Category Archives: Artigos

ESPAÇO DO GIVVA

“MUITO CABRA RUIM QUE SE VIA ACIMA DA LINHA DO HORIZONTE VESTINDO CALÇA COM SOLADO PRESO AO PÉ”

POR GIVANILDO SILVA

Givanildo Silva é radialista-jornalista-advogado

Ainda não é bastante, mas já há muito cabra ruim que se via acima da linha do horizonte, tão gigante era o salto, tendo que se contentar em vestir calçado com solado preso ao pé por meio de tiras curtas e apertadas.

A sorte desses afetados é que o chão, apesar de rasteiro, constitui o sagrado. Senão, a soberba, visto que não serve para nada, ao invés de lição de humildade, o que não deixa de formar um punhado de terra jogado na cara, seria extinta, seria matada a pedradas.

Bem alimentado, Lula terceirizou greve de fome 9

Essa turma não sabe o que é passar fome de verdade

POR JOSIAS DE SOUZA

Seis militantes de movimentos sociais iniciam nesta terça-feira, em Brasília, uma greve de fome pela libertação de Lula. Comandante do ”exército do MST”, João Pedro Stédile declarou que o tempo de duração da greve será determinado pela ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal.

“Ela foi indicada para respeitar a Constituição”, disse Stédile, ao lado dos companheiros que prometem fechar a boca. “Tem dois recursos aguardando julgamento –uma ADC do PCdoB, que consulta se uma pessoa pode ser presa antes do julgamento de todos recursos; e um outro recurso da OAB, sobre validade da presunção de inocência até o julgamento da última instância. Basta colocar os recursos em plenário para acabar com a greve.”

Em português claro, deseja-se pressionar o Supremo para rever a regra que autorizou o encarceramento de condenados em segunda instância. A questão já foi apreciada pelos ministros da Suprema Corte quatro vezes desde 2016. Na votação mais recente, produziu-se um placar de 6 votos a 5 contra a concessão de um habeas corpus que impediria a prisão de Lula.

Ironicamente, os devotos do líder petista fazem por Lula um sacrifício que ele se abstém de fazer por si mesmo. Lula desenvolveu uma ojeriza por greves de fome. Em fevereiro de 2010, ainda na pele de presidente, o agora presidiário realizou uma viagem oficial a Cuba. Desembarcou em Havana no dia da morte do dissidente cubano Orlando Zapata Tamoyo, que ficara sem comer por 85 dias.

Instado a comentar a privação alimentar do preso político cubano, Lula declarou: “Lamento profundamente que uma pessoa se deixe morrer por uma greve de fome. Eu, depois da minha experiência de greve de fome, pelo amor de Deus, ninguém que queira fazer protesto peça para eu fazer greve de fome que eu não farei mais.”

Na época, o repórter Elio Gaspari rememorou a “experiência” de Lula: “Em 1980, quando penou 31 dias de cadeia que ajudaram-no a embolsar pelo Bolsa Ditadura um capital capaz de gerar mais de R$ 1 milhão, Lula fez quatro dias de greve de fome. Apanhado escondendo guloseimas, reclamou: ‘Como esse cara é xiita! O que é que tem guardarmos duas balinhas, companheiro?’.”

Em março de 2010, já de volta ao Brasil, Lula adicionou ao comentário infeliz que fizera em Havana uma pitada de escárnio. Em defesa da soberania cubana, o então presidente petista comparou os presos políticos da ditadura dos irmãos Castro com os bandidos comuns esquecidos no interior do sistema carcerário de São Paulo.

Eis o que declarou Lula: “Eu penso que a greve de fome não pode ser utilizada como pretexto de direitos humanos para libertar pessoas. Imagina se todos os bandidos que estão presos em São Paulo entrarem em greve de fome e pedirem liberdade. Temos que respeitar a determinação da Justiça e do governo cubano de deter as pessoas em função da legislação de Cuba, como quero que respeitem ao Brasil.”

Quer dizer: considerando-se os critérios de Lula, condenado a 12 anos e um mês de cadeia por corrupção e lavagem de dinheiro, os militantes que se dispõem a deixar de inserir alimentos por sua libertação deveriam respeitar a “determinação da Justiça” brasileira. Sucede, porém, o oposto.

Bem alimentado, Lula patrocina o surgimento de mais uma excentricidade eleitoral. Depois da candidatura presidencial cenográfica de um ficha-suja, depois da campanha presidencial por correspondência, Lula conduz desde a cela especial de Curitiba um inusitado processo de terceirização de greve de fome.

BOLSONARO NO RODA VIDA

OPINIÃO

POR RICARDO BETTSON

Sobre a entrevista de Jair Bolsonaro hoje, no Roda Viva: numa avaliação mais técnica ele precisa melhorar e muito o debate e o argumento nas áreas de saúde e educação.

Diz não conhecer muito de economia, mas consegue se sair bem. Não pode é repetir muito isso para não perder o crédito de investidores, caso eleito. Transita com grande facilidade em temas sociais e de segurança, normal pelo seu histórico.

Ganha o voto popular pela sinceridade e empatia, mesmo quando parece está querendo pular no pescoço do entrevistador. Nessa hora parece falar o que cada brasileiro quer dizer.

E ainda consegue sorrir com sinceridade no final, mesmo depois de sabatinado, de maneira tendenciosa.

A metralhadora foi apontada para ele na TV Cultura,mas parece que o tiro saiu pela culatra. Foi um bom teste. Vamos ver os demais.

*Ricarte Bettson é publicitário

“Essa porcaria destrói sonhos e vidas precocemente”, diz funkeiro Buchecha sobre droga

“Quem quiser seguir esses artistas que fazem apologias, ou que usam essas coisas, se eles vos enchem os olhos e te fazem bem, ok…”

O funkeiro Buchecha, que procura ostentar só o amor e não curte apologia às drogas e ao sexo desenfreado, escreveu no Twitter:

“Como eu vou incitar ou fazer apologia às drogas, se eu vejo e sei de relatos onde isso só destrói as pessoas?

Quantos artistas morreram de overdoses ou tiveram problemas de saúde por causa de uso de drogas?

Olha o caso da Demi Lovato aí.”

A cantora americana segue internada em decorrência de uma overdose.

“Olha a Whitney (Houston), a Britney Spears, e fora os artistas brasileiros não citados aqui por respeito aos familiares e fãs, mas não são poucos os casos em que essa porcaria destrói sonhos e vidas precocemente. Não posso endossar e entoar ecos de uso livre dessas malditas substâncias!”

Buchecha prosseguiu:

“Eu respeito todo mundo, sempre vou respeitar, mas jamais em sã consciência irei fazer pontes que se inclinam pra destruição de muitos jovens e adolescentes que são os ‘mais influenciáveis’. Não sou santo, nem tento ser, mas isso não, não mesmo.”

O funkeiro ainda mandou um recado final:

“Quem quiser seguir esses artistas que fazem apologias, ou que usam essas coisas, se eles vos enchem os olhos e te fazem bem, ok, sigam, faça como bem quiser, mas eu não quero esse mal pra mim, então também não quero o mal pros outros.

Boa sorte.”

Menos de dois meses atrás, Buchecha resumiu na TV Globo as opções de quem nasce na favela e lembrou o caminho que escolheu:

“Já fui caranguejeiro, catei ferro velho, fui servente de obra, camelô, de tudo um pouco. Na comunidade temos duas opções: o caminho do tráfico, do mal, ou arregaçar as mangas e ir trabalhar. Perdi muitos amigos no tráfico, mas nunca achei que aquilo fosse vida para mim.”

FONTE: OANTAGONISTA

(RE)TWITTANDO

OPINIÃO

Não há nenhuma possibilidade de Lula sair da cadeia, e ainda menos de se candidatar à presidência da República, sem rasgar as leis em vigor neste momento no Brasil. Mas os formadores de opinião”, a mídia, a inteligência nacional, etc. não veem nenhum problema nisso. OK, então.

Quando o PT pede na Justiça para Lula dar entrevistas, dizem que ele é candidato. Já quando acusam o partido de estar realizando um showmício em prol de Lula, os petês dizem que ele não é candidato. Petês têm sempre um discurso conveniente para cada ocasião.

ESPAÇO DO GIVVA

MENINOS COM ABSTINÊNCIA DOS COFRES PÚBLICOS

POR GIVANILDO SILVA

Givanildo Silva é radialista-jornalista-advogado

Sou favorável a que a Prefeitura de Mossoró abra logo as burras e cesse a abstinência desses meninos que, em desespero extremo, pautam a própria morte, com cantilena irascível, com ladainha abominável, aborrecida.

Ciro começa a se enforcar com sua própria língua

“Coroné” fanfarão

POR JOSIAS DE SOUZA

A sucessão de 2018 está diante de uma versão eleitoral da Lei de Murphy, aquela segundo a qual “quando uma coisa pode dar errado, ela dá errado.”

Até bem pouco, Ciro Gomes parecia ser o único candidato em condições de ampliar sua eleitoral.

De repente, a coisa desandou. Nada a ver com a perda do apoio do centrão para Geraldo Alckmin. O grande problema de Ciro é, novamente, a língua de Ciro.

Autoritário ou enérgico? Arrogante ou determinado? Imprudente ou corajoso? O estilo de liderança a que se propõe Ciro Gomes constitui um enigma. Seus rivais apregoam que as primeiras alternativas são as verdadeiras. Ciro seria truculento e aventureiro.

O problema é que a língua de Ciro se expressa como se desejasse amarrar um nó no pescoço do dono. Em sua penúltima temeridade, a língua do candidato e disse que Lula “só teria chance de sair da cadeia se a gente assumir o poder”, pois vamos devolver juízes e Ministério Público “para a caixinha.”.

A coisa foi filmada. Mas Ciro atribuiu a má repercussão à imprensa, que teria retirado as frases do seu contexto. O candidato ainda não percebeu. Mas repete agora o mesmo erro de sucessões anteriores. O erro da autocombustão.

 

 

NOBLAT: “QUE PAÍS RIDÍCULO”

O DEBATE SOBRE UM CONDENADO E PRESO

Que país ridículo é o nosso. Quanto tempo se desperdiça discutindo se um condenado e preso deve participar ou não de debates só porque se diz candidato, embora não possa ser.

“O desespero dos petistas pode chegar a um nível perigoso”

Lula decidiu incendiar o Brasil

Só o STF pode impedir o caos, barrando a candidatura do presidiário assim que ela for apresentada.

Leia o comentário de Merval Pereira:

“A estratégia do PT de desmoralizar a Justiça para dar ares de verdade à tese de que Lula é um perseguido político, encarcerado injustamente, está produzindo seus efeitos deletérios à democracia brasileira.

O ataque de militantes petistas ao prédio do Supremo Tribunal Federal, com atos de vandalismo, é um absurdo que não foi devidamente repudiado fora dos organismos institucionais da Justiça. Não houve um pré-candidato ou líder partidário que se posicionasse veementemente contra a arruaça promovida por neo-aloprados petistas, incentivados pelas declarações e ações das lideranças políticas de esquerda (…).

O desespero dos petistas pode chegar a um nível perigoso depois de 15 de agosto, quando ele deverá ser registrado como o candidato oficial à Presidência da República. A partir dessa data, a luta jurídica terá apenas um objetivo: levar o nome de Lula à urna eletrônica e fazê-lo poder disputar a eleição sub-judice. Nada indica que o intento será alcançado. Mas é previsível que a agressividade de seus militantes subirá de tom.”

OBRIGADO, MEU DEUS!!!

PARABÉNS, POLICIAIS DE MOSSORÓ!

A despeito de desapossado de quaisquer tesouros terrenos, todavia, faço minha a expressão shakespeariano, segundo a qual “A gratidão é o único tesouro dos humildes”.

Peço vênia aos três ou quatro internautas que acessam esta página, para um agradecimento e, um elogio.

Agradecimento, ao SENHOR DEUS pelo grande livramento, na noite desta segunda-feira, quando eu, minha filha e quatro irmãs, fomos assaltados na calçada da residência da minha mãe, por volta das 20h.

Depois de colar uma pistola na minha cabeça e, em seguida, sair apontando a arma para as pessoas que comigo estavam, o jovem assaltante, apenas levou um celular e uma motocicleta. Mas, o que isto representa diante das nossas vidas que foram poupadas e, preservadas por DEUS? Nada!

Por isso, o agradecimento: OBRIGADO, MEU DEUS!!!!

O elogio é ao trabalho, sempre, eficiente dos policiais de Mossoró.

Policiais que, a despeito dos parcos salários, das mínimas condições de trabalho e da falta de estrutura para o cumprimento do ofício, relevam empenho, profissionalismo e coragem no enfrentamento a uma horda de bandidinhos mirins que aterroriza os mossoroenses.

Ao registrar um Boletim de Ocorrência na Delegacia de Plantão, pude comprovar, na prática, o que é noticiado diariamente pelos colegas da cobrem jornalisticamente o setor policial: Mossoró vive um clima de guerra implantado por bandidinhos.

Em um espaço de uma hora – entre 20h30 e 21h30 – assisti, na Delegacia de Plantão, equipes da Polícia Militar, Policia Civil e da Força Tarefa, recuperam quatro motocicletas e, prenderem alguns dos ladrões – todos jovens.

O que me chama a atenção, é a eficiência do trabalho dos policiais de Mossoró.

As quatro motocicletas recuperadas foram levadas até a Delegacia de Plantão, no Alto de São Manoel, enquanto seus proprietários ainda tentavam registrar seus respectivos BO’s. Inclusive, minha filha que tivera sua moto levada pelo ladrão mirim.

Então, só resta enaltecer o esforço, o empenho e a eficiência dos policiais de Mossoró. Parabéns!!!

COMUNICADO – Depois de perder o aparelho de telefone celular para o “bandido mirim”, meu contato TELEFONE/WHATSAPP encontra-se desativado. Até recuperar o número telefônico, o (84) 9-8703-8190 está fora do ar.