TJD julga recurso do Potiguar de Mossoró e mantém punição com perda de seis pontos

Por cinco votos a três, penalidade é confirmada por escalação irregular de jogador de 15 anos 

POR GLOBOESPORTE.COM

TJD julga recurso do Potiguar de Mossoró e mantém punição com perda de seis pontos

O Pleno do Tribunal de Justiça Desportiva manteve a punição do Potiguar de Mossoró quanto à perda de seis pontos no campeonato estadual. O julgamento do recurso aconteceu na noite desta sexta-feira, no auditório da Federação Norte-rio-grandense de Futebol, e a pena foi confirmada por cinco votos a três.

O Artigo 22 do Regulamento Geral de Competições da FNF destaca que “é vedada, nas partidas das competições profissionais, a participação de atletas não-profissionais com idade superior a 20 anos completos e inferior a 16 anos completos”. Sávio, que ficou no banco no duelo do último dia 9 de janeiro, nasceu em 27 de abril de 2003.

O Potiguar foi julgado no Artigo 214 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), que trata de “incluir na equipe, ou fazer constar na súmula ou documento equivalente, atleta em situação irregular”. Como pena, o clube teve a perda dos três pontos conquistados na partida, além da punição com a “perda do número máximo de pontos atribuídos a uma vitória no regulamento da competição, independentemente do resultado”. O Pleno do TJD manteve a perda dos seis pontos e a multa de R$ 300, estipulada no primeiro julgamento.

O advogado do Potiguar disse respeitar a decisão da Corte, mas avisou que o clube vai esperar o acórdão ser publicado para recorrer ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva.

Quanto ao campeonato, o Potiguar fica fora da briga pelo primeiro turno. Caso recuperasse os seis pontos, o Time Macho chegaria ao segundo lugar e iria para a última rodada com chances reais de ir à final da Copa Cidade do Natal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × dois =