Category Archives: Notícias

RN tem 323 mortes por Covid-19 e 8.008 pessoas infectadas pela doença

Dados foram divulgados pela Secretaria Estadual de Saúde nesta segunda-feira (1º)

O Rio Grande do Norte tem 8.008 casos confirmados e 323 mortes pelo novo coronavírus. Os dados atualizados constam no boletim epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) desta segunda-feira (1º). Além disso, outras 69 mortes estão em investigação para que se descubra se foram provocadas pela doença.

Na domingo (31) não houve boletim emitido pela pasta. No registro anterior, no sábado (30), o RN tinha 7.402 casos confirmados de Covid-19 – 606 a menos que os números atuais – e 305 óbitos (18 a menos).

Segundo a Sesap, o RN tem ainda 16.526 casos suspeitos de coronavírus. No total, 1.824 pessoas estão recuperadas da Covid-19 em todo o estado. Ao todo, 22.108 exames pada diagnosticar o vírus foram realizados no estado potiguar.

Situação do coronavírus no RN

  • 327 mortes
  • 8.008 casos confirmados
  • 16.526 suspeitos
  • 14.129 descartados
  • 1.824 recuperados

A Secretaria afirma no boletim que, atualmente, 498 pacientes estão internados com a doença no Rio Grande do Norte. Destes, 305 estão na rede pública de saúde e 190 nas unidades privadas. A Secretaria de Saúde revela que os leitos de UTI estão 93% ocupados na rede pública e 88,4% nos hospitais particulares.

Moro diz que Bolsonaro queria ‘rebelião armada’ contra prefeitos e governadores

Ex-ministro divulga nota sobre ataques de Bolsonaro

Sergio Moro depõe por nove horas sobre interferência de Bolsonaro ...

Na nota em que rebate informações e críticas de Jair Bolsonaro a seu respeito em conversa com apoiadores, na manhã desta segunda-feira, em frente ao Palácio da Alvorada, Sergio Moro diz que o presidente da República queria “promover uma espécia de rebelião armada” durante a pandemia da Covid-19.

Bolsonaro afirmou que Moro “ignorou decretos meu e ignorou lei, para dificultar a posse e o porte de arma de fogo para cidadão de bem”.

O ex-ministro rebateu assim:

“Sobre políticas de flexibilização de posse e porte de armas, são medidas que podem ser legitimamente discutidas, mas não se pode pretender, como desejava o presidente, que sejam utilizadas para promover espécie de rebelião armada contra medidas sanitárias impostas por governadores e prefeitos, nem sendo igualmente recomendável que mecanismos de controle e rastreamento do uso dessas armas e munições sejam simplesmente revogados, já que há risco de desvio do armamento destinado à proteção do cidadão comum para beneficiar criminosos.”

Moro acrescentou que “a revogação pura e simples desses mecanismos de controle não é medida responsável”.

E afirmou também:

“Sobre a ofensa pessoal feita, meu entendimento segue de que quem utiliza desse recurso é porque não tem razão ou argumentos.”

Protestos não intimidam STF, e plenário deve validar rapidamente inquérito das fake news

Bolsonaro amplia seu isolamento

A resposta do Supremo Tribunal Federal (STF) às manifestações antidemocráticas neste domingo (31), em Brasília, foi imediata.

Em entrevista à GloboNews neste domingo, o ministro Gilmar Mendes, do STF, disse que manifestações contra a democracia são inconstitucionais, criminosas e devem ser repudiadas e punidas.

Os protestos em Brasília começaram na noite de sábado (30) com mascarados segurando tochas em frente ao STF. As manifestações continuaram ao longo do domingo e contaram com a presença do próprio presidente Jair Bolsonaro.

“A mim me parece que isso precisa ficar muito claro. Manifestações antidemocráticas elas não apenas são inconstitucionais, mas elas se revelam criminosas e elas têm que ser repudiadas e punidas”, afirmou Gilmar Mendes.

A mobilização de apoiadores bolsonaristas para tentar acuar o Supremo teve efeito contrário. “Isso não nos intimida”, ressaltou Gilmar Mendes.

Há forte preocupação no entorno de Bolsonaro com o avanço do chamado “inquérito das fake news”, que apura ameaças e ofensas ao Supremo.

O temor é a investigação atingir o “núcleo familiar” de Bolsonaro, com o mapeamento de financiadores, coordenadores e até parlamentares que integram o esquema de disseminação de informações falsas.

As mobilizações desses últimos dias para tentar intimidar o STF tiveram efeito contrário ao esperado. De forma rápida, o plenário do Supremo deve validar o inquérito conduzido pelo ministro Alexandre de Moraes.

Comitê de Crise da Covid-19 vai propor ações integradas com prefeituras

Município deve antecipar feriados

Um dos assuntos mais debatidos durante a primeira reunião remota do Comitê Municipal de Supervisão, Monitoramento e Gestão de Emergência em Saúde Pública decorrente do Coronavírus (COVID-19), nesta quinta-feira (28), foi a necessidade urgente de medidas integradas entre as prefeituras da região oeste para minimizar os impactos do novo coronavírus.

Mossoró é um município polo, de referência de atendimento para 64 municípios, que está com todos os leitos de UTI covid-19 com lotação máxima. Mais da metade dos leitos covid em Mossoró está ocupada por pacientes de fora da cidade. Nesta quinta-feira quatro pacientes foram regulados para as cidades de Pau dos Ferros e Caicó porque Mossoró está sem leitos. Os dados são da Secretaria de Saúde desta quinta-feira. Os números são preocupantes e exigem medidas urgentes.

A prefeita Rosalba Ciarlini vai propor reunião por videoconferência com os prefeitos e as prefeitas da região para ações integradas como barreiras sanitárias e medidas restritivas de isolamento social para não sobrecarregar Mossoró.

Outro ponto discutido na reunião foi a antecipação de feriados municipais visando aumentar a taxa de isolamento social na cidade, que está baixa, tendo uma média de 40%. A medida foi bem vista pelos presidentes da Câmara de Dirigentes Lojistas de Mossoró (CDL), Wellington Rodrigues, e Sindicato do Comércio Varejista de Mossoró (Sindivarejo), Michelson Frota. Wellington viu a medida com serenidade e Michelson elogiou e concordou com a antecipação dos feriados.

A reunião durou mais de duas horas, com a presença da prefeita, secretários municipais, vereador Francisco Carlos, representando a Câmara Municipal, Wellington Rodrigues da CDL Mossoró e Michelson Frota do Sindivarejo.

Governo Bolsonaro nomeia chefe de gabinete do senador Ciro Nogueira para a presidência do FNDE

Cargos em órgãos federais tem sido negociados com os partidos do Centrão

O governo do presidente Jair Bolsonaro nomeou o chefe de gabinete do senador Ciro Nogueira (PP-PI), Marcelo Lopes da Ponte, para a presidência do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). A nomeação, publicada no “Diário Oficial da União” desta segunda-feira (1º), foi assinada pelo ministro da Casa Civil, Braga Netto.

Foi publicada também a exoneração da antiga presidente do FNDE, Karine Silva dos Santos.

No último dia 19, a agenda do ministro da Educação, Abraham Weintraub, registrou uma reunião com Marcelo Lopes da Ponte, para tratar do calendário do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Também estava prevista a participação de deputado Arthur Lira (PP-AL), um dos líderes do chamado Centrão.

Nas últimas semanas, o presidente Bolsonaro passou a negociar cargos do governo com partidos da Câmara, em especial com os que fazem parte do Centrão. Cargos-chave em órgãos como o FNDE e o Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs) foram entregue a nomes indicados pelo grupo.

O Centrão reúne partidos de orientação de centro-direita, como o PP de Ciro Nogueira. Pela quantidade de deputados que possui, pode ser decisivo em votações no Congresso. Bolsonaro quer construir uma sustentação política que evite, por exemplo, a abertura de um processo de impeachment contra ele.

Superlotada, UPA na Grande Natal amanhece fechada por não conseguir receber mais pacientes, diz direção

Unidade com  26 pacientes, atualmente tem 7 a mais do que suporta

UPA Nova Esperança, em Parnamirim, amanheceu fechada — Foto: Quézia Oliveira/Inter TV Cabugi

A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Nova Esperança, no município de Parnamirim, na Região Metropolitana de Natal, amanheceu com as portas fechadas neste domingo (31) por conta da superlotação. Um aviso na porta trancada da unidade alertava aos que chegavam que “devido à alta demanda, a UPA se encontra impossibilitada de receber novos pacientes”.

De acordo o diretor da UPA de Nova Esperança, Henrique Costa, atualmente 26 pessoas estão internadas no local – a unidade tem capacidade para atender 19. Desse total de internados, 22 são casos suspeitos ou confirmados do novo coronavírus.

“Nesse momento nós tivemos que restringir o atendimento à população tendo em vista nós estarmos acima da nossa capacidade instalada. Nós temos capacidade instalada para atendermos aproximadamente 19 pacientes e hoje nós estamos com 26 internados”, disse o diretor.

“E 22 deles são casos confirmados ou suspeitos de Covid-19. Hoje viramos efetivamente um ambiente exclusivo para Covid-19”.

O diretor explicou ainda que não há mais balões de oxigênio na unidade, o que dificulta, além da chegada de novos pacientes, o tratamento caso algum caso dos que já estão internados tenha uma piora no estado de saúde.

Em mensagem a ministros, Celso de Mello cita Hitler e teme intervenção militar iminente

“Ovo da serpente” parece estar prestes a eclodir no Brasil

Ministro Celso de Mello envia à PGR comunicação de crime atribuído ...

Em mensagem enviada aos ministros do STF nesta madrugada, Celso de Mello citou Hitler e alertou para uma intervenção militar iminente, segundo Diego Escosteguy.

“O ‘ovo da serpente’ parecer estar prestes a eclodir no Brasil!”, escreveu o ministro. “É preciso resistir à destruição da ordem democrática, para evitar o que ocorreu na República de Weimar, quando Hitler não hesitou em romper e nulificar a progressista, democrática e inovadora Constituição de Weimar.”

Eis a íntegra:

“GUARDADAS as devidas proporções, O “OVO DA SERPENTE”, à semelhança do que ocorreu na República de Weimar (1919-1933) , PARECE estar prestes a eclodir NO BRASIL ! É PRECISO RESISTIR À DESTRUIÇÃO DA ORDEM DEMOCRÁTICA, PARA EVITAR O QUE OCORREU NA REPÚBLICA DE WEIMAR QUANDO HITLER, após eleito por voto popular e posteriormente nomeado pelo Presidente Paul von Hindenburg , em 30/01/1933 , COMO CHANCELER (Primeiro Ministro) DA ALEMANHA (“REICHSKANZLER”), NÃO HESITOU EM ROMPER E EM NULIFICAR A PROGRESSISTA , DEMOCRÁTICA E INOVADORA CONSTITUIÇÃO DE WEIMAR, de 11/08/1919 , impondo ao País um sistema totalitário de poder viabilizado pela edição , em março de 1933 , da LEI (nazista) DE CONCESSÃO DE PLENOS PODERES (ou LEI HABILITANTE) que lhe permitiu legislar SEM a intervenção do Parlamento germânico!!!! “INTERVENÇÃO MILITAR”, como pretendida por bolsonaristas e outras lideranças autocráticas que desprezam a liberdade e odeiam a democracia, NADA MAIS SIGNIFICA, na NOVILÍNGUA bolsonarista, SENÃO A INSTAURAÇÃO , no Brasil, DE UMA DESPREZÍVEL E ABJETA DITADURA MILITAR !!!!”

Campanha de vacinação contra febre aftosa começa nesta segunda-feira (1º) no RN

Produtores tem até o dia 15 de julho para declarar a vacinação do rebanho

Campanha de vacinação começa nesta segunda-feira (1) — Foto: Assessoria Idiarn

Começa nesta segunda-feira (1º) a primeira etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa no Rio Grande do Norte para 2020. De acordo com o Instituto de Defesa e Inspeção Agropecuária do RN (Idiarn), é obrigatória a vacina em bovinos e bubalinos de todas as idades. A campanha acontece durante todo o mês de junho.

A vacina deve ser comprada pelo produtor, que é cadastrado no Idiarn, em uma das lojas autorizadas. Após a compra, ela deve ser aplicada nos animais e o produtor tem até o dia 15 de julho para declarar a vacinação no rebanho em um dos escritórios do Idiarn ou nas secretarias municipais de agricultura. De acordo com o Instituto, o RN tem atualmente um rebanho bovino de cerca de 950 mil animais.

Na segunda etapa da campanha da vacinação contra a febre aftosa de 2019, o Rio Grande do Norte imunizou 94,54% do rebanho. De acordo com o Idiarn, esses números permitem que o estado se mantenha livre da doença.

A febre aftosa é uma doença causada por vírus que provoca febre e aftas, principalmente na boca e entre os cascos dos animais, causando enorme perda na produção de leite e carnes.

Fonte: G1/RN

RN tem 37 mortes e 939 casos confirmados de coronavírus em 24h

Dados da Secretaria Estadual de Saúde de sábado (30)

O Rio Grande do Norte registrou mais 37 mortes e 939 casos confirmados do novo coronavírus em 24h, segundo o boletim da Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) deste sábado (30). Os números do avanço da doença são os maiores registrados em um dia no estado potiguar desde o início da pandemia.

Com os números do novo boletim, o estado tem 7.402 casos confirmados de Covid-19 e 305 óbitos registrados pela doença. Outras 64 mortes estão em investigação para saber se ocorreram ou não pelo coronavírus.

Na sexta-feira (29), o Rio Grande do Norte tinha 268 mortes e 6.463 casos da doença confirmados. Segundo a Sesap, o RN tem ainda 14.168 casos suspeitos de coronavírus. No total, 1.410 pessoas estão recuperadas da Covid-19 em todo o estado.

Situação do coronavírus no RN

  • 305 mortes
  • 7.402 casos confirmados
  • 14.168 suspeitos
  • 12.554 descartados
  • 1.410 recuperados

A Sesap afirma no boletim que, atualmente, 463 pacientes estão internados com a doença no Rio Grande do Norte. Destes, 289 estão na rede pública de saúde e 174 nas unidades privadas. A Secretaria revela que os leitos de UTI estão 79% ocupados na rede pública e 76,9% nos hospitais particulares.

Gilberto Dimenstein, jornalista e escritor, morre em SP aos 63 anos

Jornalista lutava contra um câncer desde 2019

O jornalista e escritor Gilberto Dimenstein morreu em São Paulo nesta sexta-feira (29). — Foto: IARA MORSELLI/ESTADÃO CONTEÚDO

O jornalista e escritor Gilberto Dimenstein morreu em São Paulo nesta sexta-feira (29). A informação foi confirmada pela editora chefe do site Catraca Livre, do qual o jornalista era fundador e proprietário.

Autor de mais de 10 livros, Dimenstein lutava desde 2019 contra um câncer no pâncreas.

Em um vídeo postado numa rede social em abril, o jornalista disse que vivia o momento mais difícil de sua vida.

Paulistano e de origem judaica, Dimenstein se formou em jornalismo na Faculdade Cásper Líbero, na capital paulista.

Em 1994, publicou “O Cidadão de Papel”, que ganhou os Prêmios Jabuti e Esso de melhor livro de não-ficção daquele ano.

Na obra, o autor busca mostrar o desrespeito aos direitos humanos na nossa sociedade e apresenta uma rede que une o assassinato de crianças, a violência, a fome e a falta de escola com o desenvolvimento da economia, a crise da educação, a falta de emprego.

O livro discute o papel dos jovens como cidadãos de deveres e direitos , analisa as instituições do país e trata de questões sociais, como a má distribuição de renda e a desigualdade social. A obra também traz reflexões sobre documentos como a “Declaração Universal dos Direitos Humanos”.

Também escreveu “Aprendiz do Futuro” e “Meninas da Noite”.

Ele trabalhou também como colunista no jornal “Folha de S. Paulo” e como comentarista da rádio CBN, dos quais se desligou para se dedicar a um projeto particular, o site Catraca Livre, uma plataforma multimídia de jornalismo educativo que divulga atividades culturais gratuitas em São Paulo.

Na “Folha de S.Paulo”, foi diretor na sucursal de Brasília e correspondente em Nova York.

Ao longo da carreira como jornalista, trabalhou também em outros veículos de comunicação, como “Jornal do Brasil”, “Correio Braziliense” e a revista “Veja”. Ficou conhecido pela defesa de direitos nas áreas de educação e de meio-ambiente, nos quais atuava com projetos sociais.