AO VIVO: BOLSONARO & TRUMP

CONFERÊNCIA DE IMPRENSA DOS PRESIDENTES DO BRASIL E DOS ESTADOS UNIDOS 

Os presidentes dos Estados Unidos, Donald Trump e do Brasil, Jair Bolsonaro falam com profissionais de imprensa, depois de reunião na Casa Branca:

RAÉRIO CABEÇÃO SOBRE O MOSSORÓ CIDADE JUNINA: “EVENTO QUE SÓ VAI FAZER ZOADA”

VEREADOR ATACA MAIOR EVENTO CULTURAL DE MOSSORÓ E ESTADO 

A imagem pode conter: 1 pessoa

Reconhecido como maior evento cultural do Rio Grande do Norte e, responsável pela geração de renda e de milhares de empregos, diretos e indiretos, o Mossoró Cidade Junina volta a ser alvo de ataques.

Como a cada ano, por questões político-partidárias, o evento sempre acaba entrando na alça de mira de alguns atores da política local, em 2019, não seria diferente.

E, a voz da vez que se levanta contra o Mossoró Cidade Junina é a do vereador, Raério Cabeção.

Ignorando a importância do evento, não apenas para o setor cultural, mas principalmente, para a economia do município, o edil radicalizou em seu discurso, durante a sessão ordinária da Câmara Municipal de Mossoró, desta terça-feira, 20.

Durante debate sobre alguns remanejamentos propostos pelo Poder Executivo, com objetivo de viabilizar o evento financeiramente, Raério Cabeção revelou o pensa sobre o Mossoró Cidade Junina:

“Evento que só vai fazer zoada”, declarou.

A afirmação foi imediatamente bombardeada, inclusive por alguns vereadores da bancada de oposição, que mesmo preferindo não ter suas identidades reveladas, condenaram a postura de Raério Cabeção contra o Mossoró Cidade Junina.

 

Na Casa Branca, Trump diz que apoia entrada do Brasil na OCDE

Presidente norte-americano fala ao lado do presidente do Brasil 

O presidente Jair Bolsonaro entrega camisa da Seleção Brasileira de futebol para Donald Trump; presidente norte-americano também presenteou Bolsonaro — Foto: Brendan Smialowski / AFP

Em encontro na Casa Branca com o presidente Jair Bolsonaro, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou nesta terça-feira (19) que apoia o ingresso do Brasil na Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

A declaração foi dada à imprensa durante reunião entre os dois presidentes, em Washington. Bolsonaro chegou à Casa Branca às 13h04 e foi recebido logo na entrada do prédio por Trump.

Mais cedo, o presidente brasileiro se reuniu com o secretário-geral da Organização dos Estados Americanos (OEA), Luis Almagro.

“Eu estou apoiando os esforços deles [brasileiros] para entrar [na OCDE]”, disse Trump, ao lado de Bolsonaro. Ele não deu mais detalhes sobre o assunto.

A OCDE atua como uma organização para cooperação e discussão de políticas públicas e econômicas que devem guiar os países que dela fazem parte. Para entrar no acordo, são necessárias a implementação de uma série de medidas econômicas liberais, como o controle inflacionário e fiscal. Em troca, o país ganha um “selo” de investimento que pode atrair investidores ao redor do globo.

Mais cedo, de acordo com a agência Reuters, o ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que os Estados Unidos querem que o Brasil deixe a lista de países de tratamento especial e diferenciado da Organização Mundial do Comércio (OMC) em troca do apoio norte-americano à entrada brasileira na OCDE.

A lista de países de tratamento especial e diferenciado da OMC, em que os países se autodenominam, dá vantagens especiais como mais tempo para cumprir acordos e outras flexibilidades.

De acordo com a Reuters, o governo norte-americano, contrário à lista, quer terminar com o modelo, do qual o Brasil participa até hoje, e quer ajuda do governo brasileiro.

Questionado sobre o que esperava que Bolsonaro levasse como resultado da visita aos Estados Unidos, Trump afirmou que o país tem “muitas coisas” que o Brasil gostaria, como o comércio.

“Estamos trabalhando nessas coisas. Um dos aspectos é o comércio. O Brasil fabrica ótimos produtos e nós produzimos ótimos produtos. No passado, nosso comércio nunca foi tão bom quanto deveria ser. Em alguns casos, deveria ser muito mais. Então achamos que nosso comércio com o Brasil aumentará substancialmente em ambos os sentidos e estamos ansiosos para isso”, afirmou Trump.

No encontro, os presidentes trocaram camisas das seleções de futebol do Brasil e dos Estados Unidos e citaram a admiração mútua pelo ex-jogador Pelé, considerado o rei do futebol.

ROSALBA, FÁTIMA E GARIBALDI EM ANGICOS

LIDERANÇAS POLÍTICAS PARTICIPAM DE EVENTO RELIGIOSO 

De políticos, lá estavam a governadora Fátima Bezerra (PT), a prefeita de Mossoró, Rosalba Ciarlini (PP) e o ex-senador Garibaldi Filho (MDB).

Governadora Fátima Bezerra (PT), prefeita de Mossoró, Rosalba Ciarlini (PP) e o ex-senador Garibaldi Filho (MDB) em Angicos

A classe política do Estado faz escala no município de Lajes, nesta terça-feira, 20.

A festa tradicional do Dia de São José, recebe as presenças da governadora do Estado, Fátima Bezerra (PT), prefeita de Mossoró, Rosalba Ciarlini (PP) e ex-senador Garibaldi Filho (PMDB), foram alguns do presentes ao evento.

 

Número de vítimas de ciclone em Moçambique e Zimbábue deve ‘crescer significativamente’, alerta Cruz Vermelha

Presidente moçambicano em fala em aproximadamente mil vítimas

Área afetada pelo ciclone Idai em Beira, em Moçambique  — Foto: Rick Emenaket/Mission Aviation Fellowship/AFP

O número de mortos após a passagem do ciclone Idai por Moçambique e Zimbábue deve “crescer significativamente”, alertou a Cruz Vermelha nesta terça-feira (19). O presidente moçambicano, Filipe Nyusi, disse em entrevista para uma rádio estatal que o número de vítimas pode chegar a mil.

O ciclone atingiu o centro de Moçambique na noite de quinta-feira (14) e avançou rumo ao Zimbábue e o Malaui, destruindo tudo em sua passagem: estradas, escolas, casas, lojas, hospitais e até mesmo uma represa.

O número de mortes confirmadas até segunda-feira (18), segundo balanço divulgado pela agência de notícias Reuters, era de 84 em Moçambique e 98 no Zimbábue, totalizando 182 mortes nos dois países.

O governo disse que 600 mil pessoas foram afetadas e 100 mil precisam de ser urgentemente resgatadas perto da cidade de Beira, a segunda maior de Moçambique, informou a BBC.

De acordo com um comunicado divulgado pelo arcebispo do município, estima-se que cerca de 140 mil famílias tenham tido prejuízos, das quais entre 10% e 20% perderam tudo. Beira e seu arredores ficaram 90% danificados ou destruídos.

AGRIPINO PARTICIPA DE ENCONTRO DO DEM COM DÓRIA

REUNIÃO ACONTECEU EM SÃO PAULO PARA TRATAR DE REFORMAS

O presidente estadual do DEM, José Agripino, participou nesta segunda-feira (18), em São Paulo, de uma reunião com o governador João Doria, o vice-governador Rodrigo Garcia e o presidente do Senado, Davi Alcolumbre.

A pauta foi a política nacional.

Com destaque para a Reforma da Previdência.

NOVO DIRETOR DA CAERN SERÁ EMPOSSADO NESTA QUARTA

SÉRGIO LINHARES TEVE LIBERAÇÃO CONFIRMADA PELA CAIXA

O ex-superintendente da Caixa Econômica e servidor de carreira, Sérgio Roberto Linhares, foi liberado pela instituição para assumir a presidência da Caern.

Escolhido pela governadora, Fátima Bezerra, Linhares ainda não havia assumido porque aguardava a liberação da Caixa.

Com a publicação de sua liberação no Diário Oficial da União, no novo diretor da CAERN será empossado nesta quarta-feira (20).

 

Ex-governador do Paraná, Beto Richa volta a ser preso

Prisão aconteceu na manhã desta terça-feira (19) 

Beto Richa foi preso nesta terça-feira (19) — Foto: J.F.Diorio/Estadão Conteúdo

O ex-governador do Paraná Beto Richa (PSDB) voltou a ser preso na manhã desta terça-feira (19) pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) em Curitiba. A prisão é preventiva, ou seja, por tempo indeterminado. A suspeita contra Beto Richa é de corrupção, e ele foi preso no apartamento onde mora.

Esta é a terceira vez que Beto Richa é preso. O G1 tenta contato com a defesa do ex-governador, mas, até o momento, as ligações não foram atendidas.

Esta ação é um desdobramento da Operação Quadro Negro, de acordo com o coordenador do Gaeco, Leonir Batisti. Pela Quadro Negro, é a primeira vez que Beto Richa é preso.

O empresário Jorge Atherino, apontado pelo MP como operador financeiro de Beto Richa, e Ezequias Moreira, ex-secretário especial de Cerimonial e Relações Exteriores do Paraná, também foram presos.

Ezequias foi citado na colaboração premiada do empresário Eduardo Lopes de Souza. A delação afirma que o ex-secretário participou da arrecadação de dinheiro desviado da reforma e construção de escolas para a campanha de reeleição de Beto Richa para o governo do estado.

O Gaeco cumpre também mandados de busca e apreensão em imóveis da família Richa em Caiobá, no litoral do Paraná, e Porto Belo, em Santa Catarina.

ENTREVISTA: GILBERTO DIÓGENES

NOVO VEREADOR FALA SOBRE PROPOSTA 

O vereador Gilberto Diógenes assumiu o mandato deixado por Isolda Dantas, que se elegeu deputada estadual.

Sobre suas primeiras propostas, o vereador petista destaca:

ESPAÇO DO GIVVA

OPINIÃO 

POR GIVANILDO SILVA

A única âncora que restou à esquerda brasileira, o sindicalismo, pela oxidação, doutrina política bastante enferrujada e impregnada no costado, tende a tornar-se habitat de corais.

Em certo aspecto, lamentável.