Horário de verão termina em 10 estados e no DF; relógio deve ser atrasado em 1 hora

Ajuste deve ser feito por moradores das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste

POR R1

Fim do horário de verão (Foto: Infografia: Alexandre Mauro/G1)

horário de verão, em vigor desde outubro do ano passado, terminou na virada deste sábado (17) para domingo (18). Desse modo, os moradores de 10 estados e do Distrito Federal terão que atrasar os relógios em uma hora.

O ajuste vale para as regiões Sudeste, Sul e Centro-Oeste (São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal).

Com isso, o horário no leste do Amazonas e nos estados de Roraima e Rondônia fica 1 hora “atrasado” em relação a Brasília, enquanto oeste do Amazonas e Acre ficam 2 horas atrás.

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

TRE-RN inicia última etapa da biometria revisional

Trinta municípios serão atendidos

Nesta última etapa da biometria revisional do TRE-RN, o cadastramento das digitais do eleitor acontecerá em 30 cidades potiguares (Foto: Divulgação/ TRE)

Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE-RN) divulgou o calendário da última estapa da biometria revisional (veja lista completa AQUI). Ao todo, 30 municípios serão atendidos nesta fase. Quatro serão atendidos já a partir deste final de semana: João Câmara, Nova Cruz, São Bento do Norte e Caiçara do Norte.

Nos primeiros, João Câmara e Nova Cruz, o cadastramento biométrico obrigatório começa neste sábado (17) e vai até o dia 27 de março. Já em São Bento do Norte e Caiçara do Norte, o atendimento começa na segunda-feira (19) e também vai até o dia 27 de março.

A previsão é de que 38.472 eleitores façam a revisão biométrica nestes quatro municípios.

Para fazer a biometria, é preciso levar o título de eleitor, cópia e original do comprovante de residência e de um documento oficial com foto.

Atendimento

  • Em João Câmara: o local de atendimento será a Central do Cidadão, que fica na rua Rita Ferreira de Farias, S/N, IPE;
  • Em Nova Cruz: o cadastramento será feito no Cartório Eleitoral, que fica na rua Padre Normando Pignatário, S/N, Frei Damião;
  • Em São Bento do Norte Caiçara do Norte: o atendimento será feito no Cartório Eleitoral de São Bento do Norte, que fica na rua Aderbal Pereira, 29, Centro.
  • Fonte: G1-RN
Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

Esquerda Heineken’ é a vovozinha!

Opinião

POR PAULO AFONSO LINHARES

É por demais decantada a incapacidade do burguês de compreender o humor, segundo feliz parêmia de Hermann Hesse, no seu Der Steppenwolf (O lobo da estepe, já referido por mim noutros textos). Enfim, o espírito burguês, no máximo, atinge às raias do cinismo quando busca o humor que, na acepção latina, quer dizer líquido.

O espírito verdadeiramente burguês e conservador tem enorme dificuldade de acessar essa fluidez, essa ‘felicidade líquida’ que constitui um estado de espírito que se caracteriza pelo equilíbrio psicológico e emocional da pessoa que consegue vislumbrar graça e riso nos diversos aspectos da condição humana; não raro, o humor representa sempre perspectivas de rupturas de paradigmas e da construção de novos cenários da vivência humana.

Que os bondosos leitores deste escrito de quarta-feira de cinzas não se iludam: aquele famoso riso das hienas é apenas o esgar doloroso desses bichos que comem fezes e somente transam uma vez por ano…

A alma conservadora, contudo, não desiste de utilizar, na defesas de seus interesses políticos e propósitos ideológicos, imagens que chegam próximo às fronteiras do humor sem jamais ter energia suficiente para transpô-las. Assim é que, nas lutas político-ideológicas que trava, tende sempre lançar mão de formas diversionistas e raciocínios que desqualificam e diminuem seus adversários, mesmo que por vezes resvalem para grosserias e agressões à condição de existência da pessoa.

Tratar, por exemplo, o ex-presidente Lula de “Nove Dedos”, como fazem seus adversários, nas redes sociais e fora delas, não deixa de ser um menoscabo ridículo à dignidade da pessoa humana, pois, não é razoável imaginar que alguém em sã consciência deixe esmagar em engrenagem mecânica parte de seu corpo para disso extrair vantagem qualquer.

Pura maldade. Humor negro.

No atual momento em que, na sociedade brasileira, se confrontam projetos políticos radicalmente antagônicos na corrida presidencial de 2018, afloram absurdos de variados calibres.

No passado, quando existia ainda a União Soviética e seus satélites, os conservadores de muitos matizes, no Brasil, lançavam contra seus adversários o anátema de “esquerda caviar” para simbolizar, em forma de gracejo, uma desqualificação dos inimigos da ordem burguesa e liberal, da qual não escapavam nem mesmo os leitores de Stendhal que, por manterem exemplares do instigante “O vermelho e o negro”, em suas humildes bibliotecas, foram arrastados para as enxovias da ditadura de então e lá muitos até perderam suas vidas ou foram marcados para sempre por insanas sessões de tortura física e psíquica.

Nos tempos de hoje, o caviar não faz mais sentido com o desmoronamento da tal “cortina de ferro” e o fim de “guerra fria”. No pouco definido cenário político brasileiro de agora, à sombra dos poderosos rebenques judiciais, a imprensa conservadora e os reacionários de diversas extrações brandem seus porretes contra uma “esquerda Heineken”.

A inteligência rarefeita desses energúmenos chegou a tal resultado à vista de uma torturante estrela vermelha que estampa o rótulo da primeira cerveja premium da Holanda que, ao lado do nome da família do seu criador, Gerard Heineken, há 145 anos (1873-2018), tornou-se um dos símbolos nacionais daquele país e distribuída em mais de 190 países.

E agora, com o inimaginável segundo lugar da desconhecida escola de samba Paraíso do Tuiuti (ou simplesmente PT…) no desfile do carnaval 2018, do Rio de Janeiro, que levou para a Sapucaí um enredo com duríssima crítica social e até exibiu um avatar vampiro do presidente Temer, essa raiva vai aumentar. Comemoração certamente puxada à verdinha Heineken! E pensar que até bem pouco tempo diziam os brancosos da tosca direita verde-amarela que a Itaipava era de Lula…

Aliás, a estrela vermelha como emblema comunista somente foi usado a partir da Revolução Russa de 1917, a partir de famoso diálogo que teria ocorrido entre Leon Trótsky e Nikolai Krylenko.

Nestas paragens, tornou-se logomarca do Partido dos Trabalhadores. Daí a pecha atual de “esquerda Heineken”. Isso pode até parecer uma chiste inocente e bem humorada. Qual nada: nem uma nem outra coisa; é só veneno destilado. A invectiva é maldosa quando, no mínimo, associa a militância política de intelectuais, artistas, profissionais liberais e outros segmentos da classe média urbana brasileira, aos convescotes de mesa de bar regados a cerveja.

Vale lembrar que, no passado como hoje, os refutadores do pensamento socialista sempre tentaram (e ainda tentam!) desqualificar as ideias do filósofo alemão Karl Marx por ter sido ele um bebedor de cerveja, alguém que nunca trabalhou e que viveu às custas de sua esposa rica e do dinheiro franco de seu amigo, o também filósofo Friedrich Engels. Bobagens.

Quem leu qualquer relato biográfico de Marx, por mais ralo que seja, sabe que isso é idiotice por várias razões: beber cerveja jamais foi símbolo de devassidão ou algo assemelhado, tanto que algumas das melhores marcas da velha Europa eram feitas por ordens religiosas (Franziskanen, Dominikanen, Benediktinen etc.) e democraticamente apreciadas, até hoje, por todas as populações de países europeus.

No velho mundo, quem não bebe cerveja, vai de vinho, de conhaque, de vodca… Não sem razão, o comediógrafo irlandês George Bernard Shaw (1856-1950), prêmio Nobel de Literatura (1925), de finíssimo e inigualável humor, galhofa, na comédia Candida (de 1894, III): “I am only a beer teetotaller, not a champagne teetotaller!” Mais ou menos assim, numa tradução livre, “sou apenas abstêmio de cerveja, não um abstêmio de champanhe”. Estranho que o velho Shaw, na terra da famosa Guinness, a cerveja irlandesa mais famosa do mundo, cuja forma mais clássica exala um marcante sabor, com o equilíbrio perfeito entre o forte amargor e o doce suave, com toques de café e chocolate. Além das Pale e Bitter Ales, e as Porters/Stouts, também mundialmente famosas…

O casamento de Marx com Johanna “Jenny” von Westphalen, filha do Barão von Westphalen, pouco ou nada lhe acrescentou materialmente, mas, lhe deu uma feliz e profícua convivência de 40 anos, além de sete filho.

Marx trabalhou profusamente para escrever uma obra de milhares de páginas durante toda a sua vida, tendo ao lado sua Jenny que, a despeito de todas as dificuldades financeiras e de precária saúde, também copiava, penosa e copiosamente, os manuscritos do marido, que conformariam um dos pilares do pensamento ocidental.

Mesquinharias direitistas essas críticas ao filósofo de Trier, que deve e merece ser enfrentado no campo das ideias, não com tais bobagens. No mínimo, por lei natural e inalienável direito, como lembra Sófocles, na peça Antígona, cabe-lhe, sim, um obsequioso descanso na sua tumba londrina do bucólico Hyde Park…

Assim, denominar simpatizantes da esquerda em geral, os petistas ou os tais “lulopetistas”, de classe média, como “esquerda Heineken”, o que mais pode fazer é aumentar o consumo dessa cerveja que já tem uma presença importante no mercado mundial (ocupa o sétimo lugar no market share global) e no brasileiro (com a recente aquisição da Brasil Kirin – dona das  marcas especiais de cerveja Baden Baden e Eisenbahn e da Skin e Devassa – a Heineken salta para o segundo lugar entre as maiores cervejarias do Brasil, com uma participação de quase 19%), tudo mesmo é para alegria dos acionistas da cerveja Heineken, a preferida dos diabéticos e demais glico-inimigos graças à fama do baixíssimo teor de açúcar em sua composição, o que decerto poderia até impor, para desconsolo dos ‘coxinhas’ de todas as frituras, uma releitura daquela famosa frase de Marx-Engels, do tonitruante Manifesto Comunista, de 1848: “Cervejantes de todo o mundo, uni-vos”!

*Paulo Afonso Linhares é advogado e diretor das Rádio Difusora de Mossoró AM e Costa Branca de Areia Branca FM

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

Potiguar perde do Santa Cruz e tem sequência sem derrota interrompida

Time mossoroense enfrenta o Assu no dia 21

POR DE FATO

O time natalense saiu na frente aos 40 minutos do primeiro tempo através de Denilson. Os donos da casa empataram logo aos quatro minutos da etapa final com o gol contra de Diego. O Santinha ficou a frente novamente aos 13 minutos. Xilu fez o segundo dos visitantes.

O Santa Cruz necessitava vencer os mossoroenses e torcer por tropeços de ABC e América na rodada para ficar com o título da Copa Cidade do Natal. No entanto, o clube da capital do estado terminou o turno com 16 pontos na terceira posição. Já o Potiguar encerra o primeiro turno na sexta posição, com apenas sete pontos.

As equipes voltam a campo já neste meio de semana pela primeira rodada do segundo turno. O alvirrubro mossoroense vai enfrentar o Assu. O duelo está marcado para a quarta-feira, 21, às 20 horas, no estádio Edgarzão. O Santa Cruz pega o ABC no estádio Frasqueirão, em Natal, também às 20 horas.

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

(041ª) Duas pessoas são baleadas na zona rural de Mossoró

Homem morreu morreu no local e mulher foi socorrida 

Imagem

O crime aconteceu no inicio da noite de hoje 16 de fevereiro na comunidade de Barrinha, localizada as margens da RN 015, na zona rural de Mossoró. Segundo informações, criminosos arrombaram a casa e mataram a tiros Francisco Otoniel Carvalho de Medeiros, 42 anos de idade, morreu no local.

Sua mulher identificada apenas como “Betinha”, foi atingida com os disparos, mais foi socorrida ainda com vida para o Hospital Regional Tarcísio Maia em Mossoró. A policia recebeu informações de populares que os criminosos chegaram numa motocicleta.

A policia ainda não sabe a motivação para o crime, mas segundo informações, no ano passado Otoniel teria sido preso acusado de fabricação de armas de fogo utilizadas por criminosos na região do bairro Belo Horizonte.

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

FHC teria defendido nome de Flávio Rocha

Empresário é destaque na imprensa nacional 

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) vai continuar procurando uma alternativa fora do reduto tucano para disputar a Presidência nas eleições deste ano, após o apresentador de TV Luciano Huck sair do páreo. FHC quer testar o nome do empresário Flávio Rocha, dono das Lojas Riachuelo, segundo apurou o jornal “Folha de S.Paulo”.

De acordo com a publicação, após Huck anunciar que não deixará a TV Globo para disputar o Planalto, FHC pediu a um conhecido que trabalha com marketing político para realizar uma pesquisa qualitativa sobre nomes que podem ter força para ir ao pleito.

Isso porque o tucano estaria convencido de que Geraldo Alckmin (PSDB) não vai se viabilizar como o candidato do partido. Hoje, Alckmin tem 10% das intenções de voto, segundo pesquisas.

O ex-presidente deve apoiar o nome do correligionário, mas vai estimular uma outra opção, segundo a “Folha”.

PERFIL

O presidente da Riachuelo disse, no início do mês, em entrevista ao Gazeta Online, que o “clamor que existe é de um candidato que seja liberal na economia e conservador nos costumes. Ou seja, de direita na economia e de direita nos valores”.

Flávio Rocha lançou em janeiro um movimento formado por empresários que pretendem influenciar o debate eleitoral. O “Brasil 200 Anos” é uma referência aos dois séculos  – desde a Proclamação da Independência – que se completam em 2022, quando se encerra o mandato do presidente eleito em outubro deste ano.

No fim do mês passado, a “Folha” também publicou que Flávio Rocha disse, durante debate em São Paulo, que o Brasil precisa de um candidato que alinhe ideias conservadoras para a economia e a sociedade.

A fala foi uma crítica de Rocha a Jair Bolsonaro, a quem chamou de popular pelo discurso conservador nos costumes, mas de ideias econômicas “de esquerda”.

“A gente precisa de um (ex-presidente americano, Ronald) Reagan ou de uma (ex-primeira ministra do Reino Unido, Margaret) Thatcher, alguém que seja liberal na economia e conservador nos costumes. É isso que o povo tá pedindo muito”, afirmou , de acordo com a “Folha”.

Rocha tem apoio do grupo de direita Movimento Brasil Livre (MBL), próximo à ala tucana de João Doria, prefeito de São Paulo. FHC não tem afinidade com o MBL, mas já reconhece que as opções estão ficando escassas, segundo o jornal.

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

Temer anuncia criação do Ministério da Segurança Pública em reunião no RJ

Anúncio foi feito no Rio de Janeiro 

Reunião de Temer e autoridades sobre a intervenção federal no Rio de Janeiro (Foto: Reprodução/Twitter)

Durante a reunião no Rio de Janeiro neste sábado (17) com autoridades para tratar da intervenção federal no estado, o presidente Michel Temer anunciou pela primeira vez sua decisão de criar o Ministério da Segurança Pública.

Até então Temer só tinha tratado do tema em consultas com integrantes da equipe. Mesmo assim, ele não anunciou nenhum nome para a futura pasta.

A criação do Ministério da Segurança Pública vinha sendo debatidadentro do governo como uma medida para auxiliar no combate à violência no país.

Após a reunião, em uma fala à imprensa, Temer disse que pretende criar a nova pasta nas próximas semanas. Ele disse que o ministério vai coordenar as ações de segurança pública no país, “sem invadir as competências dos estados”. O presidente não deu mais detalhes.

De acordo com o que já vinha sendo elaborado no governo, a Polícia Federal, a Polícia Rodoviária Federal, o Departamento Penitenciário Nacional e a Secretaria de Segurança Pública sairiam da alçada do Ministério da Justiça e ficariam sob o comando da nova pasta.

O Ministério da Justiça seguiria desenvolvendo políticas preventivas de combate às drogas e programas de recuperação de ativos no exterior, além de ficar responsável pelos temas relacionados a estrangeiros e refugiados, pelo combate a carteis econômicos e pela defesa do consumidor.

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

HORA DO LOUVOR

ADORE

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

DECISÃO INEVITÁVEL

CRISE FINANCEIRA VEIO APENAS AGRAVAR O QUE JÁ ACONTECIA NO RIO

EDITORIAL

O Globo

A intervenção federal na Segurança fluminense foi forçada pelo quadro criado a partir da crise financeira do estado, com a perda de comando sobre as polícias e o esvaziamento do poder do governador Luiz Fernando Pezão, também atingido por estilhaços da explosão do seu grupo político, envolvido em corrupção, parte dele encarcerado, a começar pelo chefe, Sérgio Cabral.

As ocorrências no carnaval foram o ápice neste processo, e era mesmo imperioso decretar a intervenção na área de segurança do estado, historicamente problemática, com infiltrações visíveis do crime organizado. O caso do batalhão da PM de São Gonçalo, vizinho a Niterói, associado a traficantes da área, é emblemático. PMs chegavam a trabalhar em bocas de fumo.

Leia mais: https://oglobo.globo.com/opiniao/decisao-inevitavel-22404739#ixzz57Mw9AY00
stest

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

Prefeito Bibiano reúne secretários para fazer balanço e traçar metas para 2018

Reunião aconteceu nesta sexta-feira 

POR ACLECIVAN SOARES

Debater as novas estratégias e ações que serão desenvolvidas durante o ano de 2018 foi um dos principais temas da reunião nesta sexta-feira, 16, do prefeito Josivan Bibiano (PR), do município de Serra do Mel, com seus secretários.

Antes, porém, o prefeito solicitou que os secretários municipais apresentassem relatório das ações que foram implementadas no ano passado.

Em seguida, foi a oportunidade para sugestões e definir as ações prioritárias que devem ser resolvidas com mais urgência.

“Precisamos manter esse diálogo constante com as equipes, tendo em vista que é por meio dessa sintonia que acontece o bom andamento dos serviços públicos ofertados à população de Serra do Mel, bem como cobrar e garantir agilidade em resolver os problemas que forem surgindo”, destacou Bibiano

O gestor municipal destacou ainda que mesmo apesar de enfrentar “um duríssimo, de queda de receita, algumas medidas que tomamos, nos possibilitou pagar o funcionalismo em dia, assim como pagar o 13º salário do funcionalismo, medida esta que muitas das prefeituras e governos não conseguiram”, lembrou.

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+