Nogueirão: é pegar ou largar – e fechar

Prefeito Francisco José Júnior quer salvar Estádio Leonardo Nogueira, mas alguns filiados da LDM podem impedir solução

Quem fala asism não é gago.

Bem que esse axioma universal poderia ser utilizado para definir a posição do prefeito de Mossoró, Francisco José Júnior (PSD), em relação ao futuro do Estádio Manoel Leonardo Nogueira – o Nogueirão.

Diante da iminência de leilão do Nogueirão o prefeito designou uma comissão de secretários para tratar com a direção da Liga Depostiva Mosoroense (LDM) de uma solução.

A comissão representativa da Prefeitura de Mossoró que é coordenada pela secretária de Administração, Glaudionora Silveira, solicitou um levantamento da LDM sobre a real situação do Nogueirão.

Depois de apresentar alguns dados, em reunião realizada na tarde desta segunda-feira, 14, o presidentre da LDM, Francisco Braz, revelou que alguns filiados – representantes de times – teriam alguns pleitos a fazer.

E em uma reunião que teria sido realizada recentemente, pela direção da LDM com seus filiados, alguns teriam questionado sobre a proposta de municipalização do Nogueirão:

– E vamos entregar o filé em troca de nada?

Ou seja: tem gente querendo sair ganhando nesse processo e, contra isso, os desportistas e a imprensa devem se posicionar.

Daqui, mesmo não sendo expert na área de futebol – como em outras -, já vou metendo meu bedelho.

Ou se municipaliza agora, aproveitando a boa vontade política do prefeito Francisco José Júnior, ou que se atenda aos interesses de alguns filiados e que os mesmos banquem o débito trabalista e recuperem o estádio.

Simples, assim.

Ou então, que deixem leiloar no Nogueirão e que Baraúnas e Potiguar vão jogar em Assu ou noutras praças.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × um =