Em depoimento, lobista nega ligação com PMDB

Fernando Baiano, apontado como operador do partido no esquema montado na Petrobras, foi ouvido por três horas pela Polícia Federal em Curitiba

Em depoimento, Fernando Baiano negou ligação com o PMDB

O lobista Fernando Soares, conhecido como Fernando Baiano, negou em depoimento à Polícia Federal nesta sexta-feira ter ligação com o PMDB. De acordo com depoimentos de delatores daOperação Lava Jato, ele é articulador do partido no esquema bilionário de corrupção na Petrobras. O depoimento durou cerca de três horas, mas o advogado Mário de Oliveira Júnior não quis dar detalhes e alegou ter “se comprometido” a não falar sobre o teor do interrogatório.

Leia também:
PMDB corre para se descolar do lobista Fernando Baiano

Efeitos da Lava Jato podem afetar crescimento em 2015

“Fernando respondeu a todas as perguntas. Foi um depoimento tranquilo. Ele negou ligação com o PMDB, como está sendo negado há tempos”, afirmou o advogado ao sair da Superintendência da Polícia Federal em Curitiba (PR).

A Polícia Federal investiga denúncias de que o lobista intermediou o pagamento de propinas entre empresários, políticos e funcionários da Petrobras. Segundo as investigações, Fernando Baiano recebia “comissões” de empresários interessados em prestar serviços para a Petrobras e providenciava o pagamento de suborno para que os contratos fossem firmados com a estatal.

De acordo com os depoimentos prestados em acordos de delação premiada pelo ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa e pelo doleiro Alberto Youssef, Baiano era o intermediário do PMDB e colocava em prática negociatas com a diretoria Internacional da estatal. O lobista tinha proximidade com Nestor Cerveró, ex-diretor da área.

Leia também: Clube do bilhão domina obras públicas no país

A ligação entre o lobista e Cerveró foi mencionada em depoimentos do lobista Júlio Camargo, que atuava pela Toyo Setal. Na delação premiada, firmada com a Polícia Federal e o Ministério Público Federal, Camargo disse que pagou 15 milhões de reais a Fernando Baiano em troca de contrato de venda de duas sondas para a diretoria Internacional da Petrobras na época comandada por Cerveró.

Não foi a única ligação do lobista com o PMDB nas investigações desencadeadas pela Operação Lava Jato. Fernando Baiano também aparece, em documento apreendido no escritório de Youssef, como  beneficiário de pagamentos de 1,13 milhão de reais.

O lobista teve 8.800 reais bloqueados pela Justiça Federal a pedido do Ministério Público Federal. A ordem judicial era que fossem bloqueados até 20 milhões de reais, mas investigadores desconfiam que o lobista tirou dinheiro do país para evitar um iminente congelamento de bens. Duas empresas do lobista também tiveram ativos bloqueados: a Hawk Eyes teve 6,5 milhões de reais sequestrados e a Technis Planejamento sofreu congelamento de 2 milhões de reais.

O lobista também possui participação societária em uma fornecedora direta da Petrobras. Como informou na segunda-feira a coluna Radar on-line, a Petroenge Petróleo Engenharia, uma empresa de manutenção industrial, tem contratos com a petroleira e a Transpetro que totalizam cerca de 80 milhões de reais. A Hawk Eyes detém 18% da Petroenge.

O advogado Mário de Oliveira Filho, que defende Fernando Baiano, negou que seu cliente seja lobista ou operador de qualquer partido na Petrobras. Para Oliveira Filho, Baiano é vítima de perseguição. O advogado declarou na quarta-feira que “não se faz obra pública sem acerto” no país. “O empresário, se porventura faz alguma composição ilícita com político para pagar alguma coisa, se ele não fizer isso, não tem obra. Pode pegar qualquer ’empreiteirinha’ e prefeitura do interior do país. Se não fizer acerto, não coloca um paralelepípedo no chão”, disse o advogado, em Curitiba.

Fonte: www.veja.com.br

Prefeito entrega novos equipamentos

Francisco José Júnior incrementa Praça do Novo Betânia

O prefeito de Mossoró, Francisco José Júnior (PSD) entregou novos equipamentos esportivos na Praça do bairro Nova Betânia.

A solenidade com presenças dos vereadores Manoel Bezerra de Maria, Narcízio e Soldado Jadson.

A proposição foi de autoria do vereador Alex Moacir.

 

UERN arrecada brinquedos para crianças de 2 a 5 anos do ensino público

Reitor Pedro Fernandes lança campanha nesta sexta-feira

Lançamento

Reitor Pedro Fernandes, da UERN lança campanha – Foto: Marcos Garcia

 

 

Por Edinaldo Moreno – Defato.com

O lançamento da campanha “Meu Melhor Natal” da Universidade do Estado do Rio Grande Norte (UERN) ocorreu na manhã desta sexta-feira, 21, na reitoria da instituição.

Na oportunidade, a Pró-reitora de Recurso Humanos da UERN, Lúcia Musmee, disse que o principal objetivo da campanha neste ano é envolver o maior número de pessoas que possam ser solidárias.

Foto: Marcos Garcia

 

Ele afirma a participação destas pessoas será fundamental para o sucesso e que o intuito é qualitativo e não quantitativo. “Para este edição que uma participação maior das pessoas e que elas não somente faça a doação, mas sim se envolva com a causa. Não temos uma meta específica de doações”.

Segundo o reitor Pedro Fernandes, a entrega dos presentes poderá ser feita até o dia 3 de dezembro e a entrega será feita no dia 5 do mesmo mês. As crianças de dois a cinco anos das Unidades de Ensino Infantil (UEI) do município serão contempladas.

Foto: Marcos Garcia

 

Para os interessados em doar os pontos de arrecadação são a Reitoria, as Pró-reitorias e as unidades acadêmicas. A organização pede que os brinquedos doados observem as normas de segurança para a idade, evitando que contenham peças pequenas ou que incitem a violência.

 

Fonte: www.defato.com

Diretório do PT de Mossoró se reúne neste sábado

Cenários da politica nacional, estadual e local estarão em pauta

O diretório municipal do Partido dos Trabalhadores de Mossoró estará reunindo todos os seus membros neste sábado a partir das 09 h.

O encontro acontecerá no auditório do SECOM (Sindicato dos Empregados no Comércio de Mossoró).

No encontro serão discutidas e analisadas as conjunturas políticas no estado e no país após a realização do pleito de outubro: ” O Brasil que sai das urnas”, detalhes para a posse da presidenta reeleita Dilma Rousseff, além de informes e encaminhamentos de interesse de todo o partido.

Na ocasião também será uma reflexão levado a discussão o atual momento do partido em nível local e a avaliação no governo municipal de Mossoró.

Câmara Cultural será realizada na próxima semana

Câmara Municipal prepara extensa agenda de atividades 

vereador francisco carlos (2)

A Câmara Municipal de Mossoró realizará mais uma edição da Câmara Municipal.

As atividades serão iniciadas na quinta-feira, com debate em plenário.

O encerramento será na sexta-feira com uma série de shows.

Aguarde a agenda de atividades que serão comandadas pelo presidente da Casa, vereador Francisco Carlos.

UERN lança a Campanha Meu Melhor Natal

Reitor Pedro Fernandes presidirá lançamento de campanha

Nesta sexta-feira, 21, será realizado o lançamento da Campanha Meu Melhor Natal, pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN).

A promoção que chega a sua 17ª edição. será realizada na Reitoria da UERN, às 9h.

A solenidade será presidida pelo reitor da instituição, professor Pedro Fernandes.

Construída pela Socel Veiculos, a pista para test-drive da Amarok está montada na Avenida Dix-neuf Rosado

Testes de veículos acontecem em pista off-road

 

Construída pela Socel Veiculos, a pista para test-drive da Amarok está montada na Avenida Dix-neuf Rosado (Leste-Oeste), e os testes podem ser feitos de segunda a sábado, das 9h às 19h, e no domingo das 9h às 13h. Ação também contempla realização de feirão

Os aventureiros de plantão, que não dispensam a emoção sobre quatro rodas, terão à disposição, a partir deste sábado (22), um local especialmente construído para que o condutor coloque em prática as habilidades necessárias em pilotar num ambiente cheio de obstáculos. Trata-se da pista off-road, construída pela Socel Veiculos que permite ao público dirigir as versões da picape Amarok. A pista está montada na Avenida Dix-neuf Rosado (Leste-Oeste), e os testes podem ser feitos de segunda a sábado, das 9h às 19h, e no domingo das 9h às 13h. O evento segue até o próximo dia 29.

“A ideia é fazer com que as pessoas testem e saibam do que uma Amarok é capaz de oferecer, como a transmissão automática de oito marchas, exclusiva na categoria e outros equipamentos que conferem condições diferenciadas frente a outras picapes da categoria”, explica Andréa Jales, diretora da Socel Veículos.

Além do test-drive da Amarok, a ação contempla ainda a realização de um feirão, com oferta de taxa zero para toda a linha de veículos. A medida contempla ainda a promoção test-drive premiado, em que o cliente concorre, diariamente, a um carro modelo UP!, durante 40 dias, inserido em campanha nacional da montadora. Ao final dos 40 dias será sorteado o novo modelo do Golf GTI.

Sobre a pista

A pista off-road possui 300 metros de comprimento, com diversos obstáculos ao longo do percurso para que sejam testados os mais diversos componentes da Amarok. Durante todo o teste, os clientes são acompanhados por pilotos profissionais. Os testes nos veículos são gratuitos. Para testar é necessário apenas apresentação da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e preenchimento de um cadastro.

Fotos: arquivo/Socel Veículos

Entrevista: Francisco José Júnior

Prefeito de Mossoró conversa com Gilberto de Souza e Luís Juetê 

Link permanente da imagem incorporada

Prefeito Francisco José em entrevista ao jornal Gazeta do Oeste – Foto: J. Paiva (Assessoria)

O prefeito de Mossoró, Francisco José Júnior, é o entrevistado da série Nos Jardins da Gazeta, com os jornalistas Gilberto de Souza e Luís Juetê.

A entrevista gravada nesta quinta-feir,a 20, será publicada na edição de domingo da Gazeta do Oeste.

TJ mantém condenação nos réus da Operação Impacto

A Operação Impacto foi deflagrada em 2007 pelo Ministério Público Estadual para apurar denúncia de que os vereadores haviam recebido vantagem, de empresários da construção civil, para aprovar o novo Plano Diretor de Natal

A Câmara Criminal do Tribunal de Justiça condenou hoje, pelo crime de corrupção passiva, todos os atuais e ex-vereadores envolvidos na Operação Impacto. Foram condenados os vereadores Júlio Protásio, Adão Eridan, Aquino Neto e os ex-vereadores Edivan Martins, Aluísio Machado, Renato Dantas, Geraldo Neto, Carlos Santos, Adenúbio Melo, Salatiel de Souza, Edson Siqueira, Dickson Nasser e Emilson Medeiros. O Tribunal também manteve a condenação do empresário Ricardo Abreu por corrupção ativa.

Em 2007 o Ministério Público Estadual deflagrou a Operação Impacto para apurar denúncia de que vereadores receberam vantagem indevida para aprovar o novo Plano Diretor do Município de Natal. A denúncia apontava que os denunciados aceitaram vantagem indevida, para que, no exercício dos mandatos de vereador do município de Natal, votassem conforme os interesses de um grupo de empresários do ramo imobiliário e da construção civil. O Ministério Público foi representado pelo 16º procurador de Justiça, Paulo Leão.

Relator do processo, o desembargador Glauber Rêgo votou pela manutenção da condenação de primeira instância, no que foi acompanhado pelos demais desembargadores da Câmara Criminal.

Até por volta das 18h, o Tribunal havia determinado as penas somente de Dickson Nasser e Edmilson Medeiros, ambos condenados as penas de 4 anos, 3 meses e 10 dias de reclusão no regime semiaberto mais 66 dias multa, e do empresário Ricardo Abreu, condenado a 3 anos e 8 meses e 51 dias multa e regime aberto. A pena foi substituída por duas penas restritivas de direito que serão estabelecidas pelo juiz de Execução Penal.

Fonte: TJRN

Gilmar Mendes: Diante do petrolão, mensalão seria julgado em ‘pequenas causas’

Para ministro do Supremo Tribunal Federal, valores desviados no esquema da Petrobras “são de outra galáxia” se comparados ao mensalão

Ministro Gilmar Mendes na sessão

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), disse nesta quinta-feira que o grande volume de recursos movimentados no esquema de desvios e fraudes em contratos da Petrobras coloca o escândalo político “em outra galáxia” e faz do julgamento do mensalão, o maior escândalo já analisado pela Suprema Corte, um “juizado de pequenas causas”. A Polícia Federal estima que o petrolão tenha lavado cerca de 10 bilhões de reais nos últimos anos. O mensalão, por sua vez, sangrou os cofres de instituições públicas e privadas em cerca de 173 milhões de reais.

“No caso do mensalão, falávamos que estávamos julgando o maior caso de corrupção investigado e identificado. Agora, a Ação Penal 470 teria que ser julgada em juizado de pequenas causas pelo volume que está sendo revelado nesta questão”, afirmou o magistrado. Mendes fez coro à avaliação de investigadores de que os valores desviados no petrolão podem ser muito maiores do que os previstos inicialmente. Um dos indicativos são os recursos que delatores, como o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa, o doleiro Alberto Youssef e o ex-gerente de Serviços da Petrobras Pedro Barusco, aceitaram devolver aos cofres públicos.

“Quando a gente vê o caso, uma figura secundária, que se propõe a devolver 100 milhões de dólares, já estamos em um outro universo, em outra galáxia”, disse Gilmar Mendes, em referência a Pedro Barusco, apontado como braço-direito do ex-diretor de Serviços da estatal, Renato Duque.

Saiba quanto os integrantes do clube do bilhão têm na conta

Segundo o ministro, os altos valores do esquema do petrolão enfraquecem o argumento de que a movimentação financeira do grupo criminoso seria utilizada essencialmente para abastecer campanhas políticas. “Há um certo argumento ou álibi de que isso tudo tem a ver com campanha eleitoral, mas estamos vendo que não. Esse dinheiro [do petrolão] está sendo patrimonializado. Passa a comprar lanchas, casas, coisas do tipo”, declarou.

Fonte: www.veja.com.br