Juiz eleitoral diz que não permite fotos, imagens nem entrevistas em seu gabinete

 Patrício Logo anuncia que não se pronuncia sobre processos da 33@ Zona Eleitoral 

 

“No que é que eu posso lhe ajudar?”

Foi assim que o juiz Patrício Lobo cumprimentou o editor deste blog, na manhã desta terça-feira, 22, em seu gabinete na 33@ Zona Eleitoral de Mossoró.

Como fui ao gabinete do magistrado em busca de informações sobre alguns processos que tramitam na 33@ Zona Eleitoral, e não para pedir auxílio, informei ao mesmo que não estava precisando de ajuda nenhuma.

E expliquei que como repórter estava, em verdade, buscando informações sobre uma série de processos eleitorais que tramitam sob sua competência.

Não em busca de ajuda.

O magistrado, então, explicou que em seu gabinete não permite que se façam gravações, imagens, fotos etc & tal.

Acrescentou que somente permitirá que se faça foto sua quando houver alguma reunião pública na qual se faça presente.

Dessa forma, quem desejar alguma informação oficial sobre os processos relativos ao pleito suplementar de 4 de maio que espere alguma publicação – quando ocorrer – no Diário Oficial.

Ao final, o juiz quis informar que estaria adotando algumas providências sobre as eleições de 2014 como criação de uma comissão de segurança para fiscalizar a propaganda eleitoral.

Tive que informar ao senhor Patrício Lobo, que, como ele não pode gravar entrevista e, como aqui o blog não trabalha pelo “ouvir dizer”, e muito menos no papel de “menino de recado”, então, esclareci que prefiro esperar que ele resolva convocar alguma reunião pública ou entrevista.

Em que entrevista, imagem, áudio, foto sejam autorizados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dez − quatro =