AAPCMR – Novembro Dourado marca luta contra o câncer infantojuvenil

Programação acontece entre os dias 17 e 21 

O câncer infanto-juvenil já é a principal causa de morte por doença entre crianças e adolescentes entre 05 e 19 anos. A boa notícia é que ele tem cura, em mais de 85% dos casos. Mas para alcançar esses altos índices de cura é preciso Diagnosticar a doença precocemente e tratar o câncer infanto-juvenil em centros qualificados e especializados. Novembro é o mês que marca essa luta contra o câncer infanto-juvenil, e por isso recebe o nome de Novembro Dourado, sendo o dia 23 o DNCCI, dia nacional de combate ao câncer infanto-juvenil. E esse ano a AAPCMR preparou uma programação especial e convida a todos osamigos da imprensa a se fazerem presentes no dia 21 de novembro, na nossa Casa de Apoio Infantil localizada na rua Moisés da Costa Lopes, 48, Nova Betânia (próximo a Frota Pães e Doces) a partir das 8:30 da manhã para um café da manhã especial e uma palestras com a Dra. Edvis Serafim, pediatra Oncologia do COHM. Pedimos aos convidados que tragam uma criança para este momento, pois na oportunidade haverá ainda um teatro de fantoches produzido pelo departamento pedagógico da AAPCMR.

Para maiores informações, confirmação de presença e entrevistas, ligue: 84. 8829-7207 / 8716-7870 / 8841-0343

Abaixo segue a programação de eventos para estes dias.

17/11/2014 – 10:00 – Palestra no Colégio Sagrado Coração de Maria
18/11/2014 –  9:00 – Audiência pública na Câmara de Vereadores De Mossoró 
14:00 – Palestra na Escola Municipal Dinarte Mariz
19/11/2014 – 15:30 – Palestra na UEI Isabel Macêdo (Município)
20/11/2014 – 10:00 – Palestra na Escola Estadual José Nogueira
21/11/2014 –  8:30  – 1º grupo: Palestra Com a médica para representantes da imprensa local no auditório da unidade infantil
2º grupo:  Teatro com fantoches da pedagogia da AAPCMR para as crianças que virão com o representante da imprensa.

Alunos de Apodi que estudam em Mossoró estão sem transporte escolar

Alguns ônibus deixaram de circular por falta de pagamento e outros foram retirados de circulação pela PRF

Parece mentira, mas não é.

Dezenas de estudantes do município de Apodi-RN, que estudaram em Mossoró, estão deixando de assistir aulas.

O motivo?

Falta de transporte escolar.

Inicialmente, parte dos ônibus que transportavam, diariamente, alunos de Apodi para Mossoró e de Mossoró de volta para Apodi, deixaram de circular por falta de pagamento de uma taxa mensal que deveria ser paga por cada estudante.

Para agravar a situação, o restante da frota que permaneceu operando, foi retirada de circulação por uma fiscalização da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

De acordo com informações colhidas pelo blog, alguns ônibus não atendiam ao mínimo de exigência da Polícia Rodoviária Federal.

Ou seja: os poucos ônibus que estavam transportando alunos encontravam irregularidades.

Diante desse quadro, dezenas de estudantes que residem em Apodi, estão deixando de assistir aulas em instituições como UERN, UnP, UFERSA e outras instaladas em Mossoró.

Pagamento de inativos é adiado, de novo, por falta de dinheiro

 NOTA DE ESCLARECIMENTO

 As secretarias de Planejamento e Finanças e da Administração e Recursos Humanos e o Instituto de Previdência do RN (IPERN) informam que o depósito dos salários de 14.704 inativos do Governo do Estado, programado para esta segunda-feira, 10, será feito nesta terça-feira, 11, no início do expediente bancário.

Rosalba entrega obra no município de Baraúna

Contorno vai beneficiar Distrito Industrial de Baraúna 

download

A Governadora Rosalba Ciarlini inaugurou, na manhã desta segunda-feira (10), duas obras para facilitar o tráfego e o escoamento da produção agrícola e industrial do município de Baraúna, na região Oeste. As obras entregues são a de pavimentação da RN-015, no trecho que contorna a cidade e a obra do acesso do Distrito Industrial.

A inauguração foi acompanhada pelo Diretor do Departamento de Estradas de Rodagem do Rio Grande do Norte, Demétrio Torres, a Prefeita de Baraúna, Luciana Oliveira, e vereadores.

Indústria Porcelanati caminha para fechamento definitivo em Mossoró

Empresa demite dezenas de empregados nesta segunda-feira

A Indústria Porcellanati Revestimentos Cerâmicos, caminha para o fechamento definitivo de suas atividades em Mossoró.

Nesta segunda-feira, 10, a empresa demitiu cerca de 30 empregados. A indústria já vem realizando uma série de demissões ao longo de três meses.

Hoje (10), em média, mais 30 funcionários tiveram seus contratos reincididos pela empresa. Agora, a fábrica se mantém apenas com ‘meia dúzia’ de funcionários que fazem alguns serviços administrativos e jurídicos.

Tudo indica que os próximos a entrarem na lista de demissão, serão as quase 100 pessoas que estão participando de um curso de capacitação – na própria fábrica. O curso foi um acordo firmado entre a Porcellanati e o Sindicato dos Trabalhadores na Indústria de Cerâmica (Sindcerâmica), no mês de agosto.

Os funcionários demitidos hoje (10), serão convocados para uma reunião no dia 28 de novembro com os representantes do Sindicato para firmar acordo.

Com suas atividades de produção encerradas a Porcellanati, instalada no que seria o Distrito Industrial de Mossoró, já fechou todo o setor fabril.

CAPACITAÇÃO – Em agosto deste ano, houve uma reunião entre os representantes do Sindcerâmica e os empregados da fábrica. Neste dia ficou firmado um acordo que dava garantia de três meses aos funcionários. Ou seja, ao término do curso (30 de novembro), os funcionários voltariam ao trabalho e não seriam demitidos pelos próximos três meses. Porém, ainda, não se sabe se a indústria cumprirá o acordo.

 

Entrevista: Túlio Ratto

Fundador fala sobre lançamento da Revista RN

Na próxima sexta-feira, 14, será lançado na rede mundial de computadores a Revista _rn, publicação informativa e 100% eletrônica. O projeto tem na editoria o chargista Túlio Ratto e conta com colunistas de todas as regiões do Rio Grande do Norte.

Novidade no ar. Vem aí a Revista _rn que aposta no crescimento e na força das redes sociais no nosso Estado e inova quando garante o envio pelo o WhatsApp a quem se cadastrar. “Apostamos nessa forma, que ainda  surpreende pela rapidez de se comunicar”, revela o fundador, jornalista Túlio Ratto nesse bate papo.

Jornalista Túlio Ratto, como surgiu o projeto da Revista _rn?

A revista _rn é fruto de um desejo antigo. Desde a época da revista Papangu – que editamos durante 8 anos -, a gente planejava uma edição digital. Mas, as ferramentas ainda engatinhavam. Se notava o vertiginoso crescimento dessa tecnologia – que agora já não é tão novidade. Há tempos, grandes publicações no mundo já utilizam essa ferramenta para facilitar o acesso. A maioria de forma paga – o que acaba afastando muitos internautas. Ocorre que, diante desse crescimento também em nossa região, achamos que esse seria o momento. Com um detalhe: o projeto será totalmente gratuito.

Qual a linha editorial norteará da Revista _rn?

A ideia é trazer para o internauta/leitor os assuntos que foram destaques durante a semana, principalmente na área politica e sempre com uma visão critica.

Como será o acesso dos internautas?

Teremos a versão Flip, para quem quiser acessar direto no computador, como também em smartphones e tablets.

Como será a atualização da Revista _rn?

A revista _rn será semanal e disponibilizada primeiramente ao leitor pelo WhatsApp. Pra isso, basta enviar uma mensagem para o número 84 9143-6757 – dizendo nome e cidade. Em seguida, publicaremos links da edição no Facebook e Twitter. Ressalto que já mais de mil pessoas já curtiram o Facebook.

A equipe da Revista _rn estará centrada só em Natal, ou em cidades como Mossoró também?

Não. A proposta é destacar o RN por completo. Tanto que nessa primeira edição já teremos a participação de  articulistas dos quatro cantos do Estado.

Como anunciar na Revista _rn?

Fácil. Basta ligar para o número 84 9710-8888.

Diante do crescente número de pessoas que estão fazendo da Internet seu canal principal de comunicação, qual a expectativa da equipe da Revista _rn?

A melhor possível. Temos como base estudos que mostram o quanto as redes sociais cresceram no Rio Grande do Norte. Apostamos nessa forma, que ainda  surpreende pela rapidez de se comunicar.

Os internautas também poderão acessar sua produção na Revista _rn?

Teremos diversas formas para que o internauta possa ter acesso à revista _rn. Breve estaremos com o site também. A ideia não é apenas “chegar”, é conversar com o leitor, saber a opinião de cada um. Mesmo que o cara a cara se dê através das redes.

Qual a importância da Internet nos tempos atuais para quem deseja ficar bem informado?

A internet é um item de primeira necessidade. Assim como a chegada da água e energia elétrica em nossas casas. O que antes sabíamos uma semana depois do ocorrido em outros cantos do mundo, hoje ficamos sabendo em segundos. Os governos têm a obrigação de criar políticas que permitam o acesso de todos à internet.

O que os internautas poderão esperar da Revista _rn?

Muito zelo e responsabilidade com a informação.

Gastos dos deputados estaduais eleitos

Recursos declarados ao Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte 

Kelps Lima: R$ 785,2 mil

Ezequiel Ferreira: R$ 782,5 mil

José Adécio: R$ 749,2 mil

Márcia Maia: R$ 730,1 mil

Álvaro Dias: R$ 700 mil

Hermano Morais: R$ 692,8 mil

George Soares: R$ 659,6 mil

Gustavo Fernandes: R$ 575 mil

Getúlio Rego: R$ 552,5 mil

Albert Dickson: R$ 477,8 mil

Agnelo Alves: R$ 422,2 mil

Nelter Queiroz: R$ 466,8 mil

Gustavo Carvalho: R$ 404,5 mil

Ricardo Motta: R$ 394 mil

José Dias: R$ 392,5 mil

Galeno Torquato: R$ 385 mil

Tomba: R$ 344,8 mil

Raimundo Fernandes: R$ 333,3 mil

Jacó Jácome: R$ 303,1 mil

Manoel Souza: R$ 257,3 mil

Fernando Mineiro: R$ 227 mil

Cristiane Dantas: R$ 176,5 mil

Dison Lisboa: R$ 252,7 mil

Carlos Augusto Maia: R$ 90,7 mil

Gastos dos deputados federais eleitos

Recursos declarados ao Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte:

Walter Alves: R$ 2,537 milhões

Felipe Maia: R$ 1,972 milhões

Fábio Faria: R$ 1,58 milhão

Rogério Marinho: R$ 835,6 mil

Zenaide Maia: R$ 770,3 mil

Betinho Rosado Segundo: R$ 734,6 mil

Antonio Jácome: R$ 708,9 mil

Rafael Motta: R$ 674 mil

Prédios serão tombados em Mossoró

Secretaria de Cultura inicia processo de tombamento 

A secretária da Cultura, Isolda Dantas, e a gerente de Patrimônio Cultural, Lenilda Sousa, visitaram a Superintendência Estadual do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), localizada em Natal, e iniciaram o processo de tombamento de alguns prédios públicos de Mossoró.

Foram entregues documentos para início do tombamento da Estação das Artes Elizeu Ventania, Teatro Municipal Dix-huit Rosado, Memorial da Resistência e Biblioteca Municipal Ney Pontes Duarte. A Secretaria apresentou um relatório com o levantamento dos prédios históricos da cidade e recebeu orientações sobre tombamento de prédios públicos e privados.

A superintendente substituta do IPHAN, Litany Eufrásio, explicou que existem três níveis de tombamento: municipal, estadual e federal. “O tombamento pelo IPHAN, na esfera federal, é bem mais minucioso e requer um tempo maior para avaliação. Manteremos contato para que a Secretaria acompanhe o processo e estudaremos o envio de uma equipe técnica para avaliar os prédios”, declarou.

A secretária da Cultura destacou a importância da preservação dos prédios. “Saímos muito entusiasmadas da reunião e esse foi o primeiro passo para a construção de uma política de proteção do patrimônio histórico de Mossoró. Acompanharemos todo o processo e também desejamos dar entrada no tombamento de outros prédios. Entraremos ainda com pedido de tombamento estadual junto à Fundação José Augusto”, concluiu Isolda Dantas.

 

Facene realiza ação durante provas do Enem

Final de semana marcado por movimentação intensa de alunos 

Durante a realização das provas do Enem, que aconteceram neste final de semana, equipes da Facene estiveram nas três principais instituições de ensino de Mossoró para realizar uma ação voltada para os estudantes que chegavam aos os locais de prova.

As equipes estiveram na Universidade do Estado do Rio Grande Do Norte- UERN, na Universidade Federal Rural do Semiárido- UFERSA e no Colégio Diocesano Santa Luzia, entregando canetas e panfletos para os estudantes, convidando-os a conhecerem a Facene de Mossoró, uma instituição que preza pela melhor qualidade de ensino e que conta com equipamentos de alta tecnologia na área da saúde.