Rio de Paz faz manifestação em Copacabana em memória aos quase 100 mil brasileiros mortos pela Covid-19

Cruzes são fixadas na areia com balões vermelhos

ONG Rio de Paz presta homenagem aos quase 100 mil brasileiros mortos pela Covid-19 — Foto: Narayanna Borges / GloboNewsA ONG Rio de Paz realiza, na manhã deste sábado (8), uma manifestação em memória aos quase 100 mil brasileiros mortos pelo novo coronavírus na Praia de Copacabana, na Zona Sul do Rio. O grupo também protesta e faz críticas contra a administração do poder público durante a pandemia.

Nesta sexta (7), o país atingiu o número de 99.702 mortos pelo novo coronavírus, sendo 1.058 deles nas últimas 24 horas. Só no Rio de Janeiro, mais de 14 mil mortes foram confirmadas. Em 24 horas, foram registrados 87 novos óbitos e 1.632 novos casos confirmados no estado.

Na areia da praia, 100 cruzes pretas são fixadas com balões de gás vermelhos biodegradáveis. Outros 900 balões, que simbolizam as vidas das vítimas da Covid-19, são espalhados pelo restante do local. A ação está programada das 6h às 11h. A soltura dos balões ocorre no fim do ato.

Enquanto ‘trabalhava’ para os Bolsonaro, filha de Queiroz recebeu depósitos de Gagliasso

Famílias do barulho

Os extratos bancários de Nathália Queiroz, filha de Fabrício Queiroz, reforçam as suspeitas de que ela era funcionária fantasma nos gabinetes de Jair Bolsonaro e Flávio Bolsonaro, publica a Crusoé.

Entre junho e agosto de 2018, quando estava registrada como funcionária do gabinete de Bolsonaro na Câmara dos Deputados, a personal trainer recebeu do ator Bruno Gagliasso três depósitos de R$ 900.

Já entre 2011 e 2016, período em que esteve lotada no gabinete de Flávio na Alerj, Nathália ganhou ao menos R$ 22 mil das academias Bodytech, North Fitness e Sport Solution.

66% dos leitos críticos covid-19 ocupados em Mossoró são por pessoas de outras cidades; hoje são 21 leitos de UTI vagos

Dados oficiais revela origem de pacientes

De acordo com dados da Central de Regulação de Leitos de Mossoró do Complexo Regulador do Oeste, nesta sexta-feira (07), são 42 leitos de UTI covid-19 ocupados em Mossoró. Desse número, 66% estão ocupados por pessoas de outras cidades e apenas 33% por residentes mossoroenses. A capital do Oeste está há 27 dias consecutivos com leitos de UTI covid-19 e leitos clínicos vagos aos oestanos atendidos aqui.

Mesmo sendo uma notícia positiva por leitos vagos há quase um mês, ainda não é possível considerar que a pandemia está acabando, muito menos que os cuidados básicos essências devam deixar de ser praticados. É fundamental que as 64 cidades atendidas pela Central de Regulação de Mossoró aumentam ainda mais todas as formas de prevenção e combate ao novo coronavírus.

A Central de Regulação de Mossoró é responsável por regular os 40 leitos de UTI do Hospital São Luiz, 20 leitos de UTI do Hospital Regional Tarcísio de Vasconcelos Maia e três leitos de UTI pediátrica no Wilson Rosado custeado pela Prefeitura de Mossoró. Além de mais 45 leitos clínicos desses hospitais (25 leitos clínicos no Hospital Luiz, 14 leitos clínicos no Hospital Rafael Fernandes, 6 leitos clínicos no Hospital Regional Tarcísio de Vasconcelos Maia).

OCUPAÇÃO DE LEITOS DE UTI COVID-19 (07/08/2020)

Leitos Ocupados: 42 (14 de Mossoró e 28 de outras cidades)

Leitos Bloqueados: 0

Leitos disponíveis: 21

Ocupação UTI por cidade: 14 pessoas de Mossoró, 8 de Assu, 2 de Natal, 2 de Alto do Rodrigues, 2 de Caraúbas, 2 de Baraúna, 2 de Governador Dix-sept Rosado, 2 de Pendências, 2 de Ipanguaçu, 1 de Itajá, 1 de Upanema, 1 de Paraú, 1 de Lajes, 1 de Janduís, 1 de Areia Branca.

OCUPAÇÃO DE LEITOS CLÍNICOS COVID-19 (07/08/2020)

Leitos Ocupados: 32 (14 de Mossoró e 18 de outras cidades)

Leitos Bloqueados: 0

Leitos disponíveis: 13

Ocupação Leito Clínico por cidade: 14 pessoas de Mossoró, 6 de Assu, 2 de Upanema, 2 de Governador Dix-sept Rosado,1 de Natal, 1 de Quixeré (CE), 1 de Patu, 1 de Apodi, 1 de Parnamirim, 1 de Grossos, 1 de Itajá, 1 de Ipanguaçu.

Gilmar Mendes manda soltar Alexandre Baldy, secretário de Transportes de SP

Ex-ministro de Michel Temer foi preso na quinta-feira

Foto: (Dida Sampaio/Estadão Conteúdo/Arquivo)

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes determinou nesta sexta-feira (7) a soltura do secretário de Transportes de São Paulo, Alexandre Baldy. O político foi preso na quinta (6) por suspeita de fraudes em contratos da área de saúde.

Baldy foi deputado federal por Goiás e, depois, comandou o Ministério das Cidades do governo Michel Temer. As supostas irregularidades investigadas pela Polícia Federal dizem respeito a esse período.

O político foi preso durante a operação Dardanários, um desdobramento da Lava Jato que apura desvios na área da saúde envolvendo órgãos federais. A PF afirma que identificou “conluio entre empresários e agentes públicos, que tinham por finalidade contratações dirigidas”.

A defesa de Baldy recorreu ao STF para pedir a liberdade do secretário já nesta sexta, afirmando que a detenção dele seria uma “condução coercitiva travestida de prisão temporária”. Por sorteio, Gilmar Mendes foi designado como relator. O caso tramita em segredo de Justiça, mas a concessão do habeas corpus foi publicada no sistema virtual do Supremo no fim da noite.

Com quase 100 mil mortes, Brasil registra 1.058 óbitos em 24 horas

País conta com 99.702 óbitos registrados

O consórcio de veículos de imprensa divulgou novo levantamento da situação da pandemia de coronavírus no Brasil a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde, consolidados às 20h desta sexta-feira (7).

O país registrou 1.058 mortes pela Covid-19 confirmadas nas últimas 24 horas, chegando ao total de 99.702 óbitos. Com isso, a média móvel de novas mortes no Brasil nos últimos 7 dias foi de 1.019 óbitos, uma variação de -7% em relação aos dados registrados em 14 dias.

Em casos confirmados, já são 2.967.064 brasileiros com o novo coronavírus desde o começo da pandemia, 49.502 desses confirmados no último dia. A média móvel de casos foi de 42.967 por dia, uma variação de -6% em relação aos casos registrados em 14 dias.

Brasil, 7 de agosto

  • Total de mortes: 99.702
  • Registro de mortes em 24 horas: 1.058
  • Média de novas mortes nos últimos 7 dias: 1.019 por dia (variação em 14 dias: -7%)
  • Total de casos confirmados: 2.967.064
  • Registro de casos confirmados em 24 horas: 49.502
  • Média de novos casos nos últimos 7 dias: 42.967 por dia (variação em 14 dias: -6%)

Vídeo: homem humilha entregador com ofensas racistas

Cenas tristes e lamentáveis

Circula pelas redes sociais nesta sexta-feira (7) o vídeo de um homem humilhando um entregador de aplicativo com ofensas racistas.

Segundo a apuração do site Metrópoles, o homem é Mateus Couto, morador de um condomínio em Valinhos, no interior paulista. O agressor chama o entregador Matheus Pires de “semianalfabeto” e afirma que o jovem tem “inveja” das casas do condomínio e da cor de pele dele.

Clique abaixo para assistir ao vídeo da agressão.

 

CORONAVÍRUS: Ocupação de leitos está em 57% no RN

DADOS ATUALIZADOS NESTA SEXTA-FEIRA

A Secretaria de Estado e Saúde Pública- Sesap atualizou os dados do coronavírus no Rio Grande do Norte nesta sexta-feira (7). Na ocasião, foi informada a taxa de ocupação geral de leitos, que registra neste momento 57% no Estado.

A Sesap também informou que 418 pessoas estão internadas em hospitais públicos, privados ou filantrópicos, entre suspeitos, confirmados, pacientes em enfermaria ou críticos, que neste último caso, somam (199 críticos e 219 clínicos).

RN CONTABILIZA 1.963 ÓBITOS PELA COVID-19

DADOS ATUALIZADOS DA SECRETARIA ESTADUAL DE SAÚDE

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus nesta sexta-feira, 7. Os casos confirmados são 54.713, além de 17.937 suspeitos.

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, foram registrados no total 1.963, dos quais um nas últimas 24 horas, há ainda 193 mortes em investigação e 492 foram descartadas para o coronavírus. A taxa de transmissibilidade continua abaixo de 1, em 0,98.

Extrato bancário de Queiroz revela novos repasses à primeira-dama e não registra empréstimo de Bolsonaro

Chuques que caíram na conta de Michelle Bolsonaro somam R$ 72 mil, e não os R$ 24 mil até então revelados e nem os R$ 40 mil ditos pelo presidente

A imagem pode conter: 1 pessoa, texto que diz "Gru-2é 119 www.crusoe.com br -07/08/2020 EXCLUSIVO MAIS CHEQUES PARA MICHELLE Crusoé teve acesso à quebra do sigilo bancário de Fabrício Queiroz mostra que, entre as suas movimentações milionárias, há outros pagamentos para a primeira-dama. Desde 2011 ela recebia cheques do ex-assessor PORFÁBIOSERAPIÃO"
A quebra do sigilo bancário do policial militar aposentado Fabrício Queiroz revela novos empréstimos do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) à primeira-dama Michele Bolsonaro, segundo mostrou a Revista Crusoé, nesta sexta-feira (7).

De acordo com a revista os extratos contrariam a versão apresentada até aqui pelo presidente Bolsonaro.

Entre as transações de Queiroz, até o momento se sabia que haveria repasses que somavam R$ 24 mil para a mulher do presidente.

Em entrevista após a revelação do caso, o presidente Bolsonaro disse que o ex-assessor repassou a Michelle dez cheques de R$ 4 mil para quitar uma dívida de R$ 40 mil que tinha com ele.

 

Brasil contabiliza 98.650 óbitos por coronavírus

Dados atualizados às 8h pelo consórcio de órgãos de comunicaçõ

O Brasil tem 98.650 mortes por coronavírus confirmadas até as 8h desta sexta-feira (7) segundo levantamento do consórcio de veículos de imprensa a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde.

Na quinta-feira (6), às 20h, o balanço indicou: 98.644 mortes, 1.226 em 24 horas. Com isso, a média móvel de novas mortes no Brasil nos últimos 7 dias foi de 1.038 óbitos, uma variação de -2% em relação aos dados registrados em 14 dias.

Sobre os infectados, eram 2.917.562 brasileiros com o novo coronavírus, 54.801 confirmados no último período. A média móvel de casos foi de 43.396 por dia, uma variação de +1% em relação aos casos registrados em 14 dias.