Entrevista: Robinson Faria

Candidato ao Governo do Estado pelo PSD fala de seus projetos para o município de Mossoró 

Robinson entrevista

O município de Mossoró vive um momento de crise financeira em alguns setores importantes de sua economia. No Distrito Industrial algumas empresas estão demitindo em massa ou dando férias coletivas aos seus trabalhadores. Problemas também são detectados em áreas como o da produção salineira, na área petrolífera, na de produção de frutas tropicais e noutros setores. Para saber quais os projetos para o município o blog começa a ouvir os principais candidatos ao Governo do Estado. O primeiro entrevistado é o vice-governador Robinson Faria, candidato ao Governo pelo PSD. Confira:

Carlos Skarlack – Candidato Robinson Faria, caso seja eleito governador, como o senhor espera lidar com problemas em municípios como Mossoró, para tentar atenuar questões econômicas como o enfrentado por empresas instaladas no Distrito Industrial que estão demitindo ou dando férias coletivas aos seus trabalhadores?

Robinson Faria – Hoje a classe empresarial no Rio Grande do Norte vive em um ambiente hostil, sem incentivos, sem atrativos para a indústria e com números negativos de empregos. Estamos perdendo empregos por falta de uma política séria de incentivos fiscais, em Natal, no Seridó e até na região Oeste que já foi considerada um pólo gerador de novos empregos.

Carlos Skarlack – Quais os incentivos um eventual governo Robinson Faria poderá oferecer a setores da cadeia produtiva como o da indústria salineira e da fruticultura que também passam por crise há algum tempo?

Robinson Faria – O primeiro trabalho a ser feito deve ser focado nos empresários com uma revisão na legislação tributária, que está sendo prejudicial aos empresários, hostil e estamos perdendo empresas e geração de novos empregos para o Ceará e Pernambuco, estados vizinhos, mas que possuem uma política atrativa para os empresários.

Carlos Skarlack – Existe a necessidade de incentivo a novas indústrias?

Robinson Faria – Segundo ponto, temos que fortalecer a nossa capacidade de implantação de pólos industriais. O terceiro ponto no planejamento para empresários é fazer o dever de casa, o que não vem sendo feito por essa gestão. O governo vem errando – e eu vou corrigir esse erro – é na falta de investimento na economia. Temos hoje a pior média de investimento no atual governo, que investiu apenas 2% do seu orçamento no Estado, quando a média histórica varia de 7% a 10%.

Carlos Skarlack – Existem ainda a necessidade de melhorar o escoamento da produção do Estado…

Robinson Faria – Não podemos deixar de falar na reestruturação do nosso centro industrial da região metropolitana e temos que pensar rapidamente na melhoria do escoamento da produção no Rio Grande do Norte, com o Porto para que o Estado não perca espaço para os estados do Ceará e Pernambuco, que hoje obtém vantagem na nossa economia, porque escoam quase toda a nossa produção. Sou também defensor de uma economia sustentável, que é o apoio do governo as cadeias produtivas, que precisam ser fomentadas e incluídas na nossa economia e o Estado não está fazendo o seu papel em ser o fomentador dessas cadeias produtivas.

Carlos Skarlack – Nos últimos quatro anos a Prefeitura de Mossoró não teve nenhum convênio firmado com o Governo do Estado para realização de algum projeto significante. Como o senhor, se eleito, pretende atuar em relação ao município?

Robinson Faria – A parceria do Governo do Estado com os municípios deve ser constante, tanto em projetos que tem participação de incentivo estadual, quanto em projetos municipalistas porque o papel que o Estado deve cumprir é de fomentar sempre. Em Mossoró teremos a parceria do prefeito Francisco José Júnior que tem feito uma gestão exemplar, moderna e com visão de futuro, colocando Mossoró como uma das cidades em destaque no Nordeste.

Carlos Skarlack – O projeto do Complexo Viário da Abolição, construído pelo Governo do Estado com recursos federais enfrenta problema com um dos viadutos concluídos, mas, não liberado para trânsito. O senhor tem informação desse problema e se eleito o que realizar para refazer os erros do projeto?

Robinson Faria – As questões de infraestrutura para a mobilidade de veículos e para o escoamento da produção, como o complexo da Abolição, a Estrada do Melão e tantos outros projetos de mobilidade e economia serão prioridades no Governo do Estado. Não podemos mais perder tempo de reestruturar o Rio Grande do Norte e alcançar números positivos para a nossa economia e na melhoria de vida da população.

Carlos Skarlack – Especificamente, para o município de Mossoró, existe alguma proposta de seu Plano de Governo para investimentos em áreas como segurança, educação e saúde?

Robinson Faria – Nos últimos anos, o Rio Grande do Norte tem registrado números recordes em homicídio e crimes em todos os municípios. A Secretaria de Segurança anunciou dados que comprovam a crise na segurança pública como o número de assassinatos no último ano na região metropolitana: foram mais de 450 casos em 2012. No setor da segurança, vamos equipar as delegacias, unidades do sistema penitenciário; vamos reestruturar a carreira dos policiais e investir no setor de inteligência da Polícia.

Carlos Skarlack – Em relação ao setor da saúde pública?

Robinson Faria – A saúde pública no Rio Grande do Norte precisa ser repensada já que os hospitais regionais de todo o Estado sofrem com desabastecimento e falta de médicos. Hoje temos uma gestão descomprometida com o setor, onde os profissionais da saúde, os médicos e técnicos não tem diálogo com o governo, não existem condição de trabalho porque faltam materiais básicos como luvas e ate esparadrapos. A superlotação dos hospitais e a falta de leitos é outro grave problema enfrentado pela população quando procura atendimento de saúde. Hoje vivemos um estado de calamidade na saúde em todas as regiões do Estado. A saúde tem que ser debatida com os servidores e os usuários, mas acredito que equipando os hospitais e motivando os servidores, o cenário muda.

Carlos Skarlack – Quais as suas metas para a educação?

Robinson Faria – No setor da educação as nossas metas são direcionadas a universalizar o Ensino Fundamental de 9 anos para toda a população de 6 a 14 anos e garantir que os alunos concluam essa etapa na idade certa, até o último ano de vigência do PNE e PEE; alfabetizar todas as crianças até os 8 anos de idade, durante os primeiros cinco anos de vigência do PNE e PEE; ampliar os cursos de formação continuada de professores, em serviço das escolas da Educação Básica (municipais e estaduais – urbanas e rurais);oferecer educação em tempo integral em escolas públicas, de forma a atender, também os alunos da Educação Básica; reduzir o analfabetismo funcional e o abandono, a repetência e a distorção idade-série no Ensino Médio, além de promover melhorias no setor da educação.

 

 

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

O futuro do Nogueirão

Prefeito Francisco José Júnior quer municipalizar estádio, mas, alguns filiados da LDM criam problema

FJJ podcast II

Prefeito Francisco José Júnior está de parabéns pela iniciativa de municipalizar o Nogueirão – Foto: iPad Skarlack

Um simples comentário aqui neste espaço e no Panaroma Esportivo, da Rádio Difusora de Mossoró – deste que “vos fala”, sob o comando do amigo Pádua Júnior, não teria agradado a alguns filiados da Liga Deportiva Mossoroense (LDM).

Apenas repassei o que o presidente da LDM, Francisco Braz, revelou em reunião com uma comissão de secretários municipais.

Conforme Braz, alguns filiados estariam querendo algo em troca – o que mesmo? -, para autorizar que a LDM libere no Nogueirão para que a Prefeitura de Mossoró recupe e administre o estádio.

Hoje tem reunião do secretário de Esportes, Abraão Dutra e os 14 filiados da LDM, às 19h, no Ginásio Pedro Ciarlini.

Então, é hora de quem tentou contestar a informação aqui repassada, assinar o termo para municipalização do Nogueirão.

O prefeito Francisco José Júnior está de parabéns, diante da iniciativa de deflagrar um processo de municipalização do Nogueirão.

E os filiados da LDM estão na obrigação de autorizarem a municipalização.

Do contrário,, que assumam o “filé – foi assim que um dos filiados definiu o Nogueirão ao questionar se a Prefeitura de Mossoró iria levar o estádio em troco de nada.

 

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

Leonardo Nogueira apresenta “slogan” de campanha

Deputado estadual apresenta publicidade de campanha

Através de seu Facegook o deputado estadual Leonardo Nogueira (DEM) lançou seu material publicitário para a reeleição.

“O médico que a gente conhece”, é o slogan.

O número de Leonardo Nogueira é o 25.111.

A coordenação de marketing do deputado estadual é coordenado pelo jornalista Neto Queiroz.

 

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

Betinho Rosado recebe Robinson Faria e Fátima Bezerra em Mossoró

Deputado federal do PP apresenta seus candidatos ao Governo e Senado na sexta-feira

Betinho na convenção do PT

Deputado federal Betinho Rosado promove encontro com Robinson Faria e Fátima Bezerra em Mossoró – Foto: iPad Skarlack

Os candidatos ao Governo do Estado e ao Senado, respecitvamente, vice-govenador do Estado, Robinson Faria (PSD) e deputada federal, Fátima Bezerra (PT) estarão em Mossoró na próxima sexta-feira.

Serão recepcionados pelo deputado federal, Betinho Rosado (PP), no Hotel Vila Oeste.

Para o evento Betinho Rosado está mobilizando a militância liderada pela governadora Rosalba Ciarlini (DEM).

 

 

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

PTB mudará de comando em Mossoró

Vereador Ricardo de Dodoca aguarda ligação de Aldair Rocha para definição de mudança de comando da legenda

Por: Gutemberg Moura

O vereador Ricardo de Dodoca poderá deixar a direção do PTB de Mossoró a qualquer Mossoró. O atual dirigente aguarda somente o chamado do presidente estadual da legenda, Aldair Rocha, para ir a Natal a “acertar” o futuro da sigla petebista em solo mossoroense.

O PTB apoia no plano estadual a candidatura de Henrique Alves ao Governo do Estado. Em Mossoró, o PTB é aliado do prefeito de Mossoró, Francisco José Júnior (PSD), coordenador regional da campanha do candidato ao governo, pedessista Robinson Faria.
Essa “divergência” de orientação política poderá ser a “gota d´água” para o desligamento de Ricardo do comando do PTB. Para o seu lugar, o nome mais cotado é do vereador Lucélio Duarte, que está alinhado ao projeto político do PTB, apoiando Henrique Alves.

Fonte: www.gutembergmoura.com.br

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

Francisco José conquista o apoio em 26 municípios do RN para sua campanha de deputado estadual

Candidato a deputado estadual pelo PROS anuncia novos apoios

Francisco José - Ad Traseiro Carro - Cópia

Ex-deputado Francisco José – Foto: Assessoria

Crescendo a cada dia, a campanha de Francisco José (PROS), o Irmãozinho de Mossoró, já alcançou o apoio de lideranças de 26 municípios do Rio Grande do Norte. Os mais recentes foram o prefeito de Upanema, Luiz Jairo, e os ex-prefeitos de Itaú, Francisco Neuremberg, e de Frutuoso Gomes, Fagner Carlos. No final de semana, três outros prefeitos decidiram ajudar diretamente na campanha: Dr. Paulo Souza Filho, de Boa Saúde, Agacir Antônio de Lima, de Montanhas, e Monteiro Neto, de Rodolfo Fernandes.

Além destes, estão do lado do Irmãozinho os presidentes das Câmaras de Parnamirim, Ricardo Gurgel, e Lajes Pintada, Márcia Meire. Os vereadores Durval, de Paraú, Cachimbo, de São Rafael, Divanise e Robertão, de Baraúna, Acácio de Pedro Avelino, Lindalice, de Lucrécia, Gonzaga, de Pedra Grande e a liderança Daniel, de Currais Novos. Ainda pelo Estado, definiram apoio a Francisco José (PROS) o ex-prefeito de Boa Saúde, Paulo Souza, o vereador Lula Caboclo, de Passa e Fica, e a ex-prefeita de São José do Mipibu, Norma Ferreira, uma das lideranças mais importantes da região da Grande Natal.

Em trânsito a semana inteira, o Irmãozinho de Mossoró trabalha sua campanha em grande ritmo, seja dentro de Mossoró, visitando amigos, famílias e comunidades, ou pelos diversos outros municípios potiguares onde vai conquistando apoios. Além disso, como coordenador principal de sua campanha, tem realizado diversos encontros com suas equipes de trabalho para deliberar os passos a serem seguidos no dia a dia.

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

C​âmara aprova redução de alíquota para contribuição de trabalhadores domésticos

Parecer de Sandra Rosado que reduz para 6% alíquota é aprovado 

2013_08out. Instalação CPI Trabalho Infantil (33) (1)

Deputada federal Sandra Rosado – Foto: Assessoria

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) da Câmara dos Deputados aprovou hoje (15), em caráter conclusivo, parecer da deputada federal Sandra Rosado (PSB-RN) ao Projeto de Lei 7082/10, do Senado, que reduz para 6% a alíquota da contribuição previdenciária paga por patrões e empregados domésticos. Atualmente, o índice é de 12% para os empregadores e varia de 8% a 11% para os domésticos, de acordo com o salário.
A proposta agora poderá seguir para a sanção da presidente da República, Dilma Rousseff, a menos que haja recurso para que seja votada também em Plenário.

É bem provável que seja apresentado recurso, porque o texto vinha sendo colocado em pauta pela CCJ há algumas semanas, mas sem conseguir ser apreciado porque o governo é contrário e tem uma proposta alternativa.

Guia de Recolhimento

Relatora na CCJ, Sandra Rosado votou pela constitucionalidade do PL 7082/10. Entre outros dispositivos, o projeto prevê também a instituição da Guia de Recolhimento de Previdência Social de Doméstico (GPSD), com a inclusão da identificação do empregador domestico. Isso vai permitir à Previdência Social localizar o patrão, que é quem desconta o INSS do empregado e é responsável pelo recolhimento, facilitando assim o processo.

Dedução do IR

O mesmo texto retira a possibilidade de o empregador deduzir a contribuição previdenciária no Imposto de Renda. O argumento é que essa dedução beneficia apenas os patrões de maior renda, que usam o modelo completo da declaração.

 

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

Certidão comprova que não há pendência que impeça registro da candidatura de Wilma

Ex-governadora Wilma de Faria não tem pendência que impeça sua candidatura o Senado 

Certidão

Certidão fornecida pela Justiça Eleitoral

A certidão fornecida pela Justiça Eleitoral comprova que a ex-governadora Wilma de Faria, presidente do PSB no Rio Grande do Norte, não tem pendência que impeça o registro da candidatura ao Senado. O documento oficial informa que as obrigações da candidata estão devidamente regularizadas.

“A Sra. Wilma de Faria está quite com a Justiça Eleitoral, conforme certidão disponibilizada pela própria Justiça Eleitoral. Não há qualquer obrigação que não esteja sendo adimplida, inclusive por meio de parcelamento perante a Fazenda Nacional/Secretaria da Receita Federal. Aparentemente, provavelmente por razões de sistema, houve propositura de ações de impugnação de registro, sob o argumento de ausência de quitação eleitoral, em face de diversos candidatos, quando os mesmos estavam adimplindo com suas obrigações e com certidão de quitação eleitoral”, explicou o advogado Rodrigo Alves.

Segue, em anexo, a certidão, disponibilizada pela Justiça Eleitoral.

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

Baraúna terá novo prefeito

Luciana Oliveira é afastada e Tertulo Alves assume Prefeitura de novo

Parecebe brincadeira.

O município de Baraúna volta a ter novo prefeito.

Com a conclusão do julgamento, pelo TRE, da prefeita Luciana Oliveira – mais um -, ela será afastada mais uma vez.

Dessa forma o presidente da Câmara Municial Tertulo Alves volta ao cargo de prefeito.

Agora deve acontecer eleições suplementares.

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+

A partir de agosto, a Câmara Municipal de Mossoró estará muito mais atuante

Presidente Francisco Carlos anuncia sessões especias para as quintas e sextas

Por: Ségio Oliveira

Francisco Carlos

Presidente da Câmara Municipal Francisco Carlos anuncia ampliação de trabalhos legislativos – Foto: iPad Skarlack

A Câmara Municipal de Mossoró que já realiza suas sessões ordinárias nos dias de terça e quarta-feira, e que também passará a trabalhar nos dias de quinta e sexta-feira, já trabalha mais um projeto para, reativar a Escola Legislativa. “Em nossa gestão à frente da Presidência da Câmara Municipal de Mossoró, com apoio de todos os vereadores, vamos ampliar os trabalhos do legislativo mossoroense”, sentenciou o vereador Francisco Carlos, dentro do seu propósito de deixar a Casa do Povo mais ativa e presente no cotidiano da sociedade.

Durante toda a semana, já a partir da segunda-feira, a proposta é de colocar a disposição cursos de capacitação e formação voltado para o setor público e privado. Para isso, se torna necessário e, de urgência imprescindível, reativar a Escola Legislativa Vereador Edmilson Lucena. “Vamos procurar parceiros nas universidades, para realizarmos cursos de capacitação e formação para atuação no setor publico e privado”, assegurou o presidente.

Dentro do novo formado de trabalho dos vereadores, na quinta-feira, serão realizadas Audiências Públicas e a Quinta Empreendedora, que é um espaço aberto de discussão sobre a economia da cidade, de enaltecimento do empresário que constrói o desenvolvimento da cidade e de promoção da cultura do empreendedorismo. No calendário mensal, serão dedicadas duas quintas para as audiências públicas e duas para a Quinta Empreendedora.

Na sexta-feira, a meta é sistematizar os trabalhos das oito comissões temáticas da Casa Legislativa. Assim, cada projeto de lei em tramitação na Casa, será objeto de análise e discussões com especialistas e demais interessados. “Vamos divulgar e televisionar esse trabalho, de maneira que nenhum projeto passará para apreciação do plenário, sem prévia discussão. A partir de agosto, teremos uma Câmara Municipal muito mais atuante”, enfatizou o professor Francisco Carlos.

 

Email this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Google+