Category Archives: Notícias

Reitora da UFRN, Ângela Paiva é reeleita com larga maioria

A reitora da UFRN, Ângela Paiva, foi reeleita hoje para mais um mandato

Por Thaisa Galvão 
Ela venceu o concorrente, professor Carlos Chesman, com larga maioria.

Ângela se elegeu na chapa 2, tendo como vice o professor-doutor Daniel Diniz, com 80,74% dos votos válidos.
Chesman, da chapa 1, obteve apenas 19,26% dos votos.

Na eleição desta sexta-feira, votaramestudantes, professores e servidores técnicos.

Angela é formada em Matemática, já foi vice-reitora, chefe de departamento, Mestra em Filosofia e Doutora em Educação.

Daniel é formado em Engenharia Mecânica, é diretor do Centro de Tecnologia e professor de Engenharia de Materiais. Foi chefe de departamento, é Mestre em Engenharia Mecânica pela Universidade do Maine e Doutor na mesma área pela Colorado State University.

Fonte: www.thaisagalvao.com.br

Thomaz Neto: “Não adianta ninguém tentar segurar o jumento, pois nós pulamos a cerca e quebramos a corda”

Vereador rebate Manoel Bezerra de Maria e diz que não é ele que tem motivos para ficar em depressão

Thomaz Neto rebate Manoel Bezerra de Maria – Foto e vídeo: iPad Skarlack

O vereador Thomaz Neto (PDT), reagiu com bom  humor ao posicionamento do também edil, Manoel Bezerra de Maria (DEM).

Nesta terça-feira, 11, Manoel Bezerra defendeu que Tomaz entrasse, na Câmara Municipal de Mossoró, com um pedido de licença pois estaria com um princípio de depressão.

“Não adianta ninguém tentar encurralar o jumento, pois nós pulamos a cerca e quebramos a cerca”, declarou, Thomaz.

E acrescentou que “quem tem motivos para ficar em depressão não sou eu”.

Thomaz Neto afirmou que vai continuar a defender os interesses da população de Mossoró.

Veja a entrevista no Videocast Antenado:

‘Caso Petrobras é o maior escândalo do TCU’, diz Nardes

Presidente do Tribunal de Contas da União, ministro Augusto Nardes afirma que os desvios descobertos até agora nos cofres da estatal alcançam R$ 3 bi

jose-augusto-nardes-size-598

O presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), ministro Augusto Nardes, afirmou nesta terça-feira que as irregularidades encontradas até agora em obras da Petrobras somam 3 bilhões de reais. O valor inclui o prejuízo apurado na compra da refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos, e em empreendimentos como o Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj) e as refinarias Abreu e Lima; em Pernambuco; Duque de Caxias (Reduc), no Rio de Janeiro; e Refinaria Presidente Getúlio Vargas (Repar), no Paraná.

Segundo Nardes, o caso Petrobras é “o maior escândalo da história do TCU” dados os vultosos valores envolvidos. Em meio à crise, o presidente da corte tenta destravar a fiscalização de obras da Petrobras, bloqueada por causa de 19 liminares concedidas pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Veja mais detalhes no www.portaldifusoramossoro.com

Governador eleito participa de reunião com direção da CEF

Equipe de transição vai analisar mais de 100 convênios com a Caixa

IMG-20141111-WA0057

Apresentar as ações da Caixa no Rio Grande do Norte e fazer um diagnóstico dos convênios entre a instituição financeira e o Governo do Estado. Esse foi o objetivo da primeira reunião entre o governador eleito, Robinson Faria (PSD), equipe de transição e superintendência da Caixa, realizada nesta terça-feira (11). Atualmente, existem mais de 100 convênios entre o Governo do Estado e Caixa que serão analisados pela equipe de transição em reuniões. A ideia é discutir uma melhor operacionalização dos convênios e os que precisam ser prorrogados imediatamente.

“A Caixa tem como ajudar o Governo do Estado nos projetos, inclusive garantir assessoria. Estamos montando o planejamento do Governo e colhendo dados, inclusive temos uma pessoa da Caixa na equipe da transição acompanhando o desenrolar dos números e também do que poderemos já fazer”, afirmou Robinson.

Para o governador eleito, esse é o momento de pensar nas soluções para a administração estadual. “Temos que pensar nosso Estado antes da posse. Sei que é impossível pensar os quatro anos, mas o que planejar de projetos para em janeiro trabalha, já vamos começar acertado. Além das ações para Segurança, Saúde e Educação, por exemplo, vamos ter novos projetos de infraestrutura”, completou.

Segundo o coordenador da equipe de transição, o vice-governador eleito Fábio Dantas (PCdoB) será analisada a possibilidade de transformar um saldo de recurso da obra de prolongamento da Prudente de Morais em iluminação pública para a avenida ou até mesmo a construção de um viaduto da Integração com a Prudente de Morais. “Vamos dar prioridade a algumas ações, especialmente a Prudente de Morais, rever a obra da Avenida Roberto Freire, como vamos fazer a aplicação daqueles recursos para não perde-los”, afirmou.

O superintendente da Caixa no RN, Roberto Linhares, destacou a importância da parceria entre a instituição e o Governo. Durante a reunião, ele apresentou as ações da Caixa no Estado, soluções para financiamento da infraestrutura e do saneamento e para transferência de recursos. “A proximidade com o governo faz com que tanto as liberações de recursos e repasses de programas do governo federal (seja para distribuição de renda ou outra área) aconteça de forma mais efetiva. Essa reunião é um primeiro passo para uma parceria de sucesso”, finalizou.

Na Câmara Municipal: Manoel Bezerra de Maria defende licença de Thomaz Neto

Manoel Bezerra de Maria diz que o também vereador Thomaz Neto está com princípio de depressão e defende que o mesmo peça licença do cargo 

Vereador Manoel Bezerra de Maria diz que Thomaz Neto precisa de tratamento médico – Foto e vídeo: iPad Skarlack

Polêmica na Câmara Municipal de Mossoró.

O vereador Manoel Bezerra de Maria (DEM), afirma que o também edil, Thomaz Neto (PDT) está com um princípio de depressão e, por isso, defende um pedido de licença médica por parte do mesmo para se tratar.

A afirmação de Manoel Bezerra de Maria foi feita na manhã desta terça-feira, 11, na Câmara Municipal de Mossoró, ao comentar uma mobilização de artistas que foi até o Poder Legislativo cobrar a derruba de alguns vetos apostos pelo prefeito Francisco José Júnior (PSD) a projetos de interesse da categoria.

Diante da falta de córum não foi realizada a sessão ordinária desta terça-feira.

Então, Manoel Bezerra anunciou que “gostaria que tivesse ocorrido a sessão pois iria pedir que a Câmara Municipal orientasse Thomaz Neto a pedir licença”.

Depois de lembrar que na Câmara Municipal, os vereadores jamais votaram contra interesses do setor cultural da cidade, Manoel Bezerra afirmou que em verdade o que está existindo é mais uma tentativa de se polemizar.

E, na concepção do vereador do DEM, um dos vereadores que tem se portado contra tudo e contra todos no plenário da Câmara municipal é Thomaz Neto.

Confira a entrevista de Manoel Bezerra no Videocast Antenado:

Robinson Faria tem reunião com superintendente da CEF

Senadora eleita Fátima Bezerra participa de reunião com equipe de transição 

153534
O governador eleito do Rio Grande do Norte, Robinson Faria (PSD) se reuniu, ao lado de sua equipe de transição, com a Superintendência da Caixa Econômica Federal (CEF), em Natal.

Do encontro do qual também participa a deputada federal e senadora eleita, Fátima Bezerra (PT) foram tratados assuntos ligados a convênios e contratos entre o Governo do Estado e a CEF.

Em carta de demissão, Marta Suplicy faz crítica indireta à política econômica

Senadora petista assumiu o Ministério da Cultura em setembro de 2012

Ministra da Cultura, Marta Suplicy, anuncia 500 bolsas para interessados em áreas de humanas. (Foto: Reprodução/Agência Brasil)
Relação da ministra com Dilma Rousseff se desgastou nos últimos meses

A ministra da Cultura, Marta Suplicy, entregou na manhã desta terça-feira (11) carta de demissão ao Palácio do Planalto, informou a assessoria da pasta. No texto, a petista fez críticas indiretas à condução da política econômica no primeiro mandato da presidenteDilma Rousseff.

A ministra demissionária escreveu no documento protocolado nesta terça na Casa Civil esperar que, em seu segundo governo, Dilma escolha uma equipe econômica que “resgate a confiança e credibilidade” da atual administração. Ainda segundo ela, os novos comandantes da economia, “acima de tudo”, devem estar comprometidos com o crescimento do país.

“Todos nós, brasileiros, desejamos, neste momento, que a senhora seja iluminada ao escolher sua nova equipe de trabalho, a começar por uma equipe econômica independente, experiente e comprovada, que resgate a confiança e credibilidade ao seu governo e que, acima de tudo, esteja comprometida com uma nova agenda de estabilidade e crescimento para o nosso país. Isto é o que hoje o Brasil, ansiosamente, aguarda e espera”, afirmou a petista na carta de demissão.

Com a decisão de deixar a Esplanada dos Ministérios, Marta Suplicy retomará sua cadeira no Senado. Eleita por São Paulo, ela tem mandato até 2018. A Presidência não comunicou quem sucederá a petista no Ministério da Cultura. Interinamente, informou a assessoria da pasta, assumirá a secretária-executiva do ministério, Ana Cristina Wanzeler.

A saída da ex-prefeita paulistana é a primeira mudança no primeiro escalão de Dilma depois da eleição presidencial. Marta chefiava a pasta da Cultura desde setembro de 2012. Ela havia substituído Ana de Hollanda no cargo.

Na última terça-feira (4), o Blog da Cristiana Lôbo informou que Marta tinha decidido se antecipar à reforma ministerial do segundo mandato da presidente Dilma Rousseff e pedir demissão do Ministério da Cultura. No dia seguinte, a ministra admitiu a jornalistas durante evento no Palácio do Planalto que estava “conversando” sobre sua possível saída do ministério.

‘Volta Lula’
No meio político, eram frequentes os comentários de que a relação entre Marta e Dilma havia se desgastado ao longo do ano. Segundo o Blog do Camarotti, o fato de a ministra da Cultura ter articulado no início do ano o movimento “Volta, Lula”, para defender a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na eleição deste ano, gerou mal-estar com a atual chefe do Executivo.

Em outro trecho da carta de demissão, Marta agradeceu “a honra” de ter sido convidada a comandar a Cultura. Ela também destacou no texto que encerra sua gestão à frente da pasta com a sensação de “missão cumprida”.

A senadora paulista ressaltou no pedido de demissão que “não se apequenou” durante o período em que foi ministra e que geriu a pasta “com coragem e determinação”.

“Por esta oportunidade de servir nosso país nesta função tão especial, de conhecer melhor e conviver com o povo da cultura, estar mais próxima de nossos artistas e raízes profundas, lhe sou grata […] Na condução do Ministério da Cultura, e como Senadora licenciada pelo PT, não me apequenei, o fiz com coragem e determinação”, escreveu a ministra demissionária à presidente da República.

Leia abaixo a íntegra da carta de demissão de Marta Suplicy:

Brasília, 11 de novembro de 2014.

À Excelentíssima Senhora Presidenta da República Dilma Rousseff,

Presidenta Dilma,

Agradeço a honra a mim concedida com o convite para ser Ministra de Estado da Cultura do Brasil nos últimos dois anos de seu governo. Encerro hoje a presente etapa com minha missão cumprida, razão pela qual apresento meu pedido de demissão.

Ao lado de minha valorosa equipe, à qual sou muito grata, tivemos a possibilidade de construir caminhos e encaminhar soluções para nossas sete importantes instituições e fundações coligadas, assim como também pudemos apresentar um país diferente no exterior.

Em meio a inúmeras demandas e carências orçamentárias do Ministério da Cultura, focamos nosso trabalho em valores que nos são preciosos: inclusão da população na produção de cultura e ampliação do acesso aos bens culturais.

Para que o legado de Vossa Excelência viesse a ser sólido, nos dedicamos a viabilizar a aprovação, com êxito, de um conjunto de leis por anos pendentes no Congresso, que possibilitaram criar a coluna vertebral de políticas de Estado da Cultura.

Em dois anos aprovamos o Sistema Nacional de Cultura, o Vale-Cultura, a Lei da Cultura Viva, o Marco Civil da Internet, a Lei de fiscalização do Ecad, a PEC da Música, além de ter enviado à Casa Civil, onde aguardam encaminhamento, o Direito Autoral e a Lei da Meia Entrada.

Por esta oportunidade de servir nosso país nesta função tão especial, de conhecer melhor e conviver com o povo da cultura, estar mais próxima de nossos artistas e raízes profundas, lhe sou grata.

Todos nós, brasileiros, desejamos, neste momento, que a senhora seja iluminada ao escolher sua nova equipe de trabalho, a começar por uma equipe econômica independente, experiente e comprovada, que resgate a confiança e credibilidade ao seu governo e que, acima de tudo, esteja comprometida com uma nova agenda de estabilidade e crescimento para o nosso país. Isto é o que hoje o Brasil, ansiosamente, aguarda e espera.

Volto para o Senado Federal para representar o Estado de São Paulo, por mais quatro anos, com muito vigor, energia e com o firme propósito de fazê-lo com amplitude, seriedade e grandeza. Na condução do Ministério da Cultura, e como Senadora licenciada pelo PT, não me apequenei, o fiz com coragem e determinação. Não fugi à responsabilidade de meu compromisso público ao me posicionar e ter feito o que acreditava ser o melhor para o Brasil e para o povo brasileiro.

Fonte: www.g1.com.br

Câmara e UERN assinam convênio para reativação da Escola Legislativa

Uma série de cursos serão oferecidos através da Escola Legislativa

DSC02764 DSC02813
A Câmara Municipal de Mossoró assinou na manhã desta terça-feira (11), convênio com a Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) para a reativação da Escola Legislativa Edmilson Lucena Barreto, através da qual a Câmara oferece cursos de capacitação profissional na área legislativa para vereadores, servidores e assessores, bem como para a comunidade em geral.
Para a reativação da Escola Legislativa, a Câmara conta ainda com a parceria da Associação Comercial e Industrial de Mossoró (ACIM), que irá ceder o espaço para a realização dos cursos, em sua sede, localizada à Rua Santos Dumont, centro.
O presidente da Câmara Municipal, vereador professor Francisco Carlos, destacou a importância da reativação da escola. “É um projeto muito bom, que foi implantado nas gestões anteriores, e que precisava ser retomado tendo em vista seu objetivo que é de capacitar e qualificar os servidores da Câmara. O projeto está sendo retomado em um novo formato, tendo em vista a redução de custos na Câmara. A Escola não irá mais funcionar em um prédio alugado, mas nas dependências da ACIM. Agradeço ao presidente da ACIM, o empresário Nilson Brasil, por se somar à Câmara e à UERN neste projeto de levar qualificação aos nossos servidores e à comunidade em geral”, afirmou o presidente.
O vice-reitor da UERN, Professor Aldo Gondim, parabenizou a Câmara pela iniciativa e colocou a instituição à disposição para outras parcerias. “Através da UERN, a Câmara e seus servidores irão receber capacitação continuada. A Câmara e a UERN estão cumprindo seu papel. A Câmara está de parabéns pela reativação da Escola Legislativa. Estamos nesta parceria e nos colocamos à disposição para outras parcerias como esta”, afirmou o vice-reitor da UERN.
A presidente do Sindicato dos Servidores da Câmara Municipal de Mossoró, Clédna Dias, parabenizou o presidente pela reativação da Escola Legislativa e afirmou que os servidores públicos precisam passar por capacitação continuada. “Fomos chamados e questionados sobre a retomada da Escola Legislativa, e nos posicionamos favoráveis porque acreditamos que os servidores necessitam de capacitação continuada, uma vez que estamos passando por constantes atualizações no processo legislativo, e precisamos também passar por estas atualizações”, afirmou a presidente do Sindicato.
Os cursos da Escola Legislativa já têm início nesta quarta-feira (12). O primeiro módulo será na área de gestão de pessoas. O curso “Trabalho em equipe: comprometimento com o desenvolvimento profissional”, irá trabalhar, entre outros pontos, o comportamento humano nas organizações; as motivações humanas e o comportamento da organização; as relações chefe subordinado; liderança; conflito e negociação, entre outros. O curso tem carga horária de 20 horas, e será realizado nos dias 12, 13 e 14 de novembro, em dois turnos, manhã e tarde. Os servidores da Câmara que estiverem realizando os cursos serão dispensados das atividades laborais no período das aulas.
O segundo módulo “Ética no Serviço Público” já está com inscrições abertas. O curso tem carga horária de 15 horas, e será realizado de 17 a 20 de novembro, no período da manhã. Outros quatro módulos estão previstos para ser realizado até o final de dezembro. São eles: “Leitura e produção de texto”; “Noções introdutórias de Informática”, “Processo/Técnica Legislativos” e “Controle Interno”.
As inscrições estão sendo feitas no setor de atas da Câmara Municipal de Mossoró no período da manhã. As vagas são limitadas. Os cursos são gratuitos e serão ministrados por professores e técnicos-administrativos da UERN.

AAPCMR – Novembro Dourado marca luta contra o câncer infantojuvenil

Programação acontece entre os dias 17 e 21 

O câncer infanto-juvenil já é a principal causa de morte por doença entre crianças e adolescentes entre 05 e 19 anos. A boa notícia é que ele tem cura, em mais de 85% dos casos. Mas para alcançar esses altos índices de cura é preciso Diagnosticar a doença precocemente e tratar o câncer infanto-juvenil em centros qualificados e especializados. Novembro é o mês que marca essa luta contra o câncer infanto-juvenil, e por isso recebe o nome de Novembro Dourado, sendo o dia 23 o DNCCI, dia nacional de combate ao câncer infanto-juvenil. E esse ano a AAPCMR preparou uma programação especial e convida a todos osamigos da imprensa a se fazerem presentes no dia 21 de novembro, na nossa Casa de Apoio Infantil localizada na rua Moisés da Costa Lopes, 48, Nova Betânia (próximo a Frota Pães e Doces) a partir das 8:30 da manhã para um café da manhã especial e uma palestras com a Dra. Edvis Serafim, pediatra Oncologia do COHM. Pedimos aos convidados que tragam uma criança para este momento, pois na oportunidade haverá ainda um teatro de fantoches produzido pelo departamento pedagógico da AAPCMR.

Para maiores informações, confirmação de presença e entrevistas, ligue: 84. 8829-7207 / 8716-7870 / 8841-0343

Abaixo segue a programação de eventos para estes dias.

17/11/2014 – 10:00 – Palestra no Colégio Sagrado Coração de Maria
18/11/2014 –  9:00 – Audiência pública na Câmara de Vereadores De Mossoró 
14:00 – Palestra na Escola Municipal Dinarte Mariz
19/11/2014 – 15:30 – Palestra na UEI Isabel Macêdo (Município)
20/11/2014 – 10:00 – Palestra na Escola Estadual José Nogueira
21/11/2014 –  8:30  – 1º grupo: Palestra Com a médica para representantes da imprensa local no auditório da unidade infantil
2º grupo:  Teatro com fantoches da pedagogia da AAPCMR para as crianças que virão com o representante da imprensa.

Alunos de Apodi que estudam em Mossoró estão sem transporte escolar

Alguns ônibus deixaram de circular por falta de pagamento e outros foram retirados de circulação pela PRF

Parece mentira, mas não é.

Dezenas de estudantes do município de Apodi-RN, que estudaram em Mossoró, estão deixando de assistir aulas.

O motivo?

Falta de transporte escolar.

Inicialmente, parte dos ônibus que transportavam, diariamente, alunos de Apodi para Mossoró e de Mossoró de volta para Apodi, deixaram de circular por falta de pagamento de uma taxa mensal que deveria ser paga por cada estudante.

Para agravar a situação, o restante da frota que permaneceu operando, foi retirada de circulação por uma fiscalização da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

De acordo com informações colhidas pelo blog, alguns ônibus não atendiam ao mínimo de exigência da Polícia Rodoviária Federal.

Ou seja: os poucos ônibus que estavam transportando alunos encontravam irregularidades.

Diante desse quadro, dezenas de estudantes que residem em Apodi, estão deixando de assistir aulas em instituições como UERN, UnP, UFERSA e outras instaladas em Mossoró.