Sergio Moro soltará bomba no colo de Jair Bolsonaro nesta terça-feira

Sérgio Moro lança nesta terça-feira livro em que detalhará como ocorria a proteção de Jair Bolsonaro aos filhos

Moro e Jair Bolsonaro

Sergio Moro prepara uma bomba para estourar no colo de Jair Bolsonaro nesta terça-feira (30/11), nada menos do que o dia em que o presidente se filiará ao PL. Por coincidência, sairá também amanhã o livro “Sergio Moro — contra o sistema de corrupção”, autobiografia do ex-juiz, com algumas histórias pouco agradáveis para o presidente.

Um conjunto delas promete ser especialmente constrangedor para Bolsonaro: o livro detalhará o processo do presidente no esforço para proteger seus filhos políticos, Flávio, Carlos e Eduardo Bolsonaro. São histórias nunca antes contadas por Moro, abaixo de quem, no Ministério da Justiça, ficava a Polícia Federal.

O pior é que as informações da obra não ficarão restritas às livrarias amanhã. Às 10h30, quando começa o ato de filiação de Jair Bolsonaro num centro de convenções em Brasília, as histórias do livro já terão corrido o país. Moro deu diversas entrevistas nos últimos dias, sobre o livro, narrando alguns desses episódios, com vistas à publicação amanhã.

RN ATINGE 90% DA POPULAÇÃO ADULTA COM A PRIMEIRA DOSE CONTRA A COVID-19

DADOS OFICIAIS

O Rio Grande do Norte atingiu a marca de 90% da população acima de 18 anos contra a Covid-19 com a primeira dose, de acordo com dados do portal RN+ Vacina. O percentual representa pouco mais de 2,3 milhões de pessoas em todo o estado.

Além disso, o público geral, que inclui os adolescentes acima de 12 anos, também se aproxima do percentual de 90%, com 2.635.128 pessoas que tomaram a primeira dose, segundo o registro na plataforma RN+ Vacina até o fim da manhã desta segunda-feira (29).

Na última sexta-feira (26) a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) distribuiu o primeiro lote de vacinas destinado à dose de reforço para o público abaixo dos 60 anos, naquelas cidades que já estejam aptas para ampliação da campanha de vacinação.

Janot decide deixar sua filiação ao Podemos para 2022

Decisão foi tomada em conversa entre Janot e líder do Podemos Álvaro Dias

Rodrigo Janot,

O ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot acertou com a cúpula do Podemos deixar sua filiação ao partido somente para 2022.

O acordo foi selado durante uma conversa entre Janot e líder do Podemos no Senado, Alvaro Dias (PR), ao longo desse domingo (28/11).

O adiamento faz parte da estratégia da legenda de fazer filiações importantes ao longo dos próximos meses, para se manter em evidência no cenário político.

“Combinei com ele nesse domingo pra deixar para o próximo ano. Teremos ainda o Deltan (Dallagnol) em dezembro. Achamos melhor deixar para o próximo ano”, disse à coluna Alvaro Dias.

“Ninguém enxergou ainda que é o próprio governo que quer ver Mendonça barrado?”

Davi Alcolumbre marcou, enfim, para a próxima quarta-feira a sabatina do indicado ao STF na Comissão de Constituição e Justiça do Senado

“Ninguém enxergou ainda que é o próprio governo que quer ver Mendonça barrado?”

Como noticiamos, a sabatina de André Mendonça (foto), indicado há mais de quatro meses por Jair Bolsonaro para uma vaga no STF, deverá ocorrer na próxima quarta-feira.

Um senador, em reservado, disse a O Antagonista que, hoje, o “terrivelmente evangélico” é tudo menos “o candidato de Bolsonaro”.

Quem não trabalha por Mendonça é o próprio Planalto. Ninguém enxergou ainda que é o próprio governo que quer ver Mendonça barrado pelo Senado? Há meses, o indicado perambula sozinho por corredores e gabinetes do Senado, ao passo que o entorno presidencial trabalha contra.”

O senador levantou uma hipótese:

“Enquanto isso, Augusto Aras [atual procurador-geral da República] tem o relatório da CPI da Covid esquentando em sua mesa. O governo espera que derrubem Mendonça, tentando não aparecer como responsável, para nomear Aras?”

A paixão do mercado por Moro

Opinião

POR DIOGO MAINARDI 

O Antagonista

A paixão do mercado por Moro

“Faria Lima está apaixonada por Moro”, diz Lauro Jardim, em O Globo.

O mercado financeiro vai se apaixonar por qualquer um que demonstre ser capaz de derrotar Lula e Jair Bolsonaro, ainda mais se ele tiver Affonso Celso Pastore como conselheiro.

economia não tem a menor chance de resistir a mais quatro anos com um desqualificado no Palácio do Planalto. O pessoal da Faria Lima, que sabe o que faz, deveria investir tempo e dinheiro para chutar o ex-presidiário e o futuro presidiário, unindo a candidatura da Terceira Via.

Janot também vai se filiar ao Podemos, diz jornal

O ex-procurador-geral da República avalia se vai disputar uma vaga ao Senado ou para a Câmara Federal nas eleições de 2022

Janot também vai se filiar ao Podemos, diz jornal

O ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot (foto) também deve se filiar ao Podemos para disputar um cargo eletivo em 2022.  A informação é de O Globo.

Segundo o jornal, Janot foi aconselhado a disputar as eleições pelo Distrito Federal, mas ele sonha em concorrer por Minas Gerais. O ex-PGR também avalia se terá mais chances na disputa pela Câmara ou Senado.

(RE)TWITANDO

OPINÃO

Julian Lemos Deputado Federal
@JulianLemosopb1

Quando Moro

atingir os 20% não ficará um, vai pular todo mundo desse Titanic. Eles já sabem, e o desespero já toma conta. Até Bolsonaro já deixou o Bolsonarismo, quanto mais os que só estão lá por vantagens e ilicitudes. Ao lado dele, não tem amor, só interesses.

Morre fundador da equipe Williams na F-1

Frank Williams faleceu aos 79 anos. Ele fundou uma das maiores equipes da categoria, que conquistou nove títulos de construtores

Morre fundador da equipe Williams na F-1

O britânico Frank Williams, fundador da equipe que leva o seu nome, morreu neste domingo aos 79 anos.

Williams gerenciou um dos times de maior história na F-1 e que contou com pilotos como Nelson Piquet, Ayrton Senna, entre outros. A escuderia conquistou nove títulos de construtores: 1980, 1981, 1986, 1987, 1992, 1993, 1994, 1996, 1997 e sete de pilotos. O último com Jacques Villeneuve em 1997.

“Sentimos a mais imensa e profunda tristeza pelo falecimento de Sir Frank Williams. Sua vida foi movida pela paixão pelo automobilismo; seu legado é incomensurável e fará parte da F1 para sempre. Conhecê-lo foi uma inspiração e um privilégio. Ele deixará muita, muita saudade”, publicou a F-1 por meio das redes sociais.

Governo do RN pede autorização da Assembleia Legislativa para empréstimo de R$ 649 milhões

Projeto de lei pede inclusão do estado em programa de equilíbrio fiscal do governo federal

Governadoria do RN em Natal — Foto: Augusto César Gomes/G1

O governo do Rio Grande do Norte enviou um projeto de lei à Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte para ter o aval na contratação de empréstimos que poderão somar até R$ 649,6 milhões.

De acordo com o projeto, os recursos deverão ser aplicados em despesas de capital – como aquisição de equipamentos, obras e investimentos – além de pagamento de dívidas com credores através de leilões.

Se aprovado, o projeto de lei vai garantir a inclusão do estado no Plano de Promoção do Equilíbrio Fiscal e no Programa de Acompanhamento e Transparência Fiscal criados pelo governo federal através da Lei Federal 178/2021.

De acordo com o governo, o estado só conseguirá a garantia da União nos empréstimos solicitados com a adesão a esses programas. O valor de R$ 649 milhões corresponde ao percentual de 6% da Receita Corrente Líquida do Estado em 2020.

Por outro lado, o estado deverá atender a um conjunto de metas e compromissos para “promover o equilíbrio fiscal e a melhoria da capacidade de pagamento”.

Entre as medidas previstas no programa de equilíbrio fiscal, estão os leilões para pagamento de dívidas do estado, pelo critério de maior desconto.

Nesses leilões de pagamento, os fornecedores ou outros que credores que oferecerem maiores descontos terão prioridade na quitação das dívidas. O estado também poderá parcelar os valores acordados.

O projeto foi encaminhado ao Legislativo estadual através de uma mensagem da governadora Fátima Bezerra (PT), assinada no último dia 23 de novembro (veja aqui). No documento, a governadora pede a votação da matéria em regime de urgência.

“A presente Proposição almeja criar as bases para que o Estado do Rio Grande do Norte possa ingressar no Programa de Equilíbrio Fiscal disposto no art. 3º da Lei Complementar Federal nº 178, de 2021, que visa possibilitar ao Estado do Rio Grande do Norte, atualmente classificado com a capacidade de pagamento Capag “C”, adotar medidas que possibilitem uma trajetória de equilíbrio fiscal, acessando o benefício previsto de concessão de garantia, pela União, para operações de crédito com finalidade livre, sendo os desembolsos dos contratos condicionados ao cumprimento da trajetória de ajustes, metas e compromissos propostos pelo Estado na adesão ao PEF”, diz a governadora na mensagem.

Segundo dia do Enem 2021

Exame concluído às 18h30

Exame tem 90 questões.

São 45 de matemática e 45 de ciências da natureza.