou o superintendente da corporação, Djairlon Henrique. Apesar de um crescimento de 300% em relação a 2019, quando foram registrados dois acidentes graves, não houve nenhuma morte nas estradas.

Durante a manhã desta quarta (26), um acidente foi registrado na BR-101, na Grande Natal. O motorista de um carro cochilou e acabou batendo em um caminhão. Apesar do incidente, os envolvidos tiveram apenas escoriações.

Ainda de acordo com o superintendente, durante o feriadão 85 pessoas foram flagradas dirigindo sob efeito de álcool. Do total, seis foram presas.

Ainda no período de carnaval a PRF apreendeu 100 quilos de maconha no posto de fiscalização de Macaíba, na Grande Natal. Um caminhoneiro foi preso e disse que recebeu a droga no estacionamento do porto para levar até Mossoró, no Oeste potiguar.

Também foram registrados casos de ultrapassagem indevida, receptação de veículo roubado e contrabando, mas a PRF só deverá divulgar todos os dados nesta quinta-feira (27), após o fim da operação, previsto para a meia-noite.

De acordo com o superintendente, as principais orientações para os motoristas são evitar os períodos de grande fluxo de carro e avaliar as condições do motorista e do veículo.

“O ideal é que as pessoas que puderem, deixem para voltar outro dia, para evitar o grande fluxo. Quem não puder, o ideal é evitar os horários de maior fluxo, que são a manhã e o início da tarde”, afirmou.

Ainda de acordo com ele, o motorista deve estar alimentado, evitando alimentos pesados, que causem sono, e estar descansado. “Também é importante analisar as condições do veículo e verificar toda a documentação, para evitar transtornos na volta para casa”, acrescentou.

Ministério da Saúde confirma paciente com coronavírus no Brasil

Vítima é homem de 61 anos que reside na capital paulista

Imagem de microscópico mostra o novo coronavírus, responsável pela doença chamada Covid-19 — Foto: NIAID-RML/AP

O Ministério da Saúde afirmou que está comprovado o caso positivo de coronavírus na capital paulista. Este é o primeiro caso da doença no país, que já chegou a ter casos investigados, mas todos deram negativo.

De acordo com o ministro Luiz Henrique Mandetta, o paciente chegou assintomático e, depois de alguns dias, procurou um serviço de saúde com sintomas respiratórios. O hospital Albert Einstein registrou a suspeita, fez um teste, que deu positivo. O caso foi para o Instituto Adolfo Lutz para contraprova, que foi concluído rapidamente e comprovou a infecção por coronavírus.

“Passamos a uma nova fase de providências, no sentido de mitigar os efeitos da doença em SP e em todo Brasil. Nosso comitê de emergência está reunido em SP, e de tarde vamos nos juntar a eles para falar sobre o que deve ser feito. Não muda muito com relação aos casos suspeitos, mas agora temos uma patologia confirmada”, afirmou Mandetta.

Segundo o secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Wanderson Oliveira, é possível que o número de casos suspeitos aumente no Brasil, porque aumentou o número de países com mortes.

O coronavírus é conhecido desde 1960. A doença provocada pelo novo coronavírus, chamada de Covid-19, está sendo investigada, mas apresenta gravidade moderada a leve, segundo o Ministério da Saúde. Cada pessoa infectada pode transmitir para duas ou três pessoas, em alguns casos chegando a sete. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o período de incubação varia de 0 a 14 dias, mas já há estudos apontam que os sintomas aparecem de 9 a 10 dias.

Um estudo feito com 44 mil pessoas com casos confirmados apontou que a maioria dos infectados tinham idade entre 40 e 69 anos. Destes, 1.023 morreram. Os quadros mais graves deste estudo apareceram em pessoas acima de 60 anos.

O Hospital Albert Einstein, na Zona Sul da capital paulista, registrou em 25 de fevereiro a notificação do caso suspeito de um homem de 61 anos. Ele é brasileiro e viajou para o norte da Itália entre 9 e 21 de fevereiro. O paciente tem sinais brandos da doença, como tosse, e está em isolamento domiciliar.

“O paciente encontra-se em bom estado clínico e sem necessidade de internação, permanecendo em isolamento respiratório que será mantido durante os próximos 14 dias. A equipe médica segue monitorando-o ativamente, assim como as pessoas que tiveram contato próximo com ele”, diz nota do Hospital Albert Einstein (veja nota completa abaixo).

Segundo o Ministério da Saúde, no atendimento, o hospital “adotou todas as medidas preventivas para transmissão por gotículas, coletou amostras e realizou testes para vírus respiratórios comuns e o exame específico para SARS-CoV2 (RT-PCR, pelo protocolo Charité), conforme preconizado pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

Com resultados preliminares realizados pela unidade de saúde e de acordo com o Plano de Contingência Nacional, o hospital enviou a amostra para o laboratório de referência nacional, Instituto Adolfo Lutz, para contraprova.

Este processo de validação dos resultados está em curso e o Ministério da Saúde divulgará o laudo final da investigação oportunamente. A pasta recomenda, portanto, cautela sobre quaisquer informações que não sejam as oficiais, uma vez que a investigação não está concluída.

Trata-se de um homem de 61 anos, residente em São Paulo/SP. Traz o histórico de viagem para a Itália, na região da Lombardia (norte do país), a trabalho, sozinho, no período de 09 a 21 de fevereiro. Iniciou com sinais e sintomas (Febre, tosse seca, dor de garganta e coriza) compatíveis com a suspeita de Doença pelo Coronavírus 2019 (COVID-19). O paciente está bem, com sinais brandos e recebeu as orientações de precaução padrão.

A SES/SP e SMS/SP estão realizando a identificação dos contatos no domicílio, hospital e voo, com apoio da Anvisa junto à companhia aérea”, diz a nota do Ministério da Saúde.

Pai, mãe e filhos são baleados dentro de casa em Mossoró

Adolescente de 16 anos é morto

POR G1/RN

Bandidos atiraram pela porta da frente da casa — Foto: Marcelino Neto/O Câmera

Uma família foi vítima de um atentado na noite de terça-feira (25) em Mossoró, na região Oeste do Rio Grande do Norte. Um adolescente de 16 anos foi baleado e morreu dentro de casa. Pai, mãe e a irmã da vítima, de 12 anos, também foram atingidos pelos disparos, mas não correm risco de morrer. Outras duas crianças estavam na residência e não foram alvejadas.

Segundo a Polícia Militar, criminosos tentaram invadir a casa da família, localizada na Rua Maria Clara da Conceição, no bairro Abolição, por volta das 21h. Os homens atiraram diversas vezes em direção à porta e atingiram a cabeça de Luan Erick do Amaral Costa, de 16 anos, que estava dormindo em uma rede. Ainda de acordo com as investigações preliminares, os atiradores sequer entraram na casa. Eles atiraram com uma arma calibre 12 pela porta da frente.

As outras três pessoas da mesma família também sofreram disparos e foram socorridas ao Hospital Tarcísio Maia por equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). A Delegacia de Homicídios de Mossoró (DHM) investiga o caso e vai ouvir os três sobreviventes do atentado para prender os suspeitos.

REPETITIVO: BOLSONARO PROVOCA MAIS UMA CRISE

O BRASIL NÃO MERECE SE GOVERNADO DESSA FORMA

Para surpresa de ninguém, o presidente da República, Jair Bolsonaro provoca mais uma crise.

Agora, teria feito conclamação para um ato protesto contra o Congresso Nacional.

Que a grande maioria do povo honrado do Brasil concorda que esse Congresso Nacional já deveria ter sido fechado, é verdade

Porém, Jair Bolsonaro já passou do tempo de se agir como o maior problema para o Brasil.

Então, é aguarda qual será a patuscada de amanhã.

Vergonha!!

País tem ao menos 230 concursos públicos abertos com inscrições para mais de 23,8 mil vagas

Cargos são em todos os níveis de escolaridade

Resultado de imagem para Imagem de concurso

Pelo menos 230 concursos públicos no país estão com inscrições abertas nesta segunda-feira (24) para mais de 23,8 mil vagas em cargos de todos os níveis de escolaridade.

Só na Secretaria de Educação e Esportes de Pernambuco são oferecidas mais de 2,9 mil vagas, com salários de até R$ 2.932,96. Na Prefeitura de Marechal Cândido Rondon, no Paraná, os salários chegam a R$ 20.991,45.

Além das vagas abertas, há concursos para formação de cadastro de reserva – ou seja, os candidatos aprovados são chamados conforme a abertura de vagas durante a validade do concurso.

Entre os principais concursos federais abertos estão:

  • Aeronáutica, que inscreve para 370 vagas em dois editais: um para 220 vagas e outro para 150;
  • Exército Brasileiro, que oferta 1,1 mil vagas para formação de sargentos
  • Marinha do Brasil, que oferece 960 vagas em três áreas distintas

Dos concursos em aberto, oito deles abrem as inscrições nesta segunda-feira para mais de 420 vagas em cargos de todos os níveis de escolaridade. Os salários chegam a R$ 13 mil em um deles. Veja abaixo os detalhes deles concursos:

Prefeitura de Dores do Indaiá (MG)

  • Inscrições: até 24 de março
  • 49 vagas
  • Salários de até R$ 13.000,00
  • Cargos de nível fundamental, médio e superior
  • Veja o edital

Prefeitura de Delmiro Gouveia (AL)

  • Inscrições: até 30 de março
  • 200 vagas
  • Salários de até R$ 3.880,00
  • Cargos de nível fundamental, médio e superior
  • Veja o edital

Prefeitura de Cachoeira Dourada (GO)

  • Inscrições: até 16 de março
  • 66 vagas
  • Salários de até R$ 2.587,65
  • Cargos de nível fundamental, médio e superior
  • Veja o edital

Prefeitura de Crisólita (MG)

  • Inscrições: até 24 de março
  • 82 vagas
  • Salários de até R$ 9.947,27
  • Cargos de nível fundamental, médio e superior
  • Veja o edital

Câmara Municipal de Nepomuceno (MG)

  • Inscrições: até 25 de março
  • 4 vagas
  • Salários de até R$ 3.000,00
  • Cargos de nível médio e superior
  • Veja o edital

Prefeitura de São Miguel do Guaporé (RO)

  • Inscrições: até 6 de março
  • 19 vagas
  • Salários de até R$ 7.500,00
  • Cargos de nível técnico e superior
  • Veja o edital

Câmara de Itaúna do Sul (PR)

  • Inscrições: até 24 de março
  • 2 vagas
  • Salários de até R$ 2.700,00
  • Cargos de nível médio e superior
  • Veja o edital

Conselho Regional dos Técnicos Industriais da 4ª Região

  • Inscrições: até 7 de abril
  • 6 vagas
  • Salários de até R$ 3.300,00
  • Cargos de nível médio e técnico
  • Veja o edital

Obra da quadra da E. M. Evilásio Leão está em ritmo acelerado

Gestão Rosalba prepara inauguração de obra

Muito em breve os alunos matriculados na Escola Municipal Evilásio Leão, localizada na comunidade do Hipólito, terão a sua disposição uma quadra de esportes. A obra de construção estava paralisada e a atual administração retomou as atividades em ritmo acelerado para garantir que a comunidade tenha acesso à prática esportiva em local adequado.

Na manhã desta quinta-feira (20) a prefeita Rosalba Ciarlini, acompanhada do vereador Manoel Bezerra, visitou o canteiro de obras. A retomada foi iniciada no mês de setembro do ano passado, e até o final deste semestre a obra deverá ser concluída. Para concluir esta obra foram investidos R$ 641.346,05.

“Quando assumimos a gestão encontramos diversas obras paralisadas. Obras de grande importância para o município, mas que por falta de compromisso não tinham previsão de conclusão. Com muita responsabilidade e planejamento estamos retomando essas obras. Nessa quadra da comunidade Hipólito 50% dos recursos são próprios do município e o restante do FNDE”, disse a prefeita Rosalba Ciarlini.

E. M. EVILÁSIO LEÃO – A unidade da Rede Municipal de Ensino está localizada na comunidade do Hipólito, as margens da BR 304. São aproximadamente 200 alunos matriculados do Infantil I (Ed. Infantil) ao 9° Ano (Ens. Fundamental). A escola atende as comunidades do Hipólito I e II, além de Curral de Baixo, Santana, Quixaba, Baixa Verde e Espinheirinho.

“A quadra de esportes da Escola Municipal Evilásio Leão, além de atender a demanda da prática esportiva dos alunos da escola, também estará a disposição do esporte e lazer de todas as comunidades em torno desta unidade de ensino. A obra pertencerá a toda a comunidade”, finalizou a prefeita.

Izabel Montenegro afirma que pode deixar o MDB para viabilizar projeto de reeleição

Presidente da Câmara Municipal de Mossoró conversa com o jornalista César Santos

POR CÉSAR SANTOS 

De Fato

Presidente Izabel Montenegro está no Cafezinho com César Santos

Na semana que passou, a Câmara Municipal de Mossoró referendou o parecer do Tribunal de Contas do Estado que sugeria a reprovação das contas do exercício de 2016 do Poder Executivo local, último ano da gestão do ex-prefeito Francisco José Júnior. Foi uma decisão inédita, histórica e simbólica. A conturbada sessão que resultou na desaprovação das contas de Silveira e na sua consequente inelegibilidade foi conduzida pela presidente da Câmara, vereadora Izabel Montenegro, do MDB.

A parlamentar tomou o “Cafezinho com César Santos” desta semana, e na entrevista a seguir, traz o seu posicionamento sobre a polêmica votação, negando qualquer possibilidade de interferência externa ou pressão política no processo. Durante a conversa, Izabel Montenegro também faz uma avaliação sobre o processo sucessório municipal e revela, pela primeira vez, que pode deixar o MDB e partir para um “chapão” no pleito deste ano. Acompanhe.

A CÂMARA Municipal de Mossoró, pela primeira vez na sua história, rejeitou contas do Executivo e tornou um ex-prefeito inelegível. Independentemente do conteúdo do processo, é um momento histórico para a Casa Legislativa?

EU CONSIDERO. Eu acho que a própria imprensa considerou que é um momento histórico. Todo mundo sabe que a Câmara é uma casa política, mas não foi um julgamento político. Silveira está com as contas do exercício de 2014 e 2015 já com parecer prévio do Tribunal de Contas pela desaprovação, ele está se defendendo, e aí a gente se perguntava: o que é que pode ter nas contas de 2016, que nem para o Tribunal quiseram mandar? E aí tem gente que diz: “Como o Tribunal analisou, se as contas não foram enviadas?”, mas com certeza, foi dado a Silveira o direito à ampla defesa e ao contraditório. Está lá no processo, no site do Tribunal de Contas, Silveira foi várias vezes notificado para que ele pudesse encaminhar a sua defesa, inclusive, eu pedi aos técnicos da Câmara para saber e até hoje não tem apensado esses documentos que estavam faltando. Eram documento simples, que a gente acha até que pode ter sido uma estratégia, claro, todo mundo tem direito de se defender, de não tentar se condenar, então, se ele usou como estratégia não mandar e que viesse para a Câmara, para ter um voto político, aí foi ruim porque a Câmara é a Casa dos contrários. A vereadora Aline Couto, relatora na Câmara, claro que ela não tem um conhecimento técnico para analisar as contas, mas ela teve apoio do corpo técnico da Câmara, de servidores efetivos. Não foi de cargo comissionado. Na Comissão, só tinha Aline que era política.

 

E NESSE período todo, o ex-prefeito não apresentou a sua defesa?

EU NÃO recebi. Eu nunca fui procurada por ninguém. A imprensa, algumas pessoas falaram que eu fui pressionada, e em nenhum momento eu fui pressionada, nem Silveira me procurou. A gente notificou o ex-prefeito para que ele fosse à Comissão se defender e ele não foi. Vi agora na imprensa ele dizer que não foi chamado para a votação. Ele não era para ser chamado para a votação. Ele não teria que fazer nada na Câmara na sessão da quarta-feira (19); ele teria que ter feito antes. Foi dado a ele o direito à ampla defesa e ao contraditório, nem ele e nem o advogado dele compareceram à Comissão. Ele mandou alguma coisa por escrito, mas eu não recebi não. Não apareceu nem quem recebeu. Apareceu uma história que Silveira tinha enviado defesa, eu estou presidente e quem deve receber é o presidente da Casa. Eu nunca recebi. Não recebi essa documentação e quando chegaram os 30 dias que a gente deu para a Comissão de Orçamento, Finanças e Contabilidade, até um pouco mais, eu designei o vereador Francisco Carlos para relatar a matéria, que não quis naquele momento, pelas razões dele, de foro íntimo, e aí eu designei a vereadora Aline, e dei 10 dias, e ela cumpriu o seu papel de analisar as contas do ex-prefeito.

OS VEREADORES que se abstiveram ou votaram a favor do ex-prefeito alegam justamente isso, que não tiveram acesso à defesa antes, que o documento só chegou na segunda-feira, por e-mail…

A CÂMARA não teria que encaminhar para os gabinetes; quem analisa as contas é a Comissão de Orçamento, Finanças e Contabilidade. Não chegou para a Comissão em tempo hábil. O vereador presidente da Comissão, Manoel Bezerra, me disse: “Olha, Genilson não quer ser relator, Zé Peixeiro não quer ser relator.” Nós demos o prazo de 30 dias, mais do que 30 e não foi feito nada, foi quando a gente designou outro relator especial. Então, eu não tive conhecimento desse envio. Não sei quem recebeu essa defesa dele e ele não só teria direito de mandar por escrito, como também o direito de ir lá presencialmente fazer a sua defesa, junto com o advogado, e em nenhum momento eu soube que ele procurou a Câmara.

 

A SENHORA entende que a Câmara deu uma resposta positiva à sociedade?

EU ENTENDO que deu sim. Ele teve nove votos contrários. Lá, ninguém quis sacrificar ninguém. Foi um julgamento exclusivamente técnico. Eu quero aqui dizer que em nenhum momento a gente teve pressão política de ninguém. O que houve foi algum colega vereador, que já trabalhou com ele, que já foi secretário dele e que conversou com alguns outros colegas, isso é até compreensível. Silveira precisaria de 14 votos, maioria qualificada, e ele não conseguiria, na nossa opinião, jamais esses 14 votos, principalmente com a renovação que a Câmara teve, dos 21 vereadores, só voltaram oito, então como ele iria conseguir ter 14 votos para derrubar o parecer do Tribunal?

O CURIOSO é que parte dos vereadores que fez a defesa de Silveira não votou a favor dele…

NO PLACAR, foram nove votos pela manutenção do parecer, quatro pela derrubada e cinco abstenções. Nove a nove. Um empate. Eu falei na tribuna: assuma o voto, é normal. Aqueles que se abstiveram é aquela história: não sou contra nem a favor. Mas, ninguém lá foi contra Silveira. A gente não pode é referendar um ato desse. Existem os controles. O Tribunal de Contas erra? Erra, mas tem dois exercícios, já que estão com portas reprovadas, e final de gestão a gente sabe como é, não estou aqui querendo julgar, mas ele também vai ter direito a se defender com certeza agora na Justiça, de mostrar que estava tudo ok, porque também ninguém pode fazer um discurso apostando que as contas estavam ok, que só faltou a LDO e a LOA.

 

A INELEGIBILIDADE do ex-prefeito é automática, a partir dessa decisão que a Câmara tomou?

PELO que os advogados dizem, é, mas como ele está alegando que o Tribunal reprovou sem ter as contas, vai querer na Justiça provar que as contas estão ok, mas como eu disse, há dois exercícios também reprovados e analisados, não tem mais a desculpa de que ninguém viu as contas e reprovou sem ver.

 

ESTAMOS em ano de eleição. Como o partido da senhora está se preparando para o pleito deste ano em relação a Mossoró?

POR enquanto, eu estou com o vereador Alex Moacir no MDB, e ele tem dito que vai sair e algumas pessoas que nos procuram já dizem: a gente só pode ir para o MDB se tiver pelo menos só a senhora. Estamos tendo umas conversas. É engraçado que neste ano, as pessoas estão conversando com todo mundo, tem uma reunião do partido A, está todo mundo lá, reunião do partido B, aqueles mesmo que estavam na reunião do partido A estão na do partido B, estão procurando uma fórmula de ganhar uma eleição facilmente, de ter uma garantia de eleição, mas ninguém tem garantia de eleição. A gente quer condição de disputar. Está sendo difícil, porque algumas pessoas acham que vereador em um partido é um câncer, não aceitam, querem disputar sem vereador. Acho que as pessoas esquecem que na atual legislatura, somente oito vereadores retornaram à Câmara Municipal. Recentemente, um jornalista de Mossoró dizia que é muito difícil presidente de Câmara se reeleger, até concordo com ele, porque é um cargo pesado. Todo mundo acha que o presidente da Câmara tem uma varinha mágica para resolver as coisas, para arranjar emprego, e não é assim, é uma Casa com 21 vereadores que a gente tenta trabalhar em harmonia com eles.

ENTÃO, a senhora considera que será uma disputa difícil?

A DIFICULDADE está sendo dessas pessoas que querem procurar os partidos para se eleger com 500, 600 votos, jamais uma pessoa vai ser eleger com 500 votos, porque tem que atingir pelo menos 10% do coeficiente eleitoral. Inclusive, partidos que não conseguiram alcançar cláusula de barreira estão também se organizando, mas como você vai disputar uma eleição numa cidade da dimensão de Mossoró, que cresceu, explodiu, se você só tem 45 dias de campanha e não tem o palanque eletrônico, que é a televisão? Você talvez não tenha esse serviço prestado, como vai dizer a toda Mossoró que você é candidato? Esses partidos não têm sequer condição de bancar um contador, de bancar um advogado, de dar pelo menos um santinho, uma estrutura mínima. Eu acho que até o dia 5 de abril, vai ter muita mudança. Os partidos estavam contando com R$ 4 milhões mais ou menos de fundo partidário e foi cortado 50% disso, e os caciques lá de cima é que ficam já para os seus preferidos. Não adianta fazer promessa que a gente não possa cumprir, porque isso desestimula as pessoas que chegam nos partidos.

 

A SENHORA admite a possibilidade de sair do MDB se o partido não viabilizar uma chapa?

ESTAMOS ainda conversando. Eu tenho um plano A, que é tentar fortalecer o MDB; o plano B é ir para um chapão e disputar, como a gente foi na eleição passada. (Sair do MDB) é a minha última opção, mas se for para ter condição de disputar o mandato com chance de reeleição, é a última opção que eu terei, mas estou tentando, conversando como todo mundo, mas não está fácil porque as pessoas querem que a gente já diga que vai ser eleito, e não é fácil. Minha ligação hoje com a executiva estadual é com o ex-senador Garibaldi Alves Filho, e pelo menos uma coisa Garibaldi nos garante: o comando do MDB ficará conosco. Eu até perguntei se não existe a possibilidade de mudança, ele disse que de forma nenhuma. A gente vai ficar na presidência, inclusive eu estou esperando para ver alguns nomes, que se vierem para o MDB, a gente pretende fazer um dia de filiação, fazer a convenção para deixar de ser comissão provisória, já que as comissões provisórias vão ter que começar a se definir como diretório mesmo.

COMO tem sido feito o trabalho para incentivar a participação da mulher na política?

EU ALMOCEI há uns quinze dias com a professora Eneida Desiree Salgado, ela é professora da Universidade Federal do Paraná (UFPR), e está andando todo o país, defendendo que as mulheres tenham não a cota de candidatas, mas uma cota de cadeiras, porque se você for fazer uma projeção, da forma que está hoje, nós passaremos 160 anos para ter paridade de gênero. Eu até disse: “Professora, vamos mais devagar.” Ela quer que a gente faça um projeto para que as leis orgânicas dos Municípios contemplem 50% das cadeiras para homens e 50% para mulheres. Eu disse: “Vamos tentar pelo menos 30%, que é a cota do fundo partidária para as candidaturas femininas.” Eu até já disse à presidente do MDB Mulher, deputada Fátima Pelaes, que a gente tem que fazer essa divisão para fortalecer realmente a participação das mulheres na política, e não somente os filhos dos caciques. Não é fácil. Esse projeto, acho difícil, porque hoje a maioria dos detentores de mandato é formada por homens, imagine se eles vão aprovar 50% de cadeiras para mulheres. É uma pretensão que eu dou apoio, mas que a gente tem que caminhar devagar, para tentar reconquistar esse espaço.

 

QUAL a avaliação que a senhora faz do cenário sucessório municipal neste momento?

A PREFEITA Rosalba Ciarlini hoje é franco-favorita. Fala-se que a gestão não está bem, mas a prefeita assumiu numa situação difícil, e eu acho que ela está fazendo o que é possível. Esperamos o Finisa (empréstimo de R$ 150 milhões que o Município está buscando junto à Caixa), colocamos toda a nossa esperança, não para Rosalba ser reeleita, mas para Mossoró poder sair do buraco em que se encontra. A gente sabe que a capacidade de investimento do Município é ínfima, a máquina é muito pesada, e que esse Finisa será realmente a nossa redenção, inclusive também para o nosso projeto de ter uma sede própria da Câmara Municipal de Mossoró.

 

A PARTIR desse financiamento, vai ser possível a construção da sede própria?

VAI ser possível. A prefeita Rosalba Ciarlini, quando a gente conversou sobre esse empréstimo, o único pedido que nós fizemos foi exatamente que a Câmara tivesse a sua sede própria. Depois desses anos, todos de Legislativo mossoroense, pagar aluguel é terrível. A gente agora teve que fazer alguns ajustes na Câmara, por força de um termo de ajustamento de conduta assinado com o Ministério Público. Muitas pessoas questionam: por que gastar com essa reforma? Era para a gente ter entregue essa reforma em agosto do ano passado, postergamos para ver se iniciava a construção da sede própria, infelizmente depende de dinheiro e, apesar das pessoas dizerem que Poder Legislativo tem que ser independente, e somos dois poderes, mas o Legislativo depende totalmente, constitucionalmente do Executivo. Não pode fazer empréstimo, assinar uma parceria público-privada sem um aval da prefeita ou do prefeito. A prefeita nos garantiu destinar, desses quase R$ 150 milhões, cerca de R$ 4,5 milhões. Nós temos o projeto arquitetônico, e os projetos complementares não deu para o Município fazer, porque a Prefeitura tem um quadro escasso de técnicos.

 

PERMANECER na sede atual é uma opção?

EU ESTIVE recentemente com o dr. Guglielmo Marconi (promotor de justiça) e ele disse que para ficarmos naquele prédio do Centro, temos que fazer toda a adaptação, acessibilidade nos primeiro, segundo e terceiro andares. O primeiro já está ok, mas no segundo e no terceiro, temos que trocar todas as portas, adotar algumas providências. Aí eu chego a pensar: será que é melhor a gente comprar esse prédio ou construir um novo? A gente tentaria pegar de volta um terreno que deram à Câmara em 1988, porque muita gente me cobra esse prédio, mas desde 1988, a Prefeitura na gestão de Dix-huit Rosado doou à Câmara um terreno, aquele que fica entre o Santander e a Casa Ferreira, que inclusive está na Justiça por usucapião, mas é um bem público e direito público é imprescritível. A gente poderia pensar em um estacionamento vertical ali e ir construindo devagarzinho, ficando naquele prédio e as próximas gestões tentando adaptar o prédio totalmente às questões de acessibilidade. Algumas pessoas criticam a possibilidade de a gente ir para o Nova Betânia, mas vamos aguardar que realmente o Finisa saia, o Tribunal de Contas, graças a Deus, já aprovou, está agora na Secretaria do Tesouro Nacional*, na Caixa já está tudo ok, tudo aprovado e espero que saia o mais rápido possível.

A EXPECTATIVA, inclusive, é que o presidente da Caixa esteja em Mossoró agora em março, não é isso?

ESTARÁ, no dia 6 de março, para inaugurar a superintendência de Mossoró, e aí a gente tem a esperança também que nesse dia a prefeita possa estar assinando o Finisa. Nessa oportunidade, a gente vai agraciar o presidente da Caixa, o superintendente regional do Rio Grande do Norte e o de Mossoró com títulos de cidadãos mossoroenses.

 

A SENHORA mencionou há pouco o peso do cargo de presidente da Câmara. Esse é o último ano da atual legislatura, e a senhora exerceu a presidência durante todo esse período. O que foi possível implementar ao longo desses últimos três anos e quais as principais dificuldades que a senhora encontrou?

EU CONSIDERO que a gente conseguiu vários avanços. A questão da estrutura física adequada às normas de acessibilidade, hoje também conseguimos informatizar todos os setores da Câmara, organizar o arquivo da Casa, onde ninguém encontrava nada, há décadas que estavam lá jogados documentos importantes, inclusive estamos agora através da Fundação Vingt-un Rosado fazendo uma parceria para escrever a história do Legislativo mossoroense. Fizemos uma outra galeria da Câmara, que vamos inaugurar com o nome do vereador José Emílio de Araújo, vamos fazer a galeria feminina, com o nome da vereadora Niná Rebouças. A Câmara hoje é toda monitorada com câmeras de segurança, são vários avanços. Hoje, a gente paga todos os servidores, pagamos todos os nossos fornecedores em dia, nada na Câmara está atrasado, nem Previ, INSS, Imposto de Renda, deixamos de pagar aqueles juros, mora de atraso. A Câmara Municipal de Mossoró, acredito eu, tem hoje o melhor plano de cargos, carreira e salários do Brasil, de ascensão funcional. Só depois da nossa gestão, servidores já tiveram, com essa reposição agora da inflação, 28% de aumento.

(*) A operação de crédito referente ao Finisa foi aprovada pelo Tesouro Nacional na última sexta-feira (21), após esta entrevista ter sido realizada (VEJA AQUI).

Carnaval violento: cunhados são mortos em tentativa de assalto em praia de Areia Branca

Duplo homicídio aconteceu na madrugada deste domingo

Um duplo homicídio foi registrado na madrugada deste domingo na zona rural de Areia Branca, região do litoral Oeste Potiguar. Dois homens identificados como, Ckleverson Igor Ferreira da Silveira de 33 anos de idade e Emerson Ferreira do Nascimento de 41 anos, estavam em casa na Praia de Pedra Branca, quando tiveram a casa invadida por bandidos, que queriam roubar.

De acordo com informações da Polícia Militar,as vítimas vieram de Natal passar o carnaval naquela localidade. A Polícia informou ainda que uma das vítimas teria reagido a ação dos bandidos e acabou sendo baleado e morreu na hora.

Ckleverson Igor, da mesma família também foi baleado e quando estava sendo socorrido para a cidade de Areia Branca, sua esposa capotou o veículo e o mesmo acabou morrendo. A perícia criminal acredita que sua morte tenha sido causada pelo disparo sofrido, mas só a medicina legal deverá apontar a causa morte.

Crime aconteceu na madrugada deste domingo (23) em Porto do Mangue, no Oeste potiguar — Foto: Marcelino Neto/O Câmera

Crime aconteceu na madrugada deste domingo (23) em Porto do Mangue, no Oeste potiguar — Foto: Marcelino Neto/O Câmera

Fonte: Fim da Linha

Dois Assaltantes morrem em confronto com a Polícia Militar na cidade de Apodi

Ocorrência foi registrada no início do domingo

A Polícia Militar da cidade de Apodi recebeu informações de ocorrência de roubo no Carnaval de Apodi, roubos esses sendo praticado por dois elementos.
Nas primeiras horas deste Domingo, uma guarnição da Polícia voltou a recebe informações e localização dos elementos, houve uma perseguição e os elementos acabaram sendo alcançados, os mesmo após serem baleados foram socorrios para o Hospital da cidade, mais acabaram não resistindo e morreram.
A Polícia Militar ainda não tem a identificação dos mesmo, diversos objetos produtos de roubo foram aprendido pelas guanições envolvidas na ocorrência, o caso está sendo registrado na delegacia de Polícia Civil do Município, outras informações a qualquer momento.

Fonte: Santana Notícias