Category Archives: Notícias

Ator da Globo pede que Temer combata a ideologia de gênero no país

Durante o encontro com o presidente, o artista disse que esse debate está “erotizando e traumatizando as crianças”

Na noite da última segunda-feira,13, o prestigiado ator da Rede Globo Carlos Vereza, se reuniu o com presidente do Brasil Michel Temer, onde conversaram sobre os problemas que a ideologia de gênero que está sendo difundida no país pode causar.

Segundo o jornalista Lauro Jardim, do portal O Globo, Carlos Vereza, disse ao presidente, que o debate sobre a ideologia de gênero está “erotizando e traumatizando as crianças”, ele pediu ainda a ajuda de Temer “como comandante supremo do país”, para que tome uma medida que venha “parar com a solerte ideologia de gênero“, pois isso poderia gerar um caos no futuro.

Para o ator, as pessoas e em especial as crianças que forem educadas sobre os principais da ideologia de gênero, podem sofrer graves traumas psicológicos. Pois já existem casos de pessoas que realizaram a mudança de sexo, mas depois se arrependeram.

“Os casos que estão acontecendo, por exemplo, no Rio de Janeiro, o Colégio Pinheiro Guimarães chegou ao ponto de pedir a um aluno que viesse pintado de batom que ele teria uma nota aumentada, para vocês terem uma ideia. Então, o que eu vim pedir a ele é uma medida dele, como comandante supremo do país, que ele olhe isso com muito cuidado, muito rigor, porque essa erotização das crianças significa, em síntese, o trauma dessas crianças enquanto adultos”, ilustrou o ator, conhecido opositor da esquerda brasileira.

Carlos Vereza, é um dos poucos atores a se manifestar publicamente contra a Ideologia de Gênero, indo na contramão da grande maioria que tem juntamente com a emissora carioca, defendido esse debate.

Sobre sua conversa com o presidente, Carlos disse que foi muito bem recebido, e que Temer se mostrou receptivo a sua sugestão.

Muitos acreditam que por se manifestar contra, o ator de 78 anos sofrerá boicote da TV Globo.

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

LAVA JATO COMEÇA A ENTRAR EM DESCRÉDITO

ENQUANTO LULA E DILMA NÃO FOREM PRESO NÃO ADIANTA FICAR DETENDO GENTE MIÚDA 

O braço carioca da Lava Jato prendeu, hoje, um dos filhos do presidente da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, Jorge Picciani.

Mera patuscada.

Enquanto essa operação não prender os líderes do PT, como Lula e Dilma, nada feito.

Como explicar que foi durante os (des) governos de Lula e Dilma que ocorreram os maiores índices de roubalheira e bandidagem com o dinheiro público com os mesmos livres?

 

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

População do RN escolhe Itajá, Rafael Godeiro e Portalegre para receber emendas de Beto

Mandato participativo

Os municípios de Itajá, Rafael Godeiro e Portalegre foram os mais votados pela população do Rio Grande do Norte, no Mandato Participativo, para receber R$ 1 milhão em emendas impositivas do deputado federal Beto Rosado (Progressistas) ao Orçamento Geral da União (OGU) de 2018.

A votação foi iniciada no dia 11 de outubro e finalizada no último sábado (11). Em 30 dias de duração, o Mandato Participativo recebeu 7.022 participações, de 100 municípios potiguares diferentes.

A auditoria realizada no último domingo (12), após a votação, pela equipe técnica responsável pelo sistema do Mandato Participativo, constatou algumas irregularidades. Foi identificada a utilização de “robôs” para repetição de votos, como também de e-mails e telefones falsos. Os votos considerados irregulares foram anulados. Devido à anulação de votos inválidos, algumas parciais divulgadas anteriormente sofreram alterações.

Os três municípios vencedores tiveram obras de pavimentação como as ações escolhidas pelo povo para serem realizadas. Itajá, escolhido por 24,6% dos potiguares, receberá R$ 500 mil, enquanto Rafael Godeiro (21,3%) e Portalegre (17,3%) serão contemplados com R$ 250 mil cada.

“O Mandato Participativo possibilitou a definição popular de ações para os municípios potiguares. Estou muito feliz com o alto número de participações. Potiguares de mais de 100 cidades votaram. O alto número de participações mostrou que o projeto é um sucesso. Vamos continuar com a ideia para o ano que vem”, destacou Beto Rosado.

 

 

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

Ministro Bruno Araújo encaminha carta de demissão a Temer em meio a racha no PSDB

Primeiro tucano que deixa ministério 

Carta de demissão do ministro das Cidades, Bruno de Araújo (PSDB-PE) (Foto: Reprodução)

O ministro das Cidades, Bruno Araújo (PSDB), encaminhou nesta segunda-feira (13) ao presidente Michel Temer uma carta pedindo demissão do governo federal (leia ao final deste post a íntegra da carta). O pedido de exoneração se deu em meio ao racha político no PSDB, que está dividido entre uma ala que defende a permência no governo federal e outra que quer desembarcar da gestão peemedebista.

Na tarde desta segunda, Bruno Araújo chegou a participar de uma cerimônia, no Palácio do Planalto, ao lado do presidente Michel Temer e de outros ministros. No evento, foram entregues os primeiros cartões reforma do programa do Ministério da Cidades que prevê o repasse de dinheiro a beneficiários do Minha Casa, Minha Vida para eles reformarem as moradias.

O movimento de Bruno Araújo abre caminho para a reforma ministerial. A ideia do presidente da República era tirar dois ministros do PSDB, entre os quais Bruno de Araújo.

A ministra de Direitos Humanos, Luislinda Vallois, também pode deixar o primeiro escalão.

Leia acima a íntegra da carta de demissão de Bruno Araújo.

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

Grevistas tentam invadir a Governadoria

Polícia impede invasão

Um grupo de grevistas tentou invadir a Governadoria, em Natal.

A tentiva de invasão da sede do Governo do Estado foi feita por servidores grevistas da saúde e da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN).

A polícia foi obrigado a impedir a invasão.

O uso de spray de pimenta conteve os manifestantes e evitou a invasão, no entanto.

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

O chefão quer unir os larápios do PT e os gatunos do PMDB

Lula perdoa os ‘golpistas’ para pacificar os dois bandos que agiram juntos no maior esquema corrupto da história

POR AUGUSTO NUNES

“Estou perdoando os golpistas que fizeram essa desgraça com o país”, disse Lula a seus discípulos no sermão da missa negra celebrada em Belo Horizonte. Em seguida, o torturador da verdade jurou que se inspira em Juscelino Kubitschek, que anistiou militares envolvidos em duas rebeliões contra o governo constitucional.

O exemplo histórico escancara o mentiroso compulsivo e o ignorante sem remédio que convivem na cabeça do palanque ambulante. JK perdoou os amotinados para conter a inquietação dos quartéis e consolidar a democracia. Lula se fantasia de generoso para reunificar a grande quadrilha que concebeu e chefiou.

Até a chegada da Lava Jato, os larápios do PT e os gatunos do PMDB roubaram juntos. Em perfeita harmonia, esvaziaram cofres ministeriais, embolsaram verbas federais bilionárias e, com o PP como coadjuvante, transformaram a Petrobras no alvo do maior esquema corrupto da história.

Os delinquentes separados pelo impeachment de Dilma Rousseff têm tudo para refazer o casamento dos fora-da-lei. Geddel Vieira Lima, por exemplo, foi ministro de Lula, diretor da Caixa Econômica de Dilma e ministro de Temer. Elizeu Padilha e Moreira Franco atuaram no governo do poste fabricado por Lula com a mesma desenvoltura que exibem no governo do vice que o chefão escolheu.

Todos estão ligados por anotações comuns nos prontuários. E todos sabem que nasceram uns para os outros.

Fonte: Veja

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

Número de mortos após tremor na fronteira entre Iraque e Irã passa de 340

Terremoto de 7,3 de magnitude atingiu região no domingo e número de feridos passa de 6,2 mil

Funcionário do Crescente Vermelho realiza trabalho de busca para encontrar sobreviventes em destroços de prédio destruído na cidade de Sarpol-e-Zahab, após terremoto (Foto: Pouria Pakizeh/ISNA/AP)

O número de mortos após o tremor na fronteira entre Iraque e o Irã passa de 340 nesta segunda-feira (13). O número de feridos passa de 6,2 mil. O epicentro do terremoto de 7,3 de magnitude foi registrado a 22,4 km de Derbendîxan, no Iraque, na tarde de domingo (12). Os trabalhos de resgate e de retirada de escombros continuam nesta manhã e o número de vítimas pode aumentar.

O número de vítimas ainda é desencontrado. No Irã, 341 pessoas morreram e 5.953 ficaram feridas, de acordo com a agência iraniana Irna. Apenas na província de Kermanshah, que fica em uma região rural e montanhosa, o número de mortos chegou a 328 e o de feridos passou para 3.950.

Já no Iraque, o tremor deixou sete mortos e 300 feridos na região do Curdistão iraquiano, segundo a CNN, citando o ministro da Saúde da região, Rekawt Hama Rasheed. A província de Suleimaniya foi a mais atingida. O terremoto, que ocorreu às 21h18 (horário local, 16h18 em Brasília), atingiu todas as províncias do Iraque e foi sentido na capital Bagdá por 20 segundos.

 

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

Candidatura de Fátima ao governo começa a ser debatida a partir de Mossoró

Senadora do PT participa de seminário em Mossoró 

A senadora Fátima Bezerra (PT-RN) e provável candidato ao Governo do Estado em 2018 participou em Mossoró do primeiro seminário regional do partido, que tem o objetivo de construir o palanque da sucessão estadual.

Para um público composto por dirigentes, parlamentares e a militância, o seminário debateu a situação do estado e deu início à construção do programa de governo rumo a 2018, com propostas para enfrentar a crise econômica, política e social.

Fátima Bezerra considerou como extremamente positivo o início desse ciclo de diálogos. “Começamos em Mossoró a realizar os seminários regionais do PT. Evento bastante mobilizado, com representações de todo o oeste e médio oeste potiguar. O seminário se faz necessário diante dos tempos de crise financeira, política e social a nível nacional e por todos os reflexos que causa ao RN”, justificou.

A senadora frisou que o RN passa um dos momentos mais difíceis da sua história e que a crise que não é de hoje, mas agravou na atual gestão que não conseguiu atender os anseios da população. ” Uma gestão ineficiente, incompetente que sequer consegue ter um calendário que garanta o pagamento em dia aos seus servidores, somado ao caos nas políticas sociais, especialmente nas áreas de segurança, saúde, e a falta de investimentos”, disse.

Ao todo serão realizados dez seminários durante o mês de novembro e início de dezembro. Próximos encontros: Médio Oeste (12/11), Vale do Açu (18/11), Seridó (18/11), Agreste (19/11), Trairi (19/11), Mato Grande (25/11), Potengi (25/11) e Região Metropolitana de Natal (02/12).

Evento contou com a participação do presidente do PT/RN, Júnior Souto, da presidenta do PT/Mossoró, vereadora Isolda Dantas, do deputado estadual Fernando Mineiro, do vice-prefeito de São Gonçalo do Amarante, Eraldo Paiva, dos vereadores Aisamaque e Natália Bonavides, dentre outros.

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

Rogério Marinho e Flávio Rocha debatem nova lei trabalhista no Congresso do MBL em SP

Encontro aconteceu no Congresso do MBL em São Paulo 

A modernização da lei trabalhista entrou em debate durante o 3º Congresso Nacional do Movimento Brasil Livre (MBL), realizado neste final de semana em São Paulo. O painel que abordou o assunto neste sábado (11) contou com a participação do deputado federal Rogério Marinho (PSDB), relator do projeto, e do empresário Flávio Rocha, do grupo Guararapes. O evento ocorreu no WTC Events Center, na capital paulista, e reuniu quase 2 mil pessoas.

Antes de o debate iniciar, os participantes do evento realizaram uma homenagem ao deputado Rogério Marinho pela entrada em vigor da modernização da lei, ocorrida exatamente neste sábado. Aplaudido de pé, o parlamentar subiu ao palco anunciado como o responsável por, entre outras coisas, colocar fim ao imposto sindical obrigatório, que agora passará a ser opcional. Esta era uma das principais bandeiras defendidas pelo MBL.

“A lei combate a precarização, tenta trazer para a formalidade milhões de brasileiros que estavam à margem da lei”, disse o parlamentar, referindo-se a entrada em vigor da nova lei como “um dia histórico” para o Brasil. Escolhido relator do projeto na Câmara, Rogério foi responsável por ampliar a proposta enviada pelo Executivo – com apenas cinco pontos -, para mais de 200 quesitos.

O deputado incluiu no relatório, por exemplo, a regulamentação do trabalho intermitente e do teletrabalho, que deverá beneficiar milhões de brasileiros já atuantes no mercado desta forma. Também foi uma iniciativa de Rogério Marinho a proposta do fim do imposto sindical obrigatório, entre outras novidades.

Rogério Marinho afirmou que o custo do trabalhador brasileiro desestimula as empresas a contratarem, por isso muitos são mantidos na informalidade. “Uma das tentativas que fizemos com a lei foi estimular a formalização”, afirmou o deputado.

Já o empresário Flávio Rocha, usou o exemplo de sua própria empresa para explicar como a legislação brasileira estava atrapalhando a geração de empregos no país. A Guararapes é alvo de uma ação do Ministério Público do Trabalho no Rio Grande do Norte por firmar parcerias com pequenas indústrias do interior potiguar, dentro do Programa de Industrialização do Interior, o Pró-Sertão. O processo movido pelo MPT pede uma multa de impressionantes R$ 38 milhões.

Em sua apresentação, Flávio Rocha negou as acusações e disse que esse tipo de litígio só dificulta a geração de empregos no Brasil. “Quando falta crença na soberania suprema do mercado, permanece a hiper-regulação”, disse. O empresário disse que a modernização da lei trabalhista permitirá ao país a melhora de competitividade e produtividade em relação a outras nações do mundo.

Assista ao debate completo entre Rogério Marinho e Flávio Rocha no Congresso do MLB no link https://www.youtube.com/watch?v=_IBtPYJ6nts&t=8s.

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

Com 297 proposições, professor Francisco Carlos tem alta produtividade na Câmara Municipal em 2017

Vereador apresenta balanço de atividades legislativas 

Faltando pouco mais de 30 dias para o fim das atividades legislativas do ano de 2017, o vereador Professor Francisco Carlos (PP) tem altíssima produtividade na Câmara Municipal de Mossoró (CMM). Ao longo deste ano, o parlamentar foi autor de 297 proposições, que são as somas de projeto de lei, projeto de resolução, projeto de decreto, emendas, requerimentos e indicações. Só os projetos de lei e emendas foram, respectivamente, 16 e 43.

Fazendo um comparativo da soma das proposições com os 365 dias do ano, a cada 30 horas ocorre uma ação parlamentar pelo professor Francisco Carlos. São ações voltadas para diversos segmentos da sociedade como educação, segurança, saúde, cultura e meio ambiente.

O parlamentar também participa, assiduamente, das Sessões Ordinárias da CMM. Apenas em três momentos o edil não esteve presente nos trabalhos da casa, tendo suas faltas justificada por estar representando a Câmara Municipal na Frente Parlamentar e Popular em Defesa da UERN, em Natal. Durante todas as 42 Sessões Ordinárias em que ocorreram fala na tribuna, o professor Francisco Carlos ocupou 31, sempre tratando de temas relevantes, elevando a qualidade do debate na Casa Legislativa. Se os usos da tribuna fossem somados as proposições, Francisco Carlos elevaria suas ações parlamentares para 328. Essa atuação é reflexo do comprometimento que Francisco Carlos tem com a sociedade mossoroense.

Além da alta produtividade na CMM, o professor atua ainda na Frente Parlamentar e Popular em Defesa da UERN, Comissão de Educação Esporte Cultura e Lazer, Conselho Municipal de Educação e Comissão Coordenadora do Plano Municipal de Educação.

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+