José Agripino lamenta morte de Iberê

Presidente nacional e regional do partido Democratas se pronuncia

O senador José Agripino, DEM, lamenta a morte do ex-governador, Iberê Ferreira de Souza.
– Lamento profundamente o falecimento do ex-governador do RN Iberê Ferreira de Souza, ocorrido ontem a noite. Lembro que em 1982, quando disputei minha primeira eleição, tive nele um parceiro privilegiado. De quem guardo as melhores lembranças, pela simpatia da convivência. Pelas coisas boas que fez pelo nosso RN, merece as homenagens lhe prestamos. Que Deus o guarde. Aos familiares minhas condolências.

Garibaldi presta homenagem a Iberê Ferreira de Souza

Ex-governador morreu neste sábado, 13

O ministro Garibaldi Filho fez homenagem ao ex-governador Iberê Ferreira de Souza, que morreu neste sábado, 13, durante discurso em Ceará-Mirim:

“Abro esse discurso com um sentimento de muito pesar pelo falecimento do amigo Iberê. Começamos na vida pública na mesma época, nos idos da década de 70, e naquele ocasião fomos deputados estaduais na mesma legislatura. Iberê foi ainda secretário de Assistência Social durante o nosso governo. O Rio Grande do Norte perde um dos seus maiores líderes”, declarou.

Garibaldi Filho comentou: “Começamos na vida pública na mesma época e fomos deputados estaduais juntos. Iberê foi ainda secretário de Assistência Social durante o nosso governo. O Rio Grande do Norte perde um dos maiores líderes”.

Henrique cancela agenda

Candidato ao Governo divulga nova sobre morte do aliado Iberê Ferreira

O candidato ao Governo do Estado, Henrique Eduardo Alves, PMDB, cancela sua agenda deste domingos, 14, depois de saber da morte do ex-governador Iberê Ferreira de Souza.

Henrique Alves emitiu nota:

“Com muita tristeza e pesar recebo a notícia do falecimento de um grande amigo e companheiro de muitas lutas, Iberê Ferreira de Souza. Um gigante nessa caminhada, resistiu, além de todos os limites, aos desafios que a vida lhe opôs. Foi admirável como homem, família, político, caráter. Obrigado, amigo Iberê, por tudo que convivi e aprendi com você. Desde os tempos do nosso velho e querido MDB. Descanse na paz que, afinal, com as graças de Deus, você tanto merece ter”.

 

Trajetória de Iberê Ferreira de Souza

Conheça a trajetória do ex-governador Iberê Ferreira, que faleceu hoje

Filho de Odorico Ferreira de Souza e Hermengarda O’Grady de Paiva Ferreira de Souza, Iberê Paiva Ferreira de Souza, tinha 70 anos, completados no dia 27 de fevereiro.

Advogado com Bacharelado em Direito pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte com especialização em advocacia empresarial pela Fundação Getúlio Vargas no Rio de Janeiro.

Ele foi adjunto da promotoria pública em Santa Cruz (1963-1967) filiando-se ao MDB em 1969 elegendo-se deputado estadual em 1970 e 1974 chegando a líder da bancada e integrou o diretório regional. Deixou o partido para integrar a equipe do governador Lavoisier Maia (1979-1983) a quem serviu como chefe da Casa Civil e Secretário de Governo. Nesse período ingressou no PDS e em 1982 foi eleito suplente de deputado federal sendo efetivado posteriormente.

No governo José Agripino Maia (1983-1986) foi superintendente regional da Legião Brasileira de Assistência e retornou à Secretaria de Governo. Filiou-se ao PFL e foi reeleito deputado federal pelo partido em 1986, 1990 e 1994.

Mudou sua legenda partidária ao migrar para o PPB ao aceitar o convite do governador Garibaldi Alves Filho para ocupar a Secretaria do Trabalho e Ação Social em 1997, cargo ao qual renunciou para disputar e conseguir um novo mandato de deputado federal em 1998 conquistando um novo mandato pelo PTB em 2002.

No primeiro governo Wilma de Faria foi Secretário de Agricultura. Em 2006 foi eleito vice-governador do estado pelo PSB, na chapa que tinha como governadora Wilma de Faria.

Em 2010, com a renúncia da então governadora, que deixou o cargo para entrar na disputa do Senado, Iberê Ferreira assumiu o comando do governo do estado em 31 de março de 2010.

Naquele mesmo ano, o então governadora Iberê disputou a reeleição, mas foi derrotado pela hoje governadora Rosalba Ciarlini, disputa que foi encerrada ainda no primeiro turno.

Fonte: Blog de Ana Ruth

Arquivo

Iberê em entrevista ao programa Jornal 95 em Mossoró

O então vice-governador, Iberê Ferreira de Sousa, em conversa com o titular deste blog, na FM 95, de Mossoró.

No estúdio da emissora que funcionava na avenida Alberto, Iberê compareceu ao lado da deputada Larissa Rosado.

Morre Iberê Ferreira de Souza

Ex-governador morreu em São Paulo

Por: Heitor Gregório 

Faleceu há poucos instantes no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo, o ex-governador Iberê Ferreira de Souza.

Iberê, que lutava contra um câncer, faleceu também por complicações causadas por uma meningite bacteriana.

Em instantes será divulgado informações sobre o velório.

Fonte: www.heitorgregorio.com.br

Larissa comanda carreata

Deputada estadual e candidata à reeleição faz mobilização no Santo Antônio

larissaaaaa

larissaaaaaaA deputada estadual e candidata à reeleição, Larissa Rosado, PSB, comanda carreata nos bairros Bom Jardim, Santo Antônio e Barrocas.

Em comício, Dilma é pedida em casamento — por uma mulher

Presidente da República ouve cantada de mulher durante comício

Dilma Rousseff faz campanha em Nova Lima (MG) - 13/09/2014

POR: VEJA.COM.BR

Durante o comício que fez em Nova Lima (MG), neste sábado, Dilma Rousseff recebeu uma proposta de casamento. De uma mulher. Enquanto falava sobre o combate à homofobia, a presidente notou uma jovem na plateia cuja voz se sobressaía: “Dilma, casa comigo”, gritava a militante, lançando mão de um método, digamos, ousado de declarar afeto à candidata. A presidente parou o discurso, disse que ficava “honrada” e gracejou: “Eu sou menor de idade, não posso casar ainda”. No comício, aliás, Dilma exibiu um look casual, coisa rara quando se trata da candidata-presidente. Em vez de usar os tradicionais terninhos, optou por uma composição de blaser vermelho com uma calça jeans e um tênis preto.

Dilma Bolada no palanque – No fim da tarde deste sábado, Dilma participou de outro comício, dessa vez na Pampulha, na capital mineira. No palanque, além da petista, de Pimentel e de Josué Alencar, candidato ao Senado, estavam dezenas de jovens. Jeferson Monteiro, o responsável pela personagem Dilma Bolada, estava no palco. Ele recebeu um cumprimento especial da presidente. “Ele é que inventou o Rousselfie”, disse ela. Sorridente, Jeferson aplaudiu a petista diversas vezes durante o comício.

No discurso, a presidente repetiu as promessas que têm feito rotineiramente em seus pronunciamentos: pediu um plebiscito pela reforma política, defendeu o pré-sal como se algum candidato quisesse se desfazer do petróleo nacional, falou em criminalizar a homofobia e combater os assassinatos de jovens negros no país. (Gabriel Castro, de Nova Lima

Fafá e Leonardo no bairro Quixabeirinha

Candidatos a deputado deputado federal e deputado estadual são recebidos por moradores da Quixabeirinha

Link permanente da imagem incorporada

A ex-prefeita de Mossoró, Fafá Rosado, que disputa uma cadeira de deputado federal e o deputado estadual e candidato à reeleição, Leonardo Nogueira, realizam carreata no bairro Quixabeirinha, na noite deste sábado, 13.

Pesquisa Consult/Jornal de Hoje apresenta Henrique e Wilma na frente

Jornal de Hoje divulgou mais uma pesquisa em sua edição deste sábado

POR: JORNAL DE HOJE

Candidato do PMDB, Henrique Eduardo Alves seria o governador do Estado se a eleição fosse hoje. Pelo menos, foi isso que apontou a nova pesquisa da Consult/O Jornal de Hoje, divulgada neste sábado, com exclusividade por este vespertino. Tanto no levantamento estimulado, quanto no espontâneo, o peemedebista leva vantagem, assim como sua companheira de chapa, a ex-governadora Wilma de Faria, do PSB, candidata ao Senado Federal.

Segundo o levantamento da Consult, feito somente em Natal, na pesquisa espontânea, Henrique Alves aparece com 22,1% das citações dos entrevistados, contra apenas 12% do principal adversário, o vice-governador Robinson Faria, do PSD. Robério Paulino, do PSOL, surge com 2,1%; Simone Dutra (PSTU), com 0,7% e Araken Farias (PSL), com 0,3%.

Dessa forma, é possível dizer que, depois de Henrique, o segundo colocado é o “nenhum dos candidatos”. Afinal, dos entrevistados no levantamento espontâneo, 19,1% disseram não votar em ninguém. Pouco mais de 43% responderam que ainda estão indecisos sobre a disputa para o Governo do RN.

Na espontânea para o Senado Federal, Wilma de Faria também está a frente, chegando aos 23,2% das intenções de voto. A candidata do PT, Fátima Bezerra, ficou com 21,4%. Segundo a Consult, a Professora Ana Célia, do PSTU, teve 0,6%; o professor Lailson, do PSOL, e Roberto Ronconi, do PSL, tiveram 0,3%.

Ainda de acordo com a Consult, 15,3% dos entrevistados disseram não votar em nenhum dos candidatos na pesquisa espontânea e os indecisos chegaram a 38,9% neste levantamento.

PRIMEIRO TURNO

No levantamento estimulado feito pela Consult, a vantagem de Henrique continua. Afinal, o peemedebista atingiu os 37% das intenções de voto, contra apenas 24% de Robinson Faria. Por isso, se a eleição fosse hoje, é possível dizer que Henrique venceria no primeiro turno, uma vez que a soma de todos os demais concorrentes não chegaria ao percentual do nome do PMDB.

Isso porque, segundo a Consult, Robério Paulino atingiu apenas 2,9%; Simone Dutra, 2%; e Araken Farias (PSL), só 0,8%. Dessa forma, todos juntos chegam a casa dos 30% e, Henrique, sozinho, já tem 37%. Na pesquisa estimulada, 20,3% disseram não votar em nenhum dos candidatos e 13% afirmaram ainda estarem indecisos – mostrando que o percentual diminuiu consideravelmente entre espontâneo e estimulada.

SENADO

No caso da disputa pelo Senado Federal, na pesquisa estimulada também é possível encontrar uma redução do número de indecisos para apenas 8,8%. Contudo, a “dianteira” não mudou: Wilma segue na frente, com 35,1% dos votos, contra apenas 34,1% de Fátima Bezerra. A professora Ana Celia atingiu 1,7%; Roberto Ronconi (PSL), 1,6%; e Professor Lailson, 1,4%. Os que disseram não votar em nenhum dos candidatos atingiu a marca de 17,1%.

NÚMEROS

Segundo a Consult, o levantamento foi feito entre os dias 5 e 8 de setembro e ouviu 1000 eleitores, das quatro regiões de Natal. Os resultados do levantamento estão sujeitos a um erro máximo permissível de 3.0%, com confiabilidade de 95%, o que significa que, se realizado 100 vezes, em 95 vezes os resultados obtidos estarão dentro dessa margem. A pesquisa foi registrada sobre os protocolos BR nº 00625/2014 e RN nº 00022/2014.

Mais da metade dos natalenses ainda não tem candidato a deputado federal e estadual

Além da pesquisa para Governo e Senado, a Consult levantou os números na corrida para a Câmara Federal e a Assembleia Legislativa. Contudo, nesses quesitos, é possível constatar que o número de indecisos ainda é alto. Afinal, dos 1000 entrevistados, 570 disseram não saber em que votarão, por exemplo, para deputado federal, e outros 202 disseram não votar em ninguém. Ou seja, apenas 238 eleitores de Natal disseram já ter candidato para a Câmara Federal.

Na disputa pela Assembleia Legislativa, os números não são muito diferentes. Isso porque o “não sabe” atingiu 54,4% das intenções de voto e “nenhum” chegou aos 18,3%. A pesquisa da Consult não fez levantamento estimulado para a Câmara nem para a Assembleia. As perguntas foram, apenas, espontâneas, por isso, alguns dos citados, nem candidatos são, como a atual deputada estadual Gesane Marinho, do PSD, que não irá concorrer nas eleições deste ano.

De qualquer forma, dos 238 eleitores que responderam ter nome para deputado federal, 35, ou mehor, 3,5% disseram votar no deputado estadual Walter Alves, do PMDB. Felipe Maia (DEM) foi o segundo, com 2,6%; empatado com Fábio Faria (PSD), 2,6%. Rogério Marinho, do PSDB, e Rafael Motta, do PROS, ficaram empatados com 1,4%. Antônio Jácome, do PMN, teve 1,3%. Sávio Hackradt (PDT), com 0,9%; Zenaide Maia (PR), 0,9%; Hugo Manso (PT), 0,8%, completam a lista dos primeiros.

Na disputa pela Assembleia Legislativa, o mais citado foi o deputado estadual Fernando Mineiro, candidato a reeleição pelo PT. Ele teve 1,9% das citações. Dagô, do DEM, foi o segundo, com 1,8%, empatado com Hermano Morais (PMDB). O Bispo Francisco de Assis, do PSB, apareceu com 1,5%; seguido por Adão Eridan, do PR, com 1,2%; Albert Dickson, do PROS, com 1,2%; e Jacó Jacome (PMN), Luiz Gomes (PEN) e Marcia Maia (PSB), os três com 0,9%.

Ricardo Motta (PROS), atual presidente da Assmebleia, chegou aos 0,8%, seguido pelos também deputados estaduais Kelps Lima (SDD), Gustavo Carvalho (PROS) e Agnelo Alves (PDT), os três com 0,7%.

Fonte: www.jornaldehoje.com.br